Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Por qual razão os árabes escrevem “ao contrário”?

De Joseane, publicado dia 08/11/2018 Blog > Idiomas > Árabe > Por que se escreve da direita para esquerda em árabe?

A escrita é a pintura da voz.

Essa metáfora de Voltaire (1694-1778), escritor e filósofo francês, mostra a necessidade do homem expressar pensamentos, estes traduzidos pela fala. Ao longo do tempo, a fala fora transcrita de maneiras distintas. Primeiramente sob a pedra na pré-história, depois na madeira, no papel tal qual o conhecemos e finalmente na forma digital – esse fato ilustra uma necessidade primária da humanidade: a da comunicação.

Todas as sociedades têm um sistema de escrita registrado. No entanto, os indivíduos são incapazes de ler ou de compreender uns aos outros sem passar por um longo processo de aprendizagem de uma língua estrangeira.

Um brasileiro, tendo conhecido somente o alfabeto latino, verá no tipo de escritura árabes apenas um conjunto de desenhos abstratos. Para compreender o que está escrito será necessário que ele aprenda primeiramente o alfabeto árabe e, claro,  faça um curso de árabe.

Com isso, seria impossível para um brasileiro que não tenha feito curso de árabe, ou que pelo menos conheça as vinte e oito letras do alfabeto, decifrar uma única palavra nessa língua. O alfabeto árabe, o Abjad foi formado no século IV a. C. a partir do aramaico nabateano e é umas das escrituras mais utilizadas no mundo.

Descubra algumas curiosidades em torno da língua árabe, aqui!

Como sabemos, o sentido de escrita e da leitura difere de uma civilização para outra: da direita para a esquerda, da esquerda para a direita . Os idiomas semíticos, como o árabe e o hebraico, são lidos da direita para a esquerda. Por outro lado, os idiomas românicos, por exemplo, são lidos da esquerda para a direita.

Então, qual é a razão pela qual a escrita árabe é da direita para a esquerda?

Embora não se saiba ao certo, mostraremos, nesse artigo, algumas das explicações que serviriam de resposta para essa questão.

O primeiro alfabeto foi escrito da direita para a esquerda…aceitemos!

A escrita ” às avessas”, é provavelmente um dos maiores enigmas que rodeia o idioma árabe mas não é o único! Para melhor entender o sistema de escrita dos árabes, será necessário fazer um retorno na história das línguas…

Tudo começou por volta do ano 3000 a.C. na Mesopotâmia quando os sumérios desenvolveram uma escrita silábica para representar a língua suméria falada. A primeira forma de escrita registrada nesta localidade é a cuneiforme que evoluiu dos registros de tempo de trabalho.  No mesmo período há o surgimento da escrita hieroglífica no Egito Antigo!

história da escrita E se os países árabes da península árabe fossem descendentes diretos dos faraós? (eu falei faraó ó ó)

Durante mais de 3000 anos, este sistema de escrita evolui passando de uma escrita baseada em signos pictográficos usados ​​para designar coisas, para uma escrita composta de símbolos e traços gradualmente designando sons e fonemas.

O primeiro alfabeto conhecido é o alfabeto proto-sinaítico que na realidade era um abjad – um sistema no qual cada símbolo representa uma consoante. Este, composto de 23 símbolos que datam do século XVII aC.

Os sinais descobertos pelos arqueólogos testemunham uma mistura derivada de hieróglifos egípcios com as sílabas das línguas semíticas da época.

Como era a escrita nesse período?

Hieróglifos, signos cuneiformes e letras do alfabeto proto-sinaítico foram escritos da direita para a esquerda em sua grande maioria.

O alfabeto proto-sinaítico deu origem aos demais alfabetos que conhecemos, entre eles o fenício, o aramaico, o árabe, o hebraico, o greco e o latino… Não precisamos dizer mais nada né? Só nos resta aceitar…

A escrita dos árabes é herança das línguas semíticas

No século 10 aC, um povo antigo do Oriente Médio, povoando os atuais territórios do Líbano e de Israel, conseguiu assegurar a dominação econômica e comercial sobre o Mediterrâneo: estamos falando dos povos fenícios.

Essas populações – não unificadas como povo – revolucionam a escrita padronizando os fonemas em forma de letras e repetindo as inscrições proto-sinaíticas resultando na criação do alfabeto fenício.

Por volta do ano 1000 aC, os fenícios, portanto, abandonam a escrita cuneiforme e adotam o alfabeto linear, um sistema de escrita da direita para a esquerda, que foi usado em todo o Mediterrâneo por vários séculos.

Os árabes escrevem ao contrário O mundo árabe é cercado por enigmas e segredos…a descobrir

O que isso tem a ver com a maneira como os árabes escrevem?

Nos atuais territórios da Síria, Iraque e Irã, outra língua semítica se impõe como língua oficial do Império Persa e a primeira língua oficial escrita do Oriente Médio, do ano 300 ate o ano 600 aC: o aramaico.

Por quase 900 anos, o aramaico era a língua materna das populações do Egito ao Paquistão, incluindo a Palestina. O aramaico era também a língua oficial dos impérios da Assíria e da Babilônia e de todo o governo imperial da Mesopotâmia, cuja escrita era lida da direita para a esquerda.

É este idioma semítico – o aramaico – que deu origem ao alfabeto árabe (alif, ba, ta, tha, jim, ha, kha etc.), datado do século II dC. Portanto, foi necessário esperar até o ano 512, para verificar, perto de Aleppo, na Síria, a existência real de documentos escritos da direita para a esquerda na língua que hoje conhecemos por árabe.

No entanto, os vestígios sendo muito antigos, ninguém sabe realmente por que começou-se a escrever árabe pela direita, várias hipóteses foram levantadas com o passar do tempo, mas nenhuma foi confirmada com cem por cento de certeza .

Descubra também as ligações entre a civilização árabe e o islamismo

Ainda se discute as razões pelas quais se escreve “ao contrário” em árabe…

Se sabemos sobre a evolução da escrita árabe desde a sua descoberta, e ainda que saibamos que todas as línguas semíticas se escrevem da direita para a esquerda, é preciso aceitar que, de fato, não existe nenhuma explicação histórica absoluta sobre as razões pelas quais o árabe se escreve da direita para a esquerda.

Para alguns, o sentido da língua árabe – uma língua semítica com raízes trilíteras, composta de três consoantes – resultaria do legado linguístico diretos do siríaco ou do aramaico.

No entanto, também encontramos a maioria dos papiros egípcios já com o sentido de leitura dos hieróglifos da direita para a esquerda.

Como ler em árabe A escrita da direita para a esquerda já vem desde os egípcios…

Além disso, os arqueólogos encontraram vestígios de escrita cuneiforme que datam de 2400-2350 aC – bem antes da invenção dos alfabetos fenícios e aramaicos – em uma direção da esquerda para a direita.

Para alguns, é simplesmente um empréstimo sucessivo às antigas civilizações do Oriente Médio, sendo a língua árabe um derivado dos impérios fenício e aramaico.

Outra hipótese discuta tem relação com a natureza do material usado durante a Antiguidade:

  1. A escrita direita-esquerda facilitava a leitura: os escribas do Oriente Médio desenrolaram seu papiro para a esquerda enquanto escreviam com a mão direita,
  2. Antes de escrever, os humanos gravavam seus sinais cuneiformes na pedra: como havia mais destros que canhotos, o tamanho da pedra teria começado da direita para a esquerda,
  3. O significado da escrita árabe viria da posição do escriba na Antiguidade: sentado no chão, com a mão inclinada, com uma palheta encharcada de tinta,
  4. Simplesmente porque os escribas usavam as técnicas de escrita já conhecidas do seu tempo,
  5. A direção da escrita também dependeria da maneira como o instrumento é usado (pena, pincel, barro, pedra, cana, papiro, estilete, etc.): dependendo se colocava-se a mão no suporte, se puxava-se o instrumento, se é gravado ou perfurado, se escrevia-se com um fluido como a tinta por exemplo…

Você sabia que o árabe é considerado uma das línguas mais bonitas do mundo?

E nós, por qual razão escrevemos da esquerda para a direita?

Nosso sistema de escrita no alfabeto latino deriva-se diretamente da civilização greco-romana.

Entre os romanos, atos escritos em papiro na direção da direita para a esquerda eram atribuídos aos escravos que, na ocasião, sentavam-se no chão.

Os homens livres, não se permitiam adotar uma posição de escravo e, portanto, teriam começado a escrever em uma direção contrária. A partir daí, eles começaram a escrever mais e mais seus atos da esquerda para a direita.

Diferença do alfabeto semita e romano Romanos…seriam eles prepotentes?

Os gregos e romanos conservaram essa direção da escrita em seus respectivos textos, e essa direção foi posteriormente imposta em toda parte na Europa latina.

Outra hipótese estaria relacionada à mão orientadora.

No passado, ser canhoto era algo negativo, um fator estigma.

Basta questionar as pessoas que frequentaram a escola na década de 50 para perceber que, ainda no século 20, os canhotos eram obrigados a se tornar destros.

De fato, seria difícil para a maioria das pessoas destras escrever da direita para a esquerda já que, para tanto, seria necessário ficar atento evitando passar com a palma da mão sob a tinta ainda fresca.

Alternativamente, eles teriam que levantar a mão, o que, aparentemente, seria uma posição bastante cansativa. Pois bem, como se verifica, a escrita da direita para a direita não contempla muito bem os destros.

Logo, ironicamente falando, talvez sejam os canhotos que têm maior probabilidade de aprender a escrever em árabe: visualizam melhor o que escrevem! 

Uma coisa é certa, algumas coisas fogem à explicação da história! Nem tudo pode ser explicado já que muita coisa foi perdido ou esquecido com o passar dos séculos…

Finalmente, descubra as ligações entre a língua árabe e a religião muçulmana!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar