Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Excel: utilizar funções de comparação para informática básica

De Camila, publicado dia 28/05/2019 Blog > Artes e Lazer > Informática > Função SE, função E, função OU e função NÃO no excel

“O erro é humano, mas um desastre real só pode ser computador.”
Victor Hugo

Dentro do pacote Office da Microsoft (Word, Powerpoint, etc.), o programa Microsoft Excel é um dos mais utilizados. No entanto, seus usuários nem sempre saber usufruir suas funções principais, mesmo algumas delas sendo bem básicas.

Cursos de informática online e presenciais sobre o assunto podem com certeza dar um apoio a quem deseja aprender excel intermediário ou excel avançado. No entanto, em se tratando do básico, a maioria das pessoas acha que consegue aprender sozinha, o que nem sempre é o caso.

Você faz parte dos utilizadores assíduos deste software da Microsoft e o uso de tabelas dinâmicas – ou outras tabelas – já virou prática diária? Então você sabia que existem muitas fórmulas para ajudá-lo a organizar e calcular os dados presentes na sua planilha?

Bem além das fórmulas básicas para adicionar, multiplicar ou subtrair, várias funções tornam possível escolher as condições de classificação da planilha do Excel.

Ficou curioso em saber como usar funções um pouco mais complexas no Excel e, além disso, entender o que é uma função lógica de comparação? Se esse for o seu caso, então esta matéria foi feita para você! Superprof selecionou algumas dicas de como fórmulas de excel para gerenciar na frente de sua planilha.

Se informe também sobre tudo o que você precisa saber para usar excel todos os dias!

Funções de comparação lógica no Excel

As funções SE, E, OU e NÃO nem sempre são muito conhecidas pelos usuários ocasionais do software de criação de planilhas do Microsoft Office. No entanto, elas podem ser muito úteis na hora da criação de tabelas dentro dos documentos excel. Tais funções permitem comparações lógicas entre dados diferentes, de acordo com várias condições e vários critérios em sua pasta de trabalho.

Eles são parte do que é chamado de Macro.

Funções Macros

As funções SE, E, OU, NÃO fazem parte desse grupo. Selecionar informações e fazer cálculos fica mais fácil no excel utilizando as funções Macro.

Uma Macro é um conjunto de instruções que podem atingir um objetivo específico ou fornecer um resultado. Os cálculos da tabela excel (SUM, etc.) podem também ser considerados como Macros.

A função desse tipo operação é a função SE. De acordo com o próprio programa:

“A função SE é uma das funções mais populares do Excel e permite fazer comparações lógicas entre um valor e o que você espera.”

Esta função é normalmente usada no final de uma linha de dados em uma tabela. Em seguida, ela é escrita na barra de ferramentas. Esta é uma fórmula que pode ter dois resultados diferentes, A ou B, por exemplo. Ao colocar o termo SE, isso implica que se a condição introduzida pelo SE for respeitada, o resultado será A. Se a condição não for respeitada, o resultado será B.

A função SE também pode ser usada em combinação com as outras funções (E, OU e NÃO). Muitas vezes, várias condições podem ser provadas. Tais condições devem ser verdadeiras ou falsas, senão elas não correspondem à sua escolha.

Por esse motivo, as funções E, OU e NÃO podem ser usadas sozinhas ou com a função SE.

Uma vez a tabela bem feita – e antes de abordar a formatação – é necessário estabelecer uma “tabela de verdades“. O melhor é criar um fluxograma para evitar se perder em todas as condições.

Pontuação

Este fluxograma deve apresentar o seu algoritmo para que você possa criar a fórmula sem erros. Lembre-se sempre de utilizar os parênteses, os pontos e as vírgulas corretamente, pois dependendo de onde eles forem posicionados, diferentes resultados são possíveis.

O ponto e vírgula) é essencial para separar dois resultados possíveis na folha de excel. Tenha cuidado para não esquecer de utilizá-lo, senão a operação pode acabar errada.

Fique pode dentro também sobre atalhos no teclado para Excel.

A função SE de um arquivo excel

O programa da Microsoft pode ser mais fácil do que você imagina. Trabalhar com Excel não precisa ser um quebra-cabeças.

De acordo com o Support Office do Excel – site da Microsoft dedicado a explicar as dúvidas mais frequentes dos utilizadores do programa -, a definição da função SE é apresentada da seguinte maneira:

“Lógica: especifica um teste lógico a ser executado”

A função SE, no entanto, possibilita fazer uma comparação lógica entre um valor e uma hipótese, testando uma condição e retornando um resultado verdadeiro ou falso.

Em outras palavras, a função SE torna possível comparar o valor numérico ou outro valor de uma célula de acordo com uma condição definida pelo usuário. Isso, então, fornece um novo valor que serve como resposta.

A fórmula básica de SE

A fórmula básica para usar a função SE é a seguinte:

= SI (Condição; Valor se condição for atendida; Valor se condição não for atendida)

É necessário então usar os chamados operadores lógicos do software Microsoft Excel:

  • é igual a (=),
  • é diferente de (<>),
  • é maior que (>),
  • é maior que ou igual a (> =),
  • é menor que (<),
  • é menor ou igual a (<=),

O “Valor se a condição for satisfeita” representa o valor retornado pela fórmula se a condição emitida for verdadeira no caso da célula selecionada. Se a condição for falsa, o “Valor se a condição não for atendida” será exibido.

Respostas das fórmulas

Ao contrário do que se pode pensar, a resposta dada pela fórmula não está necessariamente em números. Se as respostas fornecerem texto, a fórmula também mostrará um texto. As respostas podem, portanto, ser números, texto, e/ou células:

  • =SE(B2>=6,5;”Aprovado”;”Reprovado”)

Como a nota é igual a 6,5, então a aluna será aprovada. A tabela acima mostra como a função SE pode ser aplicada para facilitara gerência de boletins de notas escolares, por exemplo.

A primeira célula referente aos resultados, aplique a função =SE(B2>=6,5;”Aprovado”;”Reprovado”), a qual significa que, se o valor da célula B2 for maior ou igual a 6,5, o resultado será Aprovado e, caso contrário, retornará Reprovado.

A comparação lógica pode, por exemplo, ser usada admitindo um valor tal que “B2” na primeira célula , uma condição como “é maior que” 6,5, então a fórmula será:

SE (B2> 6,5; “Aprovado”; “Reprovado”)

O resultado será, então, “Aprovado” ou “Reprovado” em cada célula testada.

Funções SE aninhadas (ou conjugadas)

A função SE também pode ser aninhada no caso em que várias condições devem ser indicadas para encontrar o resultado. Você deve então usar as funções SE, aninhando-as umas às outras.

No caso, as respostas devem ser etapas. A fórmula pode ser assim:

= SE (B3> 6,5; “A”; SE (B3> 6; “B”; SE (B3> 5,5; “C”)))

Cada condição deve fazer parte de uma das respostas da anterior. Então deve haver um sistema de camadas para esta fórmula funcionar.

Confira nossas dicas de informática sobre como utilizar o excel!

A função SE usada com a função E

A função E do software Excel em uma Tabela Dinâmica ou em uma tabela simples facilita a adição da função SE. Usar o E diminui o comprimento da fórmula, tornando-a mais claro e fácil de criar.

Como explicado acima, se várias condições entrarem em jogo, é necessário aninhá-las para obter um resultado correto. É então necessário verificar bem a primeira condição antes de passar para a próxima, utilizando um sistema de rolamentos.

A fórmula é infinita e favorece os erros.

Ao utilizar a função E, a fórmula fica bastante simplificada, pois a função substitui todas as condições adicionadas. O princípio da função E é que a fórmula primeiro verifica todas as condições indicadas pelo E, e só depois usa a função SE (por último, para indicar o resultado). Se uma das condições não for cumprida no conjunto da função E, a resposta será negativa.

Assim, é possível criar uma fórmula da seguinte maneira:

= SE (E (A1 = “verdadeiro”, A2 = “verdadeiro”, A3 = “verdadeiro”) = VERDADEIRO, “tudo é verdade”, “tudo não é verdade”

O resultado negativo indica que tudo não é verdade, mas não necessariamente que tudo é negativo.

Função SE em combinação com a função OU

Nada melhor do que uma planilha do excel bem organizada e funcional! Seguindo nossas dicas sobre Excel, você conseguirá vencer os obstáculos nas hora de utilizar funções no programa.

Para criar fórmulas em uma planilha do Excel e usar comparações lógicas, existem não só as funções SE e E, mas também a função OU. Assim como com a função E, a função OU é usada com a função SE para simplificar e esclarecer os cálculos.

Esses são recursos avançados do programa para automatizar cálculos.

O problema com a função E é que todas as condições devem ser verdadeiras para obter uma resposta positiva à fórmula total. Graças à função OU, é possível que uma única condição entre todas as condições declaradas seja verdadeira.

Aqui está o tipo de fórmula que você pode encontrar:

= SE (OU (A1 = “verdadeiro”, A2 = “verdadeiro”, A3 = “verdadeiro”) = VERDADEIRO, “pelo menos uma condição é verdadeira”, “nada é verdadeiro”)

A resposta é positiva com apenas uma condição comprovada e a resposta é negativa se todas as condições forem falsas.

Tal como acontece com a função E, a função OU permite utilizar apenas duas funções em vez de cinco ou vinte.

As funções E e OR também podem ser usadas simultaneamente em uma função SE. Isso permite expandir o número e o tipo de fórmulas possíveis. Assim, é possível combinar as vantagens da função E (todas as condições devem ser provadas) e aquelas da função OU (pelo menos uma condição deve ser provada).

Usando as três funções ao mesmo tempo permite calcular com três condições por exemplo.

Se você deseja que uma condição seja provada, e pelo menos uma das outras duas, será necessário primeiro usar a função E e, em seguida, a função OU, incorporando-as na função SE.

Aprenda como criar bons gráficos através do Excel!

A função NÃO no programa Excel

A função NÃO permite considerar um resultado de acordo com uma condição que não é cumprida. A função SE ainda é usada para introduzir a ideia de condição, mas a função NÃO inverte o papel do resultado. Esta função torna possível dar um resultado positivo se a condição não for comprovada.

É neste ponto, semelhante ao operador lógico, o que significa a diferença: <>.

Assim, a fórmula: = SE (A1 <> “brasileiro”, “estrangeiro”, “sul-americano”) dará o mesmo resultado que = SE (NÃO (A4 = “brasileiro”), “estrangeiro”,”sul-americano”).

A função NÃO também pode ser introduzida na função SE ao mesmo tempo que a função OU e a função E. Todas essas funções complicam a fórmula, mas facilitam a gravação e permitem realizar cálculos de forma simples e rápida através do Microsoft Excel.

Depois dessas dicas, você está esperando o que para começar a fazer uma nova planilha e testar todos esses novos recursos?!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar