Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar
3

Desenhar e trabalhar com design gráfico são compatíveis?

De Carolina, publicado dia 11/01/2018 Blog > Artes e Lazer > Desenho > Desenho ajuda na profissão de designer?

Você sonha com uma profissão criativa? Quer aprender a desenhar para um propósito profissional?

Ao desenvolver suas habilidades de desenho, muitas portas abrirão para você.

Você pode se tornar um designer gráfico, por exemplo!

Em primeiro lugar, você precisará de uma formação sólida em desenho.

O designer gráfico é um profissional com senso artístico e estético bem apurados, além de ter bons conhecimentos técnicos.

Descubra o que exatamente esse trabalho é composto, mas também como estudar, quais são as habilidades necessárias… Em suma, tudo o que você sempre quis saber sobre o trabalho do designer gráfico.

Qual é o trabalho do designer gráfico?

Como desenhar? Fazer um desenho?

Trabalhos criativos exigem criatividade! O morango dele deve ser mais atrativo que o real, mas ter verossimilhança

Desenhar um gato, uma natureza morta, um personagem de mangá, uma árvore, um esqueleto…?

Etapas que você já conseguiu traçar há um bom tempo… O próximo passo talvez seja encontrar seu caminho nos desenhos gráficos!

Um designer gráfico é um profissional de comunicação cujo trabalho é dar uma identidade visual a todos os tipos de documentos. Em termos concretos, o designer gráfico trabalha:

  • imagens,
  • fotos,
  • cores,
  • tipografias,
  • formas para criar um todo coerente e transmitir uma mensagem.

A fase criativa é essencial antes de avançar para o design gráfico! Depois do desenho por puro e bel prazer, tudo começa com a definição da mensagem e sua representação.

O designer gráfico responde a uma especificação precisa. Assim, fica mais fácil definir os critérios mencionados acima.

O designer pensa em várias opções, imagina um conceito, criando uma imagem específica para uma marca, uma empresa, um evento, um produto… Logotipo, brochura, cartaz, folheto, flyers, cartões de visita, embalagem, capas de álbuns, capas de livros…

O designer gráfico trabalha em todos os tipos de mídia destinados à impressão (print), mas também para a web (banners, webdesign…).

Ele deve conhecer perfeitamente as etapas da cadeia gráfica!

Ele é uma fonte de recomendações, propõe conceitos, argumenta suas criações… Ele deve ter uma boa capacidade de identificar as demandas, o que nem sempre é muito claro (à começar pelos clientes…). E deve saber absorver o universo, a cultura da empresa, bem como como o cliente para propor idéias em coerência com o que já existe.

Entre as habilidades necessárias para praticar essa profissão, você precisará:

  • Enfrentar situações de emergência,
  • Gerenciar o estresse e manter os prazos determinados,
  • Trabalhar em equipe,
  • Saber adaptar-se às demandas dos clientes.

Profissão criativa, em constante evolução, o design gráfico oferece muitas perspectivas profissionais. As aplicações e especializações são numerosas!

O trabalho de comunicação é muito rico até para quem desenha Logos, identidades visuais de empresas, todas foram criadas por designers

Mas o design gráfico não é a única profissão para um desenhador…

Como o desenho vai colocá-lo no caminho dos designers?

Por que aprender a desenhar se é para trabalhar na informática?

O desenho é o coração das profissões de design gráfico.

Todo conceito começa com um esboço. Uma ideia jogada no papel antes de ser realizada.

Além disso, para fazer uma mensagem poderosa, seja uma propaganda, a identidade de uma marca ou qualquer outro objetivo, não basta saber desenhar, é necessário ter um conhecido sobre tudo relacionado a gráficos:

  • Conhecimento de cores (colorir) e seu simbolismo,
  • Senso de estética,
  • Criatividade e imaginação,
  • Uso do espaço,
  • Jogar com suportes e texturas,
  • Harmonia final,

Saber desenhar é essencial para se tornar designer gráfico! E, para não desencorajá-lo, saiba que todo conceito começa com um esboço!

Tudo o que você aprendeu passo a passo em suas aulas de desenho nas belas artes ou em outro lugar, você encontrará utilidade na prática do design gráfico!

Os bons designers gráficos dominam perfeitamente todos os conceitos básicos do desenho e dos materiais de desenho.

Eles são inspirados, apaixonados, curiosos, abertos aos outros e ao mundo. Para se renovar, é essencial estar em permanente vigilância, em busca de novas ideias e novos conceitos.

De fato, as profissões de artes gráficas estão em constante evolução. As tendências se seguem, as ferramentas evoluem. É realmente um trabalho emocionante. Mesmo se o propósito for comercial, as criações são consideradas pelo profissional e pelo público como uma obra de arte.

Design, uma profissão relativamente nova

Para fazer um parêntese curto (é sempre interessante retornar aos fundamentos!), vale lembrar que o próprio termo de design gráfico nasceu no século XX.

Computador, tesoura, tudo serve para desenhar Os recursos desta profissão podem ser os mais variados

De fato, o uso da comunicação visual se desenvolveu com o nascimento da sociedade de consumo e a aparência da publicidade, ainda chamada de “reclame”.

Embora a publicidade tenha aparecido nos jornais em meados do século 19, desenvolveu-se especialmente no início do século XX com a aparição de cartazes publicitários, agora considerados obras de arte.

Aqueles de Toulouse-Lautrec passaram para a posteridade. Você conhece pelo menos o do Moulin Rouge?

Um exemplo de como ilustradores democratizaram a comunicação visual. Você certamente conhece as obras de Toulouse-Lautrec, não é?

Em seguida, vem a criação de logotipos e o desenvolvimento de slogans comerciais…

A partir de 1945, a sociedade do consumidor explode. O design das campanhas de comunicação é então confiado a profissionais da imagem e as agências de publicidade se multiplicam. O termo designer gráfico está se emergindo. A aliança gráfica internacional foi fundada em Basileia em 1950 por 3 designers gráficos franceses.

Alguns são considerados verdadeiros artistas:

  • Cassandra,
  • Raymond Savignac,
  • Pierre Bernard,
  • Bernard Villemot…

Se seus nomes não lhe dizem nada, você certamente conhece seu trabalho! Eles marcaram seu tempo e se tornaram referências reais que revolucionaram o campo de ilustração (desenhando para ser um profissional?).

Finalmente, a chegada dos computadores revolucionou o design gráfico.

Com a ajuda do Photoshop, Indesign e outros softwares, os designers gráficos alcançaram uma nova dimensão, além de ilustração e desenho manual. A área de trabalho e o uso do tablet gráfico substituíram o lápis e a folha, mas o plano de fundo não mudou!

Chamar o olhar para a imagem, comunicar, transmitir uma mensagem: aqui novamente, hoje são os objetivos dos designers gráficos.

Descubra como aprender a desenhar desenvolve o sentido artístico

Designers gráficos em nossa sociedade 2.0

O estudo “Profissões das artes gráficas” do Ministério da Cultura da França em 2010 estimou em 44 mil o número de designers gráficos no país.

Onde quer que você olhe, vai se deparar com o resultado do trabalho de um designer gráfico:

  • publicidade
  • cinema,
  • televisão,
  • quadrinhos,
  • livros
  • CD,
  • decoração
  • arquitetura… O trabalho da imagem está presente em todos os meios de comunicação atuais!

Hoje, os designers gráficos têm muitas oportunidades. Com o surgimento da internet, mas também de videogames, cinema 3D, realidade virtual, aplicações móveis e assim por diante… O negócio está em constante evolução e as aplicações gráficas são cada vez mais diversificadas.

O trabalho da imagem não está mais reservado a propaganda. Se você deseja colocar o seu talento com o desenho no centro da sua futura carreira, as possibilidades não faltam!

A comunicação faz parte da profissão de ilustrador Sempre é importante comunicar em design gráfico

Se você está procurando uma profissão em evolução, seguindo uma formação em design gráfico, você pode ter certeza de que sua profissão experimentará muitas mudanças ao longo de sua carreira.

Os gráficos 3D são uma das tendências do momento. Mas diante das muitas transformações do setor e da velocidade da mudança, é difícil se adaptar a todas as tendências. É melhor fazer escolhas e se especializar para ficar sempre atualizado em um campo.

Existem muitos cursos para dominar perfeitamente certos universos profissionais, incluindo aprender a desenhar em 3D… Esse é um exemplo de quando a matemática e o desenho se encontram

Qual a formação para se tornar um designer gráfico?

É muito importante começar aprendendo o desenho (pastel, traço, desenho de carvão, perspectiva de desenho, lápis pastel…), mas não só…

Você também precisará de uma formação sólida em história da arte e no conhecimento artístico em profundidade!

Faça as belas artes para aprender a desenhar, uma vantagem em seu currículo.
O desenho de esboços detalhados faz um grande diferencial para se tornar um designer gráfico.

Esse tipo de perfil com bases sólidas no desenho é, de fato, muito procurado.

Aprender os conceitos básicos de desenho é essencial: desenhar em perspectiva, conseguir uma composição harmoniosa, desenhar um retrato realista, aprender a caricatura, usar cores e nuances, jogar com formas e proporções, sombra e luz…

Você vai progredir rapidamente através da prática. Você não terá que contar as horas para praticar todos os tipos de desenhos:

  • Desenhar um cavalo,
  • Desenhar um rosto,
  • Desenhar uma mão,
  • Desenhar um personagem,
  • Desenhar uma paisagem,
  • Desenhar animais,
  • Desenhar um olho, um nariz,
  • Desenhar o corpo humano,

Assim, você também aprenderá como lidar com todas as ferramentas antes de aprender a dominar outra ferramenta essencial hoje: o software de desenho.

Se não, claro, o caminho mais seguido pelos designers de hoje: os cursos superiores de design gráfico. Há também design de interiores, design de produtos, design de moda e webdesign…

Para se tornar um designer gráfico, é preciso prestar vestibular em uma universidade que oferece a opção.

Esses estudos permitem desenvolver o seu comando de ferramentas de desenho assistido por computador. Você precisará dominar o uso do pacote Adobe (Photoshop, Illustrator, InDesign).

Um artista gráfico iniciante pode ganhar uns 3 salários mínimos. A remuneração varia de acordo com a posição ocupada, o setor de atividade, as especializações, bem como o nível de estudos.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar