Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

França: berço de grandes atletas

De Fernando, publicado dia 09/03/2018 Blog > Esporte > Boxe > Conheça famosos boxeadores franceses

Quando pensamos em esporte francês, já imaginamos Zinedine Zidane, Michel Platini e Thierry Henry nos campos de futebol. Mas você sabia que o país também é a casa de exímios lutadores de boxe?

Em 2012, na França, a Federação Francesa de Boxe (FFB) somou 33.830 licenças masculinas e 7772 licenças femininas, entre atletas de todas as idades. Quatro anos após a publicação deste relatório, a mesma organização registrou 40.354 licenças masculinas e 14844 licenças femininas para a temporada 2016-2017 .

Em quatro anos, isso representa um aumento de 16,16% no número de licenças masculinas de boxe. As licenças para mulheres quase duplicaram, um aumento de 91% em quatro anos.

Essas estatísticas mostram uma verdadeira mania do boxe amador na França – seja boxe francês (savate), boxe inglês (o mais clássico e popular no resto do mundo), boxe tailandês (muai thay) ou boxe fitness: com a chegada cada vez mais forte das mulheres nos esportes de combate, boxe na França não é mais uma das disciplinas esportivas predominantemente masculinas, onde o ringue de boxe era repleto apenas de testosterona.

Alguns recordam com carinho os Jogos Olímpicos de Sydney (2000), incluindo a luta entre Brahim Asloum e Rafael Lozano, dia em que o francês venceu o espanhol, ganhou a medalha de ouro e foi coroado campeão olímpico.

Muitos franceses fizeram história boxe desde o século 20 e em todas as classes de peso (como as de peso leve, médio, pesado e peso pesado).

Aqui está uma lista com um top 10 dos melhores boxeadores franceses de todos os tempos.

Conhecendo atletas franceses Esse país não é feito apenas de belas paisagens

1. Georges Carpentier

Nascido em Lievin em 1894, Georges Carpentier marcou a história do boxe mundial, quando se tornou o primeiro francês campeão de boxe em 12 de outubro de 1920, vencendo o norte americano Batling Levinsky .

Georges Carpentier, além de ser um campeão de boxe, também foi um aviador no início da indústria aeronáutica.

Filho de um mineiro, ele ganhou o campeonato francês de boxe de 1907, com 13 anos. Em 1911, ele foi campeão duplo da França e Europa da categoria pesos-médios aos 17 anos.

No ano seguinte, ele foi  novamente campeão europeu, agora entre os médios.

Em 1914, ele se tornou “campeão do mundo branco peso pesado”, um título criado pela segregação racial para bloquear o boxeador Jack Johnson (1878-1946), permitido de participar apenas no Campeonato Mundial de Peso Pesado.

Após a Primeira Guerra Mundial, ele foi coroado Campeão Mundial de meio pesados (1920), derrubando o americano B. Levinsky. Um ano depois, ele ganhou contra “Kid” Lewis na primeira rodada e venceu o Campeonato da Europa novamente.

Ele morreu em 1975. E é definitivamente parte da grande história do boxe.

2. Eugene Criqui

Boxeador parisiense nascido em 1893, tornou-se campeão do peso mosca da França em 1912.

Lutando em vários momentos com mandíbula quebrada, língua seccionada, 22 dentes arrancados por uma bala inimiga em 1915, Eugène Criqui foi um apaixonado pelo esporte.

Quase mortalmente ferido na cabeça durante as batalhas da Primeira Guerra Mundial, ele passou a utilizar uma placa de ferro no maxilar, o que lhe deu o apelido impressionante de “mandíbula de ferro”.

Com 99 vitórias, 53 nocautes(KO) graças ao soco de seu direita, ele se torna o segundo boxeador francês a conquistar o título mundial em 1923. Ele morreu em 1977.

3. Marcel Cerdan

O Sr. Cerdan (1916-1949) é provavelmente um dos melhores boxeadores franceses da história.

E ele também é muito reconhecido por duas razões:  foi o companheiro da cantora Edith Piaf (1915-1963) e também por ter morrido quando foi para Nova York, durante um acidente de seu avião sobre o arquipélago de Açores.

Apelidado do bombardeiro marroquino, Marcel Cerdan teve um crescimento meteórico e um declínio brutal e trágico.

Nascido sob o nome de Marcellin em 1916 na Argélia francesa, sua família é de origem popular. Em seu salão de dança, seu pai construiu um ringue para proporcionar aula de boxe aos seus filhos.

Marcel Cerdan fez sua primeira luta de boxe aos 8 anos de idade. Ele se mudou para Paris, onde, na década de 1940, aterrorizou seus inimigos, permaneceu invicto, e foi apelidado de ” bombardeiro marroquino” e “homem com mãos de argila”, falando sobre seu soco.

Ele ganhou seu primeiro título francês do peso meio-médio em 1945, em seguida, tornou-se campeão mundial dos médios em 21 de setembro de 1948.

Para ir os Estados Unidos para lutar uma partida de revanche em 2 de dezembro de 1949, ele embarcou para o vôo Paris-Nova York em 27 de outubro de 1949 – e também para chegar até sua amada Edith Piaf mais rápido – mas o avião caiu em uma ilha dos Açores.

Ele tem um histórico de 119 vitórias, incluindo 61 nocaute e apenas 4 derrotas. Além do título mundial, ele ganhou cinco vezes o campeonato da França e quatro vezes o da Europa.

Um bom exemplo para começar a aprender boxe.

Tenha mais conhecimento sobre os lutadores desse país Os franceses são muito vencedores no esporte de combate

4. Fabrice Bénichou

Boxeador e ator francês, Fabrice nasceu em Madri em 1965 e foi descoberto após uma briga em um jogo de futebol em Israel no ano de 1980.

Dois anos depois, ele coloca luvas de boxe para enfrentar concorrentes profissionais.

Ele será coroado por três vezes campeão mundial super-galo e duas vezes campeão europeu dos galoa e peso-pena.

Sua aposentadoria aconteceu em 1998, mantendo sua marca de 66 batalhas e 46 vitórias.

5. Jean-Baptiste Mendy

Boxeador francês nascido em 16 de março de 1963 em Dakar, tornou-se campeão mundial do Conselho Mundial de Boxe (CMB) em 1996, derrotando Lamar Murphy e na Associação Mundial de Boxe (AMB) campeão dos leves em 1998 até sua derrota contra Julien Lorcy em 10 Abril de 1999.

Ele tem um recorde impressionante de 67 lutas, 55 vitórias, 3 empates e apenas 8 derrotas:

  • Campeão francês leve de 31 de maio de 1991 a
  • Campeão europeu de peso leve de 27 de maio de 1992 a 5 de outubro de 1993,
  • Campeão europeu de peso leve de 4 de Dezembro de 1994 a 14 de Fevereiro de 1995,
  • CMB Campeão Mundial dos Pesos Leves 20 de abril de 1996 a 1 de março de 1997,
  • Campeão Mundial da AMB pesos leves de 16 de maio de 1998 a 10 de abril de 1999.

Em sua última luta profissional, ele lutou contra Pedro Garcia e saiu com uma vitória em pontos em 8 de abril de 2000.

Lembre-se de escolher suas luvas de boxe antes de ir ao ringue como esses campeões.

6. Os irmãos Christophe e Fabrice Tiozzo

Christophe Tiozzo

Nascido em 1 de junho de 1963 em Saint-Denis, Christophe Tiozzo lutou nas categorias super-médio e médio no boxe profissional , bem como no boxe amador peso meio-médio.

Campeão europeu de peso médio, ele conhece pouco a pouco a notoriedade na França,e depois se torna o campeão mundial da AMB.

Ele não conseguirá, no entanto, conquistar o título mundial do peso-pesado da CMB.

Fabrice Tiozzo

Seu irmão Fabrice, nascido em 1969, lutava na categoria dos pesos pesados. Desenvolvendo-se profissionalmente de 1988 a 2006, ele completou 50 lutas, incluindo 48 vitórias e apenas 2 derrotas.

Ele participou de onze campeonatos mundiais em duas categorias diferentes:

  • De 16 de junho de 1995 a março de 1997, ele é campeão mundial da CMB e de novo título mundial titular AMB peso meio-pesado de 20 de março de 2004 a dezembro de 2005,
  • Na AMB de peso médio, ele foi coroado campeão mundial de 8 de novembro de 1997 a 9 de dezembro de 2000.

No campeonato europeu, ele mantêm o título de março de 1994 a 1995, mas também foi o campeão francês do peso-pesado de 1991 a 1994.

No boxe amador , ele é vice-campeão mundial em 1987 e então campeão da França no ano seguinte.

Seu histórico o torna um dos mais famosos boxeadores contemporâneos da França, além de um dos melhores.

O esporte é muito popular no país Os boxeadores franceses são destaque no esporte desde o início do século XX

7. Thierry Jacob

Nascidos em Calais em 8 de março de 1965, Thierry Jacob é pugilista na categoria de galo (atletas cujo peso é entre 51 e 53 kg), super galo (entre 53 e 55kg) e Mosca (entre 48 e 50kg).

No começo, ele foi campeão francês do peso mosca amador em 1983 e 1984.

Em 1985, ele passou campeão na categoria de peso superior.

No peso galo profissional, ele assumiu o título nacional em 1987, o título europeu entre 1990 e 1991, e tornou-se campeão mundial do CMB como super galo em 1992.

Para dar inspiração, os melhores boxeadores têm mais de um truque no seu repertório!

8. Julien Lorcy

Nascido em 12 de abril de 1972 em Argenteuil, Julien Lorcy começa o boxe cedo, com 68 vitórias, incluindo 40 por nocaute. Ele foi boxeador profissional em 1992 após os Jogos Olímpicos de Barcelona.

Ele foi campeão europeu de super-peso pluma (peso entre 57 e 58 kg) de 1996 a 1997, então campeão mundial AMB leve (peso entre 58 e 61 kg) em 10 de abril de 1999.

Ganhou o Campeonato Europeu de Leves de 2000 a 2001 e novamente o Campeonato Mundial em 2001, durante uma partida contra Takanori Hatakeyama com 12 rounds, diante de 22 mil espectadores e 36 milhões de telespectadores.

9. Jean-Marc Mormeck

Nascido em 3 de junho de 1972 em Pointe-à-Pitre (Guadalupe), ele foi duas vezes campeão mundial de boxe – nas federações AMB  e CMB – e se tornou alto funcionário do governo (nomeado em 17 de março de 2016 Delegado Interministerial para Igualdade de Oportunidades para o Ultramar Francês.

Ele entrou no ringue de boxe profissional em março de 1995. E é campeão da França na categoria dos pesos pesados ​​(peso entre  76 e  79 kg) em 1998 e conquista o título intercontinental no final de 2000.

JM Mormeck torna-se campeão mundial de pesos pesados ​​da AMB em fevereiro de 2002, até 2007.

Descubra mais aqui sobre o savate, o tradicional boxe francês!

Seja um amante também dos esportes franceses Você sabia que a França era tão bem representada no boxe?

10. Brahim Asloum

Nascido em 31 de janeiro de 1979 em Bourgoin-Jallieu, é um dos mais famosos boxeadores franceses na atualidade.

Como adolescente, ele se inscreve no ringue de boxe depois de uma demonstração de boxe aos 14 anos.

Sete anos depois, ele foi coroado campeão na Olimpíada de Sydney em 2000, aos 21 anos, entre os pesos médios.

Ele ganhou o título de campeão da França em 2002, depois o título europeu em 2003, já no peso mosca.

Depois de duas tentativas fracassadas de alcançar o título supremo, ele ganhou o cinturão mundial aos 28 anos em 8 de dezembro de 2007. Nesta ocasião, ele se torna o primeiro campeão olímpico francês a se acumular com um título mundial.

Para mais inspiração, não hesite em assistir os melhores filmes de boxe (um deles com Asloum!).

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar