A proporção da população que provavelmente será afetada por uma intolerância ao glúten é avaliada entre 1 e 6%, de acordo com os estudos. Você pode estar inserido neste caso: seu médico detectou a doença celíaca e você está procurando maneiras de lidar com essa nova condição.

É importante saber também o que é falso e verdadeiro nessa dieta excluindo essa substância. É preciso realmente eliminar o glúten ou isso é só uma moda que vai passar como tantas outras?

Se você estiver entre os que não podem comer glúten, talvez esteja procurando receitas para comer.

Não se preocupe! A internet está cheia de ideias de receitas para intolerantes ao glúten ou simplesmente para aqueles que decidiram reduzir seu consumo. Aqui estão dez receitas sem glúten para testar sem demora!

Como fazer bolos sem trigo?

Por que comer sem glúten?

O glúten é um conjunto de proteínas contido no trigo e seus derivados, mas também na cevada, centeio e aveia. Quando alguém intolerante ingere glúten, seu sistema imunológico reage produzindo anticorpos que atacam o revestimento do intestino e criam lesões. Por causa delas, aparecem distúrbios digestivos, problemas na absorção de nutrientes, minerais e vitaminas.

Cuidado para não confundir alergia ao glúten com intolerância ao glúten. A alergia causa reações imunes: vermelhidão, inchaço, problemas respiratórios, edema de Quincke. Esses sintomas aparecem diretamente após a ingestão no caso de uma alergia.

Quais são os sintomas da doença celíaca?
Os sintomas variam de pessoa para pessoa, mas aqui estão os mais comuns:

  • Diarreia ou constipação,
  • Cansaço, indisposição,
  • Emagrecimento, perda de apetite,
  • Dor abdominal, inchaço,
  • Náusea, vômito,
  • Tetania,
  • Dor óssea,
  • Edema,
  • Anemia,
  • Dor de cabeça…

Esses sintomas desaparecem algumas semanas após a implementação de uma dieta sem glúten. Se não tratada, a doença celíaca pode progredir para complicações mais graves, como câncer de intestino, úlcera, infertilidade, osteoporose ou complicações neurológicas.

Nos adultos, às vezes é acompanhada de diabetes.

O que fazer quando você tem doença celíaca? Você tem que mudar seus hábitos alimentares e reaprender a cozinhar (sem glúten)!

Como você sabe se é intolerante ao glúten?

Se você tiver alguma dúvida sobre sua intolerância ao glúten, não hesite em realizar testes clínicos envolvendo testes imunológicos. O laboratório vai procurar a presença de anticorpos específicos: anti-gliadina e antitransglutaminase.

Se os testes forem positivos, o médico fará uma endoscopia para obter uma biópsia do intestino delgado. Se houver atrofia, seu médico mudará para uma dieta sem glúten por alguns meses para verificar se está ocorrendo melhora.

Depois que os sintomas desaparecerem, você pode ter certeza de que o diagnóstico está confirmado.

Preparar o bolso…

Produtos sem glúten, como massas, farinha ou bolos, são muito mais caros que os alimentos que contêm glúten. Um quilo de farinha de trigo Dona Benta custa 4 vezes mais barato que um quilo de farinha sem glúten. O preço pode subir muito mais, dependendo da farinha escolhida.

Pão é realmente essencial na alimentação?

Faça pratos saudáveis

Comer legumes e frutas todos os dias é importante para ter uma vida sã!

Portanto, é um grande aumento de custos no orçamento de quem é intolerante ao glúten… Prepare seu bolso ou pense em alternativas para substituir o glúten.

Talvez, fazer um curso de culinária sem glúten seria um bom investimento.

Adriana
Adriana
Profe de Culinária
5.00 5.00 (4) R$70/h
1a aula grátis!
Patricia
Patricia
Profe de Culinária
5.00 5.00 (5) R$60/h
1a aula grátis!
Ana paula
Ana paula
Profe de Culinária
5.00 5.00 (4) R$30/h
1a aula grátis!
Bianca
Bianca
Profe de Culinária
5.00 5.00 (1) R$62/h
1a aula grátis!
Sara
Sara
Profe de Culinária
R$70/h
1a aula grátis!
Sabrina
Sabrina
Profe de Culinária
R$100/h
1a aula grátis!
Deborah
Deborah
Profe de Culinária
5.00 5.00 (2) R$65/h
1a aula grátis!
Aline
Aline
Profe de Culinária
5.00 5.00 (2) R$100/h
1a aula grátis!

O que podemos comer sem glúten?

O pão francês ou pão tradicional de cereais deve ser banido de sua dieta, bem como farinha branca, centeio, glúten, cevada (ou seja, cerveja) e espelta.

Massas, macarrão, sêmola e farinha de rosca também são feitos de trigo e são proibidos. Também diga adeus à maioria dos cereais matinais e aveia.

Mas também:

  • Pão sem fermento,
  • Torradas,
  • Donuts,
  • Bolos,
  • Doces vienenses,
  • Panquecas,
  • Waffles,
  • Biscoitos salgados ou doces,
  • Macarrão
  • Tortas,
  • Pizzas,
  • Quiches,
  • Croutons,
  • Alimentos empanados,
  • Ravioli,
  • Nhoque,
  • A lista pode se estender bastante…

Sobremesas e bebidas proibidas

Os doces são normalmente feitos com farinha ou fermento que também devem ser evitados. O glúten também é encontrado em casquinhas de sorvete e sobremesas congeladas contendo biscoito.

Nunca mais poderá comer isto? Mentira!

Esqueça a cerveja, exceto se for sem glúten (sim, não paramos o progresso!). Alguns uísques também têm glúten adicionado após a destilação… Da mesma forma, bebidas ou bebidas em pó como Tang podem conter glúten.

Detectar glúten nos rótulos

Os fabricantes hoje não são obrigados a indicar a quantidade de glúten nos alimentos e sua composição. No entanto, os produtos sem glúten têm uma logo indicando que não há glúten. Normalmente, a logo tem um desenho com uma espiga de trigo com uma barra. Um produto é considerado sem glúten quando o conteúdo de glúten é inferior a 20 mg / kg (limiar do Regulamento Europeu N ° 41/2009).

Além disso, alguns supermercados têm uma prateleira reservadas para alimentos sem glúten. Eles geralmente estão ao lado ou no mesmo local que os alimentos orgânicos.

Para comer produtos processados sem glúten, é necessário ler os rótulos. Confira aqui alguns termos que indicam a presença de glúten:

  • Amido de trigo,
  • Aroma de malte,
  • Extratos de malte, cevada ou cevada maltada,
  • Germe de trigo,
  • Óleo de gérmen de trigo,
  • Leite maltado,
  • Licor de malte,
  • Xarope de malte,
  • Xarope de glicose,
  • Farelo e trigo de aveia
  • Triticale,
  • Amylum tritici (amido de trigo em latim).

Encontre a lista atualizada no site da Associação dos Celíacos do Brasil (Acelbra).

Encontre o seu curso de confeitaria sem glúten! Afinal, o que comer sem glúten?

Ideias de pratos sem glúten

Quais comidas não têm glúten?

Crepe de trigo sarraceno com cogumelos

Ingredientes para 4 pessoas:

  • 100g de farinha de trigo-sarraceno,
  • 1/2 copo de leite (125 ml),
  • 2 ovos
  • 30g de manteiga,
  • 200g de cogumelos de Paris,
  • 1 dente de alho,
  • 4 colheres de sopa de cerefólio picado (ou salsa),
  • Sal e pimenta

Preparação:

Para a massa:

  • Despeje a farinha e adicione os ovos,
  • Misture e dilua com leite usando um batedor,
  • Deixe descansar uma hora antes de preparar os crepes em uma panela com manteiga.

Para o recheio:

  • Corte os cogumelos e cozinhe-os na manteiga,
  • Adicione o dente de alho sem o germe e esmagado,
  • Adicione o cerefólio.

Em seguida, coloque os crepes no fogo, acrescente o recheio no centro e dobre as quatro bordas em direção ao centro para formar um quadrado. Assim você até vai querer fazer um curso de gastronomia!

Cozinha sem glúten: Hambúrguer vegetariano

Ingredientes para 6 pessoas:

  • 1 colher de café de fermento sem glúten,
  • 250 ml de leite vegetal (leite de amêndoa, avelã ou aveia),
  • 350g de farinha sem glúten (farinha de grão de bico, farinha de arroz…),
  • 30g de açúcar mascavo,
  • 2 colheres de sopa de azeite,
  • 1 bloco de tofu,
  • 6 colheres de sopa de molho de soja sem glúten (a marca Kikkomannão tem glúten),
  • 6 colheres de sopa de amêndoas inteiras,
  • 6 colheres de sopa de avelãs,
  • 1 ovo
  • 8 colheres de sopa de farinha sem glúten,
  • Sal, pimenta, pimenta em pó.

Preparação:

Para pão sem glúten:

  • Dissolva o fermento em 4 colheres de sopa de leite quente e vegetal por 15 minutos,
  • Misture a farinha, o açúcar, uma pitada de sal, o leite e o óleo e adicione o fermento dissolvido,
  • Amasse por 10 a 15 minutos (com uma batedeira ou manualmente, se você não tiver uma),
  • Cubra com um pano úmido e deixe repousar por 1h30 em temperatura ambiente (ou em um forno um pouco aquecido para acelerar o processo),
  • Faça seis bolinhas de pão com a massa para fazer seis pãezinhos e deixe inflar por mais 45 minutos,
  • Asse por 15 a 20 minutos a 180° antes de cortá-los ao meio.

Para bifes de vegetais:

  • Misture todos os ingredientes até obter uma pasta,
  • Aqueça a panela com o azeite,
  • Faça bifes com a massa (truque: faça círculos para assar bifes perfeitamente redondos).
  • Disponha o hambúrguer com tomates, salada, pepinos, maionese caseira e queijo ao seu gosto e sirva com batatas fritas assadas no forno.

Encontre um curso de culinária para brilhar em seus pratos sem glúten!

Como tirar o glúten de sua cozinha?

Dica sem glúten: evite pratos preparados

Como comer sem glúten? Esqueça os alimentos prontos a vácuo que podem conter glúten.

Uma bela salada sempre é uma boa opção

O glúten é um conjunto de proteínas encontradas em particular no trigo, aveia, centeio ou cevada (mas também espelta, entre outros). Adeus farinha de trigo, pão branco, cereais e outras massas.

O glúten também pode estar escondido em muitos alimentos!

Os produtos industriais utilizam muito o glúten, especialmente para engrossar o molho.

Por isso, ele pode ser encontrado em caldos, sopas e pratos preparados. Surpreendentemente, batatas fritas congeladas, chocolate e alguns produtos lácteos leves podem conter traços de glúten.

Decifrar os rótulos para evitar glúten

Se você realmente quiser comer biscoitos comerciais, doces das prateleiras sem glúten dos supermercados ou iogurte de chocolate, precisa aprender a decifrar os rótulos para garantir que não está comendo glúten. Quer fazer um curso de gastronomia sem glúten?

Se você tem doença celíaca (intolerância ao glúten), isso é uma questão vital. Se você é hipersensível ao glúten, pode se permitir dar uma beliscada ali, outra aqui, mas sem se jogar em uma baguete inteira.

Cozinhar!!!

A melhor maneira de evitar o glúten ainda é não consumir preparações prontas e reinvestir a cozinha para preparar apenas produtos crus.

Os gulosos podem ficar tranquilos: a dieta sem glúten pode ter muitos alimentos adaptados e várias receitas variando os prazeres.

Lindo é comer aquilo que a gente gosta!

O intolerante ao glúten deve consumir mais frutas e vegetais em grandes quantidades bem como óleos vegetais para obter os nutrientes, vitaminas e minerais necessários para uma boa dieta.

Use farinhas sem glúten

A farinha de trigo está presente em muitas preparações culinárias, mas contém glúten. Felizmente, é facilmente substituível seguindo algumas regras.

É altamente recomendável combinar várias farinhas para obter uma mistura equilibrada e um sabor mais neutro. De fato, as farinhas sem glúten têm sabores, texturas e cores muito acentuadas. Ao associá-las, é possível evitar o defeito de cada uma.

 

Precisando de um professor de Culinária ?

Você curtiu esse artigo?

0,00/5, 0 votes
Loading...

Carolina

Quero aprender italiano e espanhol, mas preciso mesmo é do inglês... Leio as plaquinhas nos museus, gosto de música e de cinema dos anos 70. De agora, só o Pablo do arrocha que serve.