Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como celebramos a passagem de ano na China?

De Carolina, publicado dia 19/07/2018 Blog > Idiomas > Chinês > Saiba tudo sobre o ano novo chinês

De acordo com um provérbio chinês, “quando você não tem nada para se arrepender durante o dia, você não teme que os fantasmas gritem à porta no meio da noite.”

Mas mesmo se tivermos um comportamento exemplar, os espíritos maus ainda podem persistir na cultura chinesa e é importante afastá-los. Esse é o propósito das festividades do Ano Novo Chinês.

Este ano, 2018 é colocado, de acordo com o calendário lunissolar chinês, sob o signo da terra e do cão.

Contrariamente à nossa tradição ocidental, na cultura chinesa, a data do Ano Novo Chinês não corresponde ao 1º de janeiro. Ela varia de ano em ano e depende das posições dos planetas e do zodíaco chinês. Por exemplo, este ano, a data do Ano Novo Chinês foi no dia 16 de fevereiro de 2018.

Conheça mais sobre a cultura chinesa O dragão vai espantar toda a energia negativa!

Se você quer aprender mandarim, descobrir a China ou mesmo viajar para a China, Taiwan, Hong Kong, Vietnã ou passear por uma Chinatown em muitos países do mundo, o Ano Novo chinês é uma obrigação.

Como as celebrações do Ano Novo Chinês são organizadas? Como você explica tal festa e qual é a sua origem histórica e cultural?

Esse é o objetivo deste artigo: entender a essência do Ano Novo Chinês, sua origem chinesa ancestral e sua organização.

Então, aqui está tudo sobre o Ano Novo Chinês!

Ano Novo Chinês, o que é isso?

Ano Novo Chinês, um carnaval gigantesco, uma grande festa onde as danças se combinam com música tradicional, folclore e receitas chinesas de macarrão, arroz cantonês e bolinhos chineses?

Qual é a origem deste grande desfile de fevereiro? Há muitos chineses no Brasil. Então, vamos conhecer suas tradições?

Uma mistura de estilo romano sardanapalesco, como o carnaval do Rio de Janeiro ou Santa Cruz de Tenerife?

Obviamente, não é só isso.

O Ano Novo Chinês (农历 新年 em signos chineses) – Nongli Xinnian em hanyu pinyin -, ou o ano novo lunar, também é denominado Festa da Primavera (春节, Chunjie) ou ainda Festa do Tet no Vietnã.

No imaginário coletivo popular, o objetivo dessa grande celebração é desejar uma passagem feliz para o novo a seguir, eliminando os maus espíritos, após os doze estágios da corrida da Terra ao redor do sol.

É a maior festa do mundo asiático, celebrado na República Popular da China, Taiwan, Hong Kong, Singapura, Malásia, Tailândia, Filipinas, Coréia do Sul, Japão, Vietnã e muitos outros países onde há comunidades de origem chinesa.

Faça aula de mandarim e entenda a cultura da China Eles estão descansando para as festanças do ano novo chinês?

Onde quer que uma grande comunidade chinesa viva, o Ano Novo Chinês é celebrado. Na verdade, é comemorado em todo o mundo: Londres, Nova York, Paris, Tóquio, Sydney, Montreal, etc.

O Ano Novo do calendário chinês começa durante a segunda lua nova desde o solstício de inverno e termina duas semanas depois com o Festa das Lanternas, que é a primeira lua cheia do ano.

No calendário gregoriano, essa data corresponde sempre ao período entre 21 de janeiro e 19 de fevereiro. Este ano, o festa teve início na sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018, marcando a passagem do ano do galo de fogo para o do cão da terra.

Ao longo de três a sete dias, dependendo do país, as festividades visam livrar-se dos sofrimentos e das más coisas do ano passado para começar um feliz ano novo, com sorte, até mesmo providencial.

Para marcar a longevidade e a vida, as famílias se encontram no dia da Festa da Primavera com uma refeição majestosa. Os “dumplings” ou bolinhos no mundo asiático, particularmente, são um deleite cultural!

No calendário chinês, um ano dura 12 meses lunares, mais de 355 dias – portanto, onze dias a menos que o nosso calendário – e cada ano é colocado sob um dos doze signos do zodíaco chinês:

  • Rato (2008),
  • Boi / búfalo (2009),
  • Tigre (2010)
  • Coelho / lebre / gato (2011),
  • Dragão (2012),
  • Serpente / Cobra (2013),
  • Cavalo (2014)
  • Cabra (2015),
  • Macaco (2016),
  • Galo (2017),
  • Cão 2018),
  • Porco (2019).

Cada ano também corresponde a um dos cinco elementos (wuxing): metal, água, madeira, fogo ou terra.

E cada signo astrológico chinês tem suas interpretações: há muitos sites para aprender chines com informações sobre cada um dos significados dos signos do zodíaco chinês.

As festividades começam no 24º dia do último mês lunar.

Na tradição chinesa, os deuses sobrem ao céu nesse dia para homenagear o imperador de Jade – Yu Wuang – o deus dos deuses e governante do céu desde o século VII na mitologia chinesa.

Durante sete dias na China, cinco dias em Taiwan e três dias no Vietnã: em todo o mundo, as famílias chinesas, taiwanesas e vietnamitas se encontram para compartilhar festas suntuosas, distribuindo presentes, muitas vezes presentes de dinheiro, projetado para trazer boa sorte – quem sabe também para sua aula de chines?

Uma história do ano novo chinês

A origem dessa grande festa remonta à antiguidade e está ligada à produção agrícola. Os agricultores desejavam uma colheita abundante para não sofrer de uma possível crise alimentar.

A China tem muitas tradições, superstições, não é só modernidade!

Ela teria surgido por volta de 104 a.C. durante o reinado de Wudi (140 a.C – 80 a.C.) e sob a dinastia de Hans do oeste. O atual calendário chinês também teria sido criado na mesma época.

No entanto, os primeiros traços de referências a contar os dias como as estrelas na China remonta ao primeiro ano do reinado do Imperador Amarelo, dito “Huangdi”, no ano 2698 a.C. Então, estaríamos no ano 4716 em vez de 2018!!!

Esse calendário lunar se sucedeu ao longo dos séculos, durante a dinastia Qing de 1616 a 1911. Assim, o dia de Ano Novo tornou-se uma festa tradicional para todos os monarcas.

Uma lenda chinesa – a lenda do Nian – conta a história de um monstro híbrido  entre um leão e touro, feroz e criatura voraz das profundezas do mar. Ele tinha o hábito de sair da terra firme para fazer uma festa, devorando os bichos e as pessoas em seu caminho, sempre no momento da transição para o novo ano.

Diz a lenda que um mendigo, um homem velho, teria chegado em uma aldeia no dia do Ano Novo. Ele prometeu para um morador que conseguiria assustar o monstro em troca da hospedagem de uma noite sob seu teto.

A aldeia ficou deserta por seus habitantes aterrorizados. Ele teria recolhido panelas trapos vermelhos, bambus secos e velas na casa de seu anfitrião.

Ele pregou os trapos nas portas da porta, acendeu as velas, colocou os bambus em chamas à meia-noite quando o Nian se aproximou.

O barulho da queima de bambu seco, o som das panelas em que o velho bateu, e os trapos vermelhos brilhantes teria assustado o monstro, que teria voltado.

No dia seguinte, os aldeões, surpresos que nada foi devastado e ninguém foi assassinado, começaram a festa com a família para celebrar a façanha do dia anterior.

Temendo o vermelho, a luz e o barulho, a criatura Nian ficou bem longe das casas. E no dia seguinte, feliz por ter a garantia de estar vivo por mais um ano, as pessoas costumavam gritar “parabéns! (Kung-hsi)

É por isso que os chineses penduram em suas varandas, portas, vários panos e  e tiras vermelhas na entrada – junto com um poema – à luz de tochas de fogo e tirando fogos de artifício durante toda a noite.

Nasciam as festividades do Ano Novo Chinês: uma espécie de demônio da Tasmânia em versão oriental, em suma…

Os chineses há muito acreditavam que festejar até a primeira manhã do ano novo permitia que os membros da família, os idosos e os pais aumentassem sua longevidade.

Em 2018, a frase “xīnnián kuàilè, gou nián dàjí” foi pronunciada para desejar o ano novo ( “Feliz Ano Novo, muita sorte para o ano do cão” 新年 快乐 狗年 大吉). Se você é do signo do zodíaco chinês do cão, você pode até ter seu símbolo gravado com uma tatuagem chinesa!

Onde e como celebrar as festividades do Ano Novo Chinês?

Como as celebrações do Ano Novo Chinês são organizadas hoje?

Quem perder as festas do dia 31 de dezembro de 2018, ainda pode compensar isso. Já pensou em se juntar para uma refeição com a comunidade chinesa em sua cidade natal?

O jantar para as comemorações chinesas é feito em família A refeição é muito importante na Festa da Primavera na China

A refeição do Ano Novo Chinês varia por região, mas a intenção é sempre que ela seja um amuleto da sorte para os doze meses a seguir. Por isso, a festa pode ser uma boa oportunidade para revisar os caracteres chineses escritos nas bandeiras e carros dos desfiles!

No jantar da véspera do Ano Novo, os chineses costumam comer o guioza chinês (o bolinho ou “dumplings”), yakisoba – o macarrão simboliza a longevidade da cultura chinesa – e bolos de arroz glutinoso.

O guioza – jiaozi em chinês – simboliza a reunião de família, alegria e felicidade.

E, além disso, por tê-los provado durante uma viagem a Taiwan, posso certificar pessoalmente que eles são suculentos!

Os chineses mantiveram a tradição de explodir fogos de artifício durante a Festa da Primavera, que aconteceu em 16 de fevereiro de 2018 (aulas de mandarim?).

No dia do Ano Novo, no dia seguinte da Festa da Primavera, os sinos tocam tradicionalmente como sinal de sorte. É nesse momento que a gente se abraça, troca os votos de um feliz ano novo e que visitamos nossos parentes e próximos.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar