Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como cozinhar um bom frango basquaise?

De Sophia, publicado dia 30/10/2019 Blog > Artes e Lazer > Culinária > Receita fácil de molho basco

“Se alimentar é uma necessidade. Saber comer é uma arte” François de La Rochefoucauld

A França é conhecida pelas virtudes da sua culinária, atraindo milhares de turistas todos os anos para conhecer seus restaurantes, cafés e padarias; ou para fazer cursos de gastronomia ou cursos de confeitaria e dominar os segredos da culinária local. Das baguettes ao crème brûlée, associamos a cozinha francesa aos grandes clássicos, que misturam receitas antigas e familiares, como o ratatouille, com pratos refinados preparados em restaurantes com estrelas Michelin

Para além da fama, os franceses parecem preferir pratos clássicos e relativamente simples, com um sabor familiar. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Toluna para a Fundação Nestlé França, “o bife bourguignon é o prato mais representativo da cozinha local”. Para além dele, outras especialidades citadas foram o blanquette de vitela e o bife com fritas.

Estes clássicos, apesar de muito populares, podem ser facilmente encontrados em restaurantes de culinária francesa, ou preparados em casa sem a necessidade de fazer um curso de culinária. Neste artigo vamos nos concentrar em um outro clássico francês, mas menos conhecido: o frango à basquaise, ou frango basco.

 

A história do frango basquaise

Grande receita tradicional francesa, o frango basquaise é um prato regional que ganhou fama mundo afora. Nascido no País Basco (daí seu nome), este clássico é bastante fácil de fazer e mistura muitos sabores, especialmente graças ao seu molho, o molho basquaise.

É ele o responsável pelo nome e pelo sucesso do prato. Também chamado “piperade”, o molho foi criado no leste do País Basco, região localizada no extremo sudoeste francês, junto à fronteira com a Espanha e conhecida pela sua gastronomia. Para além da fama, a composição do molho é bastante simples, combinando tomates, pimentões e diversos temperos.

No início, o molho basco era feito somente de pão e legumes, mas foi evoluindo gradualmente até chegar à configuração que conhecemos hoje: o pão desapareceu, mas os vegetais ficaram. Um clássico do repertório basco, ele também é utilizado para acompanhar peixes, como o atum. A receita também pode ser bastante flexível, permitindo que você a adapte aos seus gostos ou aos ingredientes disponíveis.

Cozinhado lentamente em uma panela, o frango basco (ou melhor “à la basquaise”) é uma receita fundamental para todos aqueles que quiserem melhorar suas habilidades na cozinha, seja em um curso de culinária online ou em curso de gastronomia refinada.

 

Receita do frango basquaise

Bouquet garni frango basquaise Um ramo de temperos (ou bouquet garni) pode ser feito em casa e vai mudar o sabor da sua receita

A receita do frango à moda basca não é complicada, já que a maior parte do esforço reside na preparação do molho que acompanha o frango.

Estes são os ingredientes necessários para uma porção para seis pessoas:

  • Um frango inteiro,
  • Um quilo de tomates,
  • 700g de pimentões,
  • 3 cebolas,
  • 3 dentes de alho,
  • 200ml de vinho branco,
  • 1 ramo de temperos (bouquet garni),
  • 6 colheres de sopa de azeite de oliva,
  • Sal e pimenta

Para começar a receita, corte o alho, as cebolas e os pimentões em pedaços pequenos. Se preferir, você pode cortar os pimentões em tiras.

Em seguida, prepare uma panela grande colocando quatro colheres de sopa de azeite de oliva. Espere o azeite aquecer um pouco e coloque os pedaços de alho, cebola e pimenta. Cozinhe-os durante cerca de 5 minutos a fogo baixo para evitar queimá-los.

Descasque os tomates e corte-os em tiras também. Acrescente-os aos outros ingredientes na panela e cozinhe a fogo baixo por 20 minutos. Faça isso com a panela tampada, mexendo de vez em quando com uma colher de pau.

Em uma outra panela ou em uma frigideira, coloque entre uma ou duas colheres de sopa de azeite de oliva. Corte o frango em pedaços e frite-os na frigideira.

Se você preferir, pode comprar o frango em pedaços ao invés de comprar uma peça inteira. 

Na panela, misture todas as partes do frango, das coxas ao peito, e não esqueça de temperar com sal e pimenta. Vire regularmente os pedaços do frango para que eles cozinhem de maneira uniforme em todos os lados.

Depois que os tomates tenham cozinhado por 20 minutos, adicione os pedaços de frango grelhado à mistura.

Adicione o ramo de temperos e o vinho branco e deixe ferver em fogo baixo por mais 35 minutos, deixando que o molho fique mais encorpado e que o frango termine de cozinhar no molho.

Voilà! Seu frango basquaise está pronto!

 

Com quais acompanhamentos servir um frango basquaise?

Acompanhamentos frango basquaise Com o saboroso molho basquaise, uma boa baguette já pode ser o acompanhamento perfeito!

O frango basco é raramente comido sozinho. E, para acompanhar, o arroz basmati é o grande vencedor de toda a lista de guarnições, já que combina muito bem com o molho e o frango.

As cebolas, pimentões e tomates vão realçar o sabor do arroz, enquanto o molho vai ajudar a realçar sua textura. Para dar um toque final, você pode adicionar tomilho ou outras ervas aromáticas para realçar os sabores da mistura.

E claro, outros tipos de arroz também podem ser usados sem problemas!

No sul da França e, especialmente, no País Basco o frango basquaise também é servido acompanhado de batatas cozidas ao vapor. Outra opção pode ser um bom e velho purê de batata caseiro ou até mesmo batatas fritas: uma mistura entre o famoso frango com fritas e o frango basquaise; impossível de errar.

Macarrão também costuma ser um bom acompanhamento para carnes e aves. Nesse caso, recomendamos o tagliatelle: quando misturado com o molho basco, você tem a impressão de estar comendo um macarrão à bolonhesa. Delicioso!

Além desses acompanhamentos mais comuns, você pode usar sua criatividade e experimentar com outras guarnições. Inspire-se nas receitas que aprendeu no seu curso de culinário, que leu na internet ou aprendeu com sua avó e adicione seu toque pessoal a este clássico da culinária francesa.

 

Boas dicas para cozinhar o frango basquaise perfeito!

Aprender cozinhar culinária francesa Não exagere na chama: o melhor é cozinhar o frango basuqaise a fogo baixo

Alguns chefs de cozinha costumam dizer que o mais importante é cozinhar com amor. Embora isso seja fundamental em tudo o que fazemos na vida; na cozinha, só o carinho não é suficiente para atingir a perfeição. Mas, não se preocupe, com um pouco de dedicação e os conselhos certos, você aprenderá a fazer um frango basquaise de dar inveja!

Antes de qualquer coisa, é importante verificar a qualidade do ingredientes, o que pode fazer toda a diferença no resultado de uma receita. Isso é especialmente importante no caso do frango. Se possível, tente comprá-lo na feira, diretamente do produtor, ou procurar frangos orgânicos, criados em liberdade.

A qualidade dos tomates também é fundamental, já que eles são a alma do molho basco. Tente escolher tomates maduros, tenros e suculentos, que darão um sabor único ao prato. A culinária do sul da frança conta com muitos pratos à base de legumes, como o ratatouille, devido à boa qualidade dos legumes locais, já que a região é mais quente que o resto do país.

Um truque que pode te ajudar se você não encontrar tomates suficientemente maduros, é adicionar açúcar  ao molho para quebrar a acidez dos tomates. Mas cuidado: não abuse do ingrediente porque você corre o risco de desvirtuar o sabor do molho!

Outra dica para incrementar o sabor da receita é adicionar presunto cru (um ingrediente típico do País Basco). Ele dá um sabor especial ao frango, mas cuidado para não salgar demasiado o molho, já que o presunto já é bastante salgado.

Quanto ao vinho branco, se você não quiser beber álcool, você pode substituí-lo facilmente por um caldo de legumes, carne ou frango.

Último conselho: assim como o ratatouille, o frango basquaise fica ainda mais saboroso quando requentado. Por isso, não hesite em prepará-lo na véspera ou de manhã e depois voltar a aquecê-lo.

 

Algumas variantes culinárias do frango basquaise

receitas bascas curso culinaria Inove e experimente, mas os tomates não podem faltar num frango basquaise

Como qualquer grande clássico, o frango à la basquaise já foi adaptado inúmeras vezes, dando origem a uma série de variantes. A receita pode mudar de um lugar para o outro, mas também de acordo com a preferência de cada família, os ingredientes disponíveis ou a inspiração do cozinheiro, seja um grande mestre ou um novato que ainda está começando seu curso de cozinha.

Às vezes o frango é substituído por atum; uma variante bastante comum em cidades costeiras da França. Ao invés de preparar o frango, simplesmente grelhe o atum e misture com o molho. Você também pode escolher outros tipos de carne ou peixes: não há regras!

Para além do frango, o molho basquaise em si também é alvo de variantes.

Há aqueles que adicionam outros legumes, como abobrinhas e berinjelas. Mas cuidado, se você colocar muitos legumes, acabará sobrecarregando o molho e terminará com algo mais próximo a um ratatouille do que com um frango à la basquaise.

O molho também pode ser usado em outras receitas: acompanhando ovos mexidos ou como molho de macarrão. Lembre-se: muito mais que o frango, a alma deste prato reside na piperade, o molho basco que confere toda a identidade e autenticidade da receita tradicional!

 

Como aprender a cozinhar o frango basquaise?

Você pode aprender a cozinhar o frango basco sozinho, lendo receitas na internet ou fazendo um curso de gastronomia à distância, ou acompanhado de um chef profissional em um curso de culinária presencial. Em todos os casos, a chave do sucesso é a prática consistente. Não é simplesmente lendo uma receita que você vai se tornar um especialista em frango basco, é preciso se aventurar na cozinha!

Mesmo que seja bastante difícil errar completamente na receita, é fazendo-as várias vezes que você realmente vai perceber suas sutilezas e aprender a adaptá-la aos seus gostos pessoais: dosagens; ingredientes, tempo de cozimento, etc.

Mesmo que não seja necessário tirar um certificado de chef para preparar pratos como o frango basquaise, fazer um curso de gastronomia pode te ajudar a aprender noções básicas e truques que podem ser aplicados a uma variedade de pratos e aumentar sua capacidade de fazer criações próprias ou improvisar.

As opções são muitas: desde aulas particulares com um chef ou workshops de cozinha em grupos pequenos. Alguns restaurantes oferecem aulas em que compartilham os segredos das suas criações, ou associações culturais e de bairro podem oferecer cursos também.

Por último, se for difícil sair de casa, ou você estiver com pouco tempo, fazer um curso de gastronomia online também pode ser uma opção. Agora você não tem mais desculpas: mãos à obra! 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar