Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Organize-se para ser um bom iogue

De Carolina, publicado dia 29/11/2017 Blog > Esporte > Yoga > Como planejar suas aulas de yoga?

É isso mesmo, você é um professor certificado. Você terminou sua formação e é hora de entrar em ação para dar aulas e conseguir alunos para suas aulas de yoga (saiba como).

Ainda assim, você ainda tem dúvidas sobre a maneira correta de realizar suas aulas de yoga?

É perfeitamente normal, pode ter certeza. Especialmente se é a sua primeira vez.

Porque o objetivo da yoga é ganhar serenidade todos os dias. Por isso, nós lhe damos todas as ferramentas que permitirão que você comece nas melhores condições.

Dessa forma, você poderá ensinar para seus alunos e praticantes o caminho certo para relaxar e esquecer todas as suas preocupações.

Comece com itens essenciais para se preparar para uma boa aula de yoga.

A preparação pode ser um passo um pouco assustador para alguns; no entanto, é essencial para o bom funcionamento do curso.

Faça alongamentos para fazer asanas difíceis Um bom professor ajuda seus alunos a melhorar constantemente

Você poderia, por exemplo, articular sua sessão de yoga em torno de:

Um tema: um fio comum

Toda boa aula de yoga (saiba identificar as boas!) segue um tema. Isso pode ser muito específico, como atrair abundância ou tão simples como aumentar a flexibilidade do quadril. Ter essa ideia em mente ajuda a criar uma classe coerente e inspiradora.

Você vai querer apresentar esse tema no início da aula e continuar deixando claro como as posições estão conectadas ao tema maior. Você pode até ler uma citação ou sugerir um momento de meditação.

Posturas: escolha um programa construído e variado

Seja qual for o tema, você deve incluir posturas variadas durante suas aulas.

Por exemplo:

  • a pinça => para fortalecer os músculos abdominais,
  • o triângulo => para afinar a cintura,
  • o peixe => para melhorar a respiração,
  • o arco => para melhorar o funcionamento do sistema cerebral.

Algumas posturas têm contra-indicações. Portanto, você precisará adaptar os exercícios de acordo com seus alunos.

Horário: seja pontual

A maioria das aulas de estúdio no Brasil duram uma hora aproximadamente.

Os primeiros 10 minutos geralmente começam com um exercício de respiração e algumas partes delicadas ao chão.

Os próximos 20 minutos incluirão sequências de fluxo dinâmico (Vinyasa) ou posturas mantidas por 3-6 respirações (Hatha).

Nos próximos cinco minutos, você vai trabalhar a posição que trabalhou durante o restante da aula.

Cinco minutos adicionais podem ser dedicados ao equilíbrio de posições.

Os próximos 10 minutos devem ser dedicados a posições sentadas e tensas.

Os últimos dez minutos podem ser o momento de meditação (sentado, por exemplo).

Finalmente, articule todos esses elementos com transições suaves.

Segurança: seu papel é muito importante

Além de um fluxo lógico, você também quer que seus alunos sejam adequadamente aquecidos e preparados para cada postura.

Você nunca deve começar uma aula com uma determinada posição sem aquecer corretamente a coluna e outras partes do corpo que ela exigir.

É importante que os professores de yoga (saiba como ser um bom) e dar aulas de yoga iniciantes ou avançados, compreendam a anatomia e o corpo humano para garantir que garantam a segurança de seus alunos.

Se você pratica em casa, tenha muito cuidado em ouvir seu corpo e veja como ele reage a determinadas posições.

Elementos necessários para uma prática segura:

  • uma esteira de yoga: geralmente fornecida em aulas grupais,
  • uma toalha para colocar na esteira,
  • um pequeno cobertor: útil para a sessão de relaxamento final.

Conheça o nível de seus alunos

O que é muito importante para um professor é adaptar-se ao nível de seus aprendizes de yoga. Em aulas individuais, é fácil. Você pede para a pessoa fazer diferentes exercícios e vê como ela consegue executá-los.

Por outro lado, com um grupo, você encontrará diferentes níveis: de alguém que tem feito yoga há muito tempo para quem acabou de começar.

Yoga é praticada até pelos animais! Como configurar uma boa dinâmica de grupo?

Seu objetivo será acompanhá-los no caminho do bem-estar, tanto físico como mental.

Você precisará fazer com que os de nível avançado desejem continuar a praticar e os iniciantes a tentar, uma, duas, três, quatro vezes, a superar seus limites.

Nota: alguns novatos podem ter uma apreensão sobre a disciplina. Especialmente por sua falta de flexibilidade. Depende de você para que ele se sinta à vontade.

Você entende que um professor de yoga também é um treinador. Ele deve acompanhar todos aqueles que querem seguir o mesmo caminho que ele.

Para ajudá-lo, pense em seus anos de treinamento, quando você também era um aluno. Quais pontos você gostou de sua professora? Você sentiu falta de alguma coisa na maneira de ensinar da sua professora?

Todo ser humano comete erros. É normal. Tome isso em consideração para ajudar seus próprios alunos.

Aprenda a sentir o clima de seu grupo

Fanny, uma das nossoa SuperProf Yoga nos diz que ela oferece alternativas aos diferentes participantes com base em seus níveis. O ideal é se adaptar à energia do grupo como um todo para não deixar ninguém para trás.

A yoga é uma disciplina aberta a todos (independentemente da idade, gênero e condição física). Assim, você verá rapidamente que você terá diferentes perfis de alunos.

Alguns só querem relaxar. Outros querem lutar contra o estresse e aprender a gerenciar suas emoções. Enquanto outros são apaixonados e desejam se destacar.

Você precisará aprender rapidamente a conhecer cada um de seus praticantes para configurar uma dinâmica de grupo em que todos se sintam à vontade.

Às vezes, pode ser um pouco mais difícil para você fazer as posturas de yoga feitas para seus alunos.

Já na próxima sessão de yoga, você sabe que estará com experts e, assim, você poderá ir mais longe escolhendo posições mais difíceis.

Seja para ensinar Vinyasa Yoga, Ashtanga Yoga, Kundalini Yoga ou Hatha Yoga, esses conselhos (veja 6 deles) valem para todo tipo de yoga.

Claro, isso também se aplica (e especialmente) à yoga pré-natal, com mulheres que têm um corpo que se transforma. Isso tem muitas consequências sobre seu humor e físico. Você terá que aprender a conhecer e gerenciar para trazer a paz desejada.

Assim, você descobrirá rapidamente que o humor do grupo pode mudar de acordo com:

  • Seu público e sua abordagem da yoga;
  • Da estação do ano: no verão, as pessoas estão mais cansadas por causa do calor;
  • Tempo da aula;
  • Mas também seu próprio humor e seu dinamismo.

Divida sua aula em respiração – aquecimento – postura – relaxamento

Dependendo da forma de yoga que você pratica, as sessões irão evoluir pouco. No entanto, geralmente elas ocorrem em várias fases distintas e importantes que você precisará incorporar.

Seja um bom professor de yoga A única coisa que você precisa é um tapete para praticar!

Para começar sua aula de yoga (saiba quanto cobrar por ela), sugerimos que você deixe as pessoas esquecerem as coisas que aconteceram ao longo do dia (se a sessão for realizada à noite) ou os elementos que poluem suas mentes. Assim, exercícios preliminares de relaxamento são uma boa introdução.

Dê tempo suficiente para permitir que todos deixem para trás tudo o que pesa em suas consciências.

Você vai associar exercícios de respiração (chamados pranayama) que permitem que eles descubram suas emoções. Ao controlar sua respiração, você aprenderá a reconhecer aquele que faz você relaxar e aquela que, pelo contrário, faz você se estressar, ter raiva ou medo.

Quando seu público estiver totalmente focado no que está acontecendo dentro de seu corpo, você pode aquecer.

Então, você segue posturas de yoga (asanas) de acordo com a natureza da sua classe.

Escolha a ordem das posturas propostas e o tempo de espera (geralmente cerca de 3 minutos). Não se esqueça de oferecer também a seus participantes um momento de relaxamento entre cada postura (exceto em yoga dinâmico que consiste em realizar as diferentes posturas em uma sequência fluida e intensa).

Convide-os a associar cada gesto com a respiração adequada (inspiração e expiração).

Ajude as pessoas que ainda estão lutando para liberar a flexibilidade de seu corpo para ir o mais longe possível, sem forçar.

Embora a meditação esteja presente em cada etapa da sessão, o final do curso também deve oferecer um momento para relaxar – pela última vez, antes de retomar a vida diária. Todos os músculos são então relaxados e os mais experientes serão capazes de apreciar plenamente os benefícios da yoga.

Parabéns, acabou de terminar sua primeira sessão.

Uma boa dica é você ver alguns vídeos de aula de yoga no Youtube para ter exemplos de boas práticas (mas só as boas, hein?).

Desenvolva sua própria sessão de yoga individual

Todos os iogues profissionais dizem: a prática da yoga deve ser feita regularmente. E por isso muitos professores optam por oferecer o yoga em casa, se deslocando até o aluno e assim o mesmo fica mais à vontade e tem uma continuidade nas aulas.

Então, seja para você ou para seus alunos, entre cada sessão na escola de yoga, você deve planejar sua sessão individual a ser realizada diariamente.

A primeira pergunta a se fazer: quanto tempo eu tenho para uma boa sessão? Apenas 15 minutos ou 1 hora?

Avalie precisamente quanto tempo você pode se dar para relaxar o mais rápido possível. Se você não pode isolar-se por uma hora por dia, não tem problema.

Adapte o número de posturas em função das outras etapas. Saiba que você também terá que adicionar uma fase de meditação e relaxamento no início e no final da sessão. Existe uma lista de professores de yoga curitiba, vale a pena conhecer para quem é da região! (:

Então pergunte-se o que você deseja praticar hoje. Para obter uma melhor qualidade de sono? Para controlar o seu estresse? Para relaxar seu corpo?

Misture equilíbrio e força para praticar a atividade Desafie sempre o seu próprio corpo com a yoga

Encontramos um depoimento na internet de um sofrólogo e especialista em yoga pré-natal.

Veja como ela configura sua sessão pessoal:

  • Ela comece com uma fase de aquecimento que inclui meditação (com trabalhos de respiração) e alongamento.
  • Ela se concentra em uma posição que ainda não domina completamente, de acordo com o que ela quer;
  • Depois disso, ela se concentra em uma postura que ainda não controla (tendo o cuidado de ouvir seu corpo e não forçar);
  • Ela dá sequencia com um momento de calma;
  • Ela termina com uma sessão de meditação que lhe permite retornar, pouco a pouco, ao mundo real, adicionando música ou deixando que o silêncio a envolva.

Em relação às posições, escolha de acordo com sua vontade. O mais importante é fazer você feliz e, acima de tudo, praticar diariamente.

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de4,00 sob 5 de 2 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar