Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Nível para dar aulas do idioma de Cervantes

Blog > Idiomas > Espanhol > Quais são as competências linguísticas para ser professor de espanhol?

O inglês é sempre privilegiado em detrimento do espanhol. Mas isso não significa que o vernáculo espanhol esteja ficando para trás. Pelo contrário, segundo pesquisas realizadas recentemente, a língua de Cervantes será o idioma do futuro.

De acordo com os dados,  o espanhol é falado por mais de 400 locutores em todo mundo. É língua oficial em 21 países, é a segunda mais utilizada no mundo dos negócios e a segunda língua mais praticada nos Estados Unidos, com sua comunidade hispânica em pleno crescimento.

Vários empregadores e inúmeras escolas também enxergam no espanhol um sucesso eminente. E com o crescimento dessa língua e o aumento de interesse por ela, a busca por professores especializados tem sido cada vez maior.

Você possui um bom conhecimento de espanhol? Você adquiriu as competências linguísticas necessárias ao longo dos últimos anos? Você se pergunta, portanto, o que poderia fazer para se tornar professor de língua espanhola.

Leia o post até o fim e descubra se você possui o que é preciso para exercer essa profissão.

Antes de tudo: possuir um excelente nível de espanhol

Para ser professor, você precisa, evidentemente, possuir um bom nível. Mas o que isso quer dizer de fato?

  • Ser capaz de compreender o espanhol escrito e falado.
  • Poder falar espanhol sem dificuldades.
  • Dominar a gramática espanhola, bem como sua conjugação e algumas noções importantes. Em outras palavras, as bases da língua não devem ser um segredo pra você.

Após ter entendido os requisitos, você precisa decidir o que quer fazer: se tornar docente em língua espanhola ou somente dar aulas (particulares de espanhol, quanto cobrar por elas?). Pode parecer a mesma coisa, mas não é.

O método mais tradicional, para ambas as escolhas, seria passar por uma formação especifica que poderia ser ou cursar Letras Espanhol ou LEA – Línguas Estrangeiras Aplicadas. Os dois são cursos de nível superior, com duração de 8 semestres – no caso dos cursos presenciais – e encontrados facilmente na maioria das universidades do Brasil, tanto públicas quanto particulares.

Para aqueles que desejam ir mais longe, existem Mestrados e Doutorados na área também!

O ingresso nos cursos de licenciatura não exigem o domínio do espanhol, mas é preciso ter bons conhecimentos prévios. Algumas universidades oferecem cursos paralelos de línguas para aqueles que queiram reforçar o que já sabem ou aprender do zero outros idiomas. Isso ocorre bastante em universidades estrangeiras, se o seu interesse for fazer um intercâmbio.

Contudo, se o que você quer é somente dar aulas para aumentar sua renda mensal, o caminho a seguir é mais fácil. A você será apresentadas duas opções: seja se inscrever  em alguma organização ou se tornar um profissional independente.

Mas quais são os organismos que atuam no Brasil?

  • CCAA
  • Instituto Cervantes
  • Centro Cultural da Espanha.

Mas atenção! Por se tratar de organismos com uma grande reputação, muitos deles exigem um nível de escolaridade mínimo que geralmente é ensino médio completo e alguma experiência no domínio. O processo seletivo para essas escolas normalmente compreende em entrevista e teste escrito. Você será bastante analisado antes de ouvir um ‘contratado’.

 

Não espere ter um nível avançado para começar a exercer a profissão.

Se você é bilíngue em espanhol e português, use isso ao seu favor! Os alunos possuem uma atração especial por professores bilíngues.

Se você quiser se lançar como trabalhador independente e começar a dar aulas particulares de espanhol (como?), não precisa esperar ter um diploma ou certificado de língua espanhola. Para isso, você pode se inscrever em alguma plataforma online, como o Superprof, fazer um bom perfil detalhando sua experiência e método de trabalho e encontrar seus primeiros pupilos.

Muitos alunos optam por dar aulas de espanhol, mesmo sem ter formação reconhecida, ou seja, mesmo sem ser expert na língua espanhola.

Nos dois casos, você estará apto para dar aulas online ou à domicilio. Mas fique atento ao nível do aluno para quem você deseja lecionar. A partir do intermediário, você terá de comprovar que é apto a ensinar.

Ser bilíngue em espanhol

Estudar a língua de Cervantes para dar aulas não é necessário para todo mundo. Algumas pessoas são bilíngues e dispensam a necessidade de aprender espanhol.

Mas ser bilíngue, significa o que?

Ser bilíngue significa que você domina outro idioma tão bem quanto domina sua língua materna. Ou seja, significa que você fala espanhol tão bem quanto fala português. Mas não se resume à expressão oral, ser bilíngue significa ter domínio da língua por completo, sendo considerados todas as habilidades de compreensão e expressão orais e escritas.

Graças a  viagens

Muitas pessoas se tornam bilíngues após passarem uma temporada num pais de língua estrangeira. Se for planejar suas viagens de férias, opte por ir para países hispanofônicos. Nada se compara a um intercâmbio linguístico quando o assunto é aprender idiomas.

Aproveite nossa facilidade geográfica e ouse visitar nossos vizinhos latinos. Além de conhecer novas e belas paisagens, você estará imerso nessa cultura e língua tão encantadoras!

E o melhor de tudo: não é preciso de visto! Com os acordos estabelecidos pelo Mercosul, o trânsito entre os países da América Latina é livre para os nativos.

Viagem e estudos são duas palavras que super combinam. Por que não investir em um intercâmbio para aprender espanhol?

Mas se o que você quer é mais do que passar alguns dias em um desses lugares, você pode se valer das diferenças econômicas entre os nossos países e comprar uma propriedade para poder ir sempre que quiser ou até mesmo morar. Afinal, quanto mais tempo em imersão, mais rapidamente você dominará o espanhol. Vá, frequente lugares públicos, converse com nativos… Viva essa experiência como deve ser!

Ser bilíngue permitirá inclusive que você aplique valores mais altos para os cursos que você lecionar.

Língua materna

Algumas pessoas não precisam optar por um intercâmbio linguístico ou fazer cursos de espanhol para se tornar bilíngue. Se você for nativo hispanofônico e ter a língua espanhola como materna, se tornar professor é algo bem simples.

Os alunos que desejam aprender um espanhol (como achá-los?) online, desejam se enriquecer culturalmente, mas também obter um sotaque e pronúncia perfeitos.

O trabalho de expressão oral será muito mais atraente se feito por um professor nativo hispanofônico!

Mas não deixe que esse seja seu único atrativo. Faça um exame de proficiência para atestar seu nível e proponha cursos conforme o perfil de cada estudante, prestando atenção às necessidades pessoais de cada um.

Ser estudante de Letras ou LEA

Estudar Letras Espanhol ou LEA – Línguas Estrangeiras Aplicadas o capacita para exercer a profissão de educador de língua espanhola e o enquadra em um dos cursos populares no Brasil.

Qual curso escolher, Letras ou LEA? Uma das maneiras de se formar como professor de espanhol é cursando uma universidade.

Os estudantes que escolhem esses cursos querem consolidar o conhecimento que já possuem, ou seja, é necessário ter uma bagagem para poder cursar uma dessas licenciaturas.

Além de aprender os fundamentos do espanhol, você terá aulas de historia, civilização, economia…

Você ganhará uma riqueza cultural incontestável!

Quais trabalhos?

Enquanto poliglota, você poderá postular para vários organismos em diferentes funções como tradutor, revisor, agente de turismo, etc. Além de poder postular em inúmeros organismos de reforço escolar. Se você escolher se independente, seu diploma abrirá mais algumas portas a você e te ajudará na hora de conseguir alunos.

Além disso, essa formação te ensinará como a preparação de aulas deve ser, pois parte da graduação é dedicada a matérias de pedagogia.

O nível exigido depende do nível do aluno

Ter um ótimo nível de espanhol para ser um bom professor é algo evidente, mas é sempre necessário?

Se um aluno debutante quiser progredir no espanhol, você deverá usar toda a sua capacidade enquanto professor para ensiná-lo?

Para os níveis fundamental e médio a exigência aumenta, e você pode se sentir livre para propor curso de teor intermediário. Mas o que seria isso especificamente?

Um estudante dessa fase deve ser capaz de:

  • Compreender expressão oral
  • Compreender expressão escrita
  • Pronunciar e conseguir participar de uma conversa em espanhol

Não é nada muito complexo! Se o nível for intermediário, você poderá auxiliar o aluno na escrita e na expressão oral.

Proponha um teste de nivelamento ao aluno antes de começar as aulas. Saber qual o nível do aluno é primordial na hora de preparar a aula.

A regra é sempre se adaptar às necessidades e demandas do seu aluno. Antes de dar início às aulas, procure conversar com seu estudante para esclarecer exatamente quais as suas expectativas. Isso será útil inclusive na hora do planejamento do curso.

Depois de passada a fase do vestibular, os alunos terão necessidade de avançar ainda mais no nível de espanhol. A essa altura, o domínio da fala e da escrita se torna indispensável.

Se você achar que não está apto para dar aulas para alunos avançados, não o faça. Aqui é preciso ter o domínio completo das modalidades escrita e falada. A partir do nível intermediário, você deve fornecer provas (diplomas, certificados) da sua formação em língua espanhola. Logo, é importante saber quais as suas limitações.

Preparação de exames

Para preparar um aluno (e suas aulas de espanhol) para um exame, você deve ser no mínimo bilíngue e possuir um nível expert ou C2 segundo o quadro de classificação europeu.

Você deve imperativamente poder escrever sem faltas e falar fluentemente sobre tudo e sobre tudo antes de tencionar dar aulas de espanhol e ajudar os alunos a passar os exames de proficiência ou outro tipo de concurso. E mais! Você deve possuir excelentes habilidades pedagógicas!

Se você tem duvidas, pergunte a si mesmo se você seria capaz de passar no exame para o qual gostaria de preparar seu aluno.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar