Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

O Deus da religião muçulmana fala conosco em árabe?

De Joseane, publicado dia 23/10/2018 Blog > Idiomas > Árabe > Por que Allah escolheu o árabe como língua?

Só há um Deus e Maomé é seu profeta

De acordo com o Islamismo, só existe um único Deus a quem devemos total obediência. Essa divindade suprema seria indizível, sem imagem e todo poderoso, digno de total submissão.

O Islã é uma religião monoteísta fundada pelo profeta Maomé, datada no início do século VII. E suas bases estão registradas no Alcorão, um livro sagrado que serve de alicerce para a fé islâmica.

Que tal aprender árabe como segundo idioma?

Origem do Islamismo

O profeta Maomé, líder religioso máximo no islamismo, nasceu em Meca por volta do século VII. De acordo com os ritos islâmicos, aos 40 anos de idade Maomé teria recebido o chamado do anjo Gabriel, que se dizia enviado por Deus para que o povo encontrasse o verdadeiro Deus. E os que obedecessem as leis do Alcorão seriam recompensados com o paraíso eterno.

Pelo menos uma vez na vida, os muçulmanos fazem a peregrinação a Meca. Meca, casa de Deus

Acredita-se que em 622, Maomé tenha migrado para Medina para fugir de seus opositores, esse momento ficou conhecida como Hégira, o marco do início do calendário islâmico.

Medina representa o momento em que Maomé se tornou chefe da nova comunidade religiosa. E a peregrinação a Meca, em 629 fez com que ele ficasse reconhecido como líder religioso. O poeta faleceu em 632, bem após espalhar o islamismo em grande parte da Península Arábica.

A Meca tornou-se uma cidade sagrada para o muçulmanos até os dias atuais. Na Meca nasceu e foi enterrado o Profeta Maomé. A sua origem do islamismo é atribuída aos descendentes de Ismael, primeiro filhos de Abraão.

Você sabia que o árabe é escrito da direita para a esquerda?

O significado de islamismo

Como já foi mencionado, o Islamismo é uma religião monoteísta, fundada pelo profeta Maomé. A expressão Islã é um palavra árabe que representa submissão ou rendição e se refere aqueles que tem obediência às regras e o desejos de Allah, único e verdadeiro Deus.

Segundo a cultura Islâmica, Allah  é o criador, o provedor e o ceifador da vida. E os muçulmanos que seguem os fundamentos da fé islâmica receberão o paraíso.

O alcorão para o Islamismo

Aprenda árabe como segunda língua. Os muçulmanos aprendem em tenra idade os ensinamentos de Allah.

O Corão ou Alcorão é um livro sagrado, é o registo das palavras de Allah, reveladas pelo anjo Gabriel ao profeta Maomé. Os preceitos básicos do livro são orientações de ordem religiosa, dogmática e moral e em algumas passagens do livro fazem referências ao Antigo Testamento.

Características do Islamismo

Existem deveres religiosos essenciais destinados a desenvolver o espírito de submissão a Deus, e são esses os cinco pilares:

  1. Profissão de fé:  “Só há um Deus e Maomé é seu profeta”.
  2. Peregrinação: Uma vez durante a vida de todo o muçulmano, ele precisa fazer a peregrinação a Meca. E lá, os peregrinos  circundam 7 vezes o santuário sagrado, a Caaba, localizada no pátio da Mesquita de Al-Haram.
  3. Jejum: Durante o Ramadam (mês de jejum), apenas os muçulmanos saudáveis  jejuam durante algumas horas do dia.
  4. Preces e rituais: É obrigatório que muçulmanos façam orações cinco vezes ao dia. Ao amanhecer, ao meio-dia, à tarde, ao sol se por e ao se deitar. Eles podem orar coletivamente na Mesquita ou individualmente, virados em direção a Meca.
  5. Doações: O zakat é uma caridade obrigatória, é uma responsabilidade que os muçulmanos com posse tem em relação com o seu semelhante.

Infelizmente, há algumas interpretação errôneas quanto a fé islã, isso se deve aos seguidores do Islamismo Radical. Esses muçulmanos consideram o Jihad o pilar da fé islã, o termo que significa luta também acabou virando a justificativa para realizar a famosa “guerra santa”, são guerras que para o Islamismo Radical tem o papel de disseminar a fé e defender as terras islâmicas. No entanto, o termo também  é utilizado para indicar a luta pelo desenvolvimento espiritual dos muçulmanos.

Descubra a razão pela qual o idioma árabe é considerado um dos mais belo!

Alláh, uma palavra de origem semítica e multi-fé

Um dos maiores equívocos que a população cristã comete sobre a fé Islã tem ligação com o termo Alláh. Para os não muçulmanos, os muçulmanos adoram um Deus diferente do Deus cristão e judeu. Essa confusão é muito comum, mas estamos aqui para explicar.

Aprenda árabe com a cultura islâmica A religião islâmica é a que mais vem crescendo nos últimos tempos.

Alláh é a palavra árabe para designar Deus, um único Deus. Sendo assim, cristãos, judeus e muçulmanos adoram o mesmo Deus de Abraão, Noé e Moisés. Porém… os três têm uma concepção diferente sobre Deus. Por exemplo, o islamismo e o judaísmo discordam da reencarnação divina e da doutrina da Trindade, ou seja, eles não acreditam que exista três pessoas distintas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

Mas isso não significa dizer que islamismo, cristianismo e judaísmo adorem um Deus diferente, essas religiões compartilham da fé em um Deus único, a diferença entre essas religiões consiste também na crítica ao que o islamismo  julga ser crença impura, que é a mistura do ensinamento de Deus todo poderoso com as ideais humanos.

Ainda tem dúvidas?

Alláh em árabe é a palavra utilizada para designar a Deus, a mesma palavra é usada pelas três religiões monoteístas, basta pegar a Bíblia árabe para comprovar, onde você encontrar a palavra Allah, notará que a palavra está sendo empregada no português equivalente a Deus.

A palavra Alláh ou Alá, do árabe possui cognatos em outras línguas semíticas, como Elah (em aramaico), El (cannanita), e Elohim (hebra).  a explicação para essas similaridades em outras línguas é que o aramaico, o árabe, o hebraico etc são todas língua semitas com origens comuns.

Al ilâh designa literalmente “O Deus”

A aglutinação de Al ilâh resultaria em Allah para significar O Deus, único e todo poderoso.

Você está a um passo de aprender sobre a língua oficial do Islã, entre em contato com um professor particular!

Aprender a língua árabe facilita viajar pelos países árabes

Geralmente, quando alguém se interessa em aprender sobre a cultura islâmica o marco é o Livro Sagrado.

Mesquita em Abu Dhabi, digna de contemplação e aprendizado. Aprenda a falar árabe nas suas viagens.

Como sabemos o Alcorão foi escrito no século VII, em árabe literário, uma extensão que tinha o objetivo de atender a todos os falantes árabes. Foi assim que Allah respeitou umas das línguas mais antigas do mundo, hoje com quase 2000 anos de história.

O árabe literário e o árabe dialetal apresentam distinções, uma vez que o dialeto de cada país árabe carrega traços diferentes. Exemplo, o árabe marroquino é diferente do árabe de outros países. Justamente, por isso os falantes dos países árabes do mundo estão aprendendo o árabe literário padrão, o idioma que se modernizou no século XX.

Mas vale lembrar que para compreender alguns versos do Alcorão é necessário o conhecimento do árabe clássico, o árabe corânico.

Fique ligado!

Uma das barreiras que o estudante de outras línguas pode encontrar é a dificuldade de pronunciar as palavras, pois a dificuldade da pronúncia está relacionada ao número de vogais de uma língua.

Em contrapartida, no árabe existem apenas quatro vogais, tornando uma língua fácil de pronunciar, por ser mais fonético. São apenas quatro vogais (A, E, I, U) em árabe. Então… se comparada a outras línguas do mundo, o árabe é uma língua com a pronúncia mais fácil.

Sendo assim quem deseja aprender outro idioma para viajar, apresentamos uma excelente opção de segundo língua.

Se você deseja aprender lendo o livro sagrado

Os principais ensinamentos do Alcorão são:

  • A onipotência de Deus
  • A justiça das relações entre os seres humanos
  • E a necessidade de bondade

O Islamismo é a religião que mais vem crescendo no últimos tempos, com maior predominância de seguidores localizados nos países Árabes do Oriente Médio e do Norte da África.

Você sabia que a caligrafia árabe é considerada a mais bonita do mundo?

A língua árabe pelo mundo

Se serve de estímulo para aprender outro idioma, o árabe é uma das línguas mais falada no mundo. E também a língua oficial de mais de 20 países, são eles: Arábia Saudita, Argélia, Bahrein, Catar, Chade, Comores, Djibouti, Egito, Emirados Árabes Unidos, Iêmen, Israel, Iraque, Jordânia, Kuwait, Líbano, Líbia, Marrocos, Mauritânia, Omã, Palestina, Síria, Somália, Sudão, Tunísia, Saara Ocidental e Saara Ocidental.

Até mesmo alguns organismos internacionais falam árabe como idioma oficial:

  • União Africana
  • Liga Árabe
  • Organização para a Cooperação Islâmica

O idioma apresenta alguns variações:

  • Árabe sudanês e egípcio
  • Árabe dos Estados do Golfo: Emirados Árabes Unidos, Catar, Bahrein, Omã, Iêmen, Kuwait e Arábia Saudita
  • Árabe norte africano: Árabe falado em Marrocos, Argélia, Tunísia e Líbia
  • Dialetos árabes orientais: árabe falado no Iraque, Líbano, Síria, Palestina e Jordânia

A língua oficial do Islã para federar muçulmanos

Desde que surgiu o islamismo, a conversão a allah aconteceu gradualmente, porém a disseminação nos países em todo Oriente Médio foi resultado de sucessivas anexações de vários territórios, no final do seculo VII.

A língua árabe  comum a esses países serviu  para que os muçulmanos se subordinassem mais facilmente a Allah, e soubesse a importância da obediência a Deus,  em um cultura monoteísmo. Objetivo dos seguidores das doutrinas islâmicas e acabar com as crenças politeístas pouco a pouco.

Você sabia que o islamismo é a religião que mais se expande no mundo?

Você quer aprender árabe?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...
avatar