O Império Mongol deve sua fama, em grande parte, a Genghis Khan, um homem cuja lenda se baseia no fato de que ele teria matado mais de um milhão de pessoas em uma hora e gerado tantos filhos que, hoje em dia, acredita-se haver cerca de dezesseis milhões descendentes seus do sexo masculino.

Mas, além de tais números serem praticamente impossíveis, os mongóis representam muito mais que a figura desse homem tão violento e mulherengo. Em nossa aula história de hoje, vamos entender por que seu sucesso imperial foi tanto que conquistaram e governaram o maior império contíguo da história do mundo. Ele se estendia desde Pequim, no Pacífico, a leste, até Danúbio e o Golfo Pérsico a oeste.

Aqui, você vai encontrar todas as informações essenciais sobre a dinastia de Genghis Khan. Portanto, se você estiver estudando esse tópico em seu curso de história ou se simplesmente ficar interessado em saber mais sobre as tribos nômades e os guerreiros que ajudaram a construir o mundo moderno, é só acompanhar a leitura.

Os melhores professores de História disponíveis
Luiz mário
5
5 (11 avaliações)
Luiz mário
R$55
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Núbia
5
5 (14 avaliações)
Núbia
R$50
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Bruna
5
5 (12 avaliações)
Bruna
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Vanessa
5
5 (20 avaliações)
Vanessa
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Letícia
5
5 (16 avaliações)
Letícia
R$45
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Fernanda
5
5 (9 avaliações)
Fernanda
R$30
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Eduardo
5
5 (12 avaliações)
Eduardo
R$22
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Victor
5
5 (12 avaliações)
Victor
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Luiz mário
5
5 (11 avaliações)
Luiz mário
R$55
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Núbia
5
5 (14 avaliações)
Núbia
R$50
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Bruna
5
5 (12 avaliações)
Bruna
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Vanessa
5
5 (20 avaliações)
Vanessa
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Letícia
5
5 (16 avaliações)
Letícia
R$45
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Fernanda
5
5 (9 avaliações)
Fernanda
R$30
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Eduardo
5
5 (12 avaliações)
Eduardo
R$22
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Victor
5
5 (12 avaliações)
Victor
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Vamos lá

Aula de história sobre cronologia do Império Mongol

Então, voltamos ao famoso Genghis Khan, o verdadeiro criador do Império Mongol. Ele nasceu por volta de 1162, em Delun Boldaq, um assentamento perto de Ulan Bator, a moderna capital da Mongólia.

Sabemos que ele levou o Império Mongol a ser o maior do mundo de todos os tempos, contando que, em seu ápice, chegou a cobrir a grande extensão de 9 milhões de milhas quadradas. Os mongóis eram principalmente nômades, o que significa que não tinham um assentamento permanente específico. Mas com o crescimento do império, eles desenvolveram capitais em Caracórum, Avarga e Cambalique, cidade que atualmente é Pequim.

Genghis Khan declarou o império em 1206 e, somente após meio século de sucesso absoluto, o sistema político começou a se fragmentar. Tanto que, ao longo do final do século XIII, o então império lentamente foi se dividindo em quatro partes: a Horda de Ouro, a Dinastia Yuan, o Canato de Chagatai e o Ilcanato. Em 1924, todas elas eram razoavelmente estáveis.

Imagem da Criméia
A Horda de Ouro esteve presente na Criméia.

Entretanto, tais sistemas lutariam entre si mais tarde, devido à sua independência política, que teria levado ao declínio individual e progressivo. O Yuan deixou de existir em 1368 e o Ilcanato, em 1375. Enquanto isso, a Horda de Ouro se dividia em duas partes (na Criméia e no Casquistão), terminando em 1783 e 1874, respectivamente.

História curso sobre o Império Mongol

Antes de ganhar o título de Khan (ou imperador), Ghengis era conhecido como Temüjin, e vinha de uma família de khans que governava um estado considerado o predecessor do Império Mongol. Depois de muitos anos de luta entre diferentes tribos nas planícies da Mongólia, Ghengis conseguiu uní-los por meio de conquistas ou alianças. As mais importantes foram os Merquites, Naimanos, Keraites, Tártaros e Uigures, incluindo algumas tribos turcas.

Em 1206, Ghengis deu a si mesmo o título de Supremo Khan de todos os mongóis e, partindo dessa posição de único governante, começou a trabalhar para conquistar o mundo. Essa ambição específica não fazia parte do pensamento mongol e, acredita-se que tal filosofia teria vindo da cultura chinesa.

Os melhores professores de História disponíveis
Luiz mário
5
5 (11 avaliações)
Luiz mário
R$55
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Núbia
5
5 (14 avaliações)
Núbia
R$50
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Bruna
5
5 (12 avaliações)
Bruna
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Vanessa
5
5 (20 avaliações)
Vanessa
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Letícia
5
5 (16 avaliações)
Letícia
R$45
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Fernanda
5
5 (9 avaliações)
Fernanda
R$30
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Eduardo
5
5 (12 avaliações)
Eduardo
R$22
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Victor
5
5 (12 avaliações)
Victor
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Luiz mário
5
5 (11 avaliações)
Luiz mário
R$55
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Núbia
5
5 (14 avaliações)
Núbia
R$50
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Bruna
5
5 (12 avaliações)
Bruna
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Vanessa
5
5 (20 avaliações)
Vanessa
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Letícia
5
5 (16 avaliações)
Letícia
R$45
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Fernanda
5
5 (9 avaliações)
Fernanda
R$30
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Eduardo
5
5 (12 avaliações)
Eduardo
R$22
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Victor
5
5 (12 avaliações)
Victor
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Vamos lá

O governo e o poder da Mongólia

Mas o império de Ghengis Khan não se resumia a cavalgar e declarar pactos de irmãos de sangue, como aconteceu a oeste. No lugar disso, precisava - e gostava - de um sistema de governo que pudesse manter o seu poder sobre uma área tão extensa da Terra.

Vitórias militares

A pedido de Ghengis Khan, exércitos foram enviados a todas as direções ao mesmo tempo com o objetivo de lutar em todas as fronteiras do império. Suas vitórias, sempre constantes, deram a eles a reputação de sanguinários. Mais tarde, em 1220, os mongóis conquistaram a Ásia Central, da Sibéria ao Irã, e o Afeganistão.

Parte dos exércitos mongóis, entretanto, continuaram no Oriente Médio. Já conversou sobre isso com o seu professor de história? Eles capturaram a Turquia, a Síria e o Iraque, com o famoso cerco de Bagdá, a então capital do Islã, em 1258. Eles continuaram pela Europa, na Polônia, Croácia, Hungria, República Tcheca e Áustria, sendo que Polônia, Hungria e Bulgária foram derrotadas em 1242.

Imagem de Bagdá

Todas essas campanhas militares levaram a um deslocamento massivo de pessoas. A família de Osman I, o primeiro líder do Império Otomano, fez parte da migração de pessoas que fugiam dos mongóis. Mas isso é assunto para outra aula de historia geral.

China

Um dos grandes feitos dos mongóis foi a conquista de grande parte do Norte da China, em um período que durou cerca de 60 anos. Em 1269, quando Kublai khan (o quinto grande khan) estabeleceu a Dinastia Yuan em Cambalique, toda a China ficou sob o domínio de um estrangeiro pela primeira vez na história. Muitos dos chineses dos territórios conquistados foram, inclusive, alistados para lutar em novas invasões mongóis.

Poder político

O sistema político mongol era baseado na liderança exclusiva do khan, que era apoiado por sua família. Com uma base étnica tão diversa, devido às terras que foram conquistadas, a lealdade a uma figura foi reforçada, com o intuito de diminuir o potencial de rebelião. Promoções, recompensas e poder foram dados com base no mérito, e as aristocracias dos territórios conquistados eram deixadas de lado.

Os mongóis agora são conhecidos por uma razão, além de serem guerreiros impressionantes. Você vai ouvir sobre isso se fizer cursos de história. Eis a liberdade religiosa que eles prometeram a todas as pessoas que conquistaram, de budistas, a muçulmanos e judeus. Os líderes de diferentes grupos religiosos e étnicos eram parte de um conselho que procurava fazer jus às particularidades de cada grupo.

Em toda a extensão do Império Mongol, as leis foram definidas pelo Grande Yassa, uma vertente que praticamente se perdeu na história, mas que acredita-se ter uma qualidade semirreligiosa. Essa questão definia um comportamento, e muitos crimes eram punidos com a morte. Em um exemplo extremo, podemos dizer que se um soldado não pegasse algo deixado cair por uma pessoa à sua frente, poderia ser morto.

No que parece ser um par de conquistas incrivelmente modernas, os mongóis tinham um dos primeiros sistemas de passaportes internacionais, bem como um serviço de mensagens (conhecido como yam), que era incrivelmente rápido.

Curso de história - As conquistas do Império Mongol

Troca

Os mongóis fortaleceram a estabilizaram a famosa Rota da Seda, uma rota comercial que ligava o leste ao oeste, estendendo-se de Pequim e Xangai até Anatólia. A isenção de impostos foi concedida aos comerciantes que quisessem fazer uso dessa rota. Marco Polo, famoso comerciante italiano, foi uma das pessoas que tirou proveito desse sistema. Diz-se que ele ficou muito impressionado com o sistema de papel-moeda que vigorava em todas as partes do Império Mongol.

Rota da Seda
A criação da Rota da Seda representou um importante marco no Império Mongol.

A Pax Mongolica (ou paz mongol) foi o período de paz do qual o continente gozou após as conquistas da Mongólia, e que se beneficiou da estabilidade cultural e política que o império unificado oferecia. Como toda a Rota da Seda estava sob o domínio mongol, o comércio floresceu e espalhou enormes quantidades de tecnologias, recursos e cultura, da China até a Grã-Bretanha.

Cultura, ciência e tecnologia

Embora o Império Mongol não seja conhecido pela quantidade de seus artefatos artísticos (muitos deles agora perdidos), entende-se que a aristocracia mongol era uma patrocinadora entusiasta das artes nos territórios que estavam sob o seu controle. Na gestão de Ghengis, por exemplo, arquitetos, joalheiros e pedreiros, foram todos encorajados a se mudar para a então capital, Caracórum, a fim de desenvolver a sua arte por lá.

Em diferentes partes do império (no Afeganistão, na China sob a Dinastia Yuan e na Horda de Ouro), o sistema mongol e sua paz forneceram as condições sob as quais os artistas puderam continuar o seu trabalho. Acredita-se que o próprio Ghengis estava muito entusiasmado com o estudo das diferentes culturas sob seu domínio.

Uma tecnologia desenvolvida pelos mongóis que provou ser essencial para a conquista de grandes áreas de território, foi o estribo, que permitia que cavaleiros ficassem em pé em seus cavalos.

O Império Mongol em decadência

Sucessão e fragmentação

Após a morte do quarto khan, Möngke (que não deixou herdeiros), em 1259, as disputas pela sucessão à posição de imperador levaram à guerra civil. Após a Guerra Civil Toluidina, que durou até 1264, e uma série de outras guerras, o império se fragmentou em quatro entidades separadas.

Essas foram severamente enfraquecidas e, ao longo dos séculos, diferentes poderes aproveitaram-se de tal fraqueza. A Dinastia Yuan foi finalmente destruída pelos chineses Ming (predecessores da Dinastia Qing), enquanto a Horda de Ouro foi derrotada pelo Império Russo. O Império Britânico acabaria então por derrotar o que restou dos Chagatai.

Tendo mudado de um estilo de vida nômade para o sedentário, acredita-se que foram transformações como essa que levaram à queda das novas dinastias mongóis. A Horda de Ouro, o mais nômade dos quatro fragmentos, foi a que durou mais por esse fato preciso.

Praga

Pode ser que você já tenha ouvido em seu historia curso que a Peste Negra devastou a população mongol, ao passar pela Rota da Seda. O Império Ilcanato, por exemplo, foi destruído pela peste, já que o khan Abu Sa'id morreu pela doença, junto com todos os seus filhos. Daí até a desintegração total do Ilcanato, foi bem rápido.

Retrato Genghis Khan
O Império Mongol teve sua ascensão graças a Genghis Khan.

Agora nossa aula de história de hoje chegou ao fim. Mas não deixe de acompanhar nosso blog para entender também o Império Romano e tantos outros que fizeram parte da nossa história.

 

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou desse artigo? Deixe uma nota!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Quando não há mais nada a dizer, escrevo!!!