Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Ensino infantil da língua arábica

De Camila, publicado dia 16/10/2018 Blog > Idiomas > Árabe > Árabe para crianças

“Inveja é a falta de fé em si.”
– Provérbio árabe –

O provérbio acima é uma perfeita ilustração sobre o que evitar quando se aprende a língua árabe: a falta de fé em si.

A aventura de conseguir dominar este idioma falado em aproximadamente 58 países pode ser um longo caminho de aprendizado que requer motivação, coragem e perseverança.

Sendo assim, aprender árabe durante a infância é muito mais descomplicado do que em idade adulta, já que o cérebro dos pimpolhos é uma verdadeira espoja pronta para absorver todo tipo de informação transmitida. Isso sem contar com o grande estímulo ao desenvolvimento cognitivo das crianças, assunto que sempre interessa aos pais, ambiciosos em ver seus filhos crescerem e se desenvolverem da melhor maneira possível.

Infelizmente, dada a magnitude da tarefa e a paciência necessária, muitos deles desistem antes mesmo de começar.

Tal atitude acontece, muitas vezes, pela dificuldade em encontrar o método certo para os pequeninos.

Mas então, como ensinar árabe para crianças desde a mais tenra idade?

Superprof decidiu investigar alguns métodos existentes e reconhecidos para o ensino do idioma árabe como língua estrangeira durante a infância.

Descubra ainda um breve guia para aprender o árabe padrão moderno.

Ensinar as regras básicas do árabe

Como dito acima, o cérebro de uma criança é como uma esponja e tal constatação possui sim uma explicação científica! Ficou curioso?

Por que aprender árabe desde cedo?

Uma criança de sete / oito anos está na fase da sua vida na qual assimila o maior número de conhecimento. Ela não tem medo de dizer bobagens e não tem medo de repetir coisas básicas. Esta é, ainda por cima, a idade com a qual apresentamos maior plasticidade neuronal.

Estudos científicos estimam que o cérebro de uma criança cria de 700 a 1000 novas conexões por segundo durante os primeiros anos de vida.

O árabe é uma língua difícil para um lusófono assimilar?

A resposta, infelizmente, é “Sim”. No entanto, quanto mais cedo a aprendizado começar, mais fácil ele será, especialmente se a paciência do pupilo e a motivação para ele sempre comparecer às aulas foram estimuladas pelos pais.

À medida que a criança cresce, ela ainda pode aprender outro idioma. Entretanto, é preciso ter em mente que o processo de assimilação de duas línguas ao mesmo tempo é mais longo.

As crianças absorvem informações de maneira muito mais natural que as pessoas mais velhas. O cérebro das crianças “sugam” conhecimentos como uma espoja absorve água!

Ensinar uma criança a falar árabe muito cedo tem, portanto, múltiplos benefícios:

  • Estimula o cérebro – fazer malabarismos com vários idiomas dá à criança uma habilidade cognitiva que não é para todos;
  • Desenvolve a curiosidade – aprender uma segunda língua promove a curiosidade e, consequentemente, a abertura para o mundo;
  • Habitua a criança continuar sempre aprendendo.

O que os pais devem fazer se a família for bilíngue em português e árabe?

Ter uma cultura dupla é obviamente uma vantagem para as crianças e para os pais. No entanto, é preciso que os progenitores tenham consciência do quão importante são seus papéis na hora do aprendizado bilíngue dos filhos.

Primeiro, os pais devem dividir os papéis. O pai será, por exemplo, a figura representativa da língua árabe; a mãe, a da língua portuguesa (ou vice-versa).

Essa divisão de papéis é, em particular, de extrema importância.

Isso porque a criança, nos seus primeiros anos de vida, não distinguirá imediatamente entre as duas línguas, o que o fará aprender gradualmente e continuamente ambos os idiomas graças aos seus pais.

Este ainda é um passo fundamental no processo de socialização primária, pois o filho perceberá que o idioma utilizado pela mãe é falado por todos ao seu redor, enquanto o do pai é mais como um bônus para ele (uma língua, até então, falada em casa e com a família).

Para atingir tal resultado, é preciso, desde muito cedo, conversar com os filhos em árabe, pois assim eles assimilarão e se familiarizarão com os sons do idioma. Pouco a pouco, a criança tentará se comunicar em troca.

O papel dos pais é, resumidamente, o de:

  • Motivar seus filhos;
  • Falar árabe com eles todos os dias;
  • Ser criativo e variar na hora de apresentar os filhos a métodos de aprendizados do idioma.

É sempre muito positivo utilizar livros, fotos e, por que não, desenhos e filmes como ferramentas de imersão dos pimpolhos em um ambiente de língua árabe. Melhor ainda se ele tiver a possibilidade de entrar em contato com outras crianças árabes que também dominem(ou estejam aprendendo) o idioma.

Nada melhor e mais eficiente do que estimular os pequeninos com atividades divertidas!

Os pais podem facilmente ensinar a língua árabe aos seus filhos com atividades cotidianas. O melhor jeito da criança aprender a falar árabe é através do convívio com a família em língua árabe.

Veja também os melhores sites para aprender árabe online

Regras básicas do árabe para crianças

Mesmo antes da criança aprender a ler português na escola, ela pode aprender árabe em casa.

Isso significa que os pais serão os responsáveis por ensinar-lhe o básico do árabe padrão, que, ao contrário do árabe coloquial, é compreendido por todos os países nos quais o idioma arábico é o oficial.

Depois disso, ele poderá, inclusive, se comunicar em árabe com outras crianças pequenas que também estão aprendendo a língua.

Por isso, é necessário começar com o básico: o alfabeto árabe. Em seguida, a leitura e a escrita podem ser introduzidas gradualmente no aprendizado.

Você é daqueles que acha que ensinar as letras árabes para uma criança de 4 anos é uma missão praticamente impossível?

Moussa, iniciadora de um método educacional para o ensino da leitura e escrita em árabe para crianças, revela seu método quando o assunto é dar aulas para os pequenos:

  1.  Ela prepara 7 folhas de papel em que dobra e corta em quatro, formando 28 quadrados que correspondem às 28 letras do alfabeto árabe;
  2. Ela pinta as letras árabes e, em seguida, faz seu filho repetir-las em voz alta;
  3. Ela pede, então, para que a criança selecione três cartas que ele gostou de pronunciar e a pede para memorizá-las (ou seja, no mínimo três letras árabes por rodada).

O método progressivo continua em direção ao aprendizado de vogais curtas e, em seguida, acrescenta as três formas de cada letrainicial, mediana, final – para que a criança também possa memorizar a ordem das letras através das imagens correspondentes.

Assim que a criança tiver dominado as 28 letras do alfabeto e, possivelmente, as 112 formas que elas podem aparecer em uma frase, é importante a começar a incentivá-los a ler em árabe regularmente.

A leitura noturna é uma ótima oportunidade para a revisão antes de dormir, pois a memorização acontecerá durante o sono, dando à criança a impressão de ter aprendido sem muito esforço.

Confira como aprender árabe sozinho.

Ler uma história antes de ir para a cama acostuma a escuta da criança às palavras em árabe. Como resultado, ela melhora a leitura e a compreensão auditiva.

O próximo passo é ensiná-lo a contar e depois escrever em árabe.

Finalmente, ao conseguir ler, a criança tem a oportunidade de descobrir as grandes figuras da civilização árabe-muçulmana, assim como a história dos países árabes. Desta forma, um forte apego a esta língua é estimulado, incentivando a prática do idioma mesmo em idade adulta.

Os pais podem incentivar seus pimpolhos ao escutar músicas árabes. Escutar músicas em árabe é uma ótima maneira de imersão para pais e filhos.

Dicas para aprender o árabe do Alcorão.

Imersão de crianças em um ambiente de língua árabe

A língua árabe deve se tornar a língua oficial da casa da família para que a criança consiga um aprendizado eficaz desde a mais nova idade.

De fato, para que as crianças possam se tornar fluentes no idioma, é necessário importar a cultura árabe para dentro de casa, fazendo com que seja possível levar uma vida familiar imersa em um ambiente diretamente ligado e influenciado pela língua.

Aqui estão algumas dicas para conseguir tal feito:

  • Ouvir a mídia dos países árabes ao lado de seu filho (Al-Jazeera, podcasts árabes, notícias em árabe);
  • Ter discussões em árabe durante as refeições;
  • Adotar a moral da cultura árabe;
  • Ensinar o Alcorão Sagrado a seu filho (para os cristãos e os praticantes do Islã);
  • Ouvir músicas com letras em árabe.

Colocar seu filho em contato com outros pequenos que também falam ou estão aprendendo árabe também é super benéfico e estimulante para o aprendizado.

Afinal de contar, aprender uma nova língua não ser apenas para se comunicar, mas também para criar conexões sociais.

Crianças se comunicam muito umas com as outras, o que as permite, igualmente, aprender muito umas com as outras. Tal interação surte o mesmo efeito que uma aula informal de árabe, que é extremamente eficaz!

Aprender árabe se divertindo

Nada melhor para um aprendizado eficiente do que o fato de assimilar determinado assunto de maneira agradável e divertida. Se tal fórmula serve para adultos, para as crianças não poderia ser diferente. Risos e brincadeiras fazem qualquer um querer ir mais longe para continuar aprendendo à base de muita diversão.

Nada mais eficaz para o aprendizado de uma criança do que fazê-lo de maneira divertida! Melhor ainda é aprender árabe se divertindo!

Como aprender a língua árabe o mais rápido possível?

Dinolingo

Dinolingo é um método de ensino de línguas para os mais jovens – dos 2 aos 7 anos – criado por profissionais. Os professores engajados no desenvolvimento das atividades apresentadas são nativos no idiomas e experientes no ensino de línguas estrangeiras.

O método propõe, em particular, a transmissão da linguagem através do brincar e da narração.

Conquistador de vários prêmios, este método envolve o uso de cinco DVDs, 150 flashcards, livros e CDs totalmente em árabe.

Os personagens são envolvidos no método são animais. A narração é feita por uma voz feminina bastante doce, com o intuito de recordar as agradáveis palavras ditas de mãe para filho.

Este método incentiva as crianças a manipular cartas para nomear objetos da vida cotidiana, além de permitir que eles entendam frases básicas da do dia-a-dia em árabe.

Saiba mais como aprender árabe sem stress.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar