Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Apanhado geral da culinária da Ásia

De Camila, publicado dia 06/02/2018 Blog > Artes e Lazer > Culinária > Panorama da cozinha asiática

São muitos os contrastes entre as culinárias da Ásia e do ocidente.

No Brasil conhecemos bem a cozinha japonesa e chinesa. São vários restaurantes – bons e ruins – espalhados pelas cidades do país.

Estes estabelecimentos misturam, muitas vezes, receitas de outros tipos de culinária asiática e não somente as típicas da China e do Japão. Isso sem contar com as adaptações criadas devido ao “cruzamento” entre receitas brasileiras, japonesas e chinesas.

A cozinha asiática é construída a partir de quatro sabores de base: ácido, amargo, doce e salgado. Podemos ainda incluir um quinto: o picante.

Ao nosso paladar basicamente acostumado ao doce e ao salgado, as especiarias desta região podem acabar sendo estranhas, mas nem por isso menos apreciadas.

Além da cozinha chinesa e japonesa, existem várias outras cozinhas típicas de outros países asiáticos menos conhecidos no Brasil.

Através desta matéria vamos descobrir um pouco mais sobre elas, em um panorama geral da culinária do sudeste da Ásia.

Cozinha chinesa

Mesmo aqueles que não possuem conhecimento geográfico aprofundado sabem que a China é um país enorme e super populado. Sendo assim, não poderíamos esperar dele uma culinária unificada, sem nenhum tipo de variedades e diferenças entre as diversas regiões.

Por isso, ao invés de falarmos de uma cozinha chinesa geral, nós falaremos dos diversos tipos que a compõem.

O estilo da comida preparada no país muda de acordo com sua região. As mais conhecidas são:

  • Sichuan (centro-sul da China, próximo ao Tibet);
  • Shandong e Jiangsu (leste do território chinês);
  • Guangdong (ao sul do país, próximo a Hong Kong e Cantão).

Tais regiões possuem cozinhas diferentes entre elas por causa de fatores regionais que se diferem, como o clima, a geografia, a história local e os costumes típicos.

Os alimentos de base utilizados nos pratos chineses são o arroz, o macarrão típico chinês (como um talharim ou espaguete mais espesso) e legumes. A soja e seus derivados, como o molho e o tofu, assim como condimentos como alho, gengibre, cebola, pimenta do reino branca e óleo de gergelim.

Os chineses se socializam enquanto comem. As refeições são momentos de socialização entre as pessoas na China.

Assim como o molho de soja, o vinagre de arroz é altamente utilizado na preparação dos pratos chineses.

De leste a oeste, de norte a sul, confira abaixo algumas especificidades contidas nas receitas de cada uma das principais “regiões culinárias” da China:

  • Shandong: mais conhecida como “cozinha Lu” , esta é a região onde mais se produz vinagre e tal característica pode ser degustada em seus pratos, carregados da especiaria local.
  • Jiangsu: nesta região, ingredientes sazonais são os mais utilizados. Dentro de cada receita, eles são combinados entre si, de acordo com a cor e a forma. Já  a sopa é utilizada para dar mais sabor aos pratos.
  • Sichuan: é a única região da China (juntamente com Yunnan) que oferece uma cozinha apimentada e bem condimentada. São muitos os ingredientes utilizados: alho, pimenta, gengibre, amendoim, pasta de gergelim, dentre outros.

A medicina tradicional chinesa aplicada em todo o país presa enormemente pelo consumo de refeições saudáveis e equilibradas.

Dentro dos nove diferentes tipos culinários dentro do território chinês, a cozinha se transformou em uma arte que compreende sabor e aparência.

Independente da hora do dia e do tipo de refeição, seja em casa ou em um restaurante, o momento de se alimentar é aquele no qual as pessoas se reúnem e se socializam.

Conheça ainda sites e blogs com receitas de pratos típicos asiáticos.

Culinária tailandesa

Os mestres da cozinha tailandesa se concentram, sobretudo, no equilíbrio, na precisão e na variedade dos ingredientes. A culinária tai se baseia na leveza dos pratos, compostos de aromas fortes e uma grande variedade de temperos.

As receitas tailandesas possuem, assim, os famosos cinco aromas fundamentais: doce, salgado, amargo, ácido e picante.

Mesmo não sendo tão difundida no Brasil, esta é uma das cozinhas mais populares do mundo!

De acordo com uma pesquisa feita pela CNN Travel intitulada “World’s 50 Most Delicious Foods (Readers’ Pick)” (As 50 comidas mais deliciosas do mundo de acordo com a escolha dos leitores), na qual 35.000 pessoas deram suas opiniões, a Tailândia foi o país que somou o maior número de pratos dentro da predileção popular:

  • tom yam goong (4º lugar);
  • pad Thai (5º lugar);
  • som tam (6º lugar);
  • massaman curry (10º lugar);
  • moo nam (36º lugar), dentre outros.

O arroz é a estrela dos cardápios típicos asiáticos. Legumes e sopas compõem a maioria dos cardápios asiáticos… sem contar com o arroz!

Arroz e pimenta são dois ingredientes indissociáveis na cozinha tailandesa, assim como tomate, milho, papaia, abacaxi, coentro, castanha de caju e amendoim.

Cozinha indiana

A culinária indiana se caracteriza pela sofisticada utilização e combinação de temperos, legumes, ervas e frutas.

Por ser um país de grande extensão, o perfil das receitas se modifica de acordo com o clima, a cultura, etnia e religião de cada parte do seu território.

As tradições e crenças locais influenciam enormemente a alimentação dos indianos e por isso, grande parte da população é vegetariana.

Os principais ingredientes da cozinha da Índia incluem grãos de cereais, raízes como batatas e diversos tipos de plantas leguminosas como milho, ervilha, vagens e uma grande variedade de lentilhas.

Um dos pratos mais conhecidos é o dal (dhal, dahl ou daal) de lentilhas.

Culinária birmanêsa

A cozinha da Birmânia é fortemente influenciada pelas culinárias chinesa, indiana e tailandesa.

A Birmânia, no entanto, conserva técnicas de preparação específicas da região, assim como sabores únicos. Existem, por exemplo, vários tipos de pratos chamados “standards”.

Os birmanêses não comem apenas com palitinhos ou com talheres, fazendo igualmente o uso das mãos na hora de se alimentarem -mais precisamente, a mão direita. Eles fazem uma pequena bola de arroz com os dedos e a “rolam” sobre diferentes ingredientes antes de colocá-la na boca. Os locais comem bastante legumes, frutas e uma grande variedade de carnes.

Um dos legumes mais tradicionais e populares é o danyin thi, grão que cresce em uma árvore típica do sul da Ásia – a Archidendron pauciflorum – popularmente conhecida pelos nomes de Djenkol, Jenkol ou Jering.

Os grão são geralmente cozidos ou assados, temperados com sal, óleo e, em algumas receitas, óleo de coco.

Confira uma seleção de pratos asiáticos de super fácil execução!

Cozinha laoense

Laos é um país asiático que faz fronteira com várias outras nações do continente: China, Birmânia, Tailândia, Camboja e Vietnam. Sendo assim, é de se esperar que a cozinha local seja fortemente influenciada pelos seus vizinhos, principalmente pelas culinárias cambojana e tailandesa (mais especificamente do norte tailandês).

Em alguns países, ao invés dos palitinhos, as pessoas comem com as mãos. Os palitinhos são utilizados em alguns países asiáticos ao invés dos tradicionais talheres.

O arroz que chamamos de “empapado” (aquele que cola, bem “unidos venceremos”) é o elemento de base dos pratos laoenses e, como na Birmânia, ele é comido com as mãos.

Curiosidade: você sabia que a população de Laos é a que mais come arroz empapado no mundo? Eles se autodenominam “luk khao niaow” o que quer dizer, literalmente, “filhos do arroz que cola”.

Um dos pratos mais típicos da cozinha local é o larb, feito de carne vermelha ou peixe cru, um pouco à maneira do ceviche espanhol. Ele é marinado em temperos e ervas locais. Outra receita bastante conhecida na região é o tam mak hoong, uma salada de papaia temperada.

Como em todos os países asiáticos, a culinária laoense varia de acordo com a região e com os ingredientes nelas produzidos.

Culnária cambojana

Também conhecida como cozinha khmer, a culinária cambojana é composta principalmente de frutas tropicais, arroz, pasta, bebidas, sobremesas e sopas locais. As receitas jogam com os sabores, as texturas e a temperatura dos ingredientes.

O arroz – mais uma vez – é o alimento de base consumido diariamente, fazendo parte de todas as refeições. Ele pode ser servido acompanhando um peixe fresco grelhado, uma sopa (samlor) e uma variedade de ervas, folhas de salada e legumes.

Existe uma grande variedade de arroz utilizada nas receitas asiáticas e seu uso é alternado de acordo com a textura e o prazer ligados ao paladar que elas proporcionam.

O arroz empapado é o mais utilizado dentre eles e pode ser consumido não só nos pratos principais, mas também nas sobremesas (arroz com fatias de manga e leite de coco, por exemplo). O principal ingrediente da cozinha cambojana também é a base de muitos lanches como os biscoitos de arroz frito com cebolinha e espinafre ou ainda o mingau de arroz.

Você já pensou em ter seu próprio wok?

Cozinha vietnamita

A culinária vietnamita também se baseia nos cinco principais aromas contidos nas receitas asiáticas (doce, salgado, amargo, ácido e picante), combinado-os entre si para criar sabores típicos.

O molho de soja é um ingrediente de base de várias regiões asiáticas. O molho de soja é utilizado em vários países asiáticos.

No Vietnã, os ingredientes de base são:

  • molho de peixe (nuoc mam);
  • pasta de camarão (mắm tôm);
  • molho de soja;
  • arroz;
  • ervas frescas;
  • frutas;
  • legumes.

Ela também é conhecida por ser uma cozinha que utiliza uma grande diversidade de condimentos e aromas, como a citronela, o gengibre, a hortelã, o coentro (um pouco diferente daquele que conhecemos, pois ele possui folhas alongadas), a canela, a pimenta e o limão.

Devido ao uso de produtos frescos e a ausência de óleos e derivados do leite, a culinária cambojana é considerada uma das mais saudáveis do mundo!

Culinária japonesa

A cozinha japonesa presa pela utilização de ingredientes sazonais de alta qualidade, assim como no cuidado com a apresentação de seus pratos. Óleos e gorduras ficam de fora das receitas, conservando o sabor natural e original dos produtos empregados.

A culinária japonesa tradicional, devido ao passado histórico do país, recebe fortes influências das cozinhas chinesas e tailandesas. A técnica de destilação do álcool típico de Okinawa – chamada de awamori – vem, por exemplo, de Siam, na Tailândia.

Ásia e ocidente: duas regiões, duas gastronomias.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar