Música Reforço escolar Idiomas Aulas particulares Artes e Lazer Esporte
Compartilhar

O que fazer para ser um cantor de ópera?

De Rafaela, publicado em 29/09/2017 Blog > Música > Canto > Aprender o canto lírico

Nascer com o dom de cantar, ou seja, ser naturalmente afinado e com timbre perfeito, pode até ser suficiente para um canto popular. As vezes, apenas uma canção que cai no gosto do povo já basta para alguém fazer sucesso da noite para o dia, independente da qualidade vocal.

Entretanto esse é um exemplo que não deve ser seguido por quem está iniciando a sua carreira musical, principalmente quem deseja ser cantar música clássica. Através da sua voz, um cantor lírico precisa transmitir os atributos e as emoções de um personagem, ainda mais nas peças teatrais onde não há diálogo falado.

De um modo geral, as óperas exigem um grande preparo físico, mental e vocal. Por isso não basta ter uma voz boa. Um exemplo que prova isso é a história do cantor Enrico Caruso que não tinha uma voz potente, apesar de ser considerada boa. O tenor precisou se dedicar aos estudos e aos treinos para conseguir se tornar um cantor lírico consagrado até hoje.

“Uma voz de ópera bem treinada é um instrumento maravilhoso capaz de criar impressionantes efeitos musicais, belos e dramáticos” 

Antes de começar a sua caminhada no canto lírico, você deve saber que as vozes de uma ópera são classificadas como contralto, mezzo-soprano, soprano, baixo, barítono e tenor. Essa nomenclatura surgiu para descrever melhor as vozes líricas, visto que cada uma tinha características próprias.

Com o passar dos anos e com a criação de certas obras literárias, surgiram novos tipos de vozes, como Barítono Verdi, encontrada em obras do compositor italiano Giuseppe Verdi.

Não iremos detalhar todos os tipos, mas compartilharemos dicas de como melhorar as vozes mais comum nas óperas. Ou seja, vamos falar sobre as vozes masculinas tenor e barítono, o feminina mezzo-soprano. Além disso, daremos instruções para se tornar um cantor lírico.

Como trabalhar a voz para ser Tenor?

Tenor é versão masculina do tipo de voz soprano. Ambos são conhecidos pela capacidade de alcançar notas agudas, graças à pregas vocais mais alongadas que facilitam a emissão destes sons.

Encontrada facilmente no Brasil e em óperas, essa voz possui uma extensão vocal que vai Dó ao Ré, podendo chegar até ao Fá3. Frequentemente, em conjunto com uma soprano, o tenor recebe papéis de importância em uma peça teatral, interpretando os protagonistas.

O termo tenor surgiu a partir da palavra “tenere” (significa sustentar em latim) e se baseia não apenas na escala vocal da cantor, mas também sobre a tessitura e timbre da voz.

Por ser um timbre comum, não faltam nomes inspiradores, tanto na música clássica quanto na popular. Dentre os tenores que fizeram sucesso, podemos destacar Luciano Pavarotti, Andrea Bocelli e Enrico Caruso.

Para melhorar classificar um tenor, foram criadas diferentes categorias, de acordo com a altura, frequência e habilidades vocais. Os principais tipos são: Tenor Ligeiro, Tenor Lírico-Ligeiro, Tenor Lírico, Tenor Spinto ou Tenor Dramático.

tenor-italiano-andrea-bocelli Ao longo de sua carreira, o tenor Andrea Bocelli ganhou vários prêmios, dentre eles três Grammys. Além disso, os álbuns do cantor italiano também já venderam mais 70 milhões de cópias.

Para se tornar um cantor tenor, não basta sair por aí cantando notas agudas. É preciso estudar bastante e praticar diariamente para melhorar o condicionamento e fortalecer os músculos vocais, assim como qualquer outra voz.

Através de exercícios de técnica vocal, é possível aumentar a amplitude das suas pregas vocais, favorecendo a emissão de sons mais agudos. Também vale trabalhar a respiração diafragmática para controlar a entrada e saída do ar na quantidade certa.

Uma dica que pode ajudar a emitir notas mais aguda é levantar a cabeça na hora de cantar e deixar o queixo “frouxo”, abrindo a boca aberta de forma suave. Além disso, tente deixar a base da língua baixa para facilitar a passagem do som.

voz-masculina-baritono Um cantor barítono é dono de uma voz mais grave e “redonda” que a dos tenores, quase sempre mais forte, volumosa e poderosa.

Como se tornar Barítono?

Um homem com uma voz nem muito aguda e nem muito grave, pode ser chamado de barítono – palavra que também se refere à um instrumento de metal da família das saxotrompas. É um termo usado para classificar apenas vozes masculinas, enquanto as mulheres são rotuladas como mezzo-soprano.

Um cantor com essa classificação vocal, geralmente, possui uma voz mais equilibrada e versátil, podendo ser grave e aveludada ao mesmo tempo. Com um alcance de Si2 a Si4, a voz de um barítono não chega a ser tão imponente quanto o baixo, no entanto é mais suave que o tenor.

Os principais tipos de barítono são: Barítono Dramático, Barítono Lírico, Barítono Ligeiro, Baixo-Barítono e Baritenor.

Devido tais características, um barítono pode interpretar diversos papéis em uma ópera. Contudo, essa voz costuma interpretar vilões de uma história que disputa com um tenor, e personagens cômicos, dependendo do barítono.

Um barítono possui mais facilidade para fazer melhorias ou modificações na sua voz. Pode até se transformar em um cantor baixo ou tenor, se fizer um trabalho acompanhado de um profissional de canto. Para ilustrar, temos a história do barítono Freddie Mercury (1946 -1991) que conseguia emitir os mesmos agudos de um tenor, depois de fazer aulas de canto e treinar muito para isso.

“A onda causada pelo vibrato de Freddie era mais intensa do que a do cantor de ópera Luciano Pavarotti” – Fonte: Consequence of Sound

Embora seja uma voz versátil, um barítono não deve tentar cantar fora dos seus limites, naturais ou adquiridos, se quiser conservar uma voz saudável.

mezzo-soprano-cecilia A mezzo-soprano Cecilia Bartoli é dona de uma extensão vocal rara que a permite alcançar a tessitura de uma soprano e de uma contralto.

Como cantar mezzo-soprano

Como comentado, a mezzo-soprano é uma voz feminina mediana, entre a contralto e a soprano. Possui um timbre mais encorpado que a soprano e tem uma extensão maior que a cantora contralto.

Por ser versátil e facilmente encontrada, é bastante usada para suprir a carência de outras vozes, como a incomum contralto. Flexível e adaptável, essa voz pode interpretar personagens de óperas distintos.

Também chamada de meio-soprano, possui um grande alcance vocal, podendo ir, sem esforços, de Sol3 ao Si♭5. Dependendo do tipo e das técnicas adquiridas, pode ir de Ré3 ao Fá6.

O tipo mezzo-soprano está dividido em três categorias principais: Mezzo-soprano Coloratura, Mezzo-soprano Lírico e Mezzo-Soprano dramático.

“Mezzo-soprano é uma voz frequentemente similar com o soprano e requer cuidados na classificação, sendo fundamental verificar a extensão e a potência marcante”

Uma voz cheia de possibilidades também merece atenção, para que as suas qualidades sejam realmente exploradas. Por exemplo, uma mezzo-soprano que só canta notas graves, está deixando de aproveitar a elasticidade das suas pregas vocais para transitar em notas mais agudas.

Por isso é aconselhável não tentar fazer uma auto-avaliação, usando aplicativos ou qualquer outro método individual. Aplicativos são ótimos para dar uma ideia, mas o veredito final deve vir de um professor de canto ou um médico especializado.

Uma vez que você já sabe qual é o seu tipo de voz, estude e cante diariamente, se possível. Todos os cantores famosos se aperfeiçoaram através de teoria e treino.

Além disso, procure escutar mezzo-sopranos famosas para ter referências. Algumas cantoras que podem servir de inspiração, são: Angelika Kirchschlager, Laura Pausini, Beyoncé e Adriana Calcanhoto.

como-ser-cantor-classico Uma ópera é a combinação das artes de canto coral e solo, recitativo e balé, em um espetáculo encenado.

Como ter uma voz de ópera?

Em uma ópera, há lugares para todos os tipos de voz, desde que elas tenham potência. Então a primeira coisa que você deve fazer é estudar ainda mais do que já falamos. Para ter uma voz de ópera, digna de interpretar clássicos de Mozart, por exemplo, ela precisa estar muito bem treinada.

Além de identificar o tipo de voz, você deve descobrir como é o seu registro vocal para aprimorá-lo, caso seja necessário. Pois uma boa voz deve ter as mesmas qualidades e características, para passar lentamente entre os registros de peito, médio e de cabeça.

Um cantor lírico jamais deve cantar forçando a sua voz. Você deve ter foco e dedicação para ser capaz de reproduzir um som potente e, ao mesmo tempo, natural. Conseguir esse feito, não acontece de um dia para o outro e você também deve ser paciente.

Realizar exercícios que trabalham a flexibilidade facial e as articulações, facilita a passagem do som no aparelho fonador e melhora a qualidade da voz. Além disso, uma a respiração controlada e uma postura correta são itens obrigatórios para soltar a voz em uma ópera.

Mais algumas dicas para ser ter uma voz de ópera:

  • Aprenda a cantar um “trilo”;
  • Cante usando os músculos centrais do corpo;
  • Aprenda a arte da coloratura;
  • Treine o ouvido;
  • Cuide da saúde.

Além de estudar e praticar a teoria musical, é recomendado que o futuro cantor lírico faça aulas de teatro para trabalhar a sua desenvoltura no palco, principalmente se for uma pessoa tímida. Ver óperas ao vivo também ajuda a melhorar a desinibição, pois você pode se inspirar na atuação de artistas experientes e renomados.

Gostou do artigo? Compartilhe com os amigos. Se tiver dúvidas ou sugestões, escreva nos comentários.

Encontre também as melhores aulas de canto online no Superprof!

Compartilhar

Nossos leitores curtem este artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar
Mas recentes Mais antigos Mais populares
Antônio Fabrício
Convidado
Antônio Fabrício

Parabéns pelo artigo, Rafaela! Meu ajudou muito! Sou cantor popular, mas ultimamente (após assistir a filmografia de Poul Potts – One Chance) a ópera tem sido um “flerte”. rs
Não sei como começar, estou pesquisando. Por isso vim parar aqui. Mas já passo o dia ouvindo grandes clássicos e sonhando ser um Andrea Bocelli da vida….rsrs
Irei ler mais artigos. Forte abraço!