Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

O que é preciso para fazer seus estudos no país de Cervantes?

De Fernanda, publicado dia 15/07/2019 Blog > Idiomas > Espanhol > Quais os passos para estudar na Espanha?

Aproximadamente 350.000 estudantes internacionais foram estudar ou fazer um estágio no exterior graças ao programa Erasmus no período 2017-2018.

E o primeiro país anfitrião é a Espanha!

As universidades brasileiras e espanholas permitem muitas trocas internacionais, mas antes de sair para uma longa estadia, é necessário se preparar.

Aqui estão os passos para ir para a Espanha para continuar a sua graduação, fazer um mestrado, uma especialização ou quem sabe obter um doutorado.

Os requisitos para estudar na Espanha

Qual visto solicitar para entrar na espanha? Quais são as condições para um brasileiro entrar e estudar na Espanha?

Todos os brasileiros que pretendem residir mais de três meses na Espanha precisam solicitar um visto.

Agora o tipo de visto que deve ser solicitado depende da duração da estadia. Caso você decida fazer algum curso de curta duração por menos de 3 meses, não há necessidade de visto; entre 3 e 6 meses, é exigido um visto temporário; e para uma estadia superior a seis meses é preciso solicitar também, além do visto, o cartão de residência para estudantes. Este cartão deve ser solicitado dentro de um mês nos departamentos de estrangeiros da Polícia Nacional.

O processo para a obtenção do visto é simples: basta fazer uma pré-inscrição em uma instituição de ensino pública ou privada que seja oficialmente reconhecida e dirigir-se ao consulado mais próximo com a carta de aceite emitida por esta instituição.

No consulado, poderá ser exigida a apresentação dos seguintes documentos para obter o visto:

  • Formulário de visto – preenchido e assinado pelo solicitante.
  • Uma fotografia 3×4.
  • Passaporte em vigor e com validade para todo o período de solicitação do visto.
  • Certificado de Antecedentes Penais.
  • Atestado médico em que conste que você não tem nenhuma doença prevista no Regulamento Sanitário Internacional.
  • Comprovante de admissão em Centro de Ensino Oficial ou legalmente reconhecido na Espanha, para realizar estudos que impliquem assistência e duração prevista não inferior a 90 dias. Isso seria a Carta de Aceite, por exemplo.
  • Diploma acadêmico ou certificado de estudos concluídos no Brasil.
  • Seguro de saúde com cobertura mínima de EUR 30.000,00 por todo o período que você for ficar na Espanha.
  • Comprovante financeiro suficiente para custear as despesas de permanência do solicitante na Espanha ou documentação de recebimento de bolsa de estudos. Os valores usados como referência são os do IPREM (Indicador Público de Renta de Efectos Múltiples). Se você não tiver pagado toda a sua estadia com antecipação, então deve demostrar que tem pelo menos 532,51 euros por mês (o 100% do IPREM no ano 2017).

Como se candidatar às universidades espanholas

Para estudantes que já estão frequentando uma universidade brasileira e desejam participar do programa Erasmus, o primeiro passo é se informar no setor de relações internacionais de sua universidade.

Segundo o portal especializado estudarfora.org:

Já para estudantes que desejam continuar seus estudos na Espanha, o trâmite deve ser realizado na Universidade espanhola escolhida. A documentação que se deve apresentar é a que solicita a própria Universidade.

As possibilidades são duas:

  • Estudantes que conseguem a validação parcial dos estudos no Brasil por 30 ou mais créditos ECTS podem prosseguir seus estudos nessa Universidade.
  • Estudantes com menos de 30 ECTS obtidos no Brasil, devem ingressar na Universidade como se iniciassem os estudos universitários.

Já quem deseja estudar uma pós-graduação pode solicitar a admissão diretamente na universidade na que estejam interessados em realizar seus estudos. Para ingressar no mestrado é necessário possuir um diploma universitário de graduação reconhecido por parte da universidade espanhola; para o ingresso no doutorado será necessário, além disso, ter cursado ao menos 60 créditos ECTS – que podem fazer parte do período de formação do programa de Doutorado ou então corresponder a um programa de Mestrado.

Além de poder estudar em espanhol, na Espanha existem muitos programas de graduação e mestrado que são desenvolvidos também em inglês. Uma opção para estudantes internacionais é realizar uma dupla graduação – sendo que nesse caso o número de créditos ECTS aumenta para 72 na média.

Encontre seu curso

Para procurar o que pode estudar na Espanha relacionado com a sua área existem dois motores de busca:

  • Buscador na ANECA onde você pode procurar em inglês ou em espanhol
  • Buscador QEDU onde a pesquisa é mais focada.

Principais bolsas de estudo na Espanha

Para conseguir estudar de graça na Espanha, a melhor maneira é se candidatar a uma bolsa de estudos. As principais são:

  • Santander Universidades;
  • Fundación Carolina;
  • Fundación Botín;
  • Asociación Universitaria Iberoamericana de Postgrado;
  • Universidad Complutense Madrid;
  • Instituto Cervantes.

Para tentar uma bolsa de estudos na Espanha, é importante que você saiba falar espanhol. Além disso, ter no currículo atividades extra curriculares também é muito bem visto pelas bancas examinadoras.

Saber o que quer fazer na universidade. Ter um projeto também é relevante pois muitos processos seletivos são feitos analisando o currículo e o projeto de estudos.

Onde estudar na Espanha? Se você ficar ilegal na Espanha, corre o risco de ser deportado! (fonte : Orange Cinéday)

O teste de idioma, necessário para estudar na Espanha

Para estudar na Espanha, muitas vezes é interessante ter provas de que você fala a língua do país, para ajudá-lo em determinadas etapas. No entanto, isso às vezes é uma generalidade, já que é bem possível se matricular em uma universidade espanhola sem falar a língua.

Além disso, embora seja aconselhável fazer aulas com antecedência, é importante saber que, em algumas cidades como Barcelona, ​​Valência ou Galícia, os professores ensinam regularmente no idioma local.

Pois bem, a realidade é essa: é possível que algumas universidades lhe peçam para justificar um certo nível em espanhol, ou mesmo uma prova de que você domina a língua de Cervantes. Para fazer isso, você pode passar por um teste de idioma como o DELE.

Este teste internacional de espanhol é organizado pelo Instituto Cervantes, online ou presencial, nas instalações da universidade. Emitido pelo Ministério Espanhol de Educação, Cultura e Esportes, é reconhecido como um diploma internacional e oficial.

Claro, tudo isso tem um custo, e dependendo do nível do aluno (do nível A1, o nível mais básico C2, quase bilíngue), o preço deste teste na Espanha varia de 108 € a 207 €. Estes níveis são definidos pelo Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QECR).

Se você deseja fazer isso, saiba que há poucas sessões disponíveis. No Brasil, por exemplo, as instituições autorizadas a aplicar o teste promovem poucas sessões no ano. O DELE é equivalente ao TOEFL e pode, portanto, tornar-se rapidamente uma formalidade que deve ser motivo de preocupação antes de sair para estudar na Espanha.

Afinal, não se esqueça que uma vez sentados nos bancos da Universidade espanhola, você será avaliado do mesmo jeito que os espanhóis! Vamos lá, coragem, você vai chegar lá!

Os processos burocráticos espanhóis

Como conseguir viver como um espanhol? Chegar à Espanha também é ficar perdido na vida cotidiana, desde a atividade mais básica até a mais fundamental do seu estilo de vida estudantil.

A vida na Espanha é como a vida no Brasil: cheia de instituições, procedimentos administrativos e formalidades, que devem ser conhecidas antes de mergulhar na grande aventura estudantil.

Um dia a dia de sucesso é a garantia para se integrar melhor desde o início, e ele passa por pequenos detalhes que tornam o estilo de vida do aluno mais fluido, mais fácil e muito menos complicado.

Abra uma conta bancária

Abrir uma conta bancária como estudante na Espanha é relativamente fácil. A lei espanhola não traz grandes dificuldades aos estrangeiros residentes no país para tal.

Para os estrangeiros residentes, além dos requisitos próprios de cada banco, as entidades bancárias solicitam:

  • Uma cópia do passaporte;
  • Comprovante de que possui um domicílio na Espanha;
  • NIE (número de identificação de estrangeiro). Caso você tenha que abrir sua conta bancária antes de ter seus documentos, você poderá solicitar a abertura da conta como não residente e depois, quando já tenha seu NIE, trocá-la para um conta bancária de residentes.
  • Documento que comprove sua situação de trabalho ou de desemprego.
  • Documento que comprove sua situação estudantil.

Na Espanha existem diversos Bancos (bem mais que no Brasil), com vantagens e desvantagens, abaixo seguem as principais entidades bancárias onde é possível abrir conta com mais facilidade.

  1. UNICAJA.ES
  2. LACAIXA.ES
  3. BANCOPOPULAR.ES
  4. BANKINTER
  5. BANCO SABADELL
  6. BBVA

Compras

Os supermercados espanhóis são totalmente tradicionais, e você não será fundamentalmente perdido.

No entanto, a diferença real será na organização, um pouco mais caótica, mas também nos horários. Porque na Espanha, os supermercados abrem bem tarde, até pelo menos as 21h. Além disso, muitas mercearias ficam abertas a noite toda, o suficiente para satisfazer todos os seus desejos de estudante.

Para quem não pode gastar muito, não hesite em procurar o Dia, Lidl ou Mercadona, este último sendo o mais típico, onde você vai encontrar tudo que precisa, a um preço acessível.

Mais caro, o Hipercor irá garantir que você encontre pequenos presentes para oferecer aos seus novos amigos.

Em suma, longe de tapas, vinho tinto, flamenco e terraços ensolarados, a vida de estudante na Espanha também é sinônimo de formalidades, administração e pequenos detalhes que, quando dominados, dão um significado mais natural para o seu ano na universidade, para se preocupar apenas com o essencial: estudar!

Então, quando você vai encarar a aventura do ensino superior na Espanha?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...
avatar