Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Os 15 monumentos espanhóis imperdíveis

De Fernanda, publicado dia 30/09/2019 Blog > Idiomas > Espanhol > Top dos edifícios mais belos da Espanha

“Uma viagem transcorre sem motivos. Ela não demora muito para provar que é auto-suficiente.” – Nicolas Bouvier

Com nada menos que 41 edifícios culturais tombados como Patrimônio Mundial da UNESCO, a Espanha tem muito para atrair turistas durante todo o ano com suas riquezas históricas e culturais. Zaragoza, Barcelona, Madri, Segóvia: muitas são as cidades da Espanha que durante suas férias poderão encantá-lo por seus numerosos edifícios históricos e culturais.

Desde a Alhambra de Granada até a Abadia de Montserrat na Catalunha, aqui estão os mais belos monumentos a visitar para tornar sua viagem à Espanha um sucesso.

A Alhambra de Granada

As cidades medievais sempre atraem turistas apaixonados por história e cavaleiros. Para jovens e idosos, Granada não decepciona ninguém. Cidade da Andaluzia, perto das montanhas de Sierra Nevada, você vai encontrar muitos monumentos para visitar por lá, como a Alhambra ou as inúmeras fontes da cidade. Um de seus bairros, o Albaicin, também é um Patrimônio Mundial da UNESCO.

Centro Cultural Árabe e Católico, Granada é marcada pelo seu passado. Enquanto caminhamos pelas ruas, ainda podemos ver os traços da arquitetura medieval, mas também o renascimento e o estilo oriental que há muito tempo atrai visitantes do mundo inteiro. Seja em uma exposição, um festival, um concerto ou apenas para passar umas férias excelentes, Granada é um destino altamente recomendado!

A Alhambra, classificada como um Patrimônio Mundial da UNESCO, é um dos principais monumentos da arquitetura islâmica e um dos mais visitados na Espanha. Os turistas param ali para contemplar os jardins, mas também as diferentes partes do monumento que nos fazem mergulhar na história cultural da Espanha. Os visitantes também podem admirar as montanhas da Sierra Nevada.

Como visitar Granada? A Alhambra, uma bela testemunha da arquitetura islâmica.

Impossível não admirar este belo monumento se você quiser explorar as redondezas da Andaluzia. A cidade de Granada também irá surpreendê-lo tanto quanto a Alhambra.

Basílica da Sagrada Família em Barcelona

Se você visitar a cidade espanhola de Barcelona durante a temporada de verão é provável que veja mais turistas do que espanhóis. Em geral eles costumam fugir da cidade no verão para evitar o fluxo excessivo de visitantes, mas também para visitar outras cidades de litoral e se refrescar com o calor intenso da região.

De fato, embora esteja localizada no litoral e ter uma praia, Barcelona é uma cidade extremamente quente no verão. Mas isso não impede que você aproveite as ruas festivas da cidade, a Sagrada Família ou sua arte catalã.

No coração de Barcelona, ​​a Basílica da Sagrada Família é uma das obras mais famosas de Gaudí. Curioso ressaltar que as obras ainda estão em curso desde que Basílica começou a ser erguida em 1882, e que será concluída apenas em 2026 no que diz respeito à sua estrutura principal (segundo estimativas).

De fato, as obras são apenas financiadas graças a doações e entradas de visitantes. Mas o fluxo de visitas dos últimos anos, que fez dela o monumento mais visitado na Espanha, financiou uma grande parte das obras atuais.

Portanto, há esperança de que um dia a Sagrada Família seja concluída!

Faça um curso de espanhol online!

Mesquita de Córdoba

Ainda na bela região da Andaluzia, Córdoba é uma cidade que passou por muitas mudanças. Depois de ser uma importante cidade do Império Romano, se tornou, na Idade Média, uma grande cidade islâmica.

Uma história que se revela quando você admira, por exemplo a antiga mesquita, a Mezquita, construída em 784. Você pode então observar as influências bizantinas do edifício, que foi convertido em uma igreja católica pouco antes do Renascimento. Símbolo da arte islâmica, você vai vê-lo depois de atravessar a famosa calleja de las Flores.

A Plaza de la Corredera, o Palácio de Viana, a Plaza de las Tendillas…: o circuito turístico de Córdoba não será tédio algum durante a sua estadia na Espanha!

Construída como mesquita em 786 e depois transformada em uma catedral em 1523, a Mesquita de Córdoba é sem dúvida um paraíso arquitetônico que irá deslumbrar seus olhos.

Como a Alhambra de Granada, a Mesquita de Córdoba é um dos principais monumentos da influência islâmica na Espanha. Por todos esse motivos, listada como Patrimônio Mundial da UNESCO, é possível admirar a mais emblemática arte hispano-muçulmana e seus os sumptuosos jardins. Não se esqueça da sua câmera!

Faça um bom curso de espanhol!

Catedral de Santiago de Compostela

Com uma fachada barroca, esta catedral românica, construída entre 1098 e 1738, é o ponto de encontro de uma das maiores peregrinações cristãs. Todos os anos, milhares de caminhantes ou outros viajantes vêm para descobrir este edifício da Galiza, que contém o túmulo de Saint-Jacques, um apóstolo que se encarregou de evangelizar uma grande parte da Península Ibérica.

Muitos visitantes curiosos entram na catedral para descobrir o destino dos peregrinos na estrada para Santiago de Compostela. Em silêncio, você descobrirá o segredo da grande peregrinação.

Catedral de Burgos

Listada como Patrimônio Mundial da UNESCO, como muitos dos monumentos dessa lista, a Catedral de Burgos é notável por seu estilo gótico. Construída entre 1221 e 1765, abriga os túmulos de Rodrigo Diaz de Vivar e sua esposa Jimena.

É uma das maiores catedrais do país, logo após das de Toledo e de Sevilha. Suas diferentes esculturas fazem dela um verdadeiro museu para os visitantes da bela cidade de Burgos.

Alcázar de Segóvia

Segundo a lenda, o castelo, digno dos mais belos contos de fadas, teria servido de inspiração para o famoso conto da Bela Adormecida. Localizado perto de Madrid, este castelo tem um estilo incrível. Alternadamente ao logo dos anos serviu como fortaleza, palácio real, prisão e academia militar.

Do alto da colina, o monumento tem vista para todos os arredores. É, portanto, um lugar ideal para admirar as paisagens da Espanha longe da agitação da capital espanhola.

Quais as melhores cidades ara visitar na espanha? Por que visitar Segóvia? Mergulhe nos contos de fadas conhecendo o Alcázar!

Catedral de Palma de Maiorca

Palma de Maiorca, nas Ilhas Baleares, no Mar Mediterrâneo, não é apenas uma cidade de festas, clubes e bares de todos os tipos. Embora as famosas baladas locais sejam uma realidade, há todo um outro universo quando você se afasta do centro.

Um local onde o charme da cidade antiga preserva todas as suas riquezas e impressiona os amantes de lugares mais tranquilos. Este bairro é chamado de Casco Antiguo. Você vai encontrar pequenas ruas charmosas, além do lado selvagem da praia.

Não perca a catedral gótica de Santa Maria, que é de tirar o fôlego!

A Catedral de Palma de Maiorca é um monumento gigantesco também chamado de A Seu ou de Catedral de Santa Maria. Construído no século 13, tem vista para a cidade e foi construído perto do Mediterrâneo. Se você estiver na ilha, a visita é imperdível: mas fique tranquilo, pois é impossível passar batido por ela!

Você pode também aproveitar para admirar a capela construída por Miquel Barceló. A oportunidade de fazer uma pausa entre duas noites na Espanha e descobrir a ilha de outra maneira.

Catedral-Basílica de Nossa Senhora do Pilar

No coração da região de Aragão, a Basílica de Nossa Senhora do Pilar é um edifício religioso dedicado à aparição da Virgem. Ela teria aparecido em cima de uma coluna diante do apóstolo Tiago. Por esta razão, a basílica também é famosa por ser o destino de uma peregrinação cristã.

Se você visitar a bela cidade de Zaragoza, não se esqueça de pôr os pés nesta catedral cuja arquitetura irá deslumbrá-lo.

Quer fazer um curso de espanhol?

Teatro Romano de Mérida

O Teatro Romano de Mérida é um monumento que faz parte do conjunto arqueológico da cidade. É um dos maiores sites da Península Ibérica e testemunha a grande cidade antiga de Augusta Emerita.

O teatro foi construído no ano 16 ou no ano 15 aC. Como todos os teatros romanos, sua inclinação lhe oferece uma acústica maravilhosa, ainda hoje explorada para os espetáculos da cidade. Com 3 000 espectadores, shows de música e outros festivais podem desfrutar de uma qualidade de som incrível.

A Giralda em Sevilha

Sevilha é certamente uma das cidades que mais pensamos quando o assunto é Espanha. Capital da região autônoma da Andaluzia, a cidade é formada por belas ruas de pedestres e monumentos históricos inspirados na arquitetura mourisca, como o Real Alcázar.

Depois de visitar a Plaza de España, visite o sítio arqueológico de Itálica ou o monumento do Parque Maria Luísa. Muitos passeios são possíveis por lá: aproveite plenamente os raios de sol do sul da Espanha.

Por fim, uma boa dica é curtir uma noite agradável nos bares de tapas da cidade para sentir a atmosfera muitas vezes estudantil, enquanto desfruta de um show de flamenco.

A Giralda oferece aos seus visitantes o ponto mais alto de vista da cidade de Sevilha. A cidade decidiu proibir qualquer construção maior que o antigo minarete da grande mesquita andaluza. Esta última se tornou uma catedral logo após a Reconquista. A Giralda é então transformada em um campanário, misturando o estilo espanhol com o estilo islâmico, revelando em particular suas características próprias da arte almoáda.

Lá de cima, você pode admirar toda a antiga cidade da Andaluzia e se deleitar com a bela paisagem. Em Sevilha, aproveite também para conhecer o belo Alcázar.

A Cidade das Artes e das Ciências de Valência

O que visitar na Espanha? O que visitar na Andaluzia? Venha descobrir a Cidade das Artes e das Ciências em Valência!

Os amantes de paella certamente vão apreciar Valência. Segundo reza a lenda, você consegue encontrar as melhores receitas da especialidade espanhola nesta cidade da comunidade valenciana. Mas a paella não é a única razão para ir a Valência.

A cidade é notavelmente conhecida por sua Cidade das Artes e Ciências, que abriga três temas principais: ciência, artes e natureza. A cidade apresenta uma doce mistura de pequenas ruas de estilo oriental e arquitetura moderna que cativam a maioria dos turistas que passam ou se instalam e que não deixam de aproveitar o Mercado Central para descobrir as especialidades e produtos da região.

Real orgulho arquitetônico da cidade de Valência, a Cidade das Artes e das Ciências é um monumento moderno que se destaca no charme da cidade antiga. O conjunto arquitetônico, projetado por Santiago Calatrava e Félix Candela, é futurista e ocupa nada menos que 350.000 m2 na cidade. Todos estes edifícios incluem um planetário, um museu de ciências, um jardim botânico, um oceanário, um espaço para arte e música, uma ponte e uma praça coberta.

Inaugurada em 1998, esta cidade merece uma visita caso você esteja em Valência! Você vai ser capaz de mergulhar no mundo da ciência e da arte durante suas férias e então enriquecer sua cultura geral. E não entre em pânico caso você não fale muito bem o espanhol: basta levar seus guias de turismo e aproveitar o passeio.

O Museu Guggenheim de Bilbao

O Museu Guggenheim é um museu de arte contemporânea projetado pelo famoso arquiteto Frank Gehry. Aberto ao público desde 1997, o museu exibe, no coração do País Basco, as maiores obras de Richard Serra ou Jeff Koons. A arquitetura do prédio é notável. Feito de pedra, titânio e vidro, o museu impressiona os muitos visitantes que admiram a construção e também as obras de arte que ela abriga. Este monumento contemporâneo também contribuiu para a notoriedade da cidade espanhola.

Encontre o seu curso de espanhol aqui.

Casa Milà em Barcelona

A cidade de Barcelona é claramente marcada pela arquitetura de Gaudí. Depois de conhecer a Sagrada Família, uma boa dica é fazer um passeio em frente à Casa Milà. Este edifício, também chamado de “La Pedrera”, foi construído entre 1906 e 1910 e é hoje classificado como Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Moderna e barroca, a casa marca a paisagem urbana pela sua originalidade digna do grande mestre espanhol. O trabalho arquitetônico não foi muito bem recebido pela prefeitura e seus habitantes durante a construção. Um século depois, “La Pedrera” é um dos pontos turísticos mais populares da cidade.

Palácio Real de Madri

No coração do país, Madrid é o centro nervoso da Espanha. Como capital, ela desempenha bem seu papel de cidade grande, com grandes avenidas…. E principalmente com grandes engarrafamentos! Mas, felizmente, Madri também oferece um belo cenário para seus habitantes graças a muitos parques à imagem do Parque do Retiro.

Qual cidade visitar na Espanha? A capital espanhola não carece de parques para aproveitar o sol.

Na cidade você também pode descobrir belos museus, como o Museu do Prado, onde você pode admirar obras de Dalì, Goya ou Velasquez, mas também o Museu Reina Sofia, para dar uma olhada em uma das maiores obras de Picasso (em todos os sentidos da palavra): Guernica.

Na capital espanhola, você pode admirar o famoso Palácio Real. Com mais de 3.000 quartos e amplos jardins, este palácio é o maior da Europa Ocidental. Embora seja oficialmente a residência do rei, na verdade só hospeda visitas oficiais e abriga uma grande coleção de obras de arte.

Construído durante a segunda metade do século XVIII, ocupa nada menos do que 135.000 m2. Um monumento imperdível no coração da cidade! É um dos monumentos mais visitados da Espanha.

O que conhecer na Espanha? Por que visitar o Palácio Real? O edifício abriga uma grande variedade de obras de arte.

El Escorial

A 45 quilômetros de Madrid, encontramos também San Lorenzo de El Escorial e o respectivo complexo. O El Escorial é composto por uma praça simétrica com quatro torres que abrigam dois palácios, um mosteiro e uma biblioteca. O complexo prima pela sua riqueza. Tendo sido construído no século XVI por Filipe II de Espanha, ali encontramos algumas das mais importantes obras de autores italianos e espanhóis e uma das coleções de tapeçaria maiores da Europa.

É no Panteão dos Reis, no El Escorial, que estão sepultados alguns monarcas espanhóis e das casas da Áustria e Boourbon.

Abadia de Montserrat

Na Catalunha, no maciço montanhoso de Montserrat, a Abadia de Montserrat recebe visitantes e peregrinos de todo o mundo. Construído no século IX, a abadia foi erguida no mesmo lugar de uma aparição.

Hoje, o monumento abriga um museu de pintura catalã moderna, mas também uma vida monástica composta por sessenta monges. Além da recepção dos peregrinos, oração e recolhimento fazem parte da vida cotidiana da abadia. Nas montanhas, este edifício religioso irá seduzi-lo!

Ronda

Situada no coração da Andaluzia, a pequena cidade de Ronda pode ser considerada como patrimônio histórico e está entre as mais bonitas cidades da Espanha. O vilarejo é procurado por viajantes que estão em busca do charme histórico das cidades medievais. Descubra as ruas estreitas em pedra de La Ciudad, o bairro histórico de Ronda, e a Praça de Touros, uma das maiores e mais antigas do mundo: foi lá que no século 18, a atividade passou a ter o status de arte. La Ciudad está ligada ao resto da cidade por uma construção famosa e muito visitada, uma espécie de ponte medieval com vários metros de altura, entre dois desfiladeiros.

Onde e como encontrar alojamento na Espanha?

Para encontrar o alojamento perfeito para a sua estadia na Espanha, você pode começar dando uma olhada nos sites de comparação como o Booking. Mesmo se você não fizer uma reserva final, você terá uma ideia das tarifas cobradas na cidade onde deseja ir. Muitas vezes, o site oferece descontos para atrair clientes e, às vezes, isso pode valer a pena.

Se você não encontrar o que procura, continue sua pesquisa em plataformas como Airbnb, couchsurfing, etc. Airbnb é uma das maiores plataformas de reservas para acomodação de férias. Você será capaz de encontrar tudo. Alojamento original, casa inteira, sala privada, etc individual ou em grupo… Isso é muitas vezes muito vantajoso.

Por fim, você também pode pesquisar o local que deseja visitar. Digitando o nome da cidade ou região onde você quer ir, e adicionando o tipo de acomodação que você está procurando, você certamente encontrará sua felicidade.

Leve em conta a época da viagem para definir um bom orçamento espanhol

Por que ir a Espanha em setembro para pagar menos? Viajar em abril ou em meados de agosto não é a mesma coisa quando se trata de valores para visitar a Espanha!

E sim, é um fato, e todos nós sabemos, uma semana de férias na Costa Brava custará muito menos em novembro do que em meados de agosto. A Espanha é um país com muitas praias, tornando este destino muito popular entre os turistas durante os meses de verão.

Claro, alguns destinos como Barcelona ​​ou as Canárias são mais famosos do que uma pequena cidade catalã, e praticam preços mais altos. Mas, em média, a Espanha é um país relativamente acessível.

Deve-se notar também que, entre os períodos mais caros para viajar na Espanha, a Semana Santa é totalmente ancorada no verão, e aumenta significativamente os preços de cada atividade. Para economizar mais, escolha o mês de maio, junho ou setembro.

Assim, você vai desfrutar da doce vida de Córdoba, Lanzarote ou Toledo, sem ter o inconveniente de uma viagem em família que se transforma em um colapso nervoso em meados de agosto.

Nesses momentos, os hotéis geralmente oferecem grandes promoções. Ideal para desfrutar de um estabelecimento que não teríamos acesso normalmente!

Além disso, certas despesas permanecem fixas ​​em qualquer época do ano: o café da manhã do hotel custará entre 3 € e 5 €. E sim, comer é importante, especialmente nas férias!

Quanto gastar no total dessa viagem?

O orçamento de cada viajante varia de acordo com a maneira de viver suas férias. Um mochileiro não gasta a mesma quantia que um viajante de luxo. No entanto, é possível prever valores de acordo com os hábitos de cada um.

Um viajante individual gasta em média 75 euros por dia de viagem. Isso pode diminuir se ele dormir de graça graças ao couchsurfing, um site que permite que você durma em casa de locais sem gastar um centavo.

Como casal, você deve gastar menos, pois pode dividir um quarto ou alugar um carro para se locomover. Por isso, contamos com cerca de 65 € por dia e por pessoa.

Um viajante de luxo gasta cerca de 250 € por dia, enquanto um mochileiro pode gastar cerca de 40 € por dia.

No total e por uma semana de estadia na Espanha, aqui está o que você deve estar disposto a gastar:

  • Orçamento para o viajante econômico: 300 €
  • Viajante com orçamento médio: 500 €
  • Viajante com orçamento de luxo: 1500 €

¡Buen viaje!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar