Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Quais os custos para visitar os países árabes?

De Glicia, publicado dia 26/02/2019 Blog > Idiomas > Árabe > Quanto gastar em uma viagem ao Oriente Médio?

Ir morar no exterior ou visitar um país para aprender um idioma não é algo que se improvisa! Você precisa reservar o seu bilhete de avião, o seu alojamento, escolher a sua escola de idiomas e, acima de tudo, otimizar seu orçamento de acordo com os países que deseja visitar.

O Marrocos, em especial a cidade de Marrakech, é o país do Liga Árabe mais visitado. Entretanto, tanto a Argélia quanto a Tunísia também oferecem atrações para quem busca os encantos do oriente. E não é para menos! Seja pela cultura, língua ou culinária árabes, estes países têm muito a oferecer para os turistas, assim como para os estudantes da língua islâmica.

os melhores lugares para viajar no oriente Os países árabes oferecem uma beleza de encher os olhos por um preço acessível.

Visitar os países árabes pode abrir sua mente para novas perspectivas: aprender a língua árabe, descobrir a cultura islâmica, conhecer a história do mundo árabe e muçulmano, seu legado literário e arquitetônico.

Além disso, os países árabes estão passando por um “boom” turístico. De acordo com dados do Banco Mundial, a Arábia Saudita atraiu 18 milhões de turistas para seu solo em 2016, tornando-se o primeiro país árabe mais visitados do mundo.

E você, tem vontade de conhecer um país de cultura e língua árabe? Se sim, saiba que é preciso prever os gastos de acordo com o estilo de viagem que deseja fazer.

Neste artigo te explicaremos tudo que você precisa saber sobre os gastos da sua viagem!

Como calcular os custos de sua viagem para um país da Liga Árabe?

Considerar viajar pelo mundo árabe-muçulmano equivale a explorar alguns dos  países da Liga Árabe, que somam um total de 22 países.

Com sede na cidade do Cairo, a organização intergovernamental inclui Marrocos, Mauritânia, Argélia, Tunísia, Líbia, Egito, Sudão do Norte, Autoridade Palestina da Cisjordânia, Líbano, Jordânia, Síria, Iraque, Somália, Eritréia, Arábia Saudita, Kuwait, Bahrein, Emirados Árabes Unidos, Omã, Catar, Djibouti e Comores.

Destes 22 estados, todos praticam oficialmente a religião muçulmana, mas obviamente incluem outros cultos, principalmente cristianismo e judaísmo.

Muitas regiões de risco ou até mesmo países inteiros devem ser evitados devido aos conflitos armados ou riscos permanentes de ataques terroristas perpetrados pelo fundamentalismo islâmico (Jihad do grupo do Estado Islâmico, Shebabs da Somália).

Em alguns países da Liga Árabe, as tensões estão se cristalizando em torno da comunidade muçulmana, especialmente entre xiitas e sunitas. Soma-se a isso o conflito israelo-palestino e as questões petrolíferas e geopolíticas – petróleo e gás, acesso a água e minerais – entre os Estados Unidos, a Europa, a Rússia e os países membros da Liga Árabe.

calculo para saber quanto gastar nos paìses árabes Quanto custa uma viagem ao deserto marroquino?

No entanto, saiba que se pode perfeitamente viajar com segurança através do mundo árabe e muçulmano, por países Marrocos, Omã ou Emirados Árabes Unidos. Estes países são seguros para turistas e estudantes estrangeiros.

Em outros lugares, é necessária maior vigilância, de acordo com as autoridades internacionais, no leste do Egito, Tunísia e norte da Argélia, assim como no Líbano, Jordânia e Arábia Saudita.

Tendo todas estas ressalvas em mente, saiba agora como avaliar o custo médio das despesas de consumo que você terá em uma viagem aos países árabes.

O desenvolvimento económico de um país, a sua soberania, as suas instituições políticas e as suas infra-estruturas são as variáveis do custo de vida de um país: não se compra a mesma quantidade de bens e serviços com R$1 no Brasil e em outros lugares.

Aqui vai uma dica simples de economia para entender como isso funciona. Para medir o custo de vida, deve-se levar em conta o nível de produtividade – a quantidade de bens que podem ser produzidos por pessoa e em um dado momento – e o poder de compra (embora prefira a noção de “capacidade de compra”), ou seja, a quantidade de bem que pode ser obtida com uma quantidade de dinheiro.

Assim, com a conversão das taxas de câmbio entre moedas (reais em dirhams ou dinares, por exemplo), as diferenças de salários e produtividade, pagaremos mais no Brasil do que em um país do Magrebe, por exemplo, para ter o mesmo bem ou serviço.

Quais países da Liga Árabe tem o custo de vida mais baixo?

Para se ter uma ideia de custo de vida em diferentes cidades, sem fazer cálculos econômicos complexos, dê uma conferida no site www.expatistan.com.

analise os diferentes custos da sua viagem Compare os preços antes de escolher seu destino.

Segundo uma matéria que saiu na revista Veja em 217, se trata de:

“Uma plataforma colaborativa que coleta preços variados ao redor do globo. A partir de uma cesta de produtos que serve como base e de índices de preços ao consumidor, o site calcula uma média de gastos de acordo com a cidade referida. As faixas de valores são refinadas pelos próprios usuários do site, que são convidados a relatar o preço de produtos e serviços nos locais onde moram. Há seis grupos de despesas sobre os quais se pode relatar preços: alimentação, moradia, vestuário, transporte, saúde e entretenimento. Quanto mais informações houver sobre os preços de uma mesma cidade, mais acurados são os dados sobre ela.

O Expatistan faz gratuitamente comparações-relâmpago entre duas metrópoles e diz na hora a diferença percentual de custos. Respondendo às perguntas no início deste post, Londres é 52% mais cara que Dubai e Miami é 14% mais cara do que o Rio de Janeiro. O site oferece ainda relatórios pagos contendo detalhes sobre as despesas previstas em diferentes localidades. Há ainda um ranking global constantemente atualizado das cidades mais caras do mundo todo.”

Os Emirados Árabes Unidos, são o terceiro país mais caro dos países da Liga Árabe, tendo um índice de 67,96. Ainda assim, é 32,04% mais barato que Nova York, por exemplo. Ou seja, ir para Dubai sai mais em conta do para Nova York!

Veja aqui o índice para os outros países árabes:

  • Líbano: 61,65,
  • Jordânia: 59.22
  • Bahrein: 57,78,
  • Palestina: 53,46,
  • Omã: 52,59,
  • Arábia Saudita: 48,37 (país a evitar),
  • Iraque: 47.04 (país a evitar),
  • Líbia: 45.85 (país a evitar),
  • Marrocos: 35,53,
  • Argélia: 32,38,
  • Tunísia: 28,74
  • Síria: 28.31 (país a evitar),
  • Egito: 22,36.

Que conclusão podemos tirar desta análise? Vejamos a seguir!

O Egito e os três países da região do Magrebe estão entre os mais baratos do “mundo árabe”. E isso é uma ótima notícia, pois dentre os países do norte africano temos o Marrocos!

O Marrocos é o país mais seguro no que diz respeito ao terrorismo e crimes extremistas e é também o mais progressista do mundo árabe-muçulmano. A hospedagem e os meios de transporte também são relativamente baratos. Em Marrakech você pode reservar um quarto em um hotel de qualidade, comer em um bom restaurante e pagar por uma passagem de avião bem mais em conta.

Por essa razão, recomendamos o Marrocos. Você não vai se decepcionar: paisagens suntuosas, diversidade incrível, segurança, tudo isso para pequenos “budgets“.Você pode viajar sem se privar também para a Tunísia, Argélia para o Egito, sendo o custo da vida neste país bem barato.

Como planejar sua viagem aos países árabes?

Preparar uma viagem não é fácil e um bom planejamento pode evitar muitas decepções e problemas. Embora  uma aventura em outro país possa trazer muitas lembranças agradáveis e engraçadas na mala, é sempre bom ser prudente.

as formas de gastar menos viajando Um bom planejamento é a chave para economizar na viagem.

Primeiro de tudo, você tem que saber como comparar as melhores ofertas de voos disponíveis: qual o melhor aeroporto de partida e chegada, há serviços de traslado no local, táxis, o aeroporto é muito afastado da cidade, etc. A escolha da cidade de chegada pode influenciar no preço da passagem de avião também. As cidades mais conhecidas costumam ter mais voos, por isso geralmente são mais baratas para aterrissar.

Muitas vezes, o período de verão e as férias escolares são as épocas do ano em que os voos sofrem uma inflação de preços significativa. Prefira as baixas temporadas e compre sua passagem o quanto antes.

Outro aspecto importante a levar em consideração: o bairro onde você ficará hospedado. Hotéis em bairros mais centralizados costumam ser mais caros, mas se você precisar gastar com táxi ou transporte a cada vez que sair do hotel, talvez seja mais interessante escolher um bairro bem localizado.

Aqui estão 3 dicas para gastar menos em sua viagem:

1 – Faça uma lista do que gostaria de  comprar

Como muitas pessoas aproveitam a viagem para fazer compras, o primeiro passo é fazer uma lista daquilo que mais deseja. Veja o que há no país de destino que possa te interessar e coloque em uma lista. Depois que a lista estiver pronta, ela deve ser estudada e você deve analisar o que vale à pena ou não ser comprado.

2 – Fique em hotéis mais modestos

Quando for escolher a hospedagem, é importante levar em consideração aspectos fundamentais como conforto, segurança, serviços oferecidos, localização e claro, preço. Os bairros mais badalados costumam ser mais caros, então o ideal é procurar por opções nos arredores, mas que não sejam muito afastados do centro.

Você também pode optar por um hotel mais simples, mas que ainda ofereça as comodidades que você busca. Ou alugar um casa/apartamento no Airbnb.

3 – Prepare seu próprio café da manhã

O café da manhã nem sempre está incluso nos pacotes de hotéis ao redor do mundo. Quando esse item é opcional, ele pode custam bem caro por pessoa.

Uma forma de economizar é comprando as coisas em um supermercado e levando para o quarto do hotel. Vale ressaltar que, para seguir essa dica, é importante que o quarto possua no mínimo um frigobar. Saiba também que algumas hospedagens ainda oferecem micro-ondas e cafeteira, o que facilita ainda mais!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar