Paul McCartney, Sting, Gene Simmons e Roger Waters são os baixistas mais bem pagos do mundo!

Mas antes de querer galgar o mesmo nível deles, você terá que se dedicar muito ao aprendizado do baixo. Obviamente se você quer começar a tocar baixo, a primeira coisa que você precisa ter é...o instrumento, o baixo!

No entanto, o instrumento em si não é a única coisa de que você precisa para fazer o som. O amplificador é tão importante quanto o baixo em si, vindo em segundo lugar na lista de materiais necessários para um baixista já que a maioria dos baixos são elétricos.

No entanto, outros acessórios podem ajudá-lo a aprimorar as suas técnicas e o seu som no baixo, além de ajudar a melhorar seu ritmo.

A seguir, uma pequena lista de investimentos que você deve fazer para começar a sua prática como baixista!

Escolha um instrumento para começar suas aulas de baixo

Não dá para aprender a tocar baixo sem primeiro adquirir o instrumento em si, não é mesmo? A primeira coisa a pensar quando quer-se dedicar a aulas de música é escolher o seu instrumento, no caso do baixista é preciso escolher o seu baixo.

Mas como escolher um baixo elétrico quando você está começando e você é um jovem músico sem experiência?

Escolher um baixo bonito
O quesito qualidade e beleza devem ser considerados quando da escolha do seu primeiro instrumento

A escolha do baixo deve considerar prioritariamente a qualidade deste e a durabilidade. Um baixo de boa qualidade, que tenha timbre e visual que você goste e, que esteja com a parte elétrica sem ruídos indesejáveis.

Os trastes devem estar nivelados, com as cordas numa altura confortável pra tocar e com as oitavas reguladas pra as notas saírem afinadas nas diferentes regiões do braço do instrumento. Cordas novas são fundamentais para conseguir um bom timbre, apesar que alguns baixistas gostam do som de cordas velhas.

Vários critérios devem ser levados em conta ao comprar um baixo.

A primeira coisa a prestar atenção é o peso do instrumento. Para um músico iniciante, um baixo pesado pode ser uma desvantagem. É muito complicado ficar confortável com um peso pesado que puxa o pescoço e o ombro. Além disso, é mais difícil controlar o instrumento. Portanto, é necessário testar o instrumento antes de comprá-lo.

Não hesite em testar alguns baixos, mesmo que você ainda não saiba tocar muito bem. Você pode apenas tentar apertar algumas cordas para perceber a sensação.

O peso do instrumento depende muito do material usado na fabricação do baixo. A madeira usada pode ser de diferentes espécies. Bordo, freixo, amieiro, jacarandá, ébano, tília, mogno, cada tipo de madeira pode ser mais ou menos pesada. Preste atenção na composição do baixo.

Outra característica importante quando você inicia o baixo elétrico: o tamanho do braço. Também chamado de "diapasão", este não deve ser muito longo para músicos iniciantes.

Para os iniciantes, aqui estão alguns modelos básicos de referência:

  • Squier Vintage Modified Jazz Bass 77,
  • Epiphone EB-3,
  • Ibanez SR300,
  • Yamaha TRBX174,
  • Cort Action Bass.

Estes instrumentos são conhecidos por serem boas aquisições para iniciantes de baixo. O bom contrabaixo é,acima de tudo, aquele que se encaixa no seu orçamento. O preço de um baixo pode variar muito. Alguns podem ser bastante acessíveis e outros podem custar valores exorbitantes. Então, defina o seu budget antes de escolher o seu baixo.

Você pode comprar um baixo novo ou de ocasião para começar as aulas com um professor de música. Lembre-se que você ainda pode vendê-lo mais tarde para músicos baixistas. Então você tem que ver sua compra como um investimento inicial. Se você realmente quiser continuar tocando baixo nos próximos anos, pense em investir em um baixo de qualidade confirmada.

Confira mais dicas sobre como escolher o seu baixo!

Pedro
Pedro
Profe de Violão
5.00 5.00 (29) R$80/h
1a aula grátis!
Henrique
Henrique
Profe de Violão
5.00 5.00 (43) R$50/h
1a aula grátis!
Fernando
Fernando
Profe de Violão
5.00 5.00 (45) R$120/h
1a aula grátis!
Vinícius
Vinícius
Profe de Violão
5.00 5.00 (25) R$60/h
1a aula grátis!
Matheus
Matheus
Profe de Violão
5.00 5.00 (10) R$80/h
1a aula grátis!
Daniel
Daniel
Profe de Violão
5.00 5.00 (6) R$90/h
1a aula grátis!
Jessica
Jessica
Profe de Violão
5.00 5.00 (15) R$65/h
1a aula grátis!
Celso
Celso
Profe de Violão
5.00 5.00 (4) R$120/h
1a aula grátis!

O amplificador de baixo

Para fazer uma performance em baixo é necessário investir em um amplificador de som.

Amplificador para baixo
O amplificador, como o nome sugere, serve para amplificar o som, para que o público escute o seu instrumento.

Pensando em fazer aula de violão para iniciantes?

Para as suas aulas e ensaios, não precisa fazer um alto investimento financeiro em um amplificador de som. Um amplificador simples já ser[a o suficiente. No entanto, para uma apresentação ao vivo e com uma banda será necessário investir em um bom sistema de amplificação, que pode ser caixa e cabeçote ou o formato combo (caixa e cabeçote embutidos); com potência suficiente para ser ouvido quando tocar com outros instrumentos (por exemplo, em uma banda de rock você precisará de pelo menos 280watts).

Os falantes precisam ter qualidade que aguente a pressão sonora dos graves sem distorcer o som. Confira se o cabeçote tem um equalizador embutido, para ajudar a timbrar o baixo, e uma saída direct out para mandar o sinal do baixo para a mesa de som em shows ao vivo.

Se o amplificador não possuir uma saída direct out, haverá a necessidade de um pedal de direct box pra mandar o sinal para mesa;

Aqui estão três amplificadores que podem servir para começar:

  • Impact Bass CB100 - Borne
  • Bx-100 - Master Audio
  • Sound Maker Black Bass 30 - R$ 480 (30W)
  • Nca Vt 30 - R$ 368 (30W)
  • Groovin B35 - R$ 290 (35W)
  • Voxstorm Topbass 85 - R$ 360 (40W)
  • Meteoro Thor Cb30 - R$ 400 (30W)
  • Le Fender Rumble V3 15 watts.

Se você é um amador e que gosta de tocar apenas para você, você também pode investir em um amplificador especial no formato de fone de ouvido. Este é um pequeno amplificador do tamanho de uma caixa Tic Tac que se conecta diretamente ao seu baixo e ao qual você pode conectar um fone de ouvido. A Vox tem uns modelos bem em conta.

Conheça algumas da razões pelas quais você deveria se tornar um baixista, aqui.

Equipamento de baixista: o afinador

Procurando por uma aula de violão de qualidade?

As cordas do baixo são afinadas como as primeiras quatro cordas de um violão clássico: Mi La Ré Sol (ou E A D G).  Mesmo que alguns baixos tenham cinco ou seis cordas, é melhor começar com o modelo standard, o contrabaixo de quatro cordas.

Afinador digital para baixo
Os aplicativos não substituem um bom afinador de som, mas dá para quebrar o galho...

Um baixo deve ser afinado regularmente, especialmente se você o transporta para sua aula de música, ensaio ou show. A menor alteração na umidade ou temperatura faz com que a afinação do seu instrumento se modifique.

Se o seu baixo estiver mal sintonizado em meio tom, ele vai emitir um som ruim, e você não poderá tocar com outros músicos (em uma banda de rock, por exemplo). Além disso, é essencial ajustar o seu instrumento na frequência correta: 440 Hz.

Mas tenha certeza de que você não precisa ter aulas de teoria musical para saber como afinar seu baixo.

A menos que você seja um músico experiente, é melhor usar um afinador digital (a maioria funciona com bateria 9v ou fonte) e não apenas o ouvido, para afinar o instrumento.

Muito poucos afinadores são dedicados apenas ao baixo, mas se você tiver que escolher um, experimente o Korg Headtune Bass HTG1. É um afinador por vibração, de baixo custo e super fácil de ser utilizado.

Se você não quer investir imediatamente em um afinador, saiba que alguns sites e aplicativos de smartphone te ajudama  sintonizar o seu baixo!

Leia nossas dicas para evoluir cada vez mais no seu aprendizado de baixo.

O cabo jack para tocar o baixo

O cabo jack é a conexão de 6,35 mm que conecta seu amplificador ao baixo. Este é o mesmo princípio de quando você conecta seus fones de ouvido ao seu computador ou telefone.

Cabo jack para baixo
O cabo também interfere na qualidade do som, invista em um bom!

Pode ser reto ou inclinado de um lado e reto do outro para melhorar o seu conforto, especialmente se você tocar sentado. O cabo pode ser mono ou estéreo. Se for monofônico, não fará a diferença entre um som vindo da esquerda e um som vindo da direita. Em estéreo, fará esta distinção, permitindo uma espacialização do som. Se for útil para os auscultadores, não tem qualquer interesse particular para o seu baixo que emite apenas em monofonia.

Para escolher o cabo que te convém será necessário levar em consideração diferentes aspectos (e seu orçamento):

  • Blindado, é menos sensível a ondas,
  • Ondulado, ocupa menos espaço para ser transportado,
  • Um conector dourado garante melhor transmissão de frequências extremas. O investimento é mais importante e só é necessário para os músicos que desejam registrar e otimizar seu som,
  • Um comprimento de 4 metros geralmente é suficiente para tocar em casa ou nos ensaios.

Como debutante, não há necessidade de investir em um super cabo, um cabo standard simples já está de bom tamanho.

Quer fazer uma aula de violão em São Paulo?

Outros acessórios úteis para tocar baixo acústico ou elétrico

Além dos equipamentos relatados acimas, alguns outros também podem incrementar o kit de um baixista. Mas lembre-se que antes de abrir a carteira para gastar em qualquer equipamento, é bom investir primeiro nos equipamentos e periféricos básicos que nos auxiliem à cumprir a função de baixista.

Isso dito, invista em pelo menos dois cabos bons de cinco metros cada , filtro de linha com fusível (evita a queima de equipamentos elétricos), correia larga pra distribuir melhor o peso do instrumento pelo ombro, bag (sacola de transporte) que proteja bem o instrumento (cases protegem bem, mas são difíceis de transportar) e um suporte pra instrumento;

Pense também em providenciar um pedal de Looping - não é essencial, mas ajuda muito os estudos de harmonia, improvisação e timbre. É uma ferramenta útil;

No mais, efeitos como distorções, delay, chorus e outros são legais e ajudam na criatividade, mas nem sempre tem resultado significante no baixo no meio da mixagem com outros instrumentos.

Quer saber mais sobre como equipar para se tornar um baixista? Fale com um dos nossos professores de música!

Precisando de um professor de Violão ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Joseane

Apaixonada por Línguas e Culturas, sou uma viajante assídua que acredita que viajar é a melhor forma de aprender.