Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Quero fazer da fotografia minha profissão

De Fernanda, publicado dia 20/04/2018 Blog > Artes e Lazer > Fotografia > Como se tornar um fotógrafo profissional?

“Fotografar é colocar a cabeça, o olho e o coração na mesma linha de visão. É um modo de vida “, disse Cartier-Bresson.

Profissão apaixonante para muitos, a arte de fotografar não é algo que se aprende da noite para o dia. Mas o que leva alguém a fazer da fotografia o seu trabalho principal? Geralmente, aqueles que possuem um gosto pronunciado pela estética, uma grande capacidade de observação e um desejo de sublimar a vida cotidiana.

Câmera na mão, bolsa com vários acessórios, tripé sempre por perto….. Que tal viver de sua paixão?

O Superprof lhe dá todas as dicas para que você possa fazer da fotografia a sua profissão!

Como é a carreira do fotógrafo profissional

Em primeiro lugar, é importante conhecer as especificidades de uma profissão antes de embarcar na busca de estudos neste campo.

Três principais missões formam a base da profissão de fotógrafo profissional.

Como se tornar um fotógrafo profissional? Fazer aulas de fotografia é essencial para melhorar sua técnica.

A arte de dar cliques

Seja você um fotógrafo de moda, um repórter ou um profissional de estúdio, a maior parte do trabalho envolve, obviamente, o próprio ato de fotografar.

Mas a preparação anterior também é fundamental. Tirar fotos é uma arte e requer grande reflexão para escolher a luz, o ângulo ou o enquadramento.

Da mesma forma, a foto pode ter um tema, abordar um assunto da atualidade, envolver várias pessoas… A preparação pode às vezes ser longa antes de apertar o gatilho.

Revelação, distribuição e venda

Mesmo se hoje a revelação esteja mais reservada aos laboratórios, na escola de fotografia você vai aprender a revelar suas fotos e retocar, se necessário, em uma câmara escura.

Poucos fotógrafos ainda realizam essa parte do trabalho, mas quando você estuda fotografia, muitas vezes é uma disciplina obrigatória. O processamento das imagens é essencial, mas em geral é reservado a um laboratório fotográfico.

Da mesma maneira, a venda também pode ser confiada a um técnico de fotografia, mas quem sabe você não prefira fazer sozinho?

Retoque digital

Claro, como quase todos os fotógrafos de hoje, você certamente vai usar uma SLR digital. Suas fotos estarão no computador. Às vezes é necessário retocá-las usando um software como o Photoshop.

Nós não estamos falando aqui de “photoshopar” modelos – aliás, hoje em dia, caso isso seja feito você deve deixar indicado na foto – mas para ajustar a luz, para apagar uma sombra inestética …

Conclusão: o aprendiz de fotógrafo deve saber como lidar com o computador e com os softwares de imagens!

As habilidades necessárias para trabalhar como fotógrafo profissional

Não é porque a fotografia é sua paixão que ela vai se tornar automaticamente uma profissão bem sucedida. As profissões de fotografia exigem habilidades essenciais.

Técnica e criatividade

Durante uma sessão de fotos, é obrigatório dominar a técnica. Mas o fotógrafo é uma profissional artístico acima de tudo.

Como para um dançarino é necessário ter domínio técnico, a fim de realizar bem os movimentos, o fotógrafo é obrigado a fazer o mesmo. Mas um dançarino criativo será ainda mais apreciado. O fotógrafo também.

Museus, livros, viagens, festivais … Sinta-se à vontade para capturar as imagens, refinar seu olhar e afirmar sua personalidade por meio de suas fotos.

Nunca saia sem o seu dispositivo. Esta é a melhor maneira de aprender a fotografar!

Noções de relacionamento

Não importa se você é fotógrafo de casamentos, fotógrafo independente ou fotógrafo de arte, saber se comunicar é essencial.

Você necessariamente terá clientes, modelos ou até mesmo uma equipe (maquiador, cabeleireiro, assistente, etc.). É importante saber se comunicar com eles com tato e diplomacia.

Para fazer um modelo se sentir confortável, delegar tarefas ou expressar sua opinião sobre o seu trabalho, seja um bom comunicador.

Como afirmou Maria, aprendiz de fotógrafo:

“Atualmente faço um curso na BTM Photography, e estou fazendo um estágio em um laboratório. Eu encontro fotógrafos profissionais diariamente, que me entregam seu trabalho. Fotos de exposições, escolas, casamentos … Faço a revelação, correções de cores, impressões. Uma ou duas vezes por semana, também faço fotos em estúdio: retratos de família, retratos para books. Minha experiência no laboratório me permitiu desenvolver meu conhecimento técnico, mas depois espero ser um fotógrafo independente e fazer fotografia social, isto é, fotos de casamento, por exemplo. É muito gratificante quando alguém me diz que minha imagem é linda. Isso significa que consegui destacar isso. Criar memórias é o que eu mais gosto no meu trabalho.”

Bons conhecimentos de equipamento fotográfico e informático

Os equipamentos fotográficos estão evoluindo rapidamente hoje em dia. Para o fotógrafo, é importante se manter a par das últimas tendências e oportunidades para ter um equipamento fotográfico atualizado.

Da mesma forma, ter conhecimentos em informática é fundamental na profissão de fotografia de hoje. É obrigatório estar por dentro de tudo.

Qual formação escolher para se tornar um fotógrafo profissional?

Várias possibilidades estão disponíveis para o aluno que deseja fazer seus estudos em fotografia. Não importa se você quiser estudos de curta ou longa duração, há opções para todos. Mas então, como se tornar um fotógrafo?

Como fotografar corretamente um assunto? Trabalhar em um laboratório de fotografia requer conhecimentos em química física.

É possível se tornar um fotógrafo profissional sem ter feito curso nenhum, mas é um pouco complicado.

Mas temos uma boa notícia: vários cursos estão disponíveis para você. Uma formação específica em fotografia é preferível, mas não obrigatória.

Confira aqui as diferentes opções para os amantes das lentes:

Bacharelado em fotografia: atualmente só existem duas instituições que formam bacharéis em fotografia no Brasil. O Senac SP é um deles. Segundo a instituição, o curso tem como objetivo propiciar ao estudante uma sólida formação fotográfica, relacionada com o pensar e o produzir imagens, proporcionando o domínio das múltiplas dimensões que constituem o trabalho do fotógrafo contemporâneo.

Por se tratar de um bacharelado, com duração de 4 anos, evidencia-se a possibilidade de uma formação ligada à Fotografia, mais abrangente, que, para além da técnica fotográfica, envolve discussões dentro dos campos da Comunicação e da Arte. O bacharel em fotografia além de estar capacitado como fotógrafo, apresenta repertório histórico, estético e comunicacional amplo.

Afinado com o estado da arte fotográfica, o curso tem ênfase na fotografia digital. No entanto, por preocupar-se com a evolução da técnica e da linguagem da fotografia, preserva o estudo dos processos analógico e fotoquímico.

Neste curso o aluno terá formação para atuar nos diversos segmentos de mercado, como por exemplo: os estúdios, a moda, a arquitetura, a ciência, a imprensa, o audiovisual, a publicidade, as empresas etc. Para além desses segmentos, com o domínio da linguagem fotográfica, o aluno estará capacitado para a gestão de acervos fotográficos, o exercício da crítica em fotografia e em processos gráficos, para discutir os usos dessa linguagem, suas apropriações e importância contemporânea. Poderá atuar como pesquisador e professor, abarcando a atuação acadêmica. Além disso, o estudante é estimulado a desenvolver trabalhos autorais, utilizando a linguagem fotográfica como forma de expressão artística.

As Faculdades Integradas Barros de Mello (Aeso), em Olinda (PE), e a Faculdade Panamericana de Artes, em São Paulo (SP), também oferecem o curso de Bacharelado em Fotografia.

Cursos Superiores de Tecnologia em Fotografia: essa modalidade é voltada para as técnicas da imagem e é oferecida em diversas instituições de ensino superior. Com uma duração mais curta que o bacharelado, a matriz curricular é ofertada ao longo de dois anos de curso, em média. Disciplinas como estética, teoria da comunicação, fotojornalismo e história da fotografia compõem a base teórica das aulas.

Cursos livres de curta/média duração: ofertados por escolas particulares de fotografia, possuem temáticas e modalidades variadas. Informe-se na sua cidade sobre as escolas particulares de fotografia.

Bacharelado em jornalismo ou publicidade: essa acaba sendo a opção de muitos estudantes que desejam se tornar fotógrafos profissionais. Muitos cursos de graduação oferecem inclusive a disciplina de fotojornalismo.

Qual é o salário de um fotógrafo profissional?

Quanto ganha um fotógrafo? Prepare-se: o início da carreira de fotógrafo inclui muitas despesas e poucos ganhos.

O campo de atuação para fotógrafos é amplo: ele pode atuar como autônomo (pelo status de MEI), em empresas de jornalismo, jornais, revistas, agências de publicidade, em centros de documentação e e em instituições públicas, por meio de concursos.

Mas saiba que o mercado de trabalho é extremamente competitivo, sobretudo para fotógrafos iniciantes. Como em qualquer outra profissão, os melhores salários estão centrados nas grandes capitais, como São Paulo e Rio de Janeiro.

A profissão de fotógrafo não possui um salário mínimo regulamentado no Brasil. Para você ter uma ideia de remuneração, uma dica é pesquisar em associações e sindicatos da área, que costumam publicar pisos salariais para a categoria, bem como tabelas de preços para orientar os profissionais autônomos.

A Associação Profissional dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio de Janeiro, por exemplo, possui uma tabela de preços específica para os serviços prestados pelo profissional de fotojornalismo. De acordo com a associação, o salário mínimo do repórter fotográfico é de R$ 6.741,00 para jornada de 5 horas diárias e R$ 10.785,00 para jornada de 7 horas diárias.

A associação também sugere outros valores, como para fotos digitais sem tratamento:

  • Saída (até 3 horas): R$ 591,00
  • Jornada (até 5 horas): R$ 894,00
  • Diária de viagem: R$ 1.510,00
  • Plantão (até 7 horas): R$ 1.510,00

Já de acordo com o site de empregos Catho, um fotógrafo tem uma média salarial nacional de R$ 1.444,24. Já um assistente de fotógrafo ganha em média R$ 1.036,93.

O salário do fotógrafo varia em função da especialidade e do tipo de serviço que oferece (freelancer, autônomo, empregado assalariado), além da cidade onde ele atua.

Um fotógrafo de casamentos, por exemplo, pode ganhar de R$ 2.000,00 a R$ 15.000,00 por evento. Agora um fotógrafo de animais… Depende da experiência e notoriedade!

Em síntese:

  • O fotógrafo produz suas imagens depois de um exercício de reflexão sobre a luz, o ângulo de visão, a história que ele quer contar através de sua foto. Mas ele também deve ser capaz de revelar suas fotos, editá-las em laboratório ou em um computador e vender seu trabalho. Versatilidade é fundamental.
  • Criatividade, técnica e noção de relacionamento são as três qualidades essenciais desta profissão.
  • Existem formações possíveis com bacharelado, nível tecnólogo e cursos livres.
  • Saiba que você vai receber uma salário maior nas grandes capitais. O começo da carreira do fotógrafo nem sempre é rentável; é preciso estar preparado para essa realidade. Experiência e formação são fundamentais.
Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar