Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

As várias maneiras de se aprender a cozinhar

De Camila, publicado dia 16/02/2018 Blog > Artes e Lazer > Culinária > Tipos de aulas de culinária

Existem várias escolas e professores particulares que organizam cursos de culinária com o intuito de ensinar seus alunos a preparar grandes clássicos da gastronomia brasileira e internacional.

Feijoada, lombo recheado, filé ao molho madeira, bobó de camarão, pato no tucupi. As especialidades nacionais são muitas, graças à enorme extensão do nosso país. Isso sem falar nas deliciosas comidas típicas italianas, francesas, mexicanas, etc…

Ao fazer um curso de cozinha, nenhuma receita será mais um mistério para você. Alguns professores preparam suas aulas em volta de um tema, como gastronomia do Sul do Brasil ou do Sul da França. Ainda têm aqueles que se concentram nos sabores, como doces, sobremesas e pâtisseries. Ou então em ingredientes, como pratos a base de arroz (brasileiros, italianos, tailandeses, etc.)

Atualmente, existem ainda as especialidades culinárias sem alguns ingredientes, como a cozinha vegetariana ou a cozinha sem glúten. Tem espaço para tudo e para todos dentro do mundo das aulas de culinária. Por isso preparamos uma matéria com um breve apanhado sobre como algumas delas podem ser exploradas.

E que tal saber um pouco mais sobre como fazer cursos de cozinha com profissionais?

Cursos com chefs renomados

No Brasil, ao contrário do que muitos podem imaginar, existem muitos chefs de cozinha renomados. Muito bons de serviço, eles estão à frente de restaurantes famosos onde podemos ir e nos deliciar com suas criações.

Se você é daqueles que gosta de saber preparar tudo o que come e é fã da boa gastronomia, então fique sabendo que muitos deles oferecem cursos para amantes e amadores da arte culinária.

Alex Atala

Um dos chefs brasileiros mais conhecidos nacional e internacionalmente, Alex Atala está à frente das cozinhas do Restaurante D.O.M. e Dalva e Dito. Localizados em São Paulo, ambos os estabelecimentos são super bem conceituados e receberam duas e uma estrelas, respectivamente, na edição brasileira do reputado Guia Michelin.

Além de cozinhas, muitos chefs de cozinha ainda possuem o restaurante onde trabalham. Além de comandar a cozinha de restaurantes reputados, muitos chefs possuem seus próprios estabelecimentos.

Além de chef e empresário (ele possui, além de dois restaurantes, uma mercearia, uma linha de produtos alimentícios, uma fundação e um bar), Atala ainda divide seu tempo dando cursos. As aulas são pontuais e acontecem, na maioria das vezes, a partir de convites de eventos gastronômicos.

Quer saber também um pouco mais sobre a evolução da arte de se cozinhar?

Helena Rizzo

Em um meio ainda dominado por homens, Helena Rizzo se destaca como uma das melhores chefs do Brasil e do mundo.

Rizzo lidera a cozinha do restaurante Maní Manioca, que ganhou em 2013 o lugar de número 46 na lista dos melhores restaurantes do mundo! Como se não bastasse, ela ainda foi eleita a melhor chef mulher de cozinha da América Latina no mesmo ano. Em 2014, a ex-modelo ganhou o prêmio “The Restaurant” de melhor chef mulher do mundo!

Ela organiza esporadicamente cursos de culinária, tanto para crianças quanto para adultos.

Rodrigo Oliveira

À frente do Restaurante Mocotó, Rodrigo Oliveira herdou e modernizou o restaurante familiar, localizado na Zona Norte de São Paulo. Inspirado na cozinha sertaneja, ele utiliza ingredientes e receitas simples para desenvolver pratos elaborados. O restaurante ainda possui um bar de caipirinhas e cervejas artesanais.

Como todos os outros chefs renomados, Oliveira também oferece cursos esporadicamente, em feiras, eventos gastronômicos e através de convites.

Esses são apenas alguns do vários chefs competentes, conhecidos e bons de serviço atuantes no Brasil.

Você ficou interessado em explorar mais o universo de cozinheiros de renome – de preferência na sua cidade ou próximos à você – e descobrir se eles dão aula ou não? Então dê um Google com as palavras-chave “chef de cozinha [nome da cidade] e descubra o nome daqueles que estão dando o que falar na sua região.

Caso você esteja a procura de aulas particulares de culinária, conecte-se também na nossa plataforma do Superprof.com.br, pois lá você encontrará vários profissionais da área em busca de alunos apaixonados pela gastronomia nacional e internacional!

Escolas de culinária

Os curso de gastronomia  e culinária nacional cresceram. Eles deixaram de fazer parte de pequenas escolas especializadas e ganharam várias faculdades e universidades no Brasil.

Existem vários cursos de culinária super reputados no país.

Chefs de cozinha já podem ser diplomados no Brasil. A formação em gastronomia ganhou espaço dentro das escolas do ensino superior.

De alguns anos para cá, os cursos superiores de culinária e gastronomia possuem faculdades próprias com avaliação e validação do MEC.

Segundo o site “Guia da Carreira”, existem +- 130 faculdades credenciadas no Ministério de Educação e Cultura.

Estimulados por uma carreira que combina criatividade, perfeccionismo de execução, possibilidades de ganhos interessantes (para quem se dedicar e se destacar em um mercado competitivo) e de empreender seu próprio negócio no ramo, mais e mais estudantes estão procurando os cursos tecnológicos e de bacharelado na área“, ressalta o site.

Mas não se engane com o grande número de oferta, pois nem todas elas recebem boas notas na avaliação do MEC. O Ministério utiliza três tipos de conceitos na hora de analizar a qualidade do curso:

  • Conceito Preliminar do Curso (CPC): Avalia itens como: qualidade dos professores, recursos didático-pedagógicos, infraestrutura e desempenho dos estudantes.
  • Conceito do Curso (CC): Observa os mesmos itens que o CPC, porém a avaliação é feita presencialmente.
  • Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade): É uma prova que avalia o rendimento dos alunos em relação ao conteúdo programático do curso em que estão matriculados.

Ficou curioso para saber quais são as top 10 Faculdades de Gastronomia mais bem conceituadas do Brasil? Então confira a lista abaixo, extraída da avaliação oficialmente publicada pelo MEC. Os integrantes desta seleção receberam nota máxima (5) em pelo menos um dos critérios analizados pelo Ministério de Educação e Cultura.

  1. Universidade Estácio de Sá (UNESA);
  2. Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL);
  3. Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais;
  4. Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI);
  5. Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR);
  6. Centro Universitário UNA (UNA);
  7. Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA);
  8. Universidade Positivo (UP);
  9. Faculdades Integradas de Três Lagoas (AEMS);
  10. Centro Universitário do Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB).

Apresentamos ainda um apanhado geral com escolas presentes nos 5 continentes.

Aulas sobre cozinha vegetariana

O número de pessoas que adotam hábitos alimentícios vegetariano é cada vez maior. No entanto, a opções de cursos de culinária voltados para o ensino de receitas e preparação de pratos que não utilizam carne ainda é baixo.

O tofu é apenas um dos vários ingredientes que podem ser utilizados na cozinha sem carne. A culinária vegetariana vai além do preparo de pratos com tofu.

Muitas pessoas que pretendem abolir o consumo de carnes brancas, vermelhas, peixes e crustáceos se perguntam: como cozinhar sem esses ingredientes?

A resposta pode ser encontrada na cozinha de chefs vegetarianos que usam e abusam de legumes, cereais, verduras, proteínas de soja e seitan na elaboração de pratos surpreendentemente saborosos e elaborados.

Muitos blogueiros e youtubers apaixonados pela culinária vegetariana se dedicam a divulgar cursos e receitas voltados para a cozinha orgânica e o bem-estar animal.

Este tipo de gastronomia é destinada igualmente a amadores e amantes de uma boa culinária que buscam alternativas gostosas e criativas para os pratos sem proteína animal.

Se você está interessado em se lançar em um curso com essas características, mas está preocupado em dar de cara com receitas apenas à base de tofu, então pode tirar seu cavalinho da chuva, pois os pratos são muito mais sofisticados que isso.

O reputado Senac, por exemplo, oferece cursos livres de culinária vegetariana.

Existem ainda vários cursos online, pagos e gratuitos, que ensinam receitas e modos de preparo para quem deseja aprofundar os conhecimentos nesse tipo de cozinha.

Para as aulas presenciais, o mais fácil é dar um Google com as palavras-chave “curso culinária vegetariana [nome da cidade]”. Vários resultados, tanto de cozinha vegetariana quanto vegana aparecerão na tela do seu computador.

Existem ainda canais no Youtube, como o VegTube, dedicados a vídeos que ensinam receitas inteiramente vegetarianas. Com aparência super apetitosa, aqueles que ainda estavam hesitando em abolir carnes e afins do cardápio diário não terão mais dúvidas!

Que tal fazer um curso de cozinha com seu chefe favorito?

Aulas de gastronomia internacional: uma viagem sensorial

A globalização e as inovações tecnológicas encurtaram – e muito – a distância entre os país, assim como facilitaram o contato com culturas consideradas por nós como exóticas. Junto a esta facilidade de circulação de informações, veio a aproximação às culinárias orientais.

Se você pensa que estamos falando apenas de cozinha chinesa e japonesa, então está muito enganado. A gastronomia tailandesa, vietnamita, indiana, dentre outras, conquistam cada vez mais admiradores e com eles, cozinheiros amadores ávidos em preparar pratos típicos.

A cozinha tailandesa é um exemplo disso. Ingredientes e receitas considerados exóticos caem cada dia mais no gosto dos amantes de uma boa gastronomia.

Mas não precisamos ir tão longe para descobrir uma cozinha internacional. As culinárias mexicana, cubana, chilena e peruana também têm muito a nos apresentar.

Várias escolas e professores autônomos de culinária ensinam pratos tradicionais e típicos, assim como a maneira correta de escolher, manipular e preparar determinados ingredientes com os quais não temos familiaridade.

Nada como fazer uma viagem gustativa sem precisar sair da sua cozinha!

Em São Paulo, a “Receitaria Escola Gourmet” possui um curso exclusivo para os que querem aprender mais sobre cozinha tailandesa.

O Senac de Salvador oferece um curso completo intitulado “Curso de Cozinheiro Internacional”.

Segundo o site “Paladar” do jornal Estadão, “com 80% da sua carga horária voltada para atividades práticas, o curso não exige conhecimento prévio de gastronomia. É voltado para quem quer ingressar no mercado de trabalho ou busca ter seu primeiro contato com a cozinha. O objetivo, assim, é reunir, em uma única turma, profissionais em busca de excelência e amantes de gastronomia tentando aprimorar os conhecimentos. Chefs como Jefferson Rueda e Marcelo Ozi já passaram pelas aulas.

No Youtube, o canal Cursos CPT oferece vários vídeos com aulas que integram um curso de cozinha internacional. O curso integral pode ser adquirido online no site da escola virtual.

Encontre também um bom curso de confeitaria sp ou um curso de confeitaria em qualquer cidade do país caso prefira doces.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar