Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como aprender a vocalizar com vibração?

De Fernando, publicado dia 27/11/2017 Blog > Música > Canto > O que é um vibrato?

A passagem do anonimato do pequeno aprendiz  para o personagem impressionante apresentado pelo cantor é frequentemente pautada em elementos técnicos, dos quais o vibrato é parte.

Sem ele, o mundo da ópera seria permanentemente fechado, enquanto você receberia apenas amadores em concursos de canto sem muito talento.

Mas não perca a esperança: tentaremos mostrar bem o conceito de técnica vibrato e vocal , trazendo alguns elementos de trabalho valiosos para direcionar o seu treinamento vocal.

Você conhece alguma outra técnica para deixar sua voz mais completa?

Para cantar bem é preciso se exercitar Quando o vibrato flui sem esforço na sua voz, significa que algo bom está acontecendo.

 Vibrato: o que é isso?

A primeira pergunta a se fazer é: como cantar direito? Depois, mas só depois disso, você pode ir além.
Nem sempre é fácil controlar o esterno para manter uma nota constantemente. Você tem que saber como colocar a sua voz de  tal forma,  mas também tem que saber como obter a verticalidade e modulá-la corretamente.

Não se trata de fazer como algumas pessoas que, tremendo, acreditam ter a voz de Whitney Houston enquanto maltratam os ouvidos de sua audiência.

Para evitar assobiar, você deve dominar sua traqueia para imprimir uma ondulação uniforme e harmoniosa da freqüência e intensidade dos sons – em suma, a altura. Sem isso, seria melhor ficar quieto, e toda a força feita é inútil!

Este tremolo (termo normalmente focado na repetição intensidade de uma nota) é uma polifonia que diz respeito a qualquer faixa: castrati, contralto, mezzo-soprano – todo cantor moderno precisa dominar essa técnica. Você já pensou em desenvolver melhor os seus agudos?

Vibratos são acima de tudo um bem que pode ser treinado, o que não impede que às vezes seja necessário uma experiência de canto para desenvolver todas as potencialidades da voz humana: qualquer voz bonita em boa saúde é normalmente capaz de alcançar essa modulação rítmica.

É sempre uma questão de obter seu vibrato natural e ditar sua vontade. É tudo sobre o fluxo de ar que deve ser emitido; um vibrato artificial continua sendo possível, mas menos satisfatório. É uma tensão muscular do músculo tireo-aritenóide laríngeo, com várias mudanças de altura para o segundo – entre 4,3 e 7,2 oscilações em uma situação ideal!

Os mais jovens não precisam entrar em pânico: o vibrato quase não existe na infância, mas aparece e se desenvolve com a idade.

Devemos esperar até que a mudança da sua voz tenha passado e tomar aula de canto irá ajudá-lo a se preparar para a ópera. A flexibilidade de uma voz fará o resto, com a ajuda de uma escola de canto, se necessário!

E se, apesar de todos os seus esforços, o seu vibrato ainda não mostra a passagem do tempo e o seu esfoço, é porque você provavelmente tenha alguma variação na região do corpo mais utilizada – procure um especialista! Quem sabe um fonoaudiólogo não possa ajudá-lo?

Pratique bem a técnica musical Vibrar as cordas vocais é como o fazer em um instrumento comum: é preciso técnica

Qual o uso de vibração de suas cordas vocais?

Em qualquer escola de música, o vibrato faz parte da rotina e realidade dos alunos: todos os instrumentistas sabem de que se trata, inclusive nas aulas de piano, onde o tremolo toca piano com dois dedos para vibrar duas notas.

Acordeão, violão, guitarra, trompete: poderíamos multiplicar exemplos para encontrar equivalentes e, em qualquer caso, recorrer a professores particulares será o melhor para dominar a música moderna e quebrar os maus hábitos.

Quando se trata de cantar bem, o vibrato tem seu lugar em todo canto coral ou para um cantor lírico (um tenor, por exemplo), mas também se encaixa em mais de um estilo musical, como o canto no jazz ou gospel, por exemplo. Para esses estilos, a voz grave também é muito valorizada.

O único pré-requisito é que o ritmo seja relativamente lento, caso contrário, haveria pouco tempo para adornar suas canções com vibratos.

Dicas simples para fazer sua voz vibrar

Tenha em mente que é uma pequena variação de tom e essa é uma função natural de um tom bem produzido.

  1. Abra a boca como se bocejasse.
  2. Relaxe os músculos completamente (especialmente através da laringe).
  3. Mantenha-se ereto (posição dominante para seu controle vocal).
  4. Controle sua respiração.
  5. Cante com o seu diafragma.
  6. Relaxe seus músculos completamente.
  7. Tentando ser sutil, os vibratos mais bonitos são frequentemente leves e suaves
  8. Melhore gradualmente sua técnica vocal.
  9. Confie em sua voz.

Ter uma boa voz ajuda na hora de profissionalizar A técnica ajuda na hora de iniciar a sua carreira musical

Como gerenciar o controle de vibratos vocais?

Tudo deve começar com um despertar musical, desde cedo – e por que não com um cantar antes mesmo da criança saber falar? As aulas coletivas são muito adequadas para tal trabalho de canto.

O pré-requisito é, naturalmente, o aquecimento vocal, para estar em plena posse de seus meios de ressonância, como podemos chamar esse tipo de atividade vocal.

O aquecimento é fundamental para encontrar a sua voz ideal sem o menor aperto. Uma técnica sólida está bem direcionada com boa respiração e colocação de som precisa, alinhamento do corpo e liberação de tensão. Em suma, o vibrato é um sinal de boa técnica vocal, o resultado de todo um bom trabalho que você já está tendo.

Na mesma ordem, também é exigido um relaxamento: relaxar vocalmente faz bem à musculatura e à glote.

Ouvimos imediatamente a diferença entre um tempo de coro e cantores que se prepararam para saber repetir e vibrar sem ficar cansado ou desanimado: a faringe perde musicalidade e amplitude quando as pulsações são muito altas, por isso, cuide bem da sua voz.

Cantar uma música será sempre dependente, em muitos aspectos, da fisiologia humana. Será difícil treinar fortemente, interpretar uma música sem respeitar sua fragilidade e essa situação de fragilidade pouco controlada causará muitos inconvenientes.

As aulas de teatro ou de fala em público podem ajudar os mais tímidos a superar seus medos, além de tocar e ouvir peças de todos os estilos, tentando descobrir as melhores maneiras de expor sua voz.

Esse treinamento para a improvisação também será uma vantagem para articular bem, regular o tom de seu diafragma e não tropeçar nas consoantes durante um trecho sem acompanhamento.

E se você precisar descarregar suas energias, vá para as aulas de bateria! Ou aprenda a tocar violão para relaxar e criar um estilo mais descontraído para seus momentos de canto. A dança também pode ser um bom exercício para gastar um pouco da sua tensão – e quem sabe você não se torna um fenômeno no teatro musical?

O terceiro ponto é respirar bem. A respiração abdominal é, de fato, o coração do coral: é necessário se dedicar na qualidade da expiração, revisitando sempre as repetições dos exercícios para isso. Porque o vibrato vem mais facilmente da barriga!

De qualquer forma, aprender a cantar em aulas coletivas não é a maneira mais eficaz de aprimorar seu ouvido musical e sintonizar seus abdominais com sons que saem da sua boca. Para isso, é melhor usar um treinador vocal ou um professor particular que, como um bom tutor, transmita no seu conhecimento da teoria da música e se adapte às suas necessidades.

As aulas particulares podem ser um grande medidor do seu progresso, assim como os exercícios diários e a sua evolução constante podem ser medidas, por exemplo, com as gravações periódicas de sua voz.

Um professor de canto de qualidade poderá mostrar-lhe os exercícios de respiração adaptados ao seu treinamento musical, assim como suas lições de música devem lhe transmitir um conhecimento preciso de como agir no palco e ganhar mais autoconfiança nessa área.

Sempre que encontrar o professor que acredita ser o melhor para você, procure as referências e peça para fazer um teste na primeira aula e isso vale para todos os níveis, para aulas presenciais, aulas de canto online ou em grupo. Esse tipo de avaliação também pode ser importante para outras aulas além do canto, como aprender guitarra, piano, violão ou saxofone. A sua necessidade precisa se encontrar com a metodologia certa para o seu aprendizado.

Se ja tiver esse conhecimento, aponte para o seu professor ou diretor artístico do seu coral, qual a sua intonação correta, seja ela um tenor, contralto, baixo-barítono. Isso pode ajudá-lo no avanço de etapas e melhor posicionamento nas aulas.

Já dissemos que o vibrato é uma capacidade natural, então o desafio é como aprender a controlar o equilíbrio dessa técnica em sua arte.

Encontrar a altura certa de expressividade e tomar consciência de sua dicção modulada deve ser o principal objetivo das lições de canto dedicadas ao vibrato.

Alguns exercícios durante um curso de treinamento intensivo permitirão alcançar esse objetivo, tanto para os agudos quanto para uma voz mais profunda.

Para fazer o som de sua voz ecoar pela cidade, não deixe de treinar e procurar o profissional certo para suas aulas!

uma banda ou orquestra, mas não deixe de cantar Você quer ser um grande cantor em uma banda?

Inspire-se e não deixe de cantar

Todos os cantores não são iguais: isso seria conhecido. Por isso, é bom ter uma sólida educação musical para saber como identificar os artistas que você pode se inspirar e até mesmo imitar enquanto aprende.

Ouvir excelentes clássicos da música tradicional é a base da carreira de qualquer cantor famoso e essa criação de referências pode ajudar na sua projeção e busca por oportunidades.

Se você tem um professor de música,  ele poderá encontrar o seu tom certo e quem sabe então tentar passar  sua voz por alguma técnica vocal que você tenha  ouvido em O Barbeiro de Sevilha de Rossini,  As Bodas de Fígaro de Mozart ou Tetralogia  de Wagner. Que tal tentar?

Entre os contemporâneos, encontraremos Mary J Blige, Beyoncè e Mariah Carey , cujas vocalizações marcaram seu público, bordando excessivamente em torno de cada vogal – ou quase.

A rainha da noite ou o futuro Luciano Pavarotti ou Plácido Domingo pode ser  você!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar