Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

10 movimentos literários de 1600 a 2017

De Camila, publicado dia 31/07/2017 Blog > Apoio Escolar > Português > Escolas literárias a conhecer para o ENEM

A literatura pode ser definida de várias maneiras. O dicionário Michaelis de Língua Portuguesa propõe 10 significados diferentes para a palavra.

  1.  Arte de compor escritos, em prosa ou em verso, de acordo com determinados princípios teóricos ou práticos;
  2. Atividade ou profissão de um homem de letras; o trabalho, a arte do escritor;
  3. O conjunto das obras literárias de um país, um gênero, uma época etc. que, pela qualidade de seu estilo ou forma e pela expressão de ideias de interesse universal ou permanente, têm reconhecido seu alto valor estético;
  4. O conjunto das obras literárias de um agregado social, ou em dada linguagem, ou referidas a determinado assunto;
  5. A história das obras literárias do espírito humano;
  6. O conjunto dos homens de letras em atuação em determinada sociedade;
  7. O conjunto de conhecimentos relativos às obras literárias e a seus autores;
  8. Disciplina escolar voltada para o estudo da produção literária e dos escritores;
  9. Qualquer dos usos estéticos da linguagem, mesmo quando não escrita;
  10. Palavreado artificial, desvinculado do que se entende por realidade.

Existem várias definições para a palavra literatura. A história da literatura brasileira é vasta.

Tão vasta quanto suas definições são as manifestações históricas ligadas à literatura desde a aparição da escrita. Os diferentes tipos de produção literária podem ser chamados de “Escolas Literárias”, “Manifestações Literárias” ou “Movimentos literários”.

Cada país ou nação possuindo o mesmo idioma possui suas próprias Escolas Literárias. No Brasil, elas aparecem, obviamente, a partir de 1500.

A literatura brasileira é dividida em movimentos literários, cada qual com características e estilos próprios. Superprof separou os 10 principais deles, de 1600 até os dias de hoje.

1/ Barroco

No século XVII, os escritores já nascidos na colônia teriam adaptado pela primeira vez uma estética européia à realidade brasileira, colocando em prática uma espécie de “abrasileiramento” da linguagem literária. – Globo Educação

O Barroco teve seu início na Europa no século XVII. Ele está intensamente ligado à Unificação da Península Ibérica em 1580 e surgiu em um período de grandes dúvidas econômicas e conflitos religiosos na Europa.

No Brasil, ele chegou em 1601 e teve como ponto de partida a publicação do poema Prosopopeia, de Bento Teixeira. Para muitos especialistas, esse movimento faz parte dos primórdios da literatura brasileira.

Principais características

  • Obras marcadas pela angústia e pela oposição entre o mundo material e espiritual;
  • Grande uso de metáforas, antíteses e hipérboles como figuras de linguagem;
  • Dualismo entre espírito e razão.

Principais autores

  • Padre Antônio Vieira;
  • Bento Teixeira
  • Gregório de Matos (também conhecido como “Boca do Inferno”).

Principais Obras

  • Sermão de Santo Antônio ou dos Peixes (Padre Antônio Vieira)
  • Prosopopéia (Bento Teixeira)

2/ Arcadismo

Também conhecido como “Neoclassicismo” e “Setecentista”, pois tomou forma durante o século XVII. O nome Arcadismo apareceu por causa da fundação da Arcádia Lusitana (1756), movimento de reação à escola barroca.

Seu contexto histórico foi marcado pela ascensão da burguesia juntamente com seus valores. Nessa época também acontecia o Iluminismo na Europa, a independência dos Estados Unidos da América, a Revolução Francesa e a Inconfidência Mineira.

No Brasil, o Arcadismo teve seu lugar no século XIX e apresentou aspectos de valorização da história do Brasil colônia, o nacionalismo, a luta pela independência, bem como a mostra da tropicalidade.

O Arcadismo fazia adoração à natureza. O Arcadismo tinha uma predileção por assuntos ligados à natureza.

Principais características

  • Adoração da natureza (símbolo de felicidade e harmonia);
  • Restabelecimento do equilíbrio, harmonia e simplicidade da literatura renascentista, rompida pelo período da contra-reforma protestante (Barroco);
  • Objetivismo e razão entram em cena;
  • Crítica à vida do meio urbano;
  • Escrita fácil e simples.

Principais autores

  • Cláudio Manuel da Costa;
  • Tomás Antônio Gonzaga;
  • Basílio da Gama;
  • Santa Rita Durão;
  • Silva Alvarenga.

Principais obras

  • Obra Poética (Cláudio Manoel da Costa);
  • O Uraguai (Basílio da Gama);
  • Cartas Chilenas (Tomás Antonio Gonzaga);
  • Marília de Dirceu (Tomás Antonio Gonzaga);
  • Caramuru de Frei José (Santa Rita Durão).

3/ Romantismo

O Romantismo brasileiro foi influenciado por dois eventos chaves do século XIX: a chegada da família real portuguesa (saiba algumas profissões e curiosidades da língua) no Brasil (1808) e a Independência do nosso país (1822).

A aparição do movimento em terras brasileiras foi marcada pela publicação de Suspiros poéticos e saudades, de Gonçalves de Magalhães em 1836.

Existiram 3 gerações românticas. A primeira apresentava um lado lírico, cheio de sonhos e emoções. A segunda mostrava o gosto por coisas ruins, regada de pessimismo. A terceira se aproximava do movimento que seguiu o Romantismo – o Realismo – e mostra a possibilidade de se alcançar a mulher amada.

Principais características

  • Individualismo;
  • Nacionalismo;
  • Retomada dos fatos históricos importantes;
  • Idealização da mulher;
  • Espírito criativo e sonhador;
  • Valorização da liberdade;
  • Uso de metáforas.

Principais autores

  • Casimiro de Abreu;
  • Álvares de Azevedo;
  • Junqueira Freire;
  • Teixeira e Souza;
  • José de Alencar;
  • Gonçalves Dias;
  • Castro Alves;
  • Gonçalves de Magalhães.

Principais obras

  • O Guarani (José de Alencar);
  • Suspiros Poéticos e Saudades (Gonçalves de Magalhães);
  • Espumas Flutuantes (Castro Alves);
  • Primeiros Cantos (Gonçalves Dias).

4/ Realismo

O movimento surgiu no século XIX, na França e foi encabeçado na Europa por nomes de peso como Augusto Comte, Karl Marx e Charles Darwin. Eles criaram as correntes do Positivismo, Socialismo e Darwinismo. Veja qual é o conteúdo de português no primeiro ciclo do ensino fundamental!

Tais filósofos foram uma grande influência para que essa escola literária se focasse na observação da realidade através da razão e da ciência. Os escritores e poetas realistas falavam da realidade social e dos principais problemas e conflitos do ser humano.

Principais características

  • Objetivismo;
  • Linguagem popular;
  • Trama psicológica;
  • Valorização de personagens inspirados na realidade;
  • Uso de cenas cotidianas;
  • Crítica social;
  • Visão irônica da realidade.

Principais autores

Principais obras

  • Memórias Póstumas de Brás Cubas (Machado de Assis);
  • Quincas Borba (Machado de Assis);
  • Dom Casmurro (Machado de Assis);
  • O Alienista (Machado de Assis);
  • O Ateneu (Raul Pompéia).

Encontre um bom profe para sua aula de portugues no Superprof!

5/ Naturalismo

Esse movimento teve como marco inicial as publicações de Germinal O romance experimental, de Émile Zola, em 1881 na Europa. Alguns dizem que o Naturalismo é apenas uma manifestação dentro do Realismo, pois também se concentra em retratar a realidade. No entanto, as diferenças são bem visíveis.

No Brasil, no final do século XIX, escritores também começaram a conceber seus romances como instrumento de análise da sociedade brasileira e não apenas como entretenimento para a classe média, como fizeram os autores românticos. Diferentemente do Realismo, o Naturalismo tentava explicar que o homem é modificado pelo ambiente em que vive e que a natureza influi na razão.

O meio molda o ser humano segundo o Naturalismo. O homem é modificado pelo ambiente em que vive, dizia o Naturalismo.

Principais características

  • Objetividade;
  • Ser humano como resultado do meio em que vive;
  • Comum tratar de sexo abertamente.

Principais autores

  • Aluísio de Azevedo;
  • Domingos Olímpio;
  • Inglês de Sousa;
  • Júlio Ribeiro;
  • Manuel de Oliveira Paiva.

Principais obras

  • O Mulato (Aluisio de Azedo);
  • O Cortiço (Aluisio de Azedo);
  • Casa de Pensão (Aluisio de Azedo).

6/ Parnasianismo

Assim como o Naturalismo e vários outros movimentos literários, o Parnasianimo foi originado na França no século XIX. O nome da escola apareceu depois da publicação, em 1866, de O Parnaso contemporâneo. Parnaso era o nome de um monte consagrado a Apolo e às musas na Grécia.

Ele foi um movimento contemporâneo ao Naturalismo e ao Realismo. Seus autores foram apontados como criadores de uma literatura (e ensino superior de português) alienada, pois não retratavam os problemas sociais que ocorriam na época.

Principais características

  • Temas clássicos;
  • Vigor formal e vocabulário culto
  • Poesia descritiva (descrições detalhadas);
  • Objetividade e impessoalidade;
  • Temática Greco-Romana (temas mitológicos);
  • Linguagem rebuscada.

Principais autores

  • Alberto de Oliveira;
  • Francisca Júlia;
  • Olavo Bilac;
  • Raimundo Correia;
  • Vicente de Carvalho.

Principais obras

  • Canções românticas (Alberto de Oliveira);
  • Primeiros sonhos (Raimundo Correia);
  • O Caçador de esmeraldas (Olavo Bilac);
  • Ardentias (Vicente de Carvalho).

7/ Simbolismo

O Simbolismo no Brasil é iniciado por Cruz e Sousa a partir da publicação das obras Broquéis Missal.

Dentro do Simbolismo, o misticismo, o sonho, a fé e a religião passam a ser valores utilizados para a busca de novos caminhos.

Principais características

  • Linguagem abstrata e sugestiva;
  • Obras cheias de misticismo e religiosidade;
  • Mistérios da morte e dos sonhos;
  • Subjetivismo.

Principais autores

  • Cruz e Sousa;
  • Alphonsus de Guimaraens.

Principais obras

  • Broquéis (Cruz e Sousa);
  • Missal (Cruz e Sousa).

Saiba também como encontrar um bom curso de portugues online no Superprof!

Entre o Simbolismo e o Modernismo aconteceu o Pré-Modernismo. O Pré-Modernismo foi um movimento de transição.

8/ Pré-Modernismo

Este é um período de transição entre o Simbolismo e o Modernismo, que só começa após a Semana de Arte Moderna. Com duração de 20 anos (1902 a 1922), ele foi o primeiro movimento literário brasileiro (conheça as matérias de português no segundo ciclo do ensino fundamental) criado e desenvolvido no país, pois não foi diretamente copiado de escolas européias.

Isso que não quer dizer que os escritores do Brasil não tiveram influências internacionais: eles beberam sim nas fontes das vanguardas que aconteciam na Europa nesta época (Expressionismo, Cubismo, Dadaísmo, Futurismo e Surrealismo).

Principais características

  • Regionalismo;
  • Positivismo;
  • Busca dos valores tradicionais;
  • Linguagem coloquial;
  • Valorização dos problemas sociais.

Principais autores

  • Euclides da Cunha;
  • Monteiro Lobato;
  • Lima Barreto;
  • Raul de Leoni;
  • Graça Aranha;
  • Coelho Neto;
  • Augusto dos Anjos.

Principais obras

  • Os Sertões (Euclides da Cunha);
  • Triste Fim de Policarpo Quaresma (Lima Barreto);
  • Recordações de Escrivão Isaías Caminha (Lima Barreto);
  • Canaã (Graça Aranha);
  • Malazarte (Graça Aranha);
  • Reinações de Narizinho (Monteiro Lobato).

9/ Modernismo

Como citado acima, o Modernismo começou concomitantemente com a Semana de Arte Moderna de 1922. No ano do centenário da independência do Brasil, o evento foi ideal para uma reflexão sobre a identidade nacional.

O pré-modernista Graça Aranha foi quem comandou a semana de apresentações, que aconteceu entre 13 e 17 de fevereiro. O objetivo do evento era chocar os presentes resignificando o conceito de arte e literatura.

Principais características

  • Preocupação estética com a escrita;
  • Textos deixam de ter as características tradicionais;
  • Pouca utilização de formas rígidas de escrita;
  • Textos no passado;
  • Textos regionalistas;
  • Narrativa surrealista;
  • Romance urbano e psicológico.

Principais autores

  • Graciliano Ramos;
  • Rachel de Queiros;
  • Érico Veríssimo;
  • José Lins do Rego;
  • Jorge Amado;
  • Clarice Lispector;
  • Carlos Drummond de Andrade;
  • Vinícius de Moraes;
  • Cecília Meireles;
  • Manuel Bandeira;
  • Mário de Andrade;
  • Oswald de Andrade;
  • Fernando Pessoa;
  • João Guimarães Rosa
  • João Cabral de Melo Neto.

Principais obras

  • Paulicéia Desvairada (Mário de Andrade);
  • Macunaíma (Mário de Andrade);
  • Itinerário de Passárgada (Manuel Bandeira);
  • Libertinagem (Manuel Bandeira);
  • Contos de Aprendiz (Carlos Drummond de Andrade);
  • Ou isto ou Aquilo (Cecília Meireles);
  • A Arca de Noé (Vinícius de Moraes);
  • Sagarana (João Guimarães Rosa);
  • A Hora da Estrela (Clarice Lispector).

10/ Tendências Contemporâneas

“Vale lembrar que muitas características da literatura contemporânea estão relacionadas com o movimento modernista, por exemplo, a ruptura com os valores tradicionais, entretanto, a identidade nesse momento não é mais uma busca, sendo revelada por uma crise existencial do homem pós-moderno.” – Toda Matéria, Características da Literatura Brasileira Contemporânea.

Estamos em plena ebulição literária contemporânea. É sempre complicado e confuso analisar um movimento que ainda está se desenvolvendo, principalmente fazendo parte dele. Temos, então, a tendência a nos referirmos a escritores modernos que influenciaram a nova geração de autores contemporâneos. E demora muito para um estrangeiro aprender o português?

Sem dúvida, todos citados acima e mais alguns entram nessa lista!

Principais características

  • Mistura de tendências estéticas (ecletismo);
  • União da arte erudita e da arte popular;
  • Prosa histórica, social e urbana;
  • Poesia intimista, visual e marginal;
  • Temas cotidianos e regionalistas;
  • Engajamento social e literatura marginal;
  • Experimentalismo formal;
  • Técnicas inovadoras (recursos gráficos, montagens, colagens, etc.);
  • Formas reduzidas (minicontos, minicrônicas, etc.);
  • Intertextualidade e metalinguagem.

Principais autores

  • Ariano Suassuna;
  • Antônio Callado;
  • Adélia Prado;
  • Cora Coralina;
  • Ferreira Gullar;
  • Lya Luft;
  • Millôr Fernandes;
  • Murilo Rubião;
  • Paulo Leminski;
  • Rubem Braga.

Principais obras

  • O Verão e as Mulheres (Rubem Braga);
  • O pirotécnico Zacarias (Murilo Rubião);
  • Hai-Kais (Millôr Fernandes);
  • Poema Sujo (Ferreira Gullar);
  • Auto da Compadecida (Ariano Suassuna);
  • O Romance d’A Pedra do Reino (Ariano Suassuna).

Saiba como encontrar um bom professor para aulas de portugues para concurso.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar