"A cozinha supõe uma cabeça leve, uma mente generosa e um coração largo". Paul Gaughin

A proporção da população que provavelmente será afetada por uma intolerância ao glúten é avaliada entre 1 e 6%, de acordo com os estudos. Você pode estar inserido neste caso: seu médico detectou a doença celíaca e você está procurando maneiras de lidar com essa nova condição.

Ou, você simplesmente deseja reduzir a ingestão de glúten em sua dieta e procurar alimentos sem glúten para ajudar na digestão.

Para mudar seus hábitos alimentares, é importante saber em quais alimentos encontramos o glúten e quais alimentos são seguros para uma dieta sem glúten.

Alimentos a evitar para comer sem glúten

Como comer sem glúten? Você precisa reaprender a fazer compras!

O glúten está em toda parte e as pessoas intolerantes às vezes têm dificuldade em saber o que podem comer. O glúten é uma proteína encontrada em muitos grãos, começando com trigo, centeio, aveia e cevada. Mas o glúten também está presente na espelta e no triguilho.

Cereais e produtos amiláceos proibidos

Assim, o pão francês ou pão tradicional de cereais deve ser banido de sua dieta, bem como farinha branca, centeio, glúten, cevada (ou seja, cerveja) e espelta.

Massas, macarrão, sêmola e farinha de rosca também são feitos de trigo e são proibidos. Também diga adeus à maioria dos cereais matinais e aveia.

Mas também:

  • Pão sem fermento,
  • Torradas,
  • Donuts,
  • Bolos,
  • Doces vienenses,
  • Panquecas,
  • Waffles,
  • Biscoitos salgados ou doces,
  • Macarrão
  • Tortas,
  • Pizzas,
  • Quiches,
  • Croutons,
  • Alimentos empanados,
  • Ravioli,
  • Nhoque,
  • A lista pode se estender bastante...

Sobremesas e bebidas proibidas

Os doces são normalmente feitos com farinha ou fermento que também devem ser evitados. O glúten também é encontrado em casquinhas de sorvete e sobremesas congeladas contendo biscoito.

Nunca mais poderá comer isto? Mentira!

Esqueça a cerveja, exceto se for sem glúten (sim, não paramos o progresso!). Alguns uísques também têm glúten adicionado após a destilação... Da mesma forma, bebidas ou bebidas em pó como Tang podem conter glúten.

Detectar glúten nos rótulos

Os fabricantes hoje não são obrigados a indicar a quantidade de glúten nos alimentos e sua composição. No entanto, os produtos sem glúten têm uma logo indicando que não há glúten. Normalmente, a logo tem um desenho com uma espiga de trigo com uma barra. Um produto é considerado sem glúten quando o conteúdo de glúten é inferior a 20 mg / kg (limiar do Regulamento Europeu N ° 41/2009).

Além disso, alguns supermercados têm uma prateleira reservadas para alimentos sem glúten. Eles geralmente estão ao lado ou no mesmo local que os alimentos orgânicos.

Para comer produtos processados sem glúten, é necessário ler os rótulos. Confira aqui alguns termos que indicam a presença de glúten:

  • Amido de trigo,
  • Aroma de malte,
  • Extratos de malte, cevada ou cevada maltada,
  • Germe de trigo,
  • Óleo de gérmen de trigo,
  • Leite maltado,
  • Licor de malte,
  • Xarope de malte,
  • Xarope de glicose,
  • Farelo e trigo de aveia
  • Triticale,
  • Amylum tritici (amido de trigo em latim).

Encontre a lista atualizada no site da Associação dos Celíacos do Brasil (Acelbra).

Encontre o seu curso de confeitaria sem glúten!

Adriana
Adriana
Profe de Culinária
5.00 5.00 (4) R$70/h
1a aula grátis!
Patricia
Patricia
Profe de Culinária
5.00 5.00 (5) R$60/h
1a aula grátis!
Ana paula
Ana paula
Profe de Culinária
5.00 5.00 (4) R$30/h
1a aula grátis!
Bianca
Bianca
Profe de Culinária
5.00 5.00 (1) R$62/h
1a aula grátis!
Sara
Sara
Profe de Culinária
R$70/h
1a aula grátis!
Sabrina
Sabrina
Profe de Culinária
R$100/h
1a aula grátis!
Deborah
Deborah
Profe de Culinária
5.00 5.00 (2) R$65/h
1a aula grátis!
Aline
Aline
Profe de Culinária
5.00 5.00 (2) R$100/h
1a aula grátis!

Alimentos com glúten que você nem imagina...

O que são alimentos sem glúten? Para começar, doces podem conter glúten!

Comer frutas é a melhor opção: saudável e sem glúten

Os alimentos que contêm glúten são muito numerosos e, às vezes, não suspeitamos que eles tenham.

Pratos preparados

Os produtos industriais contêm regularmente glúten usado para engrossar pratos preparados. Portanto, se você é alérgico ao glúten, é melhor cozinhar porque o glúten pode ser encontrado em alimentos preparados, como sopas desidratadas, sopas de potinho ou molhos prontos.

A sopa de missô também contém cevada, então glúten. Molhos de pimenta e ketchup também contêm glúten...

Precisa de curso de gastronomia? Conheça algumas opções de pratos sem glúten!

Alimentos empanados ou fritos

Adeus bife à milanesa, nuggets de frango, kibe. Alimentos empanados ou fritos, muito presentes na culinária asiática, devem ser evitados.

A panificação utilizada é geralmente feita de trigo.

Chipes e batatas fritas

Você acha que batatas fritas são apenas batatas salgadas? É possível, mas nem sempre é o caso. Verifique os rótulos e evite salgadinhos com sabor especial (churrasco, frango...) que tendem a ter glúten porque são polvilhados com farinha de rosca de trigo.

Batatas fritas, exceto caseiras, também podem conter glúten. Evite especialmente as batatas e tudo o que for batata empanada ou avelãs que podem conter amido de trigo.

Embutidos

Não parece, mas mesmo os embutidos não são poupados pela presença de glúten. Felizmente, algumas marcas especificam se há glúten em seu presunto, linguiça ou bacon.

Evite, no entanto, linguiças e salsichas que geralmente são acompanhadas por glúten.

Panqueca só sem glúten...

Especiarias e caldos cúbicos

Especiarias como curry ou pacotes de especiarias prontas são frequentemente acompanhadas de glúten. Lembre-se de verificar os rótulos. O mesmo se aplica aos caldos cúbicos que contêm muitos aditivos, que podem conter glúten.

Verifique os rótulos de todas as marcas de caldos em cubos como caldos Knorr, Sazon...

Doces

Oh não, não os doces! Infelizmente, muitas confeitarias contêm glúten e esse também é o caso do chocolate, especialmente se for menos de 70% de cacau.

Leia atentamente os rótulos e prefira bombons de chocolate amargo que não contenham glúten.

Encontre um curso de culinária para cozinhar bem em qualquer situação!

O que podemos comer quando se tem a doença celíaca? Você sempre pode fazer macarrão sem glúten!

Comer japonês, é sem glúten?

Se o peixe e o arroz não são um problema, são especialmente os molhos cheios de glúten. Evite o molho shoyo que contém cevada ou trigo, além da tempura e sushi.

O sushi é feito com vinagre para umidificar o arroz e ele contém glúten.

Produtos lácteos que devemos desconfiar

Os laticínios são seguros para pessoas com doença celíaca, com exceção de iogurtes de cereais, certas sobremesas (especialmente chocolate) e laticínios leves.

Queijos para passar no pão (sem glúten, claro!) e alguns cremes gelatinosos também podem conter glúten.

Medicamentos contendo glúten

O amido de trigo é um ingrediente frequentemente usado pela indústria farmacêutica. Pergunte ao seu médico e farmacêutico se estiver fazendo algum tratamento e evite os comprimidos coloridos como aspirina, doril e os comprimidos secos como o tylenol (prefira a versão efervescente).

Outros alimentos que podem conter glúten

  • Surimi,
  • Preparações de carne ou vegetarianas (bolinhos de massa e croquetes),
  • Frutas secas que podem ser enfarinhadas,
  • Conservas cozidas no vapor podem conter glúten,
  • Pepinos: o vinagre para preservação é frequentemente o malte,
  • Os pós para energizar.

Alimentos que com certeza não contêm glúten

Para viver melhor sem glúten, você deve aprender a mudar sua dieta, mudar seus hábitos e cozinhar mais.

Uma mexerica pode ser bem apetitosa!

Alimentos que podem ser consumidos com segurança

Mesmo que a lista de alimentos a banir pareça infinita, você ainda tem muitas opções de alimentos que pode comer:

  • Produtos à base de cereais: arroz, milho, fubá, tefe, soja, tremoço, gergelim, amaranto, castanha, mandioca (tapioca), sorgo e seus derivados (farinha, amido de milho, creme de arroz, polenta, pipoca, flocos) , batatas, amido de batata, farinha de grão de bico, farinha de lentilha, farinha de coco, farinha de trigo sarraceno (sem glúten),
  • Laticínios: leite fresco, pasteurizado, U.H.T., concentrado, em pó, coalhada, leite batido, queijo cottage, mussarela, ricota, queijos (massas cozidas, fermentadas, macias ou prensadas), iogurte natural,
  • Carnes, embutidos e ovos: carne fresca e aves, natural, congelada, bife puro, miudezas simples ou cristalizadas, foie gras natural, bacon, presunto cru, todos os ovos,
  • Peixe: peixe fresco, salgado, defumado, congelado, cru, enlatado (natural, no óleo ou no vinho branco), ovos, crustáceos, moluscos frescos, congelados, naturais,
  • Produtos vegetarianos: tofu comum, tempeh, yuba (verifique o rótulo do tofu defumado).

O que um intolerante ao glúten pode comer? Pães caseiros!

Algumas dicas para cozinhar sem glúten

Para substituir a farinha de trigo, você tem várias escolhas: farinha de grão de bico, farinha de arroz, farinha de castanha... Você descobrirá sabores diferentes, mas igualmente gourmet.

Para engrossar os molhos, use amido de milho ou batatas em vez de farinha. Substitua o macarrão por arroz, quinoa, milho ou legumes. O pão pode ser comprado pronto sem glúten ou feito em casa, graças aos diferentes tipos de farinhas especializadas.

Evite produtos industriais, alimentos preparados e produtos com baixo teor de gordura, tanto quanto possível. Prefira cozinhar sem glúten e faça boas refeições caseiras.

Adicione lentilhas ou grão de bico às saladas e sopas para substituir os alimentos ricos em amido que contêm glúten.

Como você pode ver, há várias opções para quem é alérgico ao glúten. Não se preocupe, você não vai morrer de fome. Basta só um pouco de organização: pense antecipadamente o que comer para não cair na besteira de ficar com fome e acabar comendo algo que te faça mal.

Uma boa dica é andar com barrinhas de cereais sem glúten, castanhas e frutas sempre com você.

Já está preparado para comer sem glúten? Saiba por que começar!

Precisando de um professor de Culinária ?

Você curtiu esse artigo?

0,00/5, 0 votes
Loading...

Carolina

Quero aprender italiano e espanhol, mas preciso mesmo é do inglês... Leio as plaquinhas nos museus, gosto de música e de cinema dos anos 70. De agora, só o Pablo do arrocha que serve.