Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

O que você precisa saber antes de visitar o Marrocos, Argélia e Tunísia

De Glicia, publicado dia 10/02/2019 Blog > Idiomas > Árabe > Guia de viagem para conhecer os países do Magrebe

Aprender árabe de um nativo de um dos três países do Magrebe – Marrocos, Argélia, Tunísia – ou em uma escola de idiomas, permitirá que você viaje para descobrir as belas paisagens da África do Norte, enquanto aprende sobre a língua e a cultura árabes.

O Marrocos, em especial a cidade de Marrakech, é o país do Magrebe mais visitado. Entretanto, tanto a Argélia quanto a Tunísia também oferecem atrações para quem busca os encantos do oriente. E não é para menos! Seja pela cultura, língua ou culinária árabes, os países do Magrebe têm muito a oferecer para os turistas, assim como para os estudantes da língua islâmica.

Como visitar os países do Magrebe? Será que existem medidas especiais a se tomar antes de embarcar para um desses países? Aqui neste artigo você encontrará as nossas dicas para viajar pelo norte da África e – por que não – tomar algumas aulas de árabe!

Os três países do Magrebe: ficha técnica

O Magrebe – Jazirat al-Maghrib – cujo nome dado pelos primeiros conquistadores muçulmanos significa “onde o sol se põe”, é uma região do norte da África correspondente à parte ocidental do mundo árabe.

Mais precisamente, o Magrebe refere-se à área geográfica de cultura árabe e berbere localizada entre o Mar Mediterrâneo, o norte do Saara e o Egito (sem incluí-lo na região).

quais são os países do Magrebe Entender a cultura e costumes do Magrebe é essencial antes de embarcar no primeiro avião.

Historicamente, os três países que compõem o Magrebe são o Marrocos, a Argélia e a Tunísia, mas entre os anos 1950 e 1962 surgiu o conceito de “Grande Magrebe”, incluindo também o Saara Ocidental, a Mauritânia e a Líbia.

Isto pode ser explicado por razões etnológicas: os povos da Líbia e da Mauritânia são povos de língua e cultura berbere, povo autóctone da região. Durante séculos eles foram influenciados pelos Tuaregs, populações do Saara Central – 2,5 milhões de pessoas – que vivem entre o Níger, o Mali, a Argélia, a Líbia e Burkina Faso.

O Magrebe, ou Oeste Árabe, se opõe ao Mashrek, que se refere ao Oriente Árabe, composto pelo Iraque, Síria, Líbano, Jordânia e Palestina, ou seja, os povos árabes que não são de origem berbere.

Assim, os cinco países do Grande Magrebe uniram-se em 1989 em torno de uma organização económica e política comum, a União do Magrebe Árabe, com sede em Rabat. Com uma população total de 90,34 milhões de habitantes em 2012, o Magrebe reúne cinco países muçulmanos da de língua árabe.

Tem vontade de visitar um desses países? Saiba que se trata de culturas muito diferentes da ocidental! Portanto, é preciso saber respeitar os costumes locais. Antes de preparar sua viagem, é preciso conhecer os costumes e códigos de boa conduta social para entender os habitantes da região.

O que você precisa saber antes de ir ao Marrocos e Tunísia

Ir para o exterior, especialmente para um país de civilização e cultura tão diferentes, sempre provoca uma aculturação com a qual devemos nos habituar.

o que saber para ir ao marrocos As cores em tons de ocre e terracota deram a Marrakech o título de “cidade vermelha”.

Se você quer viver uma experiência autêntica, uma verdadeira imersão cultural, é preciso aprender sobre os locais, conhecer seus costumes e tradições.

De religião muçulmana e influenciado pela civilização islâmica, o Marrocos é o país que mais encarna, no Magrebe, todos os encantos do Oriente: as cores das cidades marroquinas, os seus cheiros, as medinas (todas classificadas como Património Mundial pela UNESCO), os souks, as mesquitas adornadas com mosaicos, a paisagem do deserto e os vales verdes…

O Marrocos também tem belas praias na costa do Atlântico, cidades milenares e um incrível patrimônio arquitetônico. Sem mencionar as regiões montanhosas e selvagens que escondem muito mais tesouros.

  • Tanger e sua bela baía ao norte do Marrocos;
  • Marrakech, a “cidade vermelha”,  com seus belos jardins, pálacios e riads;
  • Essaouira e suas fachadas brancas;
  • Tétouan e sua medina com estilo andaluso;
  • Casablanca, a capital do Marrocos;
  • Chefchaouen, a “cidade azul”;
  • As dunas de Merzouga;
  • O deserto do Saara;
  • Agadir e suas belas praias no sul do país;
  • Etc.

A Tunísia é também um destino turístico entre os destinos imperdíveis do Magrebe. Aliás, o país oferece inúmeras atrações, desde trackings no deserto de Tozeur, passando pelas praias e as incontáveis opções para sair a noite em Djerba.

Entretanto, evite absolutamente as áreas fronteiriças com a Líbia e a Argélia, ao sul do país, pois é uma região onde há muitas tensões e riscos de ataques terroristas.

O que você precisa saber antes de visitar a Argélia

O que mais difere a Argélia de seus dois vizinhos é seu passado doloroso, especialmente no que se refere à colonização francesa, que durou 132 anos. A independência do país foi conquistada através de dor, sangue e muitas lágrimas,  ao longo de oito anos de uma guerra que matou dezenas de milhares de pessoas.

informações úteis para visitar a Argélia É preciso se adaptar aos costumes locais: mulheres devem usar um lenço para cobrir a cabeça e roupas que não evidenciem o corpo.

Apesar de todas as suas belezas, a Argélia não é um destino tão turístico quanto o Marrocos. Devido aos diferentes casos de violências e terrorismo ligados ao radicalismo islâmicos – sobretudo ligados aos grupos terroristas Al-Qaeda e Daesh a partir dos anos 1990.

Por se tratar de um destino pouco conhecido e pouco procurado pelos brasileiros, aqui vão alguns conselhos se você deseja visitar a Argélia.

Para entrar no território argelino é necessário um visto. De acordo com o tipo de viagem, você pode pedir um visto de turismo, trabalho, de estudos, etc. É essencial evitar viajar para as áreas fronteiriças com a Líbia, o Níger e o Mali, a leste entre Jijel e Skikda e perto da fronteira com a Tunísia (entre Kenchela e Tebessa).

Nessas áreas há muitos grupos armados envolvidos com contrabando, sequestros e combates sangrentos devido ao terrorismo. De fato, é importante evitar de ir para as regiões interiores, pois são as mais perigosas.

Vale ressaltar que, você precisa estar alerta em qualquer lugar do país, mas prefira as grandes aglomerações urbanas e evite viajar pelo interior do país.

Outro ponto muito importante: é necessário adaptar suas roupas aos costumes locais, em especial as mulheres. É recomendado que mulheres nao viagem sozinha pela Argélia, por questões de segurança e que usem roupas que cubram o colo, as pernas, assim como algo para cobrir a cabeça.

Coisas que você deve evitar de fazer durante sua viagem ao Magrebe

Que você queira descobrir a cultura marroquina, explorar os centros urbanos na Argélia ou os lugares imperdíveis da Tunísia, é sempre importante conhecer os costumes locais evitar situações desagradáveis durante sua viagem.

dicas para respeitar a cultura magrebina Típico mercado de especiarias árabes.

Como não sabemos necessariamente como nos comportar, aqui está, em linhas gerais, o que você pode e deve fazer no Magrebe:

  • Aceitar um convite para tomar o famoso chá de menta;
  • Negociar os preços das mercadorias nos mercados locais. Aliás, a negociação faz parte da cultura magrebina e não fazê-lo pode ser considerado uma gafe;
  • Tirar os sapatos antes de entrar em uma mesquita ou na casa de um local;
  • Comer com a mão direita, a mão esquerda sendo considerada impura;
  • Lavar as mãos e a boca após as refeições;
  • Sempre beber água mineral para evitar problemas gastrointestinais.

Um costume muito importante para os magrebinos e que você deve respeitar: nunca jogar um pedaço de pão no lixo! Milhões de pessoas sofrem de fome no mundo, então desperdiçar o tão sagrado pão é um ato muito mal visto na região.

Agora vejamos as coisas que você NUNCA deve fazer em algum país do Magrebe:

  • Criticar o Estado ou a Monarquia (no caso do Marrocos);
  • Recusar um convite para comer ou para tomar um chá;
  • Entrar em uma mesquita sem ser convidado;
  • Criticar a religião e os costumes islâmicos;
  • Exibir publicamente seu relacionamento amoroso (beijos ou abraços). As demonstrações de afeto em público são vistas como falta de pudor.

Qual a melhor época para visitar o Magrebe?

O clima no norte da África é muito variante: o clima marroquino, por exemplo,  experimenta influências oceânicas, mediterrâneas, montanhosas, continentais e do deserto. Basta dizer que, dependendo da região para onde você for, não encontrará a mesma temperatura.

Entre as planícies do norte do Atlântico, as planícies de Doukkala, a bacia de Souss, os planaltos interiores, as montanhas do Atlas e região saariana, o clima pode variar do continental úmido ao mediterrâneo ou clima quente e seco do deserto.

Os meses de maio, junho, setembro e outubro são, sem dúvida alguma, os melhores meses para viajar ao Marrocos. A Argélia, quanto a ela, tem um clima mediterrânico no norte e um clima desértico na maioria do território. Pode-se visitar o norte da Argélia de maio a outubro (verões quentes e secos), mas se você deseja se aventurar pelo deserto, o inverno é a melhor época.

Na Tunísia também existem diferentes influências climáticas, com um clima mediterrâneo no norte e um clima desértico no sul. Assim, os verões são quentes e secos e as meia-estações bem mais agradáveis. Prefira os meses de abril, maio, junho, setembro, outubro e novembro para ir à Tunísia.

Estas foram nossas dicas para quem deseja visitar o norte da África e conhecer os países do Magrebe. E para aproveitar sua viagem da melhor forma, que tal fazer um curso de língua árabe?

No Superprof você encontra os melhores professores de línguas, qualificados e que poderão te ajudar a aprofundar seus conhecimentos na cultura árabe. Não deixe de conferir.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar