Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Profissão: redator! Como funciona?

De Fernanda, publicado dia 24/10/2019 Blog > Apoio Escolar > Redação > Saiba como fazer da redação sua carreira

Você sempre gostou de escrever e quis fazer dessa paixão a sua profissão? Você escreve muito bem e gostaria de saber em quais áreas poderia atuar?

A redação profissional é uma atividade forte ainda hoje e presente em inúmeros canais de comunicação: jornais, revistas, livros, TV, rádio, redes sociais, sites…

O Superprof traz nesse artigo todas as dicas para você que deseja viver da escrita!

Como melhorar na produção redacional?

Como fazer um bom texto? Para conseguir escrever a redação perfeita é preciso estudar e praticar.

Antes de começar a treinar sua produção redacional, saiba que o melhor caminho para aprender a escrever bem é a leitura. Ler aumenta o vocabulário, melhora o senso crítico e amplia nossos conhecimentos, abrindo a mente para novas possibilidades e perspectivas diferentes.

Todo tipo de leitura é válida (romances, poemas, artigos científicos, textos jornalísticos, etc.), mas não se esqueça também da leitura de jornais e revistas informativas, que tratam sobre história, geopolítica e cultura geral, por exemplo. Esse tipo de leitura enriquece o campo de argumentação de seus textos e também trazem elementos críticos à produção textual. A internet também é uma fonte rica a ser explorada. Existe hoje em dia uma infinidade de sites, blogs e fóruns de discussão onde é possível obter informação e conhecimento de qualidade.

Para desenvolver suas habilidades de argumentação, escreva uma redação por semana. Ao terminar cada uma de suas redações, leia o texto em voz alta. Isso ajuda a perceber se algumas frases ficaram confusas, se as idéias estão bem conectadas entre si ou se há muitas repetições de palavras. O treino é fundamental para desenvolver as habilidades de escrita. Procure temas da atualidade, leia e estude textos que saíram em veículos de comunicação e use-os como base para escrever suas redações.

Para cada texto que você lê, faça um pequeno fichamento com as informações mais importantes. É interessante pegar pelo menos três textos diferentes que tratem do mesmo assunto. Assim você terá pontos de vista diferentes, o que te ajudará a definir sua própria linha de raciocínio.

Outro ponto importante são as aulas de portugues, pois como citamos anteriormente, conhecer bem a gramática é indispensável. Se você sente dificuldades com essa disciplina, talvez seja interessante procurar ajuda de um professor particular de português e redação para melhorar seu desempenho. Assim você terá aulas adaptadas em função das suas principais necessidades. Você poderá conversar com o professor e explicar quais são suas maiores dificuldades na hora de escrever e definir junto com ele quais são os pontos que você precisa trabalhar mais.

Separamos sete dicas infalíveis para escrever uma redação sem erros e tirar uma excelente nota:

  1. Dê preferência a uma linguagem simples. Às vezes queremos escrever de forma rebuscada, usando palavras menos convencionais, mas sabe aquele ditado “menos é mais”? Em geral, quanto mais simples e direta for a linguagem, maiores serão as chances de você conseguir comunicar suas idéias de forma correta. Mas, cuidado para não escrever um texto cheio de coloquialismos. Seu texto deve ser coerente, fluído e fácil de ler, mas o uso correto da língua portuguesa e da norma culta é essencial;
  2. Tente não repetir palavras desnecessariamente, pois a repetição deixa o texto cansativo. Para evitar isso use  sinônimos. Aproveite os dias que você escolheu para treinar a escrita e estude também alguns sinônimos. Assim você ampliará seu vocabulário e conseguirá pensar em palavras alternativas com mais facilidade;
  3. Vá direto ao ponto, seja objetivo! Um texto de qualidade consegue comunicar uma mensagem de forma clara e direta. Tente não repetir a mesma coisa o tempo todo. Como já citamos, na parte de desenvolvimento do texto você deve escrever um parágrafo para cada argumento. Em cada um deles você desenvolverá seu ponto de vista e defenderá sua tese;
  4.   A redação ideal deve conter cinco parágrafos, um para a introdução, três para o desenvolvimento e um último parágrafo para a conclusão. Trabalhando dessa forma você conseguirá apresentar pelo menos três argumentos diferentes e poderá embasar sua tese de forma mais consistente;
  5. A aparência do seu texto também é avaliada pelo leitor. Escreva um texto limpo, sem rasuras e com letra legível. Fique atento também à organização dos parágrafos e aos recuos;
  6. Proponha uma solução ao problema levantado. Seja coerente, aponte maneiras viáveis de solucionar a questão e não faça críticas desnecessárias. Uma coisa é expor seu ponto de vista sobre o assunto, outra bem diferente é criticar de forma depreciativa e sem nenhum fundamento;
  7. Por fim, mas não menos importante, releia o texto com muita atenção. Procedendo dessa forma você poderá corrigir pequenos erros e deixar o texto mais enxuto.

Da criação de uma redação até a correção

Para escrever uma redação não basta papel e caneta. Existe todo um processo de produção textual que deve ser respeitado, sobretudo quando estamos falando da profissão de redator profissional – seja no jornalismo, na publicidade, no mercado editorial ou em qualquer outra área.

O primeiro passo é a apropriação do conteúdo, ou seja – qual tema será abordado, com qual objetivo e quais informações devem constar no texto? O objetivo do texto também determina o gênero textual, ou seja, se vai se tratar de uma dissertação, uma descrição, uma reportagem, um texto publicitário. Essa etapa exige muita pesquisa, leitura e coleta de dados em função da temática proposta.

Em seguida, está a produção textual em si. A escrita exige treino, e o profissional deve estar atento a inúmeros fatores para uma boa redação: língua portuguesa, coesão, coerência, tema abordado, público-alvo, linguagem…

Por fim, a correção. Dependendo do local de trabalho, pode haver ou não uma etapa de correção e revisão com um revisor profissional ou com o editor chefe do jornal. Atualmente, jornais e revistas contratam cada vez menos corretores, delegando essa tarefa para os próprios redatores ou editores. No entanto, a etapa da revisão é fundamental, pois além de eliminar possíveis erros de língua portuguesa, também garantem que o texto tenha coerência e atinja seus objetivos junto ao seu público-alvo.

Como ser redator profissional?

esporte no trabalho vantagens Na mídia em geral, o trabalho do redator é essencial para garantir a linha editorial do canal de comunicação.

Não existe uma formação superior específica para o redator profissional. Na verdade, o curso de graduação a ser escolhido depende da área de atuação na qual o profissional escolhe exercer. Existem alguns cursos de graduação que habilitam o trabalho do redator. Confira a descrição daqueles que formam redatores profissionais, graças ao portal Guia da Carreira:

Jornalismo

O profissional formado no curso de Jornalismo é responsável por buscar, investigar, redigir e transmitir notícias, através dos meios de comunicação (jornais, revistas, internet, televisão, etc.).

O jornalista participa ativamente de todos os processos de produção de notícias como, por exemplo: a investigação, apuração, organização, resumo e a redação.
O profissional especializado em Jornalismo pode assumir diferentes cargos nesta área, tais como:

  • Redator
  • Repórter
  • Assessor de Imprensa
  • Repórter Investigativo
  • Editor
  • Chefe de Reportagem

Um dos objetivos deste profissional é a divulgação de informações e suas principais atividades são: coletar, redigir, editar e publicar notícias.

Ainda assim, a profissão atrai aqueles que gostam de escrever. Apesar da rigidez técnica dos textos noticiosos, algumas vertentes do jornalismo permitem que o escrito se abra mais e ouse um pouco. Por isso, essa profissão é indicada para quem gosta de redação.

Publicidade

Publicidade e Propaganda utiliza criatividade e técnicas de comunicação para divulgar produtos, serviços, ideias e marcas. Ela pode ser empregada para construir a imagem de empresas, causas e pessoas junto a um público-alvo específico e seus profissionais têm um campo de trabalho bastante amplo, que vai além das agências de Publicidade e Propaganda.

Saiba mais sobre a carreira na Publicidade e Propaganda, como é o mercado de trabalho para estes profissionais e onde estudar!

O publicitário é responsável por planejar, criar, avaliar e coordenar campanhas publicitárias para diferentes mídias (TV, Internet, impressos, rádio etc.). Ele pode atuar também dentro das empresas, traçando estratégicas de comunicação, além de assessorar marcas e pessoas (como artistas, políticos, celebridades, etc.).

Letras

O profissional formado em Letras é um estudioso do funcionamento da Língua Portuguesa, de idiomas estrangeiros e suas respectivas literaturas.

Quem se forma em Letras pode seguir a carreira acadêmica, tornar-se tradutor, intérprete, pesquisador e muito mais.

Vamos conhecer algumas das áreas em que este profissional pode atuar e as principais atividades que desenvolve em cada uma delas:

  • Tradução – Traduz textos em português para outros idiomas ou vice-versa. Pode traduzir desde obras literárias até bulas de remédio.
  • Editoração – Edita textos dos mais variados tipos: obras literárias, acadêmicas, anúncios, etc. Define o formato e adapta os textos para os diferentes tipos de mídia.
  • Revisão – Realiza revisões em textos, corrigindo tanto a ortografia e gramática como a estrutura do textos (divisão dos capítulos e parágrafos, citações, etc.) a fim de que o texto esteja dentro das normas exigidas.
  • Interpretação – Atua como intérprete e estabelece a comunicação entre duas pessoas que não falam o mesmo idioma. Pode traduzir simultaneamente reuniões, palestras e até transmissões ao vivo de eventos internacionais.
  • Produção Textual – Escreve os mais diversos tipos de textos: obras literárias (romances, novelas, prosas, etc.), crônicas e colunas para jornais e revistas, textos publicitários utilizados como peças de marketing, conteúdo para sites, blogs e muito mais.
  • Ensino – Atua como professor de Língua Portuguesa, Redação ou Literatura nos ensinos fundamental e médio. Ministra aulas de outros idiomas. Realiza palestras e cursos sobre vários temas relacionados à língua falada e escrita.

Dar aulas de redação

O professor particular trabalha também a autoestima do aluno, ao deixá-lo mais seguro e tranquilo em relação ao assunto estudado.

Por fim, existem aqueles redatores profissionais que preferem seguir uma carreira acadêmica, ou simplesmente desejam completar sua renda no final do mês. Para estes, dar aulas de redação é a melhor solução. Dentro desse contexto, existem duas alternativas:

  • caso o profissional tenha graduação em letras – licenciatura, ele está habilitado a dar aulas para o Ensino Fundamental e Médio em escolas públicas e particulares.
  • caso o redator não possua essa graduação, ele pode dar aulas particulares de redação.

Em todos os casos, a profissão de professor de redação (ou de português) ainda é altamente demandada, sobretudo quando o assunto é preparação para Enem, vestibulares e concursos públicos.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar