Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Estrangeiros aprendem língua portuguesa rápido?

De Camila, publicado dia 31/07/2017 Blog > Apoio Escolar > Português > Período de aprendizado do idioma de Camões para gringos

Não vamos mentir: tornar-se realmente fluente em uma outra língua que não seja o seu idioma nativo requer paciência, tempo e dedicação. Dominar uma segunda – ou terceira – língua de maneira impecável é tarefa árdua e complicada. Principalmente se você não mora em um local onde ela é falada.

É preciso compreender bem o que é falado, assim como é necessário a boa comunicação via oral. Sem falar na expressão escrita e na habilidade de ler e entender o que está escrito.

A verdade é que quando nos lançamos na aventura de aprender um novo idioma, ficamos ansiosos e queremos sair por aí conversando com todo mundo logo depois da segunda aula de portugues. No entanto, esta não é a realidade. O aprendizado acontece a longo prazo e de maneira progressiva, ou seja, a cada dia se assimila um pouco mais.

Gringos vão morar no Brasil e precisam falar a língua portuguesa para viverem no país. Muitos estrangeiros se mudam para o Brasil e precisam aprender a falar português rapidamente.

Existem, porém, hábitos que o estudante pode adquirir que o auxiliarão em um avanço rápido rumo à fluência da língua. Superprof, como sempre, te passa algumas dicas de como conseguir encurtar seu tempo de aprendizagem do português, caso você seja um estrangeiro que queira ou precise dominar o idioma falado no Brasil.

Imersão na cultura brasileira

Se você é gringo e quer aprender a falar português rapidamente, então a melhor saída é praticá-lo. Para tal, nada melhor do que entrar de cabeça na experiência e fazer uma imersão cultural no Brasil. Passando um tempo no nosso querido país, você vai ser obrigado a falar, ler, escutar e escrever na língua que herdamos de Portugal.

E por que não passar uns 6 meses no Rio de Janeiro, em São Paulo, Recife ou Curitiba? O Brasil é um país tão grande e com uma cultura tão diversificada que tem para todos os tipos e todos os gostos.

À primeira vista, tal aventura pode assustar um turista de primeira viagem. Se essa insegurança te acomete, não se preocupe, pois ela é completamente normal. Morar em um local novo, onde não conhecemos muito bem a cultura, não dominamos o idioma e ainda não temos nenhum tipo de relacionamento com ninguém pode mesmo ser intimidante.

Curso intensivo

Uma boa opção para não ficar completamente sozinho nesse Brasilzão é se inscrever em um curso intensivo de português. Com o interesse crescente dos estrangeiros pela língua de Machado de Assis, o número de escolas especializadas nesse tipo de ensino vem aumento cada dia mais.

Além aprender e praticar o idioma com frequência, você ainda terá a oportunidade de conhecer pessoas que se encontram na mesma situação que você: estrangeiros que foram para o país e tentam aprender o idioma. Sem falar que você terá um compromisso fixo que te obrigará a sair de casa e ganhar as ruas da cidade brasileira em que você estiver.

Ser obrigado a falar nas ruas

Ponto positivo para uma imersão em terras brasileiras é que uma parcela muito pequena da população local domina línguas mundialmente difundidas, como o inglês. Você será obrigado a “gastar” seu português (veja as oportunidade de carreira e estudos na língua), mesmo que ele ainda não seja lá essas coisas. Esta é, sem dúvida, a melhor maneira de se aprender a língua!

Se você é tímido e não se imagina “arranhando” palavras na nossa língua, mais uma informação de ouro: não tenha medo de falar errado, nem de complementar suas frases com mímicas e sons que possam auxiliar na compreensão da mensagem que você pretende passar. O povo brasileiro adora ajudar estrangeiros e, além do mais, é muito comunicativo, tanto verbal quanto gestualmente.

Imersão cultural é a maneira mais eficiente de se aprender uma língua. Nada melhor do que morar em terras brasileiras para aprender o português.

Ou seja, as chances de você virar a estrela do seu bairro e ficar conhecido por todos no prédio onde se hospeda, assim como pelos atendentes do caixa do supermercado mais próximo e dos funcionários da padaria do quarteirão são grandes!

Quer um cenário mais agradável que esse para se tornar fluente em uma língua estrangeira?

Aulas particulares de português

Caso você queira avançar ainda mais rapidamente na fluência do português (saiba o conteúdo da língua nos primeiros anos de ensino fundamental) e de maneira personalizada, a melhor pedida é procurar uma aula particular. Se você não se importa com o quesito “socialização”, pois já conhece gente suficiente para ter uma vida social agradável, então ficar cara-a-cara com um professor só seu pode ser o ideal.

O problema das aulas particulares é que o aluno deve ter motivação extra no momento do aprendizado para não perder o entusiasmo rapidamente. Além disso, a prática de maneira independente também é muito importante.

Não adianta contratar um professor particular e só praticar a língua durante 1 ou 2 horas por semana. É preciso dedicação e exercício… muito exercício!

“[Ele] começou a se dedicar com mais seriedade aos estudos e resolveu que era hora de começar a praticar o português dele conversando realmente com as pessoas. Só assim a coisa começou a progredir. Ele não deixou as notícias do país dele de lado nem por decreto, mas, pelo menos tinha começado a se virar para fazer a coisa acontecer.” – Manual (Quase) Prático

Morando no Brasil, o português (veja os empregos ligados à literatura) para um estrangeiro é o como o ar para viver. Isso segundo as palavras da autora de “Manual (Quase) Prático”. Esse é um blog muito interessante e pode te ajudar a ganhar motivação para aprender a língua e a comparecer às aulas particulares do idioma. A redatora da página é uma brasileira casada com um estrangeiro. Depois de um tempo morando fora, ambos foram se instalar no Brasil e aí começaram as dificuldades por causa da barreira da língua.

O blog dá várias dicas de como se estabelecer no país sendo estrangeiro, não dominando a língua e quebrando a cabeça para aprendê-la.

Aulas particulares no seu país de origem

Caso a imersão não seja seu forte ou você não tenha condições – física e financeira – de passar uma temporada no Brasil, então aulas particulares na sua cidade de origem podem ser uma boa alternativa.

Costumamos brincar dizendo que brasileiro é igual pombo: tem em todo lugar. Se você procurar direitinho, com certeza vai encontrar algum nativo morando na sua cidade e disposto a dar aulas da língua. Ótimo local de pesquisa são as redes sociais. O Facebook tem várias páginas dedicadas a comunidades de cidadãos brasileiros que moram em determinadas cidades ou países do exterior.

Nessas páginas você também pode perguntar se alguém conhece alguém ou tem um amigo que dá aula na cidade que você mora. Essa rede de contatos com certeza vai te dar uma luz.

A imersão pode ser uma boa ideia para aqueles que querem falar a língua rapidamente. Quem sabe o Cristo Redentor não te dá uma mãozinha no aprendizado do português?

Outra rede social bastante popular entre estrangeiros expatriados é o Meet Up. Nele você encontra grupos de brasileiros que organizam encontros entre eles em determinadas regiões. Além de boa fonte de contatos, esta pode ser uma oportunidade para você conhecer vários brazucas que moram por perto.

Quanto tempo para aprender a língua?

Pesquisa feita em 2012 pelo jornal Folha de São Paulo constatou que estrangeiros podem levar até 18 meses para aprender o idioma falado no Brasil. Contudo, o tempo de aprendizado varia de acordo com a língua nativa do estudante.

Um hispanófano dedicado leva menos 6 meses para começar a se comunicar plenamente em português (conheça as principais correntes literárias da língua). Já os anglófonos levam mais tempo e precisam de mais ou menos 1 ano para atingirem uma fluência razoável. Os que têm mais dificuldade são as pessoas de origem oriental. Ainda segunda a Folha de São Paulo, elas podem levar 1 ano e meio para alcançar o mesmo nível. Ou seja, três vezes mais tempo.

Vale ressaltar que esse tempo é uma média feita entre estrangeiros que moram no Brasil. Isso quer dizer que eles têm contato diário com a língua mesmo fora da sala de aula. Sendo assim, o período calculado na pesquisa não pode ser tomado como regra para todos que começam a aprender a língua . Principalmente se não residirem em terras brasileiras.

Crianças têm mais facilidade que adultos?

O cérebro das crianças funciona como uma esponja. Em fase de crescimento, de aprendizado e de conhecimento do mundo que os rodeia, a assimilação de novas informações se passa de maneira mais natural para eles.

Muitos falam que crianças têm mais facilidade para aprender língua e isso é verdade. Sendo assim, nada melhor do colocar seus filhos em aulas de línguas estrangeiras desde pequenos. A melhor parte do aprendizado enquanto criança é que pode-se assimilar conhecimentos através de jogos e brincadeiras.

Se você é estrangeiro e vive em uma família bilíngue na qual alguém fala português (carreiras ligadas à língua) constantemente dentro de casa, então sua criança será, com certeza, bilíngue. Não se preocupe se ela demorar mais que os amiguinhos para começar a se comunicar oralmente, pois é normal que levem mais tempo.

Outro ponto importante é o fato da mistura que o pimpolho fará entre os dois idiomas: outro comportamento extremamente natural. Tal confusão e cruzamento entre as duas línguas ocorrerá, provavelmente, até os quatro anos de idade.

Idiomas estrangeiros são assimilados com mais facilidade pelas crianças. As crianças têm sim mais facilidade para aprender línguas.

O lado positivo de se crescer e receber uma educação bilíngue desde o nascimento dentro do próprio lar é que nenhum dos dois idiomas será uma “segunda língua” para a criança, pois ambas serão seus idiomas maternos.

Segundo a psicóloga e linguísta Barbara Abdelilah-Bauer, se desde novinhos os pequenos se submetem a uma grande variedade de sons distintos àqueles recorrentes na sua língua materna, eles serão mais propensos a desenvolverem gosto e facilidade pelo aprendizado (do português nos últimos anos do ensino fundamental) de outros idiomas.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar