Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Yoga para iniciantes: melhores maneiras para meditar

De Camila, publicado dia 29/07/2019 Blog > Esporte > Yoga > 10 exercícios de meditação para o quotidiano

“O espírito do homem encontra seu alimento em meditação e estudo.”
Cícero

Em nosso dia-a-dia, são muitos os elementos que aparecem para nos estressar, perturbando nossos pensamentos e, consequentemente, a nossa saúde mental. Trabalho, família, dinheiro… Nossa serenidade acaba sendo constantemente prejudicada, transformando nossa paz interior em ansiedade e pensamentos negativos cada vez mais fortes e frequentes. É justamente nesse momento que a prática da meditação, associada à aula de yoga em casa ou de maneira independente, é ainda mais benéfica.

Uma prática regular de meditação permite a melhora da respiração profunda, o que auxilia muito na hora de gerenciar o estresse ou redirecionar a atenção para um verdadeiro relaxamento, lucrativo para todos.

Hoje em dia não é novidade para ninguém que o homem moderno se sente cada vez mais estressado por causa do ritmo de vida frenético imposto pela nossa sociedade comtemporânea. Se esse é o seu caso, então grude os olhos nessa matéria, pois Superprof te dá várias dicas de meditação a serem colocadas em prática no seu dia-a-dia. Elas vão, com certeza, contribuir para a diminuição da ansiedade cotidiana, fazendo com que você recupere as rédeas do seu bem-estar físico e mental! O melhor de tudo é que você pode conjugar esse prática com aulas de yoga online ou ainda com yoga iniciantes!

Confira nosso guia sobre como fazer yoga em casa ou na academia da melhor maneira possível!

Meditar diariamente: 5 minutos ao acordar ou antes dormir

Quando alguém procura por técnicas diárias de meditação, muitas vezes existe um certo desejo de:

  • Tornar-se consciente do seu potencial;
  • Concentrar-se melhor;
  • Libertar-se de uma depressão;
  • Obter sabedoria;
  • Aliviar o estresse;
  • Dentre outros.

Tudo isso pode ser conquistado ao fazer meros cinco minutos de meditação tanto na hora de dormir ou logo depois de acordar. Nada melhor do que criarmos o hábito de ter tempo para si mesmo, trabalhando em um desperta gentil consigo próprio ou com um adormecimento calmo e sereno!

Deitado ou sentado, em um estado de espírito propício ao relaxamento, é preciso concentrar-se em seus pensamentos, sem permitir que sua atenção se desvie para outros assuntos que não sejam o de relaxar e meditar.

Caso não tenha sucesso nas primeiras tentativas, é inútil ficar chateado ou estressado, pois isso só servirá para aumentar ainda mais a ansiedade presente. A melhor maneira de conseguir meditar de forma produtiva é praticando, sempre tentando voltar ao seu pensamento original, com calma, serenidade e profundidade.

Meditar é ir atrás de um momento de apaziguamento. Ao final de cinco minutos de meditação, é possível perceber que essa prática também passa pelos pequenos momentos da vida cotidiana, ou seja, que essas técnicas de relaxamento, simples e eficazes, permitem que sejamos mais felizes, respiremos melhor e conheçamos nosso corpo mais profundamente.

A meditação contribui para obtermos a paz interior e, consequentemente, sermos mais felizes.

Meditação quotidiana: escute a si próprio

Meditação guiada também significa ouvir o corpo, os pensamentos, os desejos, as dores. Em resumo, meditar é uma genuína maneira de escutar a si mesmo! Isso porque a busca pela felicidade também passa por uma dimensão mais espiritual de suas crenças e sensações.

Mas como se escutar?

Por exemplo, quando se preparar para uma sessão de exercícios matutinos, procure primeiro entender se prefere ficar dormindo porque está com sono, ou se o esforço da construção muscular lhe trazem mais felicidade do que ficar na cama dormindo mais duas horas. Escute o que o seu corpo tem a dizer no momento presente.

A prática da meditação também acontece quando aprendemos a aproveitar cada momento para alcançar a paz interior, ou seja, quando conseguimos seguir o que se passa no aqui e no agora.

Veja ainda dicas sobre as poses de yoga mais empregadas durante as aulas.

Escutar o que acontece ao seu redor durante a meditação

Embora a prática da meditação seja vinculada a uma atividade solitária – e para muitos, até mesmo egoísta -, esse não é o caso. Meditar trata-se de saber como se reorientar tomando o mundo externo como referência.

Quer um exemplo?

Você está sozinho em seu quarto e não há barulho na casa. Uma boa técnica de meditação seria concentrar-se no que está acontecendo na rua.

Este exercício, a ser feito a qualquer momento e com frequência diária, nos possibilita perceber, em plena consciência, o que está acontecendo neste momento. Desta maneira é possível viver o momento presente, levando em conta o ruído dos pássaros, carros e transeuntes. Em resumo, meditar é aprender a viver a vida como um todo!

Meditar também é aprender a utilizar a seu favor os ruídos que se encontram ao seu redor.

Alimentar-se com consciência também é meditar

Conscientemente ou não, nós comemos todos os dias, várias vezes ao dia. Esta é a razão pela qual comer em plena consciência pode ser interessante para todos os iniciantes e avançados na prática da meditação. Praticar a meditação enquanto se come: o que pode ser melhor que isso?!! Para tal, é preciso simplesmente estar ciente do que você come, ou seja, do que você coloca dentro do seu organismo.

O sabor de um feijão verde, a acidez de um limão, a água contida em uma melancia… Esses são apenas alguns exemplos de um monte de sensações que, quando aprendemos a meditar de uma forma consciente, aguçam nossa concentração dia após dia, nos fazendo descobrir cada dia mais como alcançar a prática da meditação utilizando uma atenção plena.

Descubra como ter um bom alinhamento no yoga.

Focar a atenção nos momentos de meditação diária

Existem exercícios mais fáceis do que outros na prática da meditação. Focar a atenção é um deles e não podemos dizer que ele é um dos mais simples. Trata-se de trabalhar a concentração no momento presente, com a mente em plena consciência. Imagine um dedo que exerce uma pressão imaginária sobre uma parte bem definida do nosso corpo que escolhemos.

Este dedo, então, se move das narina às omoplatas, chegando até o dedo do pé sem deixar de exercer essa pequena pressão. O objetivo é o de se sentir a fictícia pressão do dedo de maneira imaginária. Esse é um verdadeiro trabalho da mente (a meditação também pode te ajudar durante momentos de estresse no trabalho) que sugere a meditação como uma auto-hipnose, pois é preciso estar totalmente presente no aqui e agora.

Medite todos os dias: use seus sentidos

A prática da meditação também pode acontecer durante uma aula de yoga em casa ou em grupo.

Na vida cotidiana, o simples ato de perceber e ter consciência do que se está sentindo é um ato de meditação em si. Um odor, seja especial ou normal, um toque, mesmo que apenas dentro do nosso bolso, um gosto, mesmo que não tenhamos nada na boca.

O que estou sentindo agora, agora mesmo?

Meditação é, acima de tudo, saber identificar as sensações que se apresentam durante o nosso dia-a-dia; é saber reconhecer e distinguir os estímulos sensoriais e os pensamentos do momento, identificando o que somos no instante exato deste exercício. Cabe a nós saber como compreender os efeitos benéficos desta prática para conseguir viver plenamente no momento presente.

Meditar deixando mente e espírito livres

Pensar é algo totalmente permitido durante a prática da meditação. O trabalho de concentração também pode ser feito ao deixar a mente vagar por um pensamento, percebendo o que está acontecendo, imaginando o porque de tal ação ou de tal cheiro.

Tornar-se consciente do ambiente diretamente ao seu redor é, na meditação, um elemento primordial. Tal atitude contribui para o relaxamento, assim como para domar o corpo e a mente. Um verdadeiro monge budista medita com os olhos abertos!

Meditar dormindo é possível?

Juntamente ao ato de comer, dormir é provavelmente uma das coisas mais cotidianas que fazemos. E dormir pode sim ser considerado como um exercício de meditação em si, já que nossa mente, que deveria estar em repouso, ingere e digere toda a informação que foi armazenada ao longo do dia.

Dormir permite que nossos pensamentos se concentrem em uma única ideia, mesmo que inconscientemente. Ao dormimos chegamos muito perto de uma meditação Zen para relaxamento, mas que não nos beneficia diretamente… porque estamos dormindo!

Você sabia que dormir também é um ato de meditação?

Mostramos ainda dicas para melhorar a respiração através do curso de yoga.

Medite todos os dias: escreva

Assim como dormir, escrever pode ser inserido de agora em diante dentre seus exercícios diários de meditação. Quem entre nós não escreve todos os dias? Não estamos falando de escrever um romance ou um livro de memórias, mas sim algo que canalize a nossa atenção, colocando nossa concentração para funcionar.

Assim, uma lista de compras pode ser uma boa ideia para praticar a meditação todos os dias. Nós nos concentramos no que compramos, o que queremos comprar, sem nos preocuparmos com o resto. E isso é tudo que pedimos durante a prática da meditação: foco no aqui e agora, aproveitando cada momento e os benefícios proporcionados por eles.

Concentrar-se no que faz é uma meditação diária

Finalmente, uma última pequena técnica de meditação, e provavelmente a mais simples, é a de se concentrar no que se faz. Falamos sobre concentração e foco da mente durante toda a matéria. A verdade é que a cada minuto, a cada segundo, fazemos algo em que podemos nos concentrar.

Quer alguns exemplos?

  • No trabalho, quando tocar no teclado no computador, defina o objetivo de não pensar em nada além do som das teclas.
  • Ao coar um café, não se concentre em mais nada além da sensação do calor nos dedos.

O mesmo vale para todas as atividades diárias, das mais simples às mais complexas.

A meditação é mais fácil do que se imagina, não é mesmo?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar