Língua oficial de 21 países, segundo idioma mais falado nos Estados Unidos e no mundo dos negócios. Aprender espanhol é algo incontornável e algo que certamente irá contribuir com seu crescimento tanto profissional quanto pessoal.

Ensinar um vernáculo estrangeiro pode ser um desafio e tanto! A língua espanhola não fica de fora. Embora esteja classificada em um rol de línguas fáceis de aprender, não diminui o fato de que quanto melhor o ensino, mais descomplicado será o aprendizado.

Então, sim! Você aprenderá muito mais facilmente o espanhol, em comparação a outras línguas como inglês ou alemão, mas não se empolgue demais! O processo de aprendizagem aqui será o mesmo para os outros idiomas, isso significa que você terá lições de vocabulário, gramática, conjugação, expressão oral e escrita, etc.

Mas quando o assunto é dar aulas de espanhol, por onde começar?

Como ser claro, conciso e pedagógico?

Essas são as principais características de um bom mestre, e hoje o Superprof vai te mostrar como alcançá-las.

Procurando por um curso de espanhol no Rio?

Os melhores professores de Espanhol disponíveis
1a aula grátis!
Harry
5
5 (116 avaliações)
Harry
R$70
/h
1a aula grátis!
Rafael
5
5 (25 avaliações)
Rafael
R$50
/h
1a aula grátis!
Yiliet
5
5 (75 avaliações)
Yiliet
R$90
/h
1a aula grátis!
Maria gabriela
5
5 (110 avaliações)
Maria gabriela
R$90
/h
1a aula grátis!
Aline
5
5 (24 avaliações)
Aline
R$50
/h
1a aula grátis!
Nancy
5
5 (56 avaliações)
Nancy
R$80
/h
1a aula grátis!
Adelaide
5
5 (32 avaliações)
Adelaide
R$120
/h
1a aula grátis!
Marioly
5
5 (67 avaliações)
Marioly
R$70
/h
1a aula grátis!
Harry
5
5 (116 avaliações)
Harry
R$70
/h
1a aula grátis!
Rafael
5
5 (25 avaliações)
Rafael
R$50
/h
1a aula grátis!
Yiliet
5
5 (75 avaliações)
Yiliet
R$90
/h
1a aula grátis!
Maria gabriela
5
5 (110 avaliações)
Maria gabriela
R$90
/h
1a aula grátis!
Aline
5
5 (24 avaliações)
Aline
R$50
/h
1a aula grátis!
Nancy
5
5 (56 avaliações)
Nancy
R$80
/h
1a aula grátis!
Adelaide
5
5 (32 avaliações)
Adelaide
R$120
/h
1a aula grátis!
Marioly
5
5 (67 avaliações)
Marioly
R$70
/h
1ª aula gratuita>

Aulas espanhol online ou em domicílio?

Falar perfeitamente e ter fluência em espanhol é o sonho de muitas pessoas. Cada vez mais as pessoas buscam o conhecimento de uma segunda fala por entenderem que é essencial para seu crescimento pessoal ou profissional tanto no Brasil quanto no exterior. Sobretudo no nosso continente, onde nosso país está cercado por locais que falam majoritariamente este idioma. Bem, além disso, você sabe qual a importância da fluência no espanhol hoje em dia?

O vernáculo espanhol hoje é considerada o terceira mais falado no mundo e não se limita apenas aos falantes de língua materna, que já ultrapassa os 300 milhões de pessoas. Esse número cresce a cada ano pela quantidade de indivíduos que aprendem o idioma como estrangeiro.

O inglês sustenta o primeiro lugar, seguido do mandarim, falado na China, que permanece em segundo lugar devido à quantidade de habitantes deste país, porém o espanhol se destaca no mundo comercial, principalmente na comunidade europeia, onde junto com o inglês são as línguas mais utilizadas. Outro dado interessante é que vem alcançando um número considerável de internautas, sendo atualmente a terceira língua mais utilizada na internet.

Mas, se a procura por este idioma é grande, a espera por resultados também.

E se você fizesse uma aula de espanhol para iniciantes?

Conheça as necessidades de seu pupilo, esteja sempre a escuta dos objetivos que ele possui com as aulas particulares

Para ensinar o idioma para um principiante é fundamental, antes de tudo, organizar suas lições de acordo com o métodos de aula, pois um uma sessão de espanhol online é diferente de uma presencial.

Se você prefere lecionar pela web, via skype ou outros programas, é fundamental testar seus dispositivos: audio, vídeo e internet precisam funcionar de maneira eficaz para que as aulas ocorram tranquilamente e o estudante aproveitar o máximo de suas aulas, sem se preocupar se o microfone falha ou a internet é muito lenta. Sugerimos que você se conecte com um conhecido alguns dias antes da aula e faça um teste de todo o material que você precisará antes da prestação em si.

É primordial que quando você se conecte com seu pupilo, ele sinta que você está seguro com o seu desempenho, que não existe nenhum desconforto ou problema que possa fazer com que ele perca seu tempo de sua atuação com coisas aleatórias.

Saiba também que sessões presenciais, online e também o nível do aprendiz podem influenciar no preço final da prestação de serviço.

Procurando por curso de espanhol online? No Superprof você encontra os melhores professores!

Organização: sucesso nas aulas de espanhol

Pode parecer clichê, mas é imprescindível que um professor saiba como se organizar e preparar seus cursos. Para dar uma aula rica e clara, a primeira regra é ser organizado.

Vários livros dispostos em uma prateleira com uma escada.
Organização é a chave para uma boa aula de espanhol.

Como estruturar um curso?

  • Liste os objetivos a serem alcançados;
  • Implemente a cada objetivo lições que o ajudarão a obter sucesso;
  • Prepare seu material de apoio;
  • Procure exercícios adequados para por em prática;
  • Tenha um plano claro para dar a seus alunos (como por exemplo: segunda-feira é dia de aprender vocabulário, terça é dia de gramática...)

Prepare uma aula divertida e com temas variados. Tudo para torná-la mais agradável e evitar que seu aprendiz se entedie.

Outro aspecto super relevante é estar em dia com o conteúdo. Não é por que você não se encontra mais na posição de aluno que deva desleixar em relação a estar atualizado e bem afiado em todas as competências linguísticas. Isso é tão importante quanto o bom aprendizado.

E quando o assunto é progredir enquanto professor, tudo é válido! Há várias formas. Você pode optar por fazer um intercâmbio cultural na Espanha, por exemplo. Nada como a imersão total na cultura hispânica para te deixar por dentro de todos os pormenores sobre o assunto, e com isso enriquecer o conteúdo de suas aulas.

O espanhol é sua fala materna? Sua cultura hispânica pode ser muito enriquecedora, então não existe em partilhar esse assunto. Da mesma forma, se você viajou pela América Latina ou Central, compartilhe suas experiências!

  • Procure sempre novos suportes
Uma mulher segurando um tablet em uma cadeira
Deixe sua aula interativa: use e abuse de novas mídias digitais!

Opte por exercícios interativos. Na era digital, seria uma pena não lançar mão do infinito número de possibilidades que a internet nos oferece.

Está mais do que comprovado que uma pessoa aprende três vezes mais rápido se o processo de aprendizagem é feito de maneira divertida. Então se mostre criativo!

Curso de espanhol e as expectativas dos alunos

Um bom professor deve, antes de tudo, saber escutar. Desde o primeiro encontro, busque compreender quais são as expectativas e necessidades de seu estudante.

O que ele deseja? Conseguir estabelecer uma conversa durante sua estadia em Barcelona? Reforçar seu espanhol profissional para melhorar sua comunicação com seus clientes internacionais ao trabalho? Ou somente melhorar sua compreensão de forma geral?

Existem diversas maneiras de aprender espanhol, então, antes de decidir qual delas aplicar em seu curso de espanhol, ouça e respeite as necessidades do seu aprendiz.

E por que não oferecer a primeira aula gratuita para testar se existe química entre você e seu pupilo? Vários professores no Superprof o fazem.

O aprendizado do espanhol deve ser personalizado para cada um.

  • A expressão oral será privilegiada por quem queira simplesmente saber se comunicar em algum país estrangeiro. Seu discente deve ter a sensação de estar aprendendo espanhol na Espanha. Fale constantemente em língua estrangeira e deixe de lado o português.
  • Para os alunos que desejam melhorar o nível ou se preparar para algum exame importante, mune-se de exames antigos. A prática será a maior aliada daqueles que queiram ser aprovados em algum exame de proficiência como o DELE, por exemplo.
  • A idade influencia diretamente na maneira como você deve preparar as aulas. Para os mais jovens, jogos e atividades lúdicas são as mais recomendadas principalmente no que se refere ao aprendizado de línguas vivas.
  • Se o seu aprendiz tiver que prestar algum exame importante como um vestibular, por exemplo, e passar, saiba como motivá-lo! O espanhol é uma fala de negócios internacional e é de extrema relevância o seu domínio nos anos seguintes. Motive a despertar a consciência sobre as questões e varias possibilidades que o seguirão se ele possuir um bom nível da língua (qual deve ser o do professor para dar aulas de espanhol?).
  • Preste atenção ao progresso do seu aprendiz a cada sessão e mostre a ele como tem progredido.

Flexibilidade faz definitivamente parte das competências de um bom professor.

Os melhores professores de Espanhol disponíveis
1a aula grátis!
Harry
5
5 (116 avaliações)
Harry
R$70
/h
1a aula grátis!
Rafael
5
5 (25 avaliações)
Rafael
R$50
/h
1a aula grátis!
Yiliet
5
5 (75 avaliações)
Yiliet
R$90
/h
1a aula grátis!
Maria gabriela
5
5 (110 avaliações)
Maria gabriela
R$90
/h
1a aula grátis!
Aline
5
5 (24 avaliações)
Aline
R$50
/h
1a aula grátis!
Nancy
5
5 (56 avaliações)
Nancy
R$80
/h
1a aula grátis!
Adelaide
5
5 (32 avaliações)
Adelaide
R$120
/h
1a aula grátis!
Marioly
5
5 (67 avaliações)
Marioly
R$70
/h
1a aula grátis!
Harry
5
5 (116 avaliações)
Harry
R$70
/h
1a aula grátis!
Rafael
5
5 (25 avaliações)
Rafael
R$50
/h
1a aula grátis!
Yiliet
5
5 (75 avaliações)
Yiliet
R$90
/h
1a aula grátis!
Maria gabriela
5
5 (110 avaliações)
Maria gabriela
R$90
/h
1a aula grátis!
Aline
5
5 (24 avaliações)
Aline
R$50
/h
1a aula grátis!
Nancy
5
5 (56 avaliações)
Nancy
R$80
/h
1a aula grátis!
Adelaide
5
5 (32 avaliações)
Adelaide
R$120
/h
1a aula grátis!
Marioly
5
5 (67 avaliações)
Marioly
R$70
/h
1ª aula gratuita>

Professor espanhol: converse com os pais

Um ponto muito fundamental antes de começar as aulas particulares em domicilio: ter uma conversa aberta com os pais do novato (em caso deste ser menor de idade ou serem os pais os responsáveis pelas aulas de espanhol, mesmo ele já sendo maior).

Isso é relevante por dois motivos, primeiramente para conhecer as dificuldades do estudante e saber quais são os objetivos que os responsáveis esperam com as aulas particulares. Caso seja um reforço para ajudar nas provas e exercícios da escola, os progenitores irão especificar as dificuldades, evolução escolar e o que você tem realmente que ter como foco das aulas. Pais, filhos e educadores devem trabalhar em conjunto quando se trata da educação dos menores.

Antes de mais nada, esta conversa pode ajudar a conhecer seu aprendiz, já que eles conhecem seus filhos com mais profundidade que qualquer outra pessoa. Eles serão os melhores aliados para te contar se o pupilo é tímido, ansioso ou se não se sente seguro com o aprendizado. Além de poder conhecer como é o professor de espanhol da escola, e assim entender o que pode não funcionar com o aprendiz quando for dar aulas para ele.

Faça desse encontro um momento para estabelecer o perfil, traçar objetivos e definir seu programa em função de tudo isso.

O tempo de uma aula de espanhol

O tempo pode rapidamente se tornar seu pior inimigo se você não ficar atento. Proponha um ritmo de aprendizagem que lhe pareça correto. Que tal um curso por semana, durante o período escolar, ou um intensivo durante as férias?

Seja qual for a sua escolha, seja trabalhar numa escola de idiomas, seja trabalhar por conta própria, é imperativo que você seja fiel ao seu quadro do horário. Você deve ser capaz de estipular o tempo de aula, sendo cada atividade (lição, compreensão e prática) bem delimitada.

O aprendiz deve terminar a lição no final de cada encontro. A continuação da semana seguinte poderá ter um aumento no nível de dificuldade. Assim você estará apto para notar as quais as maiores dificuldades apresentadas pelo seu pupilo.

No Superprof você encontra os melhores professores para seu curso de espanhol!

Uma mão segurando o relógio
Se preparar seu curso com antecedência, vai aproveitar melhor o tempo de aula que tem.

Abaixo algumas dicas para tornar esse processo mais fácil.

  • Proponha um curso intensivo àqueles que tenham maiores dificuldades com a língua, ou se a lição for muito complexa.
  • Cronometre seu programa: 30 minutos para a lição, 30 minutos para colocar em prática o conteúdo ensinado, 30 minutos para questões ou insistir nas dificuldades de compreensão.
  • Se você der aulas particulares, pense em oferecer um ritmo que convenha ao discente em questão.
  • Lance mão dos mais variados suportes midiáticos para ganhar tempo: preparação de aula na internet, exercícios online, compartilhando videos que possam ser interessantes e ligados a lição dada.

A internet é uma fonte ilimitada de atividades, textos e materiais que podem tornar sua aula ainda mais interessante. Você pode utilizar vídeos, aplicativos, tutoriais, games, filmes, músicas, podcasts, exercícios online... A variedade de recursos é ampla! Mas saiba também como filtrar as fontes e indicações. É importante frequentar sites e programas recomendados para a faixa etária e de acordo com as metas do seu ensino. Tente harmonizar bem recursos e currículo: aulas contextualizadas são muito mais bem aproveitadas e assimiladas do que tópicos dispersos e sem sentido.

Então não perca tempo e aproveite!

  • Dê deveres de casa para seu aprendiz. Boa parte do processo de aprendizagem de uma fala estrangeira corresponde ao trabalho feito a cada dia, logo é de extrema importância exista uma dedicação a cada dia em um momento para o estudo do espanhol (quanto cobrar pelas suas aulas?).
  • Esqueça o português durante as aulas! Veja nossas dicas sobre isso mais abaixo. Mas use o vernáculo de Cervantes para ensinar, passar o conteúdo, discutir com seu aluno, ajuda-lo com os exercícios, em fim... faça com que ele esteja imerso na língua espanhola durante o curso. Isso multiplicará por dois a eficácia dos estudos. Se o nível for muito iniciante, não o deixe confuso com muita informação. Vá introduzindo as noções do idioma aos poucos.
  • Ensinar espanhol para os mais velhos pode ser mais difícil do que para os pequenos. Aprendizes mais velhos podem acabar sendo um pouco mais teimosos ou entediados, mas existem maneiras de conquistá-los. Organizar um debate com um tópico interessante pode transformar a teimosia em algo útil, motivando-os a defender seus pontos de vista. Adultos são crianças grandes. Isso significa que você também pode assistir a filmes e TEDx Talks e analisá-los juntos. Você também pode organizar noites interculturais e discutir muitas coisas interessantes sobre as culturas da Espanha e latino-americanas, sempre levando em conta o perfil de cada um.

Antecipe a preparação dos cursos

Todos os seus cursos devem ser preparados com antecedência. Uma boa organização é indispensável e poderá o ajudar a encontrar novos alunos de espanhol, e quando isso acontecer você já terá conteúdo preparado para ministrar suas aulas.

Assim que você conhecer as necessidades do seu aluno, em particular, você terá apenas o trabalho de adaptar a aula que você já preparou antes. Isso torna tudo muito mais fácil!

E para variar o curso, seja criativo! Solte a imaginação e proponha jogos lúdicos, exercícios variados, áudios, videos, textos interessantes... o céu é o limite! O Youtube é uma ótima fonte de videos sobre o tema.

E fique atento! Se o seu pupilo deseja progredir na expressão e compreensão oral, é nisso que você deve focar na hora de preparar suas aulas. Para isso, existem muitos suportes online que facilitará o aprendizado e o fará avançar mais rapidamente.

Uma pessoa fazendo anotações em folhas em cima da mesa
Use marcadores de texto ou canetas coloridas para destacar as partes importantes.

A formação para adultos e jovens é bem diferente uma da outra. Geralmente, os jovens necessitam de um programa voltado para o ensino de gramática, conjugação, vocabulário, regras específicas... Os adultos, no entanto, não possuem essa necessidade tão latente, tornando você mais livre na hora de propor o curso.

A metodologia aplicada é também importante. O estudante deve se sentir a vontade nas aulas. Então nada de mudar o método a cada semana.

Encontre explicações fáceis e concisas para a serem dadas por escrito e apresente exercícios de fixação a cada lição dada.  Use cores diferentes quando o assunto for algo mais importante a ser retido, como regras. Elas podem ser escritas em vermelho, por exemplo. Faça fichas de vocabulário, regras, palavras, expressões...

Outra dica interessante é de aplicar testes com determinada frequência para saber até que ponto seu aprendiz conseguiu reter o que ele aprendeu. Mas não faça disso algo penível para ele. Lembre-se que seu encontro deve ser leve e divertido.

Agora que você aprendeu tudo,  já está apto para dar aulas de espanhol moderno, com uma formulação adaptada a cada estudante e que o permita desenvolver suas habilidades, tudo isso num ambiente bem descontraído.

Encontre as melhores aulas de espanhol online no Superprof!

Dica: que tal só falar em espanhol durante as aulas?

E, ainda, pode parecer evidente mas não custa reforçar: recomendamos que o espanhol seja a única falada durante a sessão de ensino ou reforço escolar. Isso, é claro, deve ser avaliado com antecedência em função do perfil e da idade do seu aprendiz: educação infantil, ensino fundamental, ensino médio? Isso para que ele possa entender o que é proposto e não fique frustrado em não conseguir avançar nas lições por não compreender o que você diz.  A presença de algumas palavras em português para crianças na educação infantil talvez se faça necessária. Adapte a linguagem para que eles se sintam seguros. Caso contrário, a indicação é de que, quanto mais palavras estrangeiras, melhor a assimilação direta.

Você sendo nativo, bilíngue ou possui uma formação acadêmica em espanhol: é indispensável que seus alunos possam imergir totalmente durante suas horas de tutoria particular, além de fazer com que ele desenvolva seu nível oral.

Por isso é imprescindível se preparar para que seus cursos sejam ministradas na língua de Dom Quixote!

E afinal, por que o espanhol?

Esses argumentos são fundamentais par que você, professor, conheça o valor do seu trabalho e conduza suas aulas em função dos objetivos e metas dos seus alunos.

Mais ofertas de emprego

Quem não gostaria de acrescentar mais um item super atraente no seu currículo?

Hoje, falar inglês se tornou algo comum entre muitos candidatos. Por outro lado, ainda é mais raro encontrarmos bons candidatos com o espanhol fluente. Assim, os cargos que exigem fluência em espanhol se tornam mais interessantes.

Sem mencionar que a concorrência será menos feroz e será mais fácil encontrar um emprego. Os países latino-americanos estão em plena expansão. É uma excelente oportunidade, pois ela vai se tornar um requisito indispensável em poucos anos para aqueles que estudam!

A segunda mais falada no planeta

O espanhol é falado em 21 nações. Assim, sendo a língua materna de mais de 450 milhões de pessoas e utilizado por mais de 500 milhões de pessoas em todo o mundo, é o segundo idioma mais praticado no planeta (atrás do mandarim).

Em relações às nações onde é falada, você obviamente tem a Espanha, mas também a maioria das nações da América do Sul, América Central e alguns da África e da Ásia. E podemos afirmar que, se quem estuda gosta de viajar, são tantas as oportunidades de encontrar falantes de espanhol durante as viagens! Você pode até descobrir as grandes comunidades espanholas nos EUA ou na maioria dos europeus.

Então, se seu aprendiz é do tipo que quer viajar pelo mundo, seria uma vergonha não saber nem um pouquinho de espanhol

Se você não fala espanhol...
Leve seu aprendiz a lugares nunca antes navegados.

Exercício para o cérebro

Está comprovado: aprender uma fala é uma atividade cerebral estimulante.

Continuar aprendendo espanhol é uma receita para permanecer jovem e estimular constantemente suas atividades cerebrais.

Independentemente da sua idade, é possível aprender espanhol. Comece a dar suas aulas de espanhol online ou presencial, individual ou em grupo e conheça novas pessoas, converse e continue alimentando seu intelecto e de seus aprendizes.

Os cientistas confirmam: o cérebro é um órgão que requer treinamento diário. Aprender espanhol pode, portanto, ajudar a ficar sempre antenado. E quem sabe despertar sua paixão por outras línguas? Então, se algum dia o estudante perguntar a si mesmo “será que sou velho demais para aprender espanhol?”, só temos uma resposta para ele: não!

Precisando de um professor de Espanhol ?

Você curtiu esse artigo?

4,00/5 - 9 nota(s)
Loading...

Louizy

Graduada em publicidade e especializada em Marketing. Adora ler e escrever sobre tudo e mais um pouco.