Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Conheça nossas dicas de obras para aprender a tocar piano

De Fernanda, publicado dia 16/10/2017 Blog > Música > Piano > Os melhores livros para aprender a tocar teclado

Quando você está aprendendo piano, é claro, você precisa recorrer a uma boa quantidade de livros didáticos. Livros que apresentam os conceitos básicos fundamentais para progredir nos estudos.

Podemos dizer que este é o suporte número um para suas aulas de piano.

Quer se tornar um Radu Lupu? Existem dezenas de livros para começar a estudar o piano, com as mais diversas metodologias e abordagens.

Vamos conhecer algumas dicas e dar uma olhada nos livros que existem no mercado?

Onde encontrar os melhores livros para começar o piano?

Como estudar para aprender teclado? Os materiais didáticos podem ser de grande valia para seus estudos! Descubra quais são as melhores metodologias em livros.

Existem muitos lugares onde você pode encontrar livros de estudos. Podemos afirmar que existem dois tipos de pianistas que usam esses materiais. Há aqueles que desejam aprender o piano sozinhos, e aqueles que escolheram progredir ao lado de um professor. E, dependendo da orientação escolhida, os livros serão necessariamente diferentes.

Você pode encontrar esses livros tanto em livrarias quanto na internet em plataformas de compras on-line (como Amazon ou FNAC).

Mas nossa recomendação é que você adquira seu manual de estudos de piano em uma loja especializada. Lá você tem a possibilidade de trocar informações com os vendedores, que em geral são especialistas no assunto, na maioria das vezes músicos. Essas dicas podem ser bem válidas quando você está começando.

Como escolher bem seu livro de estudos de piano?

Esse é provavelmente o passo mais importante.

Se você treina com regularidade, pode-se dizer que um livro vai ser útil por pelo menos 3-4 meses.

Escolher bem é, portanto, primordial. Por isso que é aconselhável consultar várias opiniões antes de decidir, tentando encontrar um livro com bom custo-benefício.

Lembre-se de pedir conselhos a diferentes músicos.

Comprar seu primeiro livro de piano é um rito de iniciação que integra o estudante em uma grande e imensa família de pianistas.

Por que começar a aprender piano com livros?

Por mais de 2.000 anos, o papel provou sua importância na educação. Hoje, continua a ser um meio eficaz e permanente de transmissão de informações, seja para lições de música, cursos de línguas ou aulas de canto.

Além de ser fácil de usar (e pode ser compartilhado por vários alunos), o livro ajuda a exercitar memória, processos cognitivos, aprendizagem verbal e comunicação oral.

Geralmente, um livro de instruções para piano contém várias partituras, além de incluir CDs para aprender a tocar piano com acompanhamento didático.

O futuro pianista assim poderá aprender a tocar peças como:

  • A 5ª sinfonia – Ludwig Van Beethoven,
  • Sonata ao luar – Ludwig Van Beethoven,
  • Para Elisa – Ludwig Van Beethoven,
  • As quatro estações – Antonio Vivaldi,
  • Marcha fúnebre – Frédéric Chopin,
  • Ária na corda sol – Jean-Sébastien Bach,
  • A Flauta Mágica – Wolfgang Amadeus Mozart,
  • Bolero – Maurice Ravel
  • Lago dos Cisnes – Piotr Ilyich Tchaikovsky,
  • Cavalgada das Valquírias – Richard Wagner etc.

Além disso, os manuais de ensino de piano permitem que você transmita seu conhecimento musical ao longo de várias gerações. Alguns pianistas herdam os livros de música de pais ou avós e passam seus livros para filhos e netos.

O que procurar antes de escolher?

O conteúdo dos exercícios é um dos principais critérios. Sua progressão deve ser linear e lógica. Se a sequência é desconectada e sem sentido, não há propósito didático.

Esta lógica é encontrada na complexidade dos exercícios, que deve ser crescente e que deve fazer o aluno exercitar técnicas diferentes à medida que ele progride em suas aulas de piano.

Quais são os melhores livros de autoaprendizagem?

Se você quiser aprender o piano sozinho, o livro é certamente um elemento determinante. Aqui estão alguns exemplos de trabalhos que demonstraram claramente sua eficácia:

  • Roger Evans. Este autor escreve obras curtas e concisas, com foco em detalhes técnicos que são explicados com muita clareza. A linguagem utilizada é simples, e os exercícios muito refinados também são muito visados. Um manual muito bom para começar por sua conta. O único contra é que é em inglês!
  • Leila Fletcher: Um dos cursos mais completos e utilizados para o estudo de piano, com edição em português.
    Leila Flecther possui 60 anos de experiência e excelência no ensino de música. São seis volumes de obras e os áudios podem ser baixados em mp3.
  • Hanon, Czerny e Veldi: ótimos para leitura e agilidade, com muitos exercícios de escalas.

Você quer aprender a improvisar no piano?

Estude teoria da música com livros

Se você quer se tornar um compositor de trilhas sonoras, um membro de um grupo de música ou simplesmente começar a tocar teclado, você precisa aprender teoria da música!

Para se tornar um virtuose da música e conhecer todas as notas da música, o aluno deve exercitar o seu ouvido musical. Assim, ele reconhecerá uma nota ou até reproduzirá uma música sem precisar necessariamente de uma partitura. Você sabia?

De acordo com um estudo realizado pelo Conservatório de Rochester nos Estados Unidos em 2008, 60% dos estudantes chineses que iniciaram sua educação musical antes dos quatro anos teriam ouvido absoluto, em comparação a apenas 14% dos estudantes americanos.

Ter ouvido absoluto, ou seja, a capacidade de reconhecer notas musicais sem nenhuma referência auditiva, é, portanto, uma questão de idade, mas também de ascendência cultural.

Mas saiba que não há necessidade de ter o ouvido absoluto para aprender piano e saber como reproduzir uma melodia.

Para saber como ler uma partitura de piano clássica sem passar pela aula de teclado ou piano, aqui estão alguns livros úteis:

  • Teoria Musical para leigos, de Jean-Clément Jollet e Michael Pilhofer,
  • Le solfège sans professeur, de Roger Evans e Jean-Pierre Quijano,
  • Teoria da música, de Marcelo Dantas Fagundes,
  • Teoria Elementar da Música, de Osvaldo Lacerda

De forma lúdica, o pianista iniciante pode abordar os conceitos básicos de ensino de piano e descobrir vários estilos musicais (música clássica, jazz, blues …). Com o passo a passo, o aluno consegue decifrar as partituras musicais e aprende a ler as notas naturalmente.

Saiba como encontrar uma boa aula de teclado para iniciantes.

Livros para aprender o piano e músicas modernas

A música clássica não é muito seu negócio?

Por que não tentar um novo método de piano e começar o piano treinando com músicas contemporâneas?

Não é obrigatório ficar preso em um único estilo musical: algumas músicas de pop rock, rap ou mesmo metal se adaptam muito bem ao piano!

Como se tornar um virtuose do piano através de partituras gratuitas? “Imagine” por John Lennon: um clássico nas aulas de piano contemporâneo!

Aqui estão algumas músicas contemporâneas perfeitas para treinar e começar o piano acústico (ou piano de cauda):

  • Candle in the wind – Elton John,
  • Imagine – John Lennon,
  • Make you feel my love – Adele,
  • Sound of silence – Simon and Garfunkel,
  • Hallelujah – version Jeff Buckley,
  • Let it be – The Beatles,
  • Lucie – Pascal Obispo,
  • Fallin’ – Alicia Keys.

Para treinar seu ritmo, é aconselhável fazer aulas de canto para aprender a tocar dois instrumentos ao mesmo tempo. Ao dominar o piano e o canto, o aluno pode seguir uma carreira musical, para ingressar em boas escolas de música ou para realizar audições.

Alguns manuais para aprender a tocar músicas modernas no piano:

  • Piano 2015-2018, da Rock School Limited
  • Música contemporânea – piano e violino (vários autores),
  • Música contemporânea – piano e canto (vários autores),
  • Adult Piano Method, de Fred Kern.
  • Para os fãs da cultura geek, existem muitos manuais de aprendizado (como Harry Potter Complete – piano, de John Williams ou Legend of Zelda series – piano de Koji Kondo) para aprender a tocar trilhas sonoras originais de filmes ou de videogames!

Mais divertida e popular, a música contemporânea pode ser facilmente tocada em público em um festival de música ou em um pequeno palco de um café, por exemplo. Alguns músicos até optam por publicar seus arranjos musicais no Youtube para serem vistos por gravadoras.

Por que não ousar e criar sua versão pessoal de um clássico contemporâneo?

Aprendendo piano com livros didáticos para crianças

Não interessa se você tem 7 ou 77: o segredo do sucesso ao aprender piano é a motivação!

Não há idade real recomendada para começar a tocar piano. No entanto, os maiores compositores do mundo geralmente começaram seu aprendizado na infância, antes de 5 ou 6 anos.

Quando iniciar os mais jovens ao piano? Não existe idade ideal para começar a estudar teclado e se tornar pianista

Se você quer que seu filho aprenda o piano, o ideal é começar com atividades de iniciação musical. Os pais devem ter cuidado para não estabelecer objetivos ambiciosos nesse começo. A metodologia é diferente do que aquela utilizada para ensinar piano para adultos.

Em seu próprio ritmo, o aluno pode progredir e se aperfeiçoar até se tornar um grande pianista quando chegar à idade adulta!

Adquirir sensibilidade musical em uma idade adiantada abre o campo das oportunidades educacionais: a criança pode então aprender outros instrumentos de corda e tornar-se assim um artista completo.

Com paciência e determinação, ela pode fazer do piano sua primeira paixão!

Algumas dicas de obras:

  • Meu Piano é Divertido. Alice Botelho – Vol.1
  • Leila Fletcher
  • Velhas Canções de Minha Infância
  • Duas mãozinhas no teclado, de Mário Mascarenhas
  • Método infantil para piano, de Francisco Russo

Descubra também como afinar um piano!

Estudar com livros é suficiente para aprender o piano?

Aprender o piano usando livros é uma espécie de passagem obrigatória antes de continuar a progredir nas partituras, que serão mais focadas em nossos gostos e preferências.

Vimos que existem outras formas de aprender (como, por exemplo, pelos tutoriais na Internet). Mas poucos destes recursos são tão completos e eficazes quanto os livros existentes no mercado.

A regularidade, o treino diário e a prática por meio de exercícios que não estão necessariamente nos livros podem agregar valor às bases técnicas estruturadas dadas pelos livros didáticos.

Obviamente, nós aconselhamos que você compre livros antes de adquirir seu primeiro piano. O piano deve ser aprendido passo a passo.

Como se tornar um bom pianista? Quais as melhores metodologias para aprender teclado?

O que os melhores livros trazem para uma pianista em ascensão?

Conhecimento teórico e técnico, sem sombra de dúvida. Os livros fornecem uma base sólida e clara para o aluno. Eles permitem seguir uma sequência didática, em seu ritmo, passo a passo. Algo fundamental para o aluno, especialmente quando ele está no início de sua aprendizagem de piano.

Além da orientação e dos ensinamentos do seu professor, os livros são os melhores amigos do pianista em desenvolvimento.

E às vezes são até reutilizáveis, caso o ex-aluno decida transmitir o que aprendeu. Esses materiais são atemporais. Eles permitem que você aprenda o piano rapidamente, concentrando-se no essencial.

Podemos também nos perguntar se as novas tecnologias implicam necessariamente uma mudança na maneira de ensinar piano hoje em dia.

No fundo, observa-se que a aula de teclado ou piano continua a ser um pilar no ensino deste instrumento.

Sem perder de vista o fato de que o piano continua sendo uma atividade de lazer, e que a aprendizagem não deve se tornar um sacrifício.

O prazer de tocar e de aprender sempre será o principal objetivo das suas aula de teclado online ou presenciais.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 2 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar