Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

A língua árabe no mundo: de ontem a hoje

De Fernanda, publicado dia 12/11/2018 Blog > Idiomas > Árabe > História da língua árabe

O árabe é uma língua viva, falada e escrita por quase 300 milhões de pessoas em todo o mundo. É também a língua sagrada para mais de um bilhão de muçulmanos.

Atualmente língua oficial de 22 países, foi exportada oralmente e por escrito em todo o mundo ao longo de sua história.

Anteriormente tida como língua da poesia, usada pelas tribos da Arábia pré-islâmica, ela se impôs com a revelação do Alcorão, que conferiu seu status de linguagem sagrada.

Mas o que a palavra “árabe” significa?

É difícil encontrar a origem da palavra “árabe”, mas muitas pesquisas deram algumas explicações:

  • Na mitologia grega: “árabe” vem do herói Arabos, nascido em um país chamado Arábia. Ele é o filho do deus Hermes,
  • A etimologia árabe considera que o “árabe” deriva do verbo “expressar”. Mas também pode significar “o lugar onde o sol se põe”.

Em qualquer caso, podemos concordar em vários pontos:

  • A língua árabe é uma língua lendária e o reflexo de uma grande civilização,
  • O idioma permitiu a transmissão de muitos conhecimentos científicos, literários e religiosos ao longo da história …
  • Para aprender árabe, você deve: dominar o alfabeto árabe, a gramática árabe, o vocabulário. Para isso, você tem que fazer um curso de árabe.

Venha descobrir neste artigo a história do árabe literário, uma língua que viajou séculos e séculos …

História e evolução da língua árabe

O árabe pertence à família de línguas afro-asiáticas, composta de mais de 300 idiomas com suas escrituras, vocabulário e dialetos.

A primeira evidência escrita da língua árabe é uma inscrição encontrada no deserto da Síria, datada do século IV dC.

Essa linguagem poética, provavelmente composta por vários dialetos, acabou sendo considerada como um estilo literário que representava um elo cultural entre as diferentes tribos.

Mas hoje consideramos que a língua (árabe literário e não dialetal) tem uma ligação muito particular com a religião.

O Alcorão relata que o profeta Maomé recebeu as mensagens de Deus em árabe pelo anjo Gabriel de 610 a 632 dC.

O Sagrado Alcorão, contendo essas mensagens em árabe, foi inicialmente memorizado por recitadores profissionais, chamados hufaz e qura.

Pouco a pouco, o livro sagrado do Islã se torna o elo mais importante entre muçulmanos, árabes e não-árabes, que veneram o Alcorão, escrito em árabe, pelo seu conteúdo e admirado pela beleza de sua linguagem.

É essa relação íntima entre o Alcorão e o árabe que deu à língua seu status especial e contribuiu para a arabização de diversas populações.

Os vetores da língua árabe

Onde encontrar cursos de árabe em SP? A língua árabe é uma língua litúrgica.

O árabe é uma língua muito rica, assim como seu vocabulário, seu léxico e sua civilização.

Sua gramática complexa, mas precisa, seu alfabeto árabe específico e sua escrita artística, obrigam os jovens estudantes a fazer cursos intensivos em árabe. Essencial para esperar dominar um dia …

Os árabes se orgulham de ter:

  • 80 palavras em árabe para mel,
  • 200 expressões arábicas para a cobra,
  • 500 para leão.

Sabia que o vocabulário árabe tem 60.000 palavras?

Os nomes, noções e conceitos têm gama muito ampla de nuances que permitem se expressar com extrema precisão.

Essa riqueza literária é ainda mais expressa na poesia, que é conhecida por ser de uma sutileza e riqueza incomparáveis.

A poesia pré-islâmica forneceu à literatura árabe uma forma que determinará a criação literária até o início do século XIX.

Essas bases são traduzidas em termos de gêneros, normas e modelos, que são ao mesmo tempo éticos, poéticos, retóricos e linguísticos.

Embora a literatura tenha desempenhado um papel fundamental na língua árabe, o vetor mais importante de radiação é a língua islâmica.

Na maioria dos países muçulmanos, o árabe continua sendo uma língua litúrgica. Em países muçulmanos, as aulas de árabe islâmico são ensinadas na escola.

O Islã cresceu exponencialmente em praticamente todos os cantos do globo. Conquistou países que, para alguns, eram impérios ou nações pertencentes à “cultura cristã”. Assim, a língua árabe conheceu uma expansão na qual a religião muçulmana foi o principal motor.

Descubra também como aprender algarismos árabes …

A difusão da língua árabe

Quanto custa um curso de árabe? A língua árabe como a conhecemos hoje é uma mistura de várias línguas.

No início do século VIII, o império árabe-islâmico se estendeu da Pérsia para a Espanha, resultando na coexistência de árabes e populações locais, que falavam diferentes línguas.

Na Síria, no Líbano e na Palestina, onde a maioria da população falava um dialeto aramaico e onde as tribos árabes estavam presentes na vizinhança, as línguas locais foram, em sua maioria, substituídas pelo idioma de Ismael.

Um processo mais gradual de arabização ocorreu no Egito, onde o copta e o grego foram os dois idiomas dominantes. A Pérsia e a Espanha, no entanto, preservaram suas línguas nativas.

Todas essas viagens da língua só enriqueceram as suas bases.

Na verdade, a interação do árabe com outras línguas levou ao empréstimo de um novo vocabulário que enriqueceu o idioma em áreas como políticas públicas, administração e ciência.

Isso permitiu que a língua se tornasse um recurso apropriado para governar um vasto império.

Muitos acadêmicos árabes e não-árabes, muçulmanos, participaram do desenvolvimento da vida intelectual preferindo usar a língua árabe.

Mas no século XI se iniciou um período de declínio com o surgimento das Cruzadas, a agitação política na Espanha, as invasões mongóis e turcas no leste, e as divisões internas dentro do império.

Esses vários eventos marcaram um período de estagnação para o árabe, apesar de seu status como língua do islã nunca ter sido ameaçado.

O século XIX foi um período de renascimento intelectual que começou no Egito e na Síria e depois se espalhou para o resto do mundo árabe, começando com a expedição napoleônica no Egito em 1798.

A expedição tinha planejado a introdução da primeira imprensa árabe no Egito e a tradução de muitas obras literárias ocidentais para o árabe.

Ao longo da história, a língua se desenvolveu em todo o mundo, permitindo a transmissão de muito conhecimento.

A influência da língua árabe no planeta

Como se tornar um professor de árabe? A bela Mesquita de Córdoba: na Espanha a influência árabe na arquitetura é notável!

A língua árabe é falada por quase 300 milhões de pessoas em todo o mundo.

Ela se tornou língua oficial sob o califado omíada Abd Malik Ibn Marwan no século 8 dC. Anteriormente, o grego era o idioma administrativo. Abd Malik tomou a decisão de traduzir todos os textos oficiais e administrativos para o árabe.

A partir de então, a língua árabe deixa de ser restrita ao aspecto religioso.

O Islã conquistou rapidamente a Pérsia e a maior parte da cristandade oriental, onde cristãos e judeus receberam o status de dhimmi (protegido).

Os novos conquistadores pediram aos seus afluentes uma contribuição intelectual que alimentou essa civilização nascente, valendo-se dos tesouros do pensamento antigo. A Síria era então o principal centro do pensamento helênico.

As obras gregas foram traduzidas para siríaco, uma nova forma de aramaico, em um movimento que cresceu após a expansão muçulmana.

Como língua do Islã e meio de cultura e aprendizado há cinco séculos, o árabe entrou em contato com muitas outras línguas.

As línguas asiáticas e africanas, como o turco, o urdu, o hauçá e o farsi, também usam muitas palavras em árabe que tratam de vários aspectos da cultura, especialmente aqueles relacionados ao islamismo.

As cruzadas europeias de diferentes origens linguísticas interagiram com os árabes e as palavras que foram integradas estão relacionadas à alimentação, roupas e outros aspectos da vida cotidiana.

A Europa também se voltou para os escritos árabes para a renovação científica e redescobriu textos gregos e latinos clássicos preservados em traduções árabes.

Até a linguagem de Shakespeare, que teve relativamente pouco contato direto com o árabe, adotou muitas palavras da linguagem de Ismael, muitas vezes indiretamente por meio do português, do italiano e do espanhol.

Muitos obras linguísticas comprovaram as contribuições do árabe no idioma inglês: mais de 2.000 palavras inglesas são de origem árabe, adotadas e assimiladas antes de serem transmitidas para outras línguas.

O uso da língua árabe

Quanto tempo tenho que ter aulas de árabe para falar essa língua? O estudioso Al-Hassan Ibn Al-Haithamqui inventou a primeira câmara escura, o antecedente da câmera fotográfica moderna.

A língua árabe marcou muitos campos artísticos, como a poesia, mas também a ciência.

Ciência

Na história, a ciência árabe se refere a todas as ciências que floresceram em terras islâmicas entre os séculos VIII e XV.

O adjetivo “árabe” se refere à linguagem científica que, na época, permite a transmissão do conhecimento científico em todo o império árabe-muçulmano.

Você sabe quem descobriu o café? Esta é a pergunta feita pelo jornal Huffington Post, que responde dizendo que os muçulmanos foram os primeiros a descobrir os aromas do café!

Matemática

Uma grande campanha de tradução permitiu que cientistas árabes lessem e comentassem autores gregos como Euclides, Diofanto, Menelau ou Arquimedes.

A matemática árabe foi composta pela matemática grega, indiana e mesopotâmica, antes de conhecer um desenvolvimento próprio.

Ela foi utilizada ​​por estudiosos árabes como auxiliar de outras disciplinas, como astronomia e as técnicas de construção geométrica.

Os dois tratados do matemático persa al-Khwarizmi – um descrevia o sistema de numeração decimal indiano, o outro apresentou um sistema organizado de equações algébricas do primeiro e segundo grau – são registros importantes para o desenvolvimento da matemática.

Medicina

O mundo árabe conheceu a medicina na Idade Média graças a personagens como Avicena, autor da famosa enciclopédia médica “O Livro da Cura”.

Ibn Nafis, que descreveu a circulação sanguínea pulmonar, e o persa al-Razi, inventor do uso de álcool na medicina, são dois cientistas que marcaram as descobertas nesse campo.

A anestesia, praticada na antiguidade pela ingestão de ópio, mandrágora ou várias outras substâncias que dão desejo de dormir, é aperfeiçoada pelo uso de uma esponja embebida em uma mistura poderosa: a famosa spongia somnifera.

Descubra também como pronunciar e escrever árabe clássico!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar