Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Neolatinas: a atual herança do latim

De Joseane, publicado dia 15/01/2019 Blog > Idiomas > Latim > Quais são as línguas latinas?

As línguas latinas, também ditas línguas romanas são quase tão difundidas e faladas que as línguas germânicas (inglês, alemão, sueco, dinamarquês, norueguês…) sobretudo e graça a influência da América latina.

A língua latina de base é ainda ensinada nas universidades, nos cursos de letras principalmente, mas também é difundida pela igreja católica cujos documentos oficiais são ainda confeccionados em latim.

Aprender o latim facilita a compreensão das línguas modernas que tiveram sua origem no latim.

Você sabe quais são as línguas indo-europeias que são originárias do latim?

Continue lendo…

Qual é a origem da língua latina

A maioria das línguas na Europa são línguas indo-europeias, isto é, línguas faladas da Europa para a Índia (do grego para o sânscrito). As línguas do grupo indo-europeu teriam se originado nas margens do Volga, vários milênios atrás.

Mas embora as línguas europeias quase todas tenham a mesma origem, elas são diferentes entre si. De fato, encontramos as línguas eslavas, as línguas germânicas, as línguas celtas e as línguas latinas.

Origem da língua latina O latim tem sua origem no etrusco, no grego e no fenício…

As línguas latinas usam o alfabeto latino e seguem a evolução do latim, cuja origem vem do etrusco. Os etruscos que, na época, pegaram emprestado o alfabeto grego. Estes, por sua vez,  usaram o alfabeto fenício para criar o deles.

No início, a escola latino era apenas um idioma em itálico, entre outros (umbria, samnite, osque …) falado às margens do rio Tibre.

O latim era falado na região do Lácio, na Itália Central.

Roma teve uma grande influência na bacia do Mediterrâneo durante a antiguidade, e foi por essa razão que o latim foi amplamente disseminado, pondo fim a outros dialetos. Nossas línguas hoje vêm em grande parte do latim.

Características da língua latina de base:

  • A língua latina possui 5 declinações e uma variedade de desinências,
  • 3 gêneros, a saber: masculino, feminino e neutro ( como o grego e o alemão)
  • 2 números, singular e plural tal qual o português
  • Não havia os artigos
  • quatro conjugações que podem ser reduzidas a apenas uma,
  • uma forma passiva como no grego

O latim é uma língua de inversão: as palavras são colocadas na sentença de acordo com sua ordem de valor e importância, mas também de acordo com as leis da harmonia (verso, prosa).

A língua latina era uma língua oratória e servia em particular em direito e política. É claro que as pessoas gradualmente adaptaram a linguagem, que foi se transformando através dos séculos e deu origem aos idiomas latinos de hoje.

Adquira um dicionário de latim e comece a estudar essa língua histórica desde já!

O que é uma língua românica?

As diferentes línguas românicas são as línguas derivadas do latim vulgar, falado pelo povo, o latim vernáculo usado no cotidiano para a comunicação. As línguas românicas foram faladas ou ainda são faladas em uma unidade geográfica designada pelo termo Romênia, no noroeste da Europa do antigo Império Romano.

Línguas indo-europeias Línguas e dialetos de origem latina

A palavra Romênia é um derivado de Romanus (romano). De fato, os falantes usavam uma linguagem derivada do romano em oposição, por exemplo, à língua francófona resultante das línguas germânicas e falada no norte da França.

A evolução do latim vulgar resultou no surgimento das línguas românicas.

Cronologicamente, existiram múltiplas formas de latim vulgar entre 200 e 400. Então, pouco a pouco, as formas se diferenciam cada vez mais, entre 500 e 600 variantes. Em 813, reconhece-se a existência de uma língua românica. É solicitado que se declame os sermões em românico rural (Rustam Romanam linguam).

Você certamente encontrará algumas palavras semelhantes em um dicionário de tradução latina contemporâneo. Finalmente, em 842, um primeiro texto é escrito inteiramente em uma língua românica.

Essas línguas românicas possuem algumas características comuns:

  • Origem das palavras em comum com o latim vulgar e, portanto, um vocabulário derivado do latim vulgar,
  • Um sistema de vogais diferente do latim (ditongo, apofonia, síncope),
  • Uma evolução consonantal em direção a uma importante palatalização,
  • O desaparecimento do gênero neutro (ainda presente apenas em romeno),
  • Um sistema verbal reorganizado (desaparecimento do futuro latino, criação de auxiliar e condicional),
  • O aparecimento de artigos, que não existiam na frase latina.

As línguas românicas são elas próprias divididas em dois grupos, de acordo com a linha Spezia-Rimini, nas línguas românicas ocidentais (galo-românico, ibero-românico, occitânico-românico, rometo-românico) e românicas orientais (italo-romana, sardenha, traco Romani, dálmata).

Ficou curioso para saber mais?

Leia aqui a história e evolução do alfabeto latino.

Qual é a língua latina moderna mais similar ao latim?

Aqui está uma questão que causa muita discussão entre os linguistas: qual idioma neolatino é o mais próximo do latim hoje?

Como falar inglês usando o latim Até o inglês sofreu influência do latim!

O sardo, dialeto da Sardenha seria a língua mais semelhante ao latim, com uma derivação de apenas 8% em relação ao latim. Em um contexto mais geral, as línguas do sul da Itália são as que mais se aproximam do latim, enquanto no norte são mais distantes.

Os níveis de derivação de outras línguas do latim são:

  • Italiano 12%,
  • Espanhol 20%,
  • Romeno 23,5%,
  • Português 31%,
  • Francês 44%.

Logicamente, como o latim é a língua oficial da Igreja e, portanto, ainda é falado no Vaticano, não é de surpreender que o italiano esteja mais próximo do latim do que do francês, por exemplo.

Aprendendo latim e conhecendo bem suas declinações , você certamente aprenderá italiano com mais facilidade.

Mas você sabia que o inglês também tem muitos termos de línguas latinas? Graças as palavras emprestadas do francês!

Entre as neolatinas, qual é a que mais se aproxima do latim?

A semelhança entre as línguas românicas pode ser destacada através de alguns exemplos abaixo:

Existem, é claro, diferenças relacionadas aos vários eventos da história de cada país. Cada idioma foi extraído de outros idiomas de acordo com os eventos que conheceu. Por exemplo, o português recebeu influências do árabe, do espanhol, das línguas indígenas (português do Brasil), do italiano,  e do francês, enquanto o espanhol foi influenciado pelo francês e o árabe, o italiano pelo francês e o romeno pelo dace.

Já a língua francesa recebeu influência dos germânicos devido à sua posição geográfica. Por exemplo, as palavras cantar e cabra têm um substrato franco (das línguas germânicas). As semelhanças aplicam-se em particular à escrita, mas muito menos à oral.

Por exemplo, para o número 5 em francês (cinq), em italiano (cinque) e em romeno (cinci), notamos que:

  • Apenas o francês pronuncia uma vogal nasal [~ ε],
  • No início da palavra, ouvimos “tch” em romeno e italiano, mas “s” em francês,
  • No final, temos [k] em francês, mas [kw] e “tch” em romeno.

Línguas que surgiram do latim vulgar A língua de César e de Cícero deu origem a outras línguas por toda a Europa

O italiano

A Itália tem uma grande diversidade linguística, particularmente porque a língua foi unificada tardiamente (1861). As línguas do norte da Itália estão mais próximas das línguas românicas ocidentais (francês, espanhol), enquanto o sul do país é mais próximo das línguas românicas orientais (romeno).  Como se pode notar a oposição norte / sul não data de ontem!

O toscano foi designado como a língua oficial no momento em que a capital estava em Florença. É notavelmente a língua de Dante Alighieri!

O italiano é falado como língua materna por mais de 62 milhões de falantes mundo a fora.

O Espanhol

O espanhol, também chamado de castelhano (e não deve ser confundido com o catalão), tem suas origens no latim, mas tem sido fortemente influenciado pelo árabe.

Os mouros de fato estão presentes há mais de sete séculos na Península Ibérica. Na América Latina, evoluiu de maneira diferente, dando origem a muitas variações e muitas diferenças em termos de vocabulário.

O espanhol é hoje é a língua nativa de 437 milhões de pessoas.

O romeno

A língua romena é muito próxima dos dialetos do sul da Itália, como o napolitano, mas também tem influência eslava.

“Sim” é pronunciado como “da” como na maioria das línguas eslavas, por exemplo. O moldavo, embora escrito em cirílico, é mais próximo do romeno, e muitas vezes se diz que as diferenças são mais políticas do que linguísticas entre os dois idiomas.

24 milhões de pessoas falam o romeno como língua materna.

O português

O Português está entre as línguas presentes na então Península Ibérica. Ele se espalhou pelo mundo no ritmo das conquistas em Portugal. A língua portuguesa é atualmente falada nos diversos países que formam a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP): Brasil, Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Timor Leste, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau e Guiné Equatorial.

219 milhões de pessoas falam Português como sua primeira língua.

O francês

A língua francesa foi unificada e codificada no início do Renascimento. O francês emergiu gradualmente como língua nacional, transmitida da capital Paris. 

76 milhões de pessoas falam francês hoje em todo o mundo (língua materna).

Viu só como o latim foi importante para o surgimento de grande parte dos idiomas mais falados pelo mundo?

Quer dar uma de sabido na frente dos seus amigos? Aprenda essa lista de expressões e provérbios em latim!

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar