Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Aprendizado autodidata da língua arábica

De Camila, publicado dia 16/10/2018 Blog > Idiomas > Árabe > Como aprender árabe sozinho?

Você quer se lançar na aventura de aprender árabe, mas ainda está na dúvida por pensar que este talvez seja um projeto muito ambicioso?

Não duvide do seu potencial, pois tudo o que você quiser fazer, você pode conseguir: basta motivação, dedicação e perseverança!

Com um alfabeto totalmente diferente do português – sem falar na fonética, bem distante da nossa – é sim possível ir atrás do seu sonho de aprender a falar este idioma das arábias!

Para que você comece essa jornada com as ideias corretas em mente, aqui vão algumas afirmações que não são nada verdadeiras quando o assunto é o aprendizado da língua falada no Egito:

“O árabe tem muitos sons exóticos, impossíveis dos estrangeiros aprenderem. “

FALSO. Existem apenas dois ou três sons que não são encontrados em inglês e podem ser aprendidos facilmente por imitação.

“O árabe tem um vocabulário enorme: 400 palavras para designar um camelo, 200 para um leão e assim por diante. “

FALSO. A poesia antiga tem um vocabulário muito complexo e variado. Mas o vocabulário do árabe padrão moderno tão “complexo” quanto o vocabulário de qualquer outra lingua estrangeira.

“A gramática árabe é incrivelmente complicada. “

FALSO. O sistema verbal da língua árabe é bem fácil. Por exemplo, existem apenas dois tempos: passado e não passado.

Sendo assim, não fique de bobeira à espera de uma nova sessão de curso de árabe para dar o pontapé inicial no seu aprendizado: respire fundo e ataque sozinho a língua árabe!

Descubra ainda um breve guia para aprender o árabe padrão moderno.

É difícil aprender a língua árabe?

Antes de começar a aprender árabe, é preciso estar ciente que dominar este idioma não acontece do dia para a noite.

Na verdade, aprender qualquer língua estrangeira exige 99% de transpiração e 1% de inspiração!

O mais importante é não duvidar do seu potencial e seguir firme no seu objetivo!

Nível de dificuldade de aprendizagem

Um órgão oficial de formação norte-americano (Departamento de Estado dos EUA) estima que leva-se de 80 a 88 semanas (cerca de um ano na sala de aula em período integral e um ano em um país arabófono) para atingir um nível correto de domínio do idioma árabe. Isso inclui tanto as habilidades de fala quanto de escrita.

Em teoria, seriam necessários dois anos de aprendizado intensivo para poder falar árabe.

Alguns quebra-cabeças podem ser bem mais complicados que o aprendizado do idioma arábico. Existem desafios mais complicados que o de se aprender a língua árabe!

Veja também os melhores sites para aprender árabe online.

Noções básicas fáceis de integrar e lembrar

De cara, o prognóstico pode não parecer bom, mas não se desespere: as primeiras aulas de árabe são, normalmente, bem fáceis.

Se você quiser aprender o básico do idioma, apenas algumas sessões de um curso podem ser suficientes.

Existem, por exemplo, alguns elementos do aprendizado da língua árabe são mais fáceis de se assimilar para a maioria dos alunos, tais como:

  • No árabe padrão moderno (a língua oficial que você aprende na escola), é extremamente fácil dizer os gêneros nominais. Todas as palavras femininas terminam com tet marbuta (ة);
  • Objetos diretos e indiretos são simples (basta adicionar um sufixo ao verbo);
  • As declinações dos adjetivos são super fáceis: basta adicionar tet marbuta no final.

Por outro lado, após a assimilação dessas noções, é preciso enfrentar algumas partes mais difíceis do idioma, tais como:

  • Um vocabulário muito diferente das línguas indo-europeias;
  • O árabe coloquial (falado) é muito diferente do árabe escrito (padrão);
  • A direção reversa da leitura;
  • Sons e pronúncias não familiares.

Pode-se aprender a ler o Alcorão sozinho?

Ler as 114 suras do livro sagrado do Islã pode parecer um trabalho árduo, especialmente quando não se domina perfeitamente a língua árabe.

Para ler o Alcorão na versão original, o melhor é trabalhar na pronúncia oral: com uma transcrição fonética, será mais fácil assimilar o vocabulário apresentado.

Uma dica bem prática?

Baixe as suras na versão MP3 em seu celular e ouça-as repetidamente em um ambiente calmo. Consultar a tradução em português do livro sagrado e comparar as duas versões é um excelente exercício: em duas etapas, você assimilará os significados linguísticos presentes no texto!

Que tal baixar o Alcorão oral e escutá-lo sem parar? Escutar o Alcorão repetidamente é um excelente exercício para a memória.

A aprendizagem precisa ser dividida para facilitar o processo.

Como?

Comece aprendendo um verso por dia; em um ano você terá retido mais de 300 versos do Alcorão!

Estudar o livro mais importante da cultura árabe-muçulmana permite trabalhar 3 métodos de memorização:

  • Ler o Alcorão ativa a memória visual;
  • (Re)escrever o Alcorão exercita a memória motora;
  • Ouvir o Alcorão ativa a memória auditiva.

Como ensinar árabe para crianças?

4 dicas para aprender corretamente o árabe sozinho

Não vamos mentir: estudar árabe sozinho pode ser uma tarefa bem complicada, especialmente se sua cultura é principalmente brasileira e você começa totalmente do zero. Mas difícil não é sinônimo de impossível!

Para facilitar a sua vida de futuro arabófono, apresentamos abaixo quatro dicas que podem ser extremamente úteis para esta aventura autodidata.

1. Aprenda o alfabeto árabe primeiro

Se tivéssemos que escolher uma regra para ser lembrada em primeiro lugar, esta seria então a número um!

Para conseguir ler, escrever e enriquecer o vocabulário com belas palavras em árabe, assimilar corretamente o alfabeto precisa ser o ponto de partida.

Aprender essa nova língua significa, inevitavelmente, ter que memorizar um novo alfabeto completamente diferente do nosso…

Reter o idioma árabe é o equivalente a assimilar as 28 letras que compõem o alfabeto específico dessa língua. E olha que quando falamos em aprender o alfabeto, nos referimos apenas à alfabetização. Isso porque, além dela, também é preciso memorizar a pronúncia de todas as diferentes letras. Sendo assim, use e abuse da memória visual e da memória auditiva, pois elas são de grande ajuda na hora dessa empreitada!

Finalmente, é importante que você também saiba que cada letra inclui três formas de acordo com o seu lugar em uma frase: início, meio e fim.

 Escrita árabe é muito diferente da portuguesa. Escrever e reescrever o que é aprendido é igualmente benéfico para o aprendizado do árabe.

Dicas para aprender o árabe do Alcorão.

2. Esqueça a gramática da língua portuguesa

Se você nunca precisou pensar em nenhuma outra língua que não fosse o português, então é preciso ter em mente algo muito específico mesmo antes de começar a aprender o idioma das arábias: pare de pensar em português durante o período de aprendizado.

E isso vale para a descoberta – e desejo de domínio – de qualquer língua estrangeira. O árabe não escapa dessa regra, pois aprende-lo, de maneira autodidata ou não, só será totalmente possível a partir do momento em que pensamentos do cotidiano também acontecerem no idioma.

Não é possível traduzir literalmente do português para o árabe. Como diz aquele ditado, “tradução é traição“. Por isso é tão importante aprender seriamente a gramática e a sintaxe do idioma do Marrocos.

3. Faça fichas

Outra boa dica para se aplicar durante o aprendizado autodidata do árabe: confeccionar fichas.

Você deve estar se perguntando: “como assim ‘fichas’?”

Tal metodologia é excelente para auxiliar na memorização deste novo alfabeto. Isso porque escrever e reescrever as letras árabes permite ao aprendiz memorizar mais rapidamente.

Além disso, as fichas possibilitam um acúmulo de vocabulário. Uma das maneiras de se executar tal metodologia é escrever várias fichas com palavras diversas que cruzaram seu caminho ao longo das lições, cada uma de acordo com um tema específico.

Comece, claro, com os tópicos mais importantes da sua vida cotidiana. Uma ficha de ações (verbos) executadas durante a manhã, por exemplo. Outra opção é explorar as partes do corpo humano, as diferentes frutas e legumes, as peças do guarda-roupa, os números e assim por diante.

4. Diferenciar o árabe padrão do árabe coloquial

Aqui vai a dica de número quatro que gostaríamos de compartilhar: a importância em se diferenciar o árabe coloquial do árabe padrão!

  • É mais provável que, durante as sessões de aprendizado autodidata, você aprenda – e se familiarize – com a língua árabe padrão: ela inclui tanto o árabe clássico quanto o árabe moderno.
  • O árabe coloquial é “um derivado” da língua padrão, assim como das línguas presentes nos território vizinhos ao país em questão.

Como aprender a língua árabe o mais rápido possível?

Aplicativos para aprender árabe

Na era digital e da alta tecnologia, muitos aplicativos para smartphones e tablets foram criados com o intuito de possibilitar o aprendizado da língua árabe através dessas interfaces!

E para aqueles que não necessariamente preferem a opção “aula particular”, essa solução é muitas vezes a preferida. Isso sem falar que elas são uma excelente ferramenta para os aprendizes autodidatas que estudam sozinhos.

Basta fazer uma busca na loja de apps do seu telefone ou tablet para se dar conta de que existem várias opções.

E agora, qual escolher? 

Como sempre gostamos de tornar a vida dos nossos leitores ainda mais fácil, selecionamos um aplicativo top que vai cumprir direitinho a função de guia durante esta exploração e descoberta do mundo arabófono!

Use e abuse de apps que ensinam a língua árabe! Nesse momento de aprendizado autodidata, aplicativos para smartphones podem se tornar seu melhor aliado!

Saiba mais como aprender árabe sem stress.

Nemo Arabic

Disponível tanto para Android quanto para iOS, o aplicativo Nemo é descrito como sendo “projetado para que você comece falando as palavras mais úteis em árabe imediatamente e com confiança.”

Nemo apresenta vários recursos muito úteis na hora de descobrir o árabe:

  • Uma lista de palavras e frases essenciais;
  • Um “estúdio vocal” para melhorar seu sotaque e sua pronúncia;
  • Os recursos acessíveis mesmo sem conexão à internet;
  • Acessível para iniciantes: não é preciso nenhum conhecimento prévio da língua para conseguir utilizá-lo e fazer bom proveito;
  • Acompanhamento do progresso do utilizador e personalização de programas;
  • Resumo na parte de revisão.

Então, o que você ainda está esperando para se lançar de cabeça nessa aventura das arábias?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar