Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Culinária: como fazer pizza?

De Marcia, publicado dia 04/10/2019 Blog > Artes e Lazer > Culinária > Aprendendo a elaborar massa como um italiano

“Pizza: especialidade culinária redonda, acondicionada em uma embalagem quadrada para ser degustada em triângulos.” – Anônimo

Pedir uma pizza é fácil! Mas e fazê-la você mesmo? E não estamos falando em comprar aquelas massas prontas no mercado e simplesmente adicionar o recheio: você sabe elaborar uma redonda desde a massa até o toque final?

Se a resposta for negativa, não se preocupe! Estamos aqui para mudar essa situação!!!

Faça uma boa massa, escolha os queijos certos, encontre o recheio na medida ideal… quais são as melhores receitas de pizza? Eis como preparar uma redonda saborosa e suave!

Cozinha: de onde vêm as pizzas?

Quem nunca provou uma pizza? Uma verdadeira especialidade italiana, a pizza conquistou o mundo. Chegou, inclusive, ao Brasil. Com molho de tomate, à base de creme fresco, doce, salgada… hoje em dia, muitos são os tipos de pizzas no mercado! Os brasileiros são verdadeiros adoradores dessa especialidade italiana! Temos a tradicional pizza que chega à nossa casa, pizza em cone, refeição em pizzaria e até pizza caseira: o mercado de pizzas evoluiu.

A história da pizza remonta à chamada antiguidade tardia. Encontramos em particular os primeiros sinais de pizza em 997. Mas a palavra “pizza” poderia ter duas origens muito distintas. Pode vir da palavra alemã “bizzo”, que significa “pedaço de pão”, mas também da palavra grega “pitta”, que significa “torta”.

As primeiras pizzas estavam longe de ser o que conhecemos hoje.

A primeira pizza foi uma espécie de pedaço de pão no qual colocamos todos os tipos de ingredientes, um pouco como as panquecas bretãs. Bem conhecido em todo o Mediterrâneo, este pedaço de pão poderia assumir diferentes formas e não parecia necessariamente a pizza de hoje em dia.

A pizza como a conhecemos hoje tem suas origens na Idade Média, em uma época em que o comércio começou a se desenvolver. Também é nessa época que os bretões descobriram o trigo sarraceno por seus famosos bolos.

Na Itália, se descobriu o tomate e o leite de búfalo que é usado para criar a mussarela. É então em Nápoles que os italianos se divertem para cobrir o pão de tomate, um pouco como a deliciosa bruschetta que ainda provamos hoje. Esta boa receita se torna popular e as primeiras pizzarias aparecem.

No século XVIII, e mais precisamente em 1780, Raffaele Esposito decidiu chamá-la de pizza de tomate e queijo, a “Margherita”, em homenagem à rainha Margherita. Além de popularizada, a pizza é agora consumida pela nobreza.

A partir de então, a pizza vai além das fronteiras italianas para alcançar o sucesso que conhecemos hoje.

Como fazer uma boa massa de pizza?

Para muitos cozinheiros amadores ou profissionais, a massa, assim como nas panquecas, é a parte essencial de uma boa pizza. Alguns gostam mais fina, outros preferem grossa. Então, aqui estão duas receitas diferentes para escolher o tipo de massa de pizza que você preferir.

Receita de massa fina

Inicialmente, misture todos esses ingredientes:

  • 500 g de farinha de trigo;
  • 1 tablete de fermento de padaria;
  • 1 colher de chá de sal;
  • Água morna;
  • 1 colher de chá de açúcar.

Para iniciar a receita, faça como uma receita de panqueca, despeje a farinha em um recipiente grande e faça um poço. Em um copo medidor, coloque o fermento, o sal e o açúcar. Despeje gradativamente a água morna e misture tudo com um garfo.

Cubra a mistura com filme plástico e deixe descansar por cerca de dez minutos. Após esse tempo, uma cor marrom com musgo deve aparecer.

A arte de fazer a massa da pizza pode ser aprendida.

Em seguida, despeje a mistura do vidro de medição no recipiente grande, dentro do poço que você formou anteriormente e comece a misturar manualmente.

Quando a água estiver bem absorvida pela mistura, amasse a massa sobre um tampo da mesa previamente enfarinhado, para que não grude. Amasse por alguns minutos e adicione o azeite. Continue amassar por mais alguns minutos.

É então necessário deixar a massa de pizza descansar por cerca de uma hora. Cubra-a com um pano úmido e coloque-a em um local próximo a uma fonte de calor (fogão, lareira, radiador, etc.).

Após o tempo de descanso, amasse novamente por alguns minutos. Separe-a de acordo com sua necessidade de massa e congele o restante, se necessário. É hora de espalhar a massa antes de colocá-la em um prato com óleo (com azeite).

Você pode assá-la a 250° C por dez minutos.

Receita de massa grossa

Os ingredientes para uma massa grossa:

  • 350 g de farinha de trigo (+100 g para amassar);
  • 2 colheres de chá de sal;
  • Um tablete de fermento de padaria;
  • 3 colheres de sopa de azeite;
  • Água morna.

Esta receita se parece muito com a primeira. No entanto, comece derramando a farinha em um recipiente grande, onde você também pode derramar sal, fermento e azeite diretamente.

Continue derramando água morna na mistura, mexendo delicadamente. Misture até que a água não grude. Assim como na receita anterior, deixe a massa descansar por cerca de uma hora, coberta por um pano úmido.

Disponha a farinha sobre uma mesa ou bancada e espalhe a massa antes de colocá-la em uma assadeira. Você pode usar óleo no prato ou colocar um papel manteiga para garantir que a massa da pizza não grude.

Coloque no forno a 220°C por cerca de 12 minutos.

Os ingredientes para cobrir as pizzas

Fazer massa de pizza é uma coisa, encontrar os ingredientes certos para prepará-la é outra. Aqui estão algumas idéias das pizzas mais famosas.

Base de molho de tomate

Para todas essas pizzas, comece cobrindo a massa de molho de tomate.

  • Pizza napolitana: pique 6 tomates e despeje um pouco de azeite. Ponha em cozimento por cerca de quinze minutos, despeje sobre a pizza e adicione mussarela, orégano, anchova, sal e leve a pizza ao forno por mais 6 ou 7 minutos;
  • Pizza Margherita: Pique 6 tomates e despeje um pouco de azeite de oliva sobre o conjunto. Coloque tudo no forno por cerca de 15 minutos, retire a pizza e adicione mussarela, manjericão, sal e azeite antes de colocá-la novamente no forno;
  • Pizza de presunto com champignon: Disponha o presunto, os cogumelos picados, coloque no forno, retire a pizza e arrume a mussarela e as azeitonas antes de colocá-las novamente no forno.
  • Pizza Califórnia: Cubra a massa com pedaços de abacaxi, queijo e presunto.

Pizzas podem ser recheadas com tudo o que a sua imaginação permitir.

Esses são apenas alguns exemplos de sabores clássicos. Parmesão, atum, salmão defumado, rúcula, tomate seco… todos os ingredientes são bem-vindos de acordo com a sua criatividade, seu gosto e sua imaginação.

Aliás, nós brasileiros, adoramos colocar tudo o que se possa imaginar em nossas pizzas. Assim, existe hoje uma grande variedade de sabores, e os nomes podem variar de acordo com a região ou estabelecimento.

Aula de culinária: encontrar o cozimento certo das pizzas

Definir o ponto da pizza não é das tarefas mais fáceis. Aliás, trata-se de um desafio em qualquer receita, desde uma quiche até uma macarronada. Deve-se saber que, na pizzaria, os pizzaiolos usam fornos que podem subir até 400°C e além. Como não é o caso em uma casa, é necessário se adaptar.

Os fornos profissionais aquecem mais que os caseiros, por isso é importante adaptar as pizzas.

Lembre-se de que quanto mais quente estiver o forno, melhor será o cozimento. Para que sua pizza fique crocante, é necessário criar um choque de temperatura. Para fazer isso, lembre-se de pré-aquecer o forno antes de colocar sua pizza. Você também pode acompanhar sua pizza com uma tigela de água. Coloque-a no forno e isso criará vapor e evitará que a pizza seque demais.

Coloque a pizza no forno para que o queijo (quase sempre presente nas pizzas) não queime, mas a massa da pizza cozinhe o suficiente.

Boas dicas para você mesmo fazer uma pizza

Aqui estão algumas dicas para fazer as melhores pizzas do mundo.

Primeira dica: não hesite em adicionar temperos à sua massa de pizza. Você pode, por exemplo, colocar alecrim, manjericão ou curry na massa para dar mais sabor. Pense também em incluir alho ou pimenta à base da pizza.

Para fazer a sua massa, não hesite em esticá-la, girando-a como os reais pizzaïolos. Você também pode achatá-lo desde o início tocando nela com o punho.

Outra dica: prepare a massa de pizza de manhã para a noite, se possível e se tiver tempo. Quanto maior o tempo de exposição, mais tempo a massa da pizza terá para crescer e se tornar mais macia e saborosa.

Aula de culinária: pizzas doces

Quem disse que as pizzas devem ser salgadas? Mais e mais pizzas doces estão surgindo no mercado, para a alegria das “formiguinhas” de plantão.

Por exemplo, você pode escolher uma base de chocolate derretida com pedaços de banana e amêndoas. Também é possível fazer uma espécie de torta de maçã com uma base de molho de maçã e depois completá-la com fatias de maçã.

De qualquer forma, evite colocar ingredientes em excesso ou itens demasiadamente doces em sua pizza, para que ela não se torne um verdadeiro desastre na reunião de amigos.

E por que não acompanhar tudo isso com sorvete?

Viu só como você também pode ter seu dia de pizzaiolo e fazer sucesso com sua família e amigos? Que tal fazer umas aulas de culinária para aprimorar ainda mais os seus dotes de fazer uma boa pizza?

Se está a procura de um professor particular, o Superprof pode ajudá-lo nisso. Comece agora mesmo a procurar pelos nossos profissionais.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar