Para aquelas mulheres que não conseguem se sentir contralto ou soprano, uma boa explicação pode ser que a sua voz é um misto das duas. Ou seja, uma voz intermediária e mais flexível que consegue cantar tanto notas mais agudas, quanto as mais graves.

Esse tipo de voz feminina é conhecida como mezzo-soprano, ou meio-soprano traduzindo para o português. Geralmente, possui um timbre mais encorpado que o soprano e tem uma extensão maior que o contralto.

Mulheres com esse tom podem se considerar privilegiadas - não é algo que vem apenas com a aula de canto. Por ser uma voz cheia de possibilidades e com capacidade de se adaptar, é muito utilizada em óperas para compensar a ausência de outras vozes.

Como é mais equilibrada, pode ser transformada em um outro tom de voz. Basta ter acompanhamento profissional e exercícios de técnicas vocal, dedicação e esforços. Desta forma, você poderá se tornar uma soprano ou uma contralto.

Se você se identificou com esse tipo de voz, continue lendo para conhecer as categorias e as cantoras famosas que possuem o mesmo timbre que o seu. Além de aprender como trabalhar e melhorar uma voz mezzo-soprano.

Como é uma voz mezzo-soprano?

Versão feminina da masculina barítono, essa voz intermediária não é tão comum como a soprano, mas ainda assim pode ser encontrada no Brasil, sem muita dificuldade.

Caracterizada principalmente pelo seu equilíbrio entre as vozes mais agudas e mais graves, a mezzo-soprano é agradável aos nossos ouvidos, quando usada de forma correta. Dentre as suas qualidades, podemos destacar um timbre mais cheio, mais harmônico e aveludado.

Por ser uma voz mediana, as vezes, acaba sendo mal classificada causando danos vocais, além do mal aproveitamento de todas as suas qualidades musicais. Portanto é importante sempre procurar ajuda de alguém técnico e experimente.

voz-tipo-mezzosoprano
Nem contralto, nem soprano, a mezzo-soprano é o equilíbrio entre essas duas vozes.

Uma mezzo-soprano possui um grande alcance vocal, podendo ir de Sol3 ao Si♭5. Dependendo do tipo e das técnicas usadas, essa voz aguenta ir de Ré3 ao Fá6, como é o caso da cantora lírica Cecilia Bartoli. Conhecida por seus papéis em óperas de Mozart e Rossini, Cecilia possui uma extensão vocal rara que a permite dominar as tessituras de soprano e contralto.

Como a voz contralto é mais difícil de ser encontrada, a mezzo-soprano é usada para suprir essa carência nas óperas e nos divisis dos arranjos corais e vocais.

Algumas cantoras brasileiras classificadas com esse tipo de voz são: Marisa Monte, Elba Ramalho e Rita Lee. Logo mais adiante, falaremos mais sobre as famosas mezzo-sopranos.

mezzosoprano-cecilia-bartoli
Conhecida por seus papéis em óperas de Mozart e Rossini, Cecilia Bartoli é uma cantora mezzo-soprano com um alcance que vai do D3 ao F6.

Tipos de vozes femininas medianas

Mezzo-soprano é uma voz de ópera que está dividida em três categorias principais: mezzo-soprano coloratura, mezzo-soprano lírico e mezzo-soprano dramático.

Na sequência, você verá as características e particularidades de cada uma delas.

  • Mezzo-soprano coloratura: uma voz com uma extensão vocal mais baixa, porém com uma qualidade vocal mais quente. Mulheres com essa voz possuem habilidade para fazer um agudo mais ágil e com passagens rápidas. Tem um alcance que vai de Lá3 ao Dó6, podendo chegar em Mi6.
  • Mezzo-soprano lírico: com um timbre capaz de ser escuro e ao mesmo tempo brilhante, essa voz possui uma gama de Fá# para Si5, mas consegue ir até ao Dó6. Considerada uma voz suave e aveluda, a mezzo-soprano lírico costuma ser usada para papéis de mulheres sedutoras e maduras.
  • Mezzo-soprano dramático: é o tipo mais pesado e mais potente dos mezzo-sopranos. Com a mesma extensão vocal do soprano dramático, essa voz se diferencia através da sua tessitura. Por ser muito intenso, o mezzo-soprano dramático, normalmente, não interpreta personagens de destaque em uma ópera. Os papéis comuns são mulheres mais velhas, mães, bruxas malvadas e anti-heroínas. O seu alcance vocal vai de Fá3 para Si5, podendo atingir um Dó6.
como-melhorar-uma-mezzosoprano
"Mezzo-soprano é uma voz frequentemente similar com o soprano e requer cuidados na classificação, sendo fundamental verificar a extensão e a potência marcante"

Como trabalhar a voz mezzo-soprano?

Por ser uma voz flexível e cheia de possibilidades, você deve começar conhecendo as suas habilidades e limitações, e uma aula de canto é ótimo para isso. Uma vez que a mezzo-soprano sabe do seu potencial, fica mais fácil ter um controle para potencializar as suas qualidades vocais.

Como essa voz consegue transitar entre, praticamente, todas as notas musicais, não precisa de grandes esforços. Contudo, ainda é preciso praticar através de exercícios que você aprenderá a respirar corretamente, como ampliar o alcance vocal e equilibrar a afinação.

Uma vez que você conhece o seu tom e domina as técnicas vocais, é hora de praticar. Não existe melhor forma de trabalhar e aperfeiçoar, seja mezzo-soprano ou qualquer outro tipo de voz.

O ideal é cantar sempre com a orientação de um professor de canto. No entanto, sabemos que isso nem sempre é possível. Para esses casos, você pode procurar meios alternativos e para receber um suporte básico, como aplicativos e sites sobre o assunto.

Vale salientar que você não deve - jamais - usar resultados de testes online como verdades absolutas. Muito menos, tentar imitar a voz de algum cantor famoso. Para reproduzir um som, nosso corpo usa vários órgãos e o mal uso deles pode ser extremamente prejudicial.

Portanto, se quiser ter uma voz boa até ficar velhinha, cuide da sua voz e respeite os seus limites, principalmente se quiser ter uma voz soprano, versão masculina de Tenor.

beyonce-e-mezzosoprano
"Mesmo quando ela é imitada, ela supera as suas imitações. Está tudo na sua voz, um instrumento sub-humano capaz de pontuar qualquer batida, Beyoncé canta muito bem" - Chris Richards do The Washington Post

Algumas mezzo-sopranos para inspirar

Além de Cecilia Bartoli, citada anteriormente, a cantora Angelika Kirchschlager também é uma boa referência para quem quer se dedicar ao canto lírico. A mezzo-soprano autríaca estudou percussão e piano, mas se encontrou no canto. Inclusive, no ano de 1991, ela venceu o terceiro prêmio da Competição de Cantores Internacionais Hans Gabor Belvedere. Durante a sua trajetória, Angelika interpretou inúmeros personagens de ópera, tais como Dorabella (Così fan tutte), Lauretta (Gianni Schicchi) e Rosina (Il barbiere di Siviglia).

Para a música popular, temos várias mezzo-sopranos como inspirações. Começando pela italiana Laura Pausini, a cantora pop ganhou reconhecimento internacional por conta da potência vocal, volume de notas, agilidade e fôlegos perfeitos para mudar rapidamente de notas graves para notas agudas. Laura possui uma voz marcante e inconfundível, com um alcance vocal de Sol2 ao Sol5.

Considerada uma das melhores cantoras da atualidade, Beyoncé é classificada como mezz0-soprano dramático. Dona de dez prêmios Grammy Awards, a sua voz arrebata multidões, com registro vocal de 3,6 oitavas, tempo impecável, melismas rápidos e uso adequado de vibrato. Para o jornalista Paul Flynn do jornal The Guardian, "A voz de Beyoncé é única e rápida, com muita técnica vocal". Mãe de três filhos, Beyoncé é capaz de alcançar as notas mais difíceis, como fez nas canções "Listen" e "Dangerously in Love".

"Beyoncé é uma tempestade disfarçada como cantora" - Jody Rosen, do Entertainment Weekly

A cantora gospel Aline Barros já vendeu mais de 15 milhões de discos com uma voz mezzo-soprano. Também já foi indicada a quatro premiações internacionais, sendo oito indicações de "Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa", ganhando em apenas seis delas no Grammy Latino. Antes de um problema nas pregas vocais, Aline podia chegar ao Dó#6, mas depois da sua recuperação, só conseguiu Dó3 em "Deus confirmou" e Dó5 em "Caminho de milagres". É um exemplo para pensarmos e lembrarmos da importância de cuidar do aparelho fonador.

Outra mezzo-soprano é a cantora Demi Lovato que possui uma voz potente e que quase nunca desafina. Em seu álbum "Confident", a diva do pop mostrou toda a sua habilidade vocal. Cantora, atriz, compositora e instrumentista, a voz de Demi Lovato é muito emotiva, clara, com uma ótima técnica e uma dinâmica agradável. Seu alcance vai do Dó#3 ao Dó6.

“Eu sinto que sou uma grande cantora e, na música "Confident", eu digo ‘você está me subestimando’. Eu sempre tive essa voz e sempre quis mostrar isso ao mundo, mas nenhuma de minhas músicas antigas realmente mostravam isso. ‘Skyscraper’ fez, mas ‘Give Your Heart a Break’ ou ‘Neon Lights’, eu realmente não consegui mostrar minha habilidade vocal, mas, para mim, eu sabia que seriam músicas de rádios. Então com esse álbum, eu acho, mostra o que podem ser hits e o tipo de cantora que sou e quero ser. Sei que vou me divertir mais cantando esse álbum nas turnês do que fiz no último álbum. Isso porque é mais real, mais próximo do que sou” - Demi Lovato sobre seu álbum Confident

Para uma última inspiração, temos a cantora e compositora Adriana Calcanhoto. A voz desta brasileira encanta com uma suavidade toda particular, capaz de impressionar sem ornamentos. Uma boa música para ver todas as habilidades dessa mezzo-soprano é o sucesso "Me dê motivo", lançado em 1993. A canção explora duas oitavas de tessitura e as notas não perdem o apoio mesmo colocadas sutilmente.

Lista das mezzo-sopranos mais famosas

Para completar, vamos citar aqui algumas das muitas cantoras que possuem esse alcance vocal. Confira!

  • Aline Barros
  • Adriana Calcanhoto
  • Demi Lovato
  • Angelika Kirchschlager
  • Avril Lavigne
  • Beyoncé
  • Christina Aguilera
  • Katy Perry
  • Madonna
  • Nicole Scherzinger
  • Enya
  • Rita Lee
  • Alanis Morrissette
  • Georgia Brown
  • Wanessa
  • Mariana Rios
  • Marisa Monte
  • Elba Ramalho

A importância do professor de canto

Seu estudo de canto realmente só irá começar a evoluir de forma mais constante e efetiva caso você possa contar com a orientação de um professor experiente. Além de fazer o beabá, preparando você para a prática do canto, o professor é quem melhor identifica as suas fraquezas e aponta melhorias.

E é bom lembrar que o ensino de uma modalidade artística, como o canto, pode vir a ser uma tarefa complicada, já que mexe diretamente com o ego do aluno. Mencionar que algum trecho da execução pode melhorar talvez gere interpretações errôneas, nas quais o aluno pense que está cantando ou tocando mal ou que não possui talento para isso.

Talvez o aluno possa até estar mesmo cantando mal, mas isso nunca quer dizer que o mesmo não tem talento. O papel do professor é o de desmistificar situações assim, aproximando o aluno do campo da prática e teoria musicais.

Um bom professor encontra os problemas enfrentados pelo aluno, aponta os mesmos a este e indica uma série de exercícios, músicas, referências, práticas que contribuam para a evolução do aluno. Além disso, o professor motiva o aluno constantemente, e essa é uma característica fundamental em seu trabalho.

Em outras palavras, ser um professor de canto é algo bastante delicado, já que este profissional lida diretamente com a expressão emocional do aluno. De certa forma, é como se ele tocasse o íntimo de cada pessoa. Pensando assim, é importante desenvolver uma maneira cuidadosa, sensata e sincera de apontar erros e dificuldades dos alunos, ao mesmo tempo em que o orienta em relação ao seu desempenho e progresso no estudo.

Lembre-se que através da comunidade Superprof é possível ao aluno ou interessado encontrar bons profissionais de canto, professores experientes que oferecem aulas particulares presenciais ou online por todo o Brasil.

Dicas para cuidar da sua voz mezzo-soprano

Como com qualquer outro exercício, o canto exige cuidados específicos para que durante sua prática ou ao longo dos anos você não prejudique suas cordas vocais e cause lesões indesejáveis. Cuidar de sua voz todos os dias permite que você não só se mantenha saudável, mas alcance níveis de projeção e tons mais altos e mais baixos com mais facilidade. Confira nossas dicas!

Aqueça a sua voz antes de cantar

É denominado aparelho fonador o conjunto de órgãos responsáveis pela fonação humana. As cordas vocais são duas pregas como um tecido musculoso situadas no interior da laringe. Quando o ar é inspirado ou expirado, ele passa pela laringe e as pregas vocais, estando relaxadas, o ar passa entre elas sem vibrar, não produzindo qualquer tipo de som.

E quando as cordas vocais não estão relaxadas, o que acontece?

Ao cantar ou falar, o cérebro emite mensagens através dos nervos até os músculos, são esses músculos que controlam as cordas vocais, e elas, por sua vez, fazem a aproximação das cordas de modo que fiquem apenas um espaço estreito entre elas.

Quando o ar passa pelas cordas vocais, elas vibram produzindo o som !

Cientificamente falando, quando o diafragma e os músculos do tórax empurram o ar para fora dos pulmões, isso produz a vibração das cordas vocais e por consequência o som.

Nunca esqueça de aquecer a sua voz para cantar bem.
O controle da altura do som é feito aumentando ou diminuindo a tensão das cordas vocais !

No canto

Como em qualquer músculo prestes a ser usado, é altamente recomendável ao cantor aquecer as cordas vocais antes de utilizá-la em um show. A boa resistência vocal requer um bom trabalho vocal para evitar qualquer risco de lesão das pregas vocais.

Como as pregas são fibras elásticas que tem o poder de se distanciar ou relaxar pela ação dos músculos, em condições normais, qualquer indivíduo pode tensionar suas cordas vocais, assim modulando e modificando o som. Contudo, usando a técnica adequada, usada pelo professor de canto, pode-se usar as cordas para fazer belíssimas vocalizações.

Preparar adequadamente voz para falar ou cantar pode evitar qualquer risco de lesão das pregas vocais !

Tenha uma noite de sono para cantar bem

Não parece, mas a fadiga é um dos piores inimigos do bom funcionamento do corpo e da mente, sendo assim, uma boa noite de sono pode ajudá-lo a recuperar as energias e também pode ajudá-lo a recuperar a saúde da sua voz. Contudo, uma noite de sono muito ruim pode ser um dos fatores para o comprometimento das suas pregas vocais, como rouquidão, por exemplo.

Dormir bem é a solução para recuperar a energia e descansar as pregas vocais!

Por quê?

Quando você dorme, não precisa forçar as cordas vocais, tornando a noite de sono em um dos momentos mais benéficos para quem precisa usar a voz constantemente. Dormir permite que as cordas vocais se regenerem, após um bom descanso da voz !

Tenha uma boa postura para cantar

Você já reparou que todo cantor profissional tem uma boa postura para cantar ?

Costuma-se dizer que um bom timbre de voz é resultado de uma boa técnica vocal que consiste em uma favorável postura corporal para liberar o sistema respiratório e muitos exercícios vocais.

É sempre aconselhável trabalhar bem a sua relação corpo e voz, pois é praticamente impossível fazer boas vocalizações enquanto está tenso ou desconfortável.

Então, com auxílio do seu professor de canto, encontre a posição que melhor favoreça o seu conforto vocal, isto é, a posição em que você se sente à vontade para cantar.

Esse profissional provavelmente recomendará algumas atividades que envolvem exercícios respiratórios, posicionar o aluno no palco ou solicitar na aula de canto que o aluno vocalize com as costas retas para abrir do diafragma. Assim como pode orientar que o aluno faça suas vocalizações com:

  • A pelve no eixo da coluna;
  • Joelhos desbloqueados;
  • Ombros, braços e joelhos relaxados;
  • Mão abertas;

A ausência da tensão no corpo influenciará automaticamente no aparelho fonador, uma vez que as cordas vocais estarão livres para vibrar.

Nem todos somos iguais quando se trata de distúrbios da voz.
Quando você canta profissionalmente, entende rápido a importância de cuidar da sua preciosa voz !

Cantar exige uma boa relação entre o corpo e a voz  !

Faça exercícios regularmente

De certo, você pode se alcançar a harmonia entre o corpo e a mente com algumas atividades físicas. O esporte em si traz uma série de benefícios para o corpo humano, assim como ajuda a prevenir alguns doenças associadas a uma vida sedentária.

Em que a prática de atividades físicas ajuda ao cantor?

Praticar exercícios regularmente contribui no desenvolvimento da respiração do cantor, por exemplo, atividade esportiva de resistência. O hábito de praticar esportes como corrida e natação aumentam a resistência. Isso acontece porque durante o exercício físico, o corpo consome mais oxigênio, a respiração e a circulação sanguínea aumentam, fornecendo energia aos músculos. Os músculos, por sua vez, mantêm a circulação sanguínea ativa em todo o corpo, inclusive, possibilitando manter os pulmões saudáveis.

Consequentemente, o cantor sofre com menos falta de ar entre uma vocalização e outra, garantindo maior capacidade de cantar por muito mais tempo.

Parar de fumar para cantar melhor

Essa poderia ser a primeira dica da lista para melhorar a qualidade da voz de quem almeja cantar bem. Sabe por quê?

O cigarro pode causar alteração da voz. Isso acontece porque o uso contínuo do tabaco pode provocar uma inflamação crônica nas cordas vocais, uma espécie de edema ou acúmulo de muco, consequentemente a voz vai engrossando e ficando mais rouca. Há casos em que a pessoa pode ficar sem falar, sendo necessário drenar o edema para que as cordas vocais voltem a funcionar.

Segundo alerta dos médicos, além de câncer de laringe, o cigarro pode aumentar os riscos de ter câncer de pulmão, boca, língua e laringe. É preciso ficar atento aos sintomas como rouquidão, dificuldades para engolir ou respirar e sensação de caroço na região da garganta. Todos esses sintomas podem ser sinal de que é necessário uma consulta com um otorrinolaringologista.

Ficou preocupado?

Evitar todos esses males, é simples: basta parar de fumar. Em apenas um dia sem cigarro, já é possível perceber mudanças significativas na qualidade da sua voz.

Evite excessos: deixe sua voz descansar

Depois de passar o dia utilizando repedidas vezes a voz, seja em uma conferência ou cantando, é aconselhável descansar a voz.

Por quê?

O excesso de trabalho com a voz pode causar desgaste das cordas vocais, além de aumento da tensão dos músculos do peito, causando fadiga respiratória. A longo prazo, esse excesso provoca um extensão no tempo de contato entre cordas vocais, provocando alteração da voz ou perda temporária da mesma.

Há casos em que o excesso de trabalho, quando repetido muitas vezes, provoca edema e fibrose, causando rouquidão ou a extinção da voz.

Descanse imediatamente a voz em caso de distúrbio grave !

Nesse e em outros casos, um descanso vocal pode ser prescrito por um foniatra ou fonoaudiólogo!

Consulte um otorrinolaringologista ou um especialista em foniatria

Respeite os limites de seu corpo, acreditar que pode cantar quando o corpo está sinalizando que não, é um erro gravíssimo. Se foi constado algum tipo de inflamação das vias aéreas é altamente recomendável que você pare de cantar imediatamente.

Faça repouso na voz quando necessário.
Em caso de inflamação das vias aéreas, dê repouso as suas cordas vocais !

Percebeu que os sintomas não desaparecem e persistem por mais de uma semana é melhor procurar ajuda profissional. Agende uma consulta com um médico da voz : otorrinolaringologista ou foniatra. Eles são médicos especializados em distúrbios da voz, que podem fazer um diagnóstico preciso, fornecendo tratamento adequado para tratá-lo.

Não se esqueça de seguir todas as recomendações do seu médico foniatra !

Conhece alguém com uma voz mezzo-soprano? Compartilhe esse artigo!

Encontre um bom profe para sua aula de canto online!

Precisando de um professor de Canto ?

Você curtiu esse artigo?

4,63/5, 8 votes
Loading...

Rafaela

Especialista em conteúdo para web. Nascida no Paraná, trocou o Brasil pela França. Paris hoje é a sua casa e o seu escritório.