Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Quais são as diferenças entre pilates e yoga?

De Glicia, publicado dia 15/08/2018 Blog > Esporte > Yoga > Técnicas de meditação e método pilates: qual escolher?

Tanto yoga quanto pilates fazem parte de uma categoria de atividades que caíram no gosto popular. Ambos trabalham com uma filosofia que busca a harmonia entre o corpo e a mente e trazem inúmeros benefícios para a saúde.

As duas atividades costumam causar confusão em algumas pessoas. Não é raro vermos pessoas leigas no assunto pensarem que se trata da mesma coisa. No entanto, apesar de similares, pilates e yoga são bem mais diferentes do que se imagina.

A confusão pode ser explicada pelo fato de que as duas práticas trabalham elementos parecidos como concentração, consciência corporal, autocontrole e respiração por meio de exercícios.

Os benefícios descritos pelos adeptos dessas duas atividades são muitos. Há quem escolha praticar yoga ou pilates pelo bem estar que eles proporcionam; outros, para encontrar harmonia ou para relaxar a mente. Independe das suas razões, a prática dessas duas atividades só traz vantagens, tanto do ponto de vista físico quanto psicológico.

Se você ficou curioso, continue lendo nosso artigo e entenda melhor as diferenças entre yoga e pilates.

Leia também: Pilates: guia para iniciantes.

Yoga e pilates: duas atividades semelhantes com objetivos diferentes

Yoga, também conhecido como ioga,  é um termo de origem sânscrita que significa unificar. O sânscrito é uma antiga língua hindu e apesar de se tratar de uma língua morta, faz parte do conjunto das línguas oficiais da Índia, pois possui grande importância litúrgica para religiões como o hinduísmo, o budismo e o jainismo.

O yoga é uma filosofia de vida que se originou na Índia há mais de 5.000 anos. Essa filosofia também pode ser vista como um conceito, que trabalha diferentes aspectos do corpo e da mente. Está fortemente ligada ao budismo e ao hinduísmo, através de práticas como a meditação.

equilíbrio entre o corpo e a mente Uma das principais semelhanças entre yoga e pilates é a busca do equilíbrio.

Hoje em dia o yoga é considerado como um sistema holístico, que trabalha diferentes aspectos físicos e mentais. A prática constante proporciona um profundo relaxamento, aumenta a concentração, traz tranqüilidade mental, melhora o fortalecimento do corpo físico e o desenvolvimento da flexibilidade.

O yoga possui diferentes vertentes. Entre elas, as mais conhecidas são:

  • Raja-Yoga: representa o caminho para amor e a devoção; terapia para corpo, mente e espírito,
  • Jnana-Yoga: o caminho da força e do intelecto,
  • Carma-Yoga: o caminho da ação e do serviço,
  • Bacti-Yoga e Hata-Yoga: são uma sub-categoria do Raja-Yoga e se referem às pratica de movimentos voltados para o corpo.

Para a prática de qualquer uma das vertentes, utiliza-se o peso do próprio corpo como resistência, focando o movimento principalmente no fluxo de energia entre um movimento e outro. Os exercícios buscam fazer com que o indivíduo tome consciência de sua postura e respiração, dois aspectos importantes para a realização correta dos movimentos.

O método pilates foi desenvolvido pelo alemão Joseph Pilates, por volta de 1920.  Assim como o yoga, baseia-se em um conjunto de exercícios que tem como objetivo o controle e a conexão entre corpo e mente. O pilates é geralmente indicado no tratando de diversas dores corporais, algumas doenças e maus hábitos posturais.

Há diversas formas de realizar os exercícios de pilates, seja no solo ou com equipamentos. A principal finalidade dessa atividade é aumentar a qualidade de vida de quem a pratica, assim como trabalhar os músculos mais profundos do corpo, responsáveis pela força e resistência.

O pilates também melhora a mobilidade nas articulações, bem como a postura. A prática constante deixar o corpo como um todo mais saudável e aumenta a consciência corporal, ou seja, permite adquirir consciência de seu próprio corpo, reconhecendo seus movimentos corporais internos e externos.

Outro aspecto interessante do pilates é que, embora se trate de uma atividade física aparentemente “leve”, ela permite melhorar o condicionamento físico e pode ser uma opção para aqueles que não gostam de academia.

Ficou interessado em saber mais? Então descubra como é uma aula de pilates.

Técnicas de respiração diferentes para yoga e pilates

A respiração é um aspecto muito importante tanto na prática do yoga quanto do pilates, pois quando realizada da forma correta, ela facilita a realização dos movimentos.  Ambas as atividades demandam que o praticante tenha um bom controle respiratório, mas as técnicas de respiração empregadas são diferentes para cada uma das disciplinas.

diferentes formas de respirar para praticar yoga ou pilates A respiração, tanto no yoga quanto no pilates, permite ligar o corpo ao espírito.

No Pilates, a respiração deve ser lenta e consciente, para que o praticante não perca o fôlego muito rápido. Você deve inspirar pelo nariz e expirar pela boca. Os exercícios do método pilates são lentos e com poucas repetições, uma vez que se prioriza a execução perfeita e sempre com grande ênfase na respiração.

Na realidade, a realização de cada exercício exige muita concentração e força. Cada movimento no pilates solicita um grupo de músculos profundos, mas diferente da musculação, por exemplo, os exercícios não causam impacto nas articulações e o objetivo não é ganhar massa muscular.

No yoga, o princípio de respiração consciente é o mesmo,  mas ela deve ocorrer inteira ao nível do nariz, inspiração e expiração. Existe uma correlação entre a respiração e a paz interior pregada pelos preceitos do yoga, como se ela fosse o elo entre o físico e o mental. A respiração permite que o praticante tenha consciência do seu corpo físico, sem desviar a atenção do espírito.

Dessa forma, podemos constatar que há muitas semelhanças entre o yoga e o pilates, especialmente no que se refere à importância dada ao autocontrole e a consciência corporal através da respiração.

O ar que passa pelos nossos pulmões é uma verdadeira fonte de energia, que nos indica que estamos vivos e saudáveis.

Se você deseja saber como escolher suas aulas de pilates, leia nosso artigo completo.

Posturas e movimentos do yoga e do pilates

Os movimentos e as posturas estão provavelmente entre os elementos mais distintivos entre o yoga e o pilates. A principal diferença das duas práticas está na  essência de cada um. O yoga é definido mais como uma filosofia de vida, que aparece em diversas áreas para mudar o estilo de vida interior e exterior.

Já o Pilates, apesar de se tratar de uma atividade também voltada para a mudança de estilo de vida, busca ajudar prioritariamente a saúde física, através  do fortalecimento e do alongamento do corpo. Embora a idéia de busca para união do corpo e da mente seja importante, ela não é a prioridade no pilates como é o caso no yoga.

as posturas corretas no yoga e no pilates Entenda as diferenças entre os movimentos de yoga e de pilates.

Cada uma das técnicas possui seus objetivos do ponto de vista físico igualmente. Ambas trabalham a postura corporal, a flexibilidade e o controle respiratório, mas cada uma possui suas especificidades na realização dos movimentos.

O yoga reúne várias posturas, muitas vezes mais focadas no que a disciplina representa enquanto filosofia de vida, ou seja,  nos valores que ela desenvolve. Esses movimentos buscam principalmente uma conexão entre o corpo e o espírito. Os exercícios realizados nas aulas de yoga são mais suaves, mas não necessariamente mais fáceis.

Como citado anteriormente, o yoga é uma filosofia que visa melhorar a qualidade de vida do indivíduo como um todo, proporcionando benefícios de natureza emocional e espiritual, que impactam diretamente no humor e bem-estar.

Os exercícios de pilates são mais intensos, porém o enfoque está na realização. Os movimentos devem ser feitos lentamente, de forma que o praticante os execute perfeitamente. O método pilates permite trabalhar e reforçar os músculos do core, por exemplo, que suportam e estabilizam a bacia, a pélvis e o abdômen.

O pilates, além de trabalhar aspectos físicos como tonificação muscular, postura e condicionamento, da mesma forma que o yoga ele também age positivamente nos aspectos psicológicos. São exercícios de respiração, alongamento e relaxamento que aliviam a ansiedade e o estresse.

Os movimentos realizados na aula de pilates são centrados na necessidade do aluno e cada parte do corpo é trabalhada de acordo com a patologia encontrada.

Se o yoga é uma filosofia de vida, e quanto ao pilates?

Como já mencionamos acima, embora o pilates seja uma atividade voltada para a mudança de estilo de vida interior e exterior, o principal objetivo dessa disciplina é  ajudar  a melhorar prioritariamente a  saúde física, através  do fortalecimento e do alongamento do corpo.

yoga enquanto filosofia de vida Através da postura, respiração e meditação o yoga permite uma conexão do corpo com a mente.

O criador do método pilates, Joseph Pilates, se inspirou em diversas influências para criar seu método, dentre elas o hatha-yoga, por ser a área do yoga que tem como referência o corpo. Todavia, o pilates, diferente do yoga, é uma disciplina mais associada à reabilitação de pacientes com uma determinada patologia.

Dessa forma, o  acompanhamento de um profissional é indissociável da prática do pilates. O método desenvolvido por Joseph também é bastante procurado como forma de atividade física, especialmente por pessoas que não gostam de frequentar academias ou fazer exercícios de muito impacto.

Já o yoga é uma prática milenar e busca, entre outros, o equilíbrio entre o corpo e a mente. Se trata de um estilo de vida, da transformação da consciência humana em consciência divina.

Há uma correlação muito forte entre yoga e práticas religiosas, pois sua origem está fortemente ligada às religiões budista e hindu. No entanto, o yoga pode ser praticado por qualquer pessoa, independente de crenças religiosas.

A prática que se tornou mais conhecida, o hatha-yoga, notadamente no ocidente, trata apenas da parte física. Muitas pessoas acham que yoga é somente uma “atividade física”, quando na verdade se trata de um conjunto de conhecimentos de mais de 5 mil anos.

Praticar yoga é, na verdade, harmonizar o corpo com a mente e a respiração, através de técnicas respiratórias (pranayamas), posturas (asanas) e meditação.

E aí, ficou interessado em praticar uma dessas disciplinas? Não se esqueça que no Superprof você encontra aulas particulares de yoga bem como de pilates. Basta fazer seu cadastro para poder entrar em contato com diversos professores.

Se você se interessou pelo assunto, veja aqui quanto custam as aulas de pilates!

 

 

 

 

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar