Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como fazer caricaturas?

De Carolina, publicado dia 06/02/2018 Blog > Artes e Lazer > Desenho > O que é o desenho caricatural?

A arte de exagerar, de forçar os traços para ridicularizar, denunciar, criticar ou simplesmente fazer rir… Os homens se divertiram desde muito cedo com a prática da caricatura…

Desenhar é uma das maneiras de entrar no universo da caricatura, mas não somente…

Molière é um dos mestres do pastiche e sátira através de suas muitas peças. Tartufo, a peça que denunciou a hipocrisia da religião no século XVII e ridicularizou o clero também foi censurado por Ana da Áustria, então regente.

A história da caricatura, essa forma de desenhar tudo em exagero, é fascinante. Como Frédéric Pajak, desenhista e escritor, disse:

“A caricatura existe desde a antiguidade e cruza os séculos. O desenho de humor é mais recente. Ele aparece no início do século XX.”

O que é uma caricatura?

De acordo com a definição do dicionário Larousse, a caricatura é:

“Representação grotesca, em desenho, pintura, etc., obtida pelo exagero e deformação dos traços característicos do rosto ou das proporções do corpo, com uma intenção satírica.”

Esse é um bom resumo do que vamos detalhar aqui!

Pegue seu celular para ter uma ideia de como fazer o desenho caricatural Alguns aplicativos e filtros fazem o efeito parecido em fotos

Claro que vamos falar aqui sobre a caricatura aplicada ao desenho. Porém, se ela pode ser praticada em muitas áreas (desenho, pintura, literatura, teatro…), uma coisa todas elas têm em comum: o exagero!

A própria palavra caricatura é muito significativa. Vindo da “caricatura” italiana, literalmente pode ser traduzida como “carregada de maneira exagerada”. Uma caricatura é isso. Observe e encontre os detalhes que podem ser super dimensionados para desacreditar seu objeto.

A grande história da caricatura

A caricatura tem uma vasta história… Desde a antiguidade, os homens se dedicaram a essa arte, especialmente nas sociedades gregas e romanas.

Na Idade Média, a caricatura esteve especialmente presente nas esculturas, especialmente igrejas e catedrais. Eles incluíam muitos personagens grotescos e animais fantásticos. Nesse momento, a beleza e a feiura são comparadas ao bem e ao mal.

No Renascimento, os desenhos satíricos começaram a aparecer, graças ao desenvolvimento da imprensa. A partir do século XVIII, a litografia permitiu a difusão em massa. A Revolução Francesa e o reconhecimento da liberdade de expressão são um ponto de viragem na ascensão da caricatura. Os jornais satíricos aparecem e denunciam os abusos graças aos desenhos. Eles satirizavam sociedade e política.

Na Revolução, as representações caricaturais colocam em evidência o sistema de três ordens: o terceiro estado, a nobreza e o clero. Em suma, a partir desse momento, os desenhos animados satíricos foram um meio de se divertir e denunciar um sistema injusto.

A partir de 1830, a imprensa satírica se desenvolveu em torno de desenhos de caricatura. Além de seu lado humorístico, eles eram essencialmente peças de opinião. Não se divertiam apenas para rir, mas para ridicularizar. Entre os excelentes jornais satíricos desse período, existiram Le CharivariLa Caricature. Os dramaturgos renomados Daumier, Gavarni, Granville, Cham e Doré eram mestres da caricatura política.

Presidentes, senadores, deputados, preparem-se para serem zoados Angela Merkel também não fica ilesa às caricaturas…

Apesar de tudo, a censura permaneceu presente, em graus mais ou menos fortes, e os caricaturistas tiveram que responder na justiça por causa de seus desenhos. Daumier foi preso por ridicularizar Luis Felipe. A chegada ao poder de Napoleão I torna impossível publicar esses caricaturas políticas. A sátira, então, volta-se para a caricatura social.

Paul Hadol, famoso caricaturista da época, teve que esperar até 1870 e o fim do Segundo Império para publicar seu livro “La Ménagerie Impériale”, no qual ele ridiculariza os membros da família de Napoleão III e os grandes dignitários, dando-lhes a forma de animais. Napoleão III aparece nas sátiras como um abutre sanguinário, segurando suas garras uma França eviscerada.

E, finalmente, em 1881, a lei da liberdade de imprensa permitiu um verdadeiro desenvolvimento da caricatura. O número de títulos de imprensa tornou-se impressionante no início do século XX na França: (L’Assiette au beurre, le Crapouillot, la Baïonnette, le Canard Enchaîné…). Durante as guerras, a caricatura se tornou uma ferramenta de propaganda. Um boom que não parou até a 2ª Guerra Mundial. Posteriormente, a imprensa satírica e o desenho humorístico começaram a cair por causa da concorrência com a fotografia, a rádio e a TV.

Mas a caricatura não desapareceu, foi renovada. Apareceu um novo tipo de caricatura. Ela está sempre presente no nosso cotidiano, especialmente através dos desenhos da imprensa, mas também nos quadrinhos.

Leia atentamente os álbuns do Asterix: muitos personagens são caricaturas de personalidades famosas. De Bernard Blier (ator francês) para Sean Connery passando por Raimu, Lino Ventura e até Annie Cordy, muitos deles foram esboçados por Uderzo.

Personagens cômicos também podem ser caricaturas! No “A Odisseia de Asterix“, encontramos Bernard Blier e Sean Connery.

Como desenhar uma caricatura de uma pessoa?

Você tem um bom lápis, você gosta de rir de tudo e você tem paixão pelo desenho? Vamos continuar a praticar…

Como aprender a desenhar uma caricatura?

Quais técnicas de desenho usar para fazer uma boa caricatura?

Não deixe de praticar o retrato para ficar craque nos desenhos caricaturais As celebridades são alvo de muitas! Podemos reconhecer Gérard Depardieu, Mick Jagger, Nicolas Sarkozy, Bob Marley, François Hollande, Che Guevara…

A primeira coisa é saber como desenhar. Evidentemente, e ainda assim, alguns pensam que é mais fácil fazer uma caricatura que um retrato. O que é falso, pelo contrário. A arte da caricatura é qualquer coisa menos simples. Acima de tudo, é necessário ser um bom retratista.

Os 3 passos para desenhar uma caricatura

Antes de começar a caricatura, certifique-se de que você é capaz de:

  • Desenhar um retrato semelhante: se não for o caso, é impossível reconhecer a pessoa que você caricatura. Fazer um desenho de um retrato é algo a ser aprendido e requer boa técnica. Assim, sabendo fazê-lo, você pode começar a fazer caricaturas,
  • Observar: cada detalhe conta para a caricatura. Seu senso de observação está no cerne do processo. É preciso um olho treinado para ver de relance os traços para forçar. Também podemos encontrar tudo isso no desenho de observação,
  • Respeitar as características do modelo: mesmo se os traços são exagerados, é importante respeitar o vínculo entre as diferentes características de um rosto para manter uma certa harmonia e especialmente uma semelhança óbvia.
    Antes de se voltar para a caricatura, é importante dominar a técnica do retrato.
    O desenho da caricatura é aprendido e requer prática!

É possível se divertir fazendo desenhos humorísticos, mesmo como amador. De uma foto ou rosto a um modelo, a caricatura pode ser realizada de diferentes maneiras.

Pode ser realista, como um retrato real que brinca com as sombras ou, pelo contrário, mais estilizado, à maneira de um personagem de mangá. E para começar, você pode primeiro praticar desenhos de perfis.

Em todo o caso, aproveite o tempo para pensar e observar os elementos que você quer caricaturar. Como em qualquer desenho, você deve saber onde quer ir antes de dar o primeiro golpe de lápis. Seja o nariz, o queixo, a testa ou as orelhas… Você tem que exagerar as características para ter sucesso com a sua caricatura. Comece fazendo um esboço geral antes de continuar desenhando os detalhes.

3 dicas para uma caricatura bem sucedida

Entre os pontos em que você pode trabalhar para transmitir uma mensagem com  uma caricatura, aqui estão alguns exemplos que reforçam o lado humorístico:

Ganhe dinheiro fazendo desenhos caricaturais O caricaturista pode trabalhar na rua

  1. Adicionar texto: fazer o personagem falar reforça a mensagem de paródia (Um toc verbal, uma expressão…),
  2. Adicione elementos significativos: um acessório também destaca a personalidade da pessoa caricaturada (seu modelo sempre usa gravata? Exagere também…)
  3. Crie uma situação: nas sátiras, as caricaturas são frequentemente colocadas em um contexto humorístico (Ele adora andar de bicicleta, desenhe-o em uma pequena bicicleta…).

Para resumir, coloque todos os seus conhecimentos básicos de desenho na criação de um retrato forçando os traços. Mas pense em deixar sua imaginação falar, expressar seu senso de humor!

Desenvolva sua cultura geral, faça aulas de desenho online e pratique a caricatura como um retrato de um político ou um desenho da atualidade.

4 profissões que você pode exercer fazendo caricatura

Siga os passos de Angeli, Laerte, Ziraldo, Wolinski, Plantu, Cabu, Charb, Pancho, Kiro… E torne-se um dos grandes nomes entre os cartunistas! Esse é um belo objetivo a ser considerado durante suas aulas de desenho!

As perspectivas das profissões de caricatura parecem muito restritas?

Como viver de caricatura?

Os cartunistas de rua têm um senso desenvolvido de observação para encontrar o detalhe para se acentuar!

Vamos fazer um balanço das oportunidades profissionais que seu dom pela caricatura pode lhe oferecer. Sua atração pelo desenho permite que você considere diferentes carreiras artísticas:

  1. Caricaturista de imprensa: é um trabalho onde a caricatura é omnipresente. Como agora os jornais e revistas satíricas são escassas, o cartunista geralmente deve ser versátil e trabalhar para vários veículos.
  2. Caricaturista independente: é possível se lançar e oferecer seus serviços. Os cartunistas de rua são numerosos em locais turísticos. Também é possível trabalhar de forma diferente, oferecendo seus serviços para eventos. Casamentos, eventos profissionais, aniversários… As caricaturas são muito apreciadas,
  3. Desenhista para revistas em quadrinhos: com uma alma criativa, uma senso de roteiro e cheio de ideias na cabeça, também é uma opção a considerar,
  4. Ilustrador: a ilustração é um campo muito amplo que também oferece ótimas perspectis, seja na edição, publicidade ou na imprensa. Descubra o testemunho de um ilustrador caricaturista em seu trabalho.

Obviamente, cada trabalho requer habilidades específicas, além do domínio dos conceitos básicos de desenho e caricatura. Existem muitas formações. Aprender a desenhar arte é uma escolha que permite um crescimento profissional através de sua paixão pelo desenho.

Descubra também o desenho industrial

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar