É melhor dizer isso já desde o início, não há truques fáceis para cantar com uma voz profunda! Se você tem visto  conteúdos, professores de escolas de música e conservatórios tentando provar o contrário, eles podem não estar sendo muito honestos.

Pelo contrário, a voz deve ser muito bem trabalhada, de preferência com um professor de canto dedicado ao seu treinamento, para melhorar, evoluir e dominar bem todos os sons que surgirem durante esse período.

A atual tendência musical é focado em trabalhar bem as vozes de cantores com vozes profundas como os que sempre foram encontrados em diferentes estilos como blues, soul ou jazz.

Nós já sabemos, apesar de todo o talento do mundo, um bom tom de voz e uma presença de palco marcante, às vezes é difícil chegar a certas oitavas como alguns cantores ou cantores famosos e consagrados.

E, como em tudo na vida, existem bons cantores e cantores ruins. O bom cantor é aquele que está plenamente consciente da ligação que essa atividade desenvolve entre seu corpo e sua mente. E isso é um dos seus maiores diferenciais, juntamente com a dedicação e a vontade de sempre aprender.

Portanto, é interessante para ele ou ela seguir certas recomendações e técnicas vocais para melhorar a partir das primeiras lições de canto para se tornar uma cantora consolidada e de sucesso. Nunca é tarde para começar no canto, assim como nunca estamos tão bem treinados que não podemos melhorar!

Por isso, fique de olho nas próximas dicas e tente aplicá-las em sua rotina de canto! Aproveite para conhecer também outras técnicas vocais.

Quem é seu cantor favorito?
Qual é o melhor exercício para melhorar o trabalho das notas?

O que é uma voz mais grave?

Quando falamos de voz grave ou voz aguda, estamos nos referindo aos tons que o cantor consegue alcançar com sua voz na escala geral dos sons. Dessa maneira, estamos falando de de extensão vocal. Uma extensão vocal é definida como o intervalo que você consegue cantar sem dificuldades.

Um tom é um intervalo utilizado na escala diatônica (e consequentemente em grande parte da música ocidental). Corresponde à diferença de altura entre duas teclas brancas do piano quando há uma tecla preta entre elas ou ainda entre duas teclas pretas. 

Assim, podemos citar como conceitos:

  • Agudo: som com maior frequência (vibrações rápidas), que correspondem a um som alto alto, logo, agudo. Exemplos de instrumentos: Apito, Clarinete, Flauta, Trompete e Violino
  • Grave: som com menor frequência (vibrações lentas), que correspondem a um som baixo, logo grave. Exemplos de instrumentos: Contrabaixo, Trombone, Tuba e Violoncello.

E o que determina se a voz de uma pessoa é mais grave ou aguda é a extensão das suas cordas vocais.

A frequência natural da voz humana é determinada pelo comprimento das cordas. Dessa maneira, mulheres que têm as pregas mais curtas possuem voz mais aguda que os homens com pregas mais longas. Também é por essas mesmas razões que a voz das crianças é mais aguda do que a dos adultos. A mudança de voz costuma ocorrer na puberdade que é provocada pela modificação das pregas que de mais finas mudam para uma espessura mais grossa.

O comprimento e a espessura das cordas vocais determinam, tanto para o sexo masculino, como para o feminino, a extensão vocal e o registro de alcance das notas produzidas vocalmente.

Além dos aspectos fisiológicos, existem fatores externos que podem alterar o alcance vocal. Um deles é o estado emocional do cantor, como a excitação, o estresse ou a tristeza. Com a excitação, por exemplo, as pregas vocais esticam e a voz tem tendência a se afinar.

Outro ponto interessante é saber que cada voz tem seus limites. Apesar disso, com aulas de canto e muito treino por meio de exercícios, uma pessoa pode alcançar tons mais graves ou tons mais agudos.

Existem basicamente seis classificações vocais que, convencionalmente, foram divididas entre vozes masculinas e vozes femininas.

  • Classificações vocais masculinas: Tenor (voz mais aguda), Barítono (voz entre Tenor e Baixo) e Baixo (voz mais grave).
  • Classificações vocais femininas: Soprano (voz mais aguda), Mezzo-soprano (mezzo significa meio então é a voz entre soprano e contralto)  e Contralto (voz mais grave).

4 coisas para evitar se você quer trabalhar sua voz mais profunda

1. Tente modificar seus acordes vocais

Sem intervenção cirúrgica, é impossível mudar o comprimento das cordas vocais de uma pessoa. Isso define o alcance da voz dde um indivíduo.

Por exemplo, alguns cantores modernos, amadores ou profissionais, têm mais facilidades para cantar nos agudos, enquanto outros cantam mais facilmente nos tons mais baixos. E isso é normal!

Portanto, é necessário admitir o poder da força natural da biologia ao tentar trabalhar a voz que se possui, em vez de tentar modificá-la. Todas as vozes podem ser bastante belas e agradáveis, além disso, trabalhando a sua voz e não criando algo artificial, você certamente terá a chance de cantar por muitos e muitos anos.

2. Forçando sua voz

Forçar sua voz é, na maioria dos casos, uma má ideia. Quando tentamos silenciar uma sala de aula, ser ouvido em um debate ou berrar de emoção por um artista em um show pode ser um pouco radical demais.

Para cantores em um grupo de música, coro ou solo, forçar sua voz pode levar à extinção de vozes por alguns dias, ou até por mais tempo, causando também grandes problemas para a sua saúde em alguns casos.

3. Não repouse sua voz

Na vida diária, o excesso de trabalho tem efeitos nocivos sobre o corpo. É o mesmo na música quando você não poupa sua voz corretamente.

É importante que um cantor respeite os tempos de interrupção indicados em sua partitura ou como parte de sua carreira na música.

Tentando encadear as músicas sem qualquer pausa é muito ruim para a voz que não tem tempo para recuperar a energia para vivenciar melhor a música. O descanso também faz parte dos elementos que tornam a sua voz potente e possível.

4. Abaixe a cabeça para cantar o baixo

É um reflexo humano, mas baixar a cabeça para reproduzir um som mais grave tem o efeito oposto na voz e tensiona os cabos vocais. Tente sempre trabalhar com a cabeça na linha do horizonte, os ombros bem alinhados e uma postura saudável. Isso ajuda na respiração e no momento de cantar!

Para cantar, é necessário ser detalhista
Proteger a voz deve ser é uma obsessão dos cantores

5 passos a seguir para cantar com uma voz profunda

Cantar com uma voz mais séria não é uma tarefa fácil e deve levar tempo, alguns sacrifícios e muito treino para alcançá-la. Outra técnica importante, o vibrato, é natural, mas também precisa de esforço!

Da postura à respiração através dos exercícios de vocalizações, vejamos o que pode ser feito para ajudar nesse proceso.

1. Relaxe seu rosto

Para aprender a cantar bem, você precisa perder muito da tensão que acumula no dia a dia (e essa pode ser uma boa atividade para fugir do estresse!). Considerada como a área mais tensa do corpo para alguns, desbloquear os músculos do seu rosto pode liberar sons sérios ou agudos.

Várias técnicas podem ser consideradas para alcançar esse feito que visa desfazer todos os maus hábitos que você acumulou há vários anos, tais como:

  • Libere a tensão exercida pela mandíbula . Esta área é a que exerce a maior força no seu rosto. Para fazer isso, afrouxe seus dentes e deixe sua mandíbula cair ligeiramente.
  • Relaxe seus olhos e sua testa . As sobrancelhas e as pálpebras  libertarão a tensão. O objetivo é tentar acalmar toda as áreas, passo a passo.
  • Trabalhe sua língua e sua boca . Ferramentas essenciais para cantar, elas precisam articular mais, tentando vibrar os lábios e mostrando os dentes, o que melhora seu discurso e liberta sua voz profunda. Finalmente, coloque a ponta da língua contra os dentes inferiores e relaxe.

2. Faça vocalizações

Clássicos em qualquer aula de canto, fazer vocalizações  permite ampliar seu campo vocal ou capacidade de voz sem qualquer artifício tecnológico..

Ridículo para alguns alunos, essencial para os professores, este exercício permite:

  • Tornar as cordas vocais mais flexíveis.
  • Melhorar o controle sua voz.
  • Cantar todos os sons entre as duas notas máximas.
  • Ganhar algumas oitavas de largura.

Note que fazer vocalizações acompanhadas por um piano pode ser muito bom para começar seu trabalho no alcance.

Outros exercícios podem ser adequados para cantar em voz baixa, como passar da voz da cabeça para a voz do peito sem alterar a tessitura. Peça para seu professor ajudar você nesses exercícios!

Confira todas as ofertas de aula de canto online no Portal do Superprof!

3. Mobilize sua respiração ventral

Para oferecer mais corpo à sua voz, para reforçar sua presença no palco ou para ajustar sua voz corretamente, é necessário trabalhar sua respiração abdominal.

Para praticar, você deve:

  • Esconder sua barriga inspirando.
  • Observe gradualmente o seu estômago enquanto expira.
  • Empurre ligeiramente os oblíquos até o nível do púbis.
  • Mantenha o diafragma tão longe quanto possível.
  • Maximize a caixa torácica.

4. Circule o ar de seu corpo para melhorar sua respiração

Elemento-chave de muitas artes marciais como tai chi chuan, a respiração também tem um impacto decisivo na qualidade do som e desempenho do cantor.

O ar usado para alimentar sua respiração deve estar na parte inferior da barriga, devendo fluir de maneira totalmente controlada. Tornar-se ciente de sua respiração é o primeiro passo para melhorar seu nível de canto.

5. Tome aulas com um professor de canto

Não vamos mentir, há uma infinidade de livros sobre canto, aulas de canto online, até vídeos do Youtube abordando o assunto, mas nenhuma dessas mídias irá substituir a qualidade intrínseca de um professor cantor perto de você.

Sem sucesso em aprender a cantar como um autodidata, é melhor ter um professor que terá como objetivo transmitir as ferramentas técnicas através de exercícios especiais e trabalhar no seu potencial.

Para encontrar o seu, pesquise os perfis mais próximos do que você busca, podendo envolver muitos anos de experiência em conservatório ou estilos de música que o agradem mais. E sempre tente receber algumas avaliações de alunos anteriores para conhecer bem o método e os resultados já alcançados. Você precisa encontrar alguém que seja perfeito para os seus objetivos! E isso também funciona se você quer trabalhar os seus agudos.

E ter um tutor especialmente focado em você ajuda também na hora de exercitar e trabalhar tudo com mais dedicação, já que os resultados podem ser observados com bastante rapidez, se todos fizerem a sua parte!

Grave ou agudo, sempre cuide da sua voz
A qualidade da respiração depende de como você se exercita

Exercícios para deixar sua voz mais grave

Antes de mais nada, você precisa pensar se você realmente precisa ter a voz mais grave. Isso porque a voz ela tem de combinar com a nossa personalidade, seu tipo físico, o tipo de emoção que você gostaria de passar no palco. E muitas vezes a sua voz já está em sintonia com o que você é e como você é como cantor. Ficar forçando para deixar a voz mais grave pode não combinar com a sua personalidade e pode até causar lesões mais sérias nas pregas vocais. Mexer na frequência da voz não é algo tão simples!

Faça a seguinte pergunta: a sua voz está realmente tão aguda como você pensa que ela está?

Como se tratam de exercícios aqui, é preciso saber também que os resultados só serão percebidos depois de alguns dias de prática.

A voz grave é emitida por cordas vocais mais encurtadas, enquanto a voz aguda é emitida com as cordas vocais mais alongadas. Portanto, os exercícios que visam tornar a voz mais grave trabalham os músculos que são responsáveis por encurtar as pregas vocais. Esses exercícios têm como objetivo o abaixamento da laringe.

Uma primeira dica antes de realizar os exercícios é sempre prestar a atenção em sua respiração. Respire normalmente. Reserve um tempo para perceber a qualidade da sua respiração. Veja se você respira pela boca ou pelo nariz, e, nesse momento, não tente mudar nada no seu jeito.

O portal Descomplicando a Música traz também uma dica de como realizar uma respiração ideal para seu canto:

  • Primeiro passo: fique em uma postura adequada (pescoço alinhado e sem tensões);
  • Segundo passo: coloque as mãos sob a última costela e puxe o ar pelo nariz expandindo a barriga (não exagerar no movimento de expansão). Tente observar o movimento das costelas abrindo levemente. Obs: cuide para que seus ombros não levantem enquanto você puxa o ar (inspira).
  • Terceiro passo: Solte o ar pela boca, calmamente. Tente observar a barriga “murchando”, ou seja, diminuindo à medida que o ar vai saindo. Observe também o movimento das costelas fechando.

Agora, vamos aos exercícios:

  • Primeiro exercício: o bocejo. O bocejo é uma forma fisiológica natural de abaixamento de laringe. Atenção: faça longos bocejos, com emissão de som. Solte bem a musculatura e realize um suspiro junto.
  • Segundo exercício: o spaghetti. O exercício é feito com um movimento que reproduz a pessoa sugando um spaghetti. Então você suga o ar, inspira e depois realiza um suspiro na expiração. Atenção: não faça muito esforço, sempre mantenha o conforto na respiração. Esse exercício é excelente para abaixar a laringe e deixar a voz mais grave. Faça duas séries de 10 desse exercício, com uma pausa entre elas.
  • Terceiro exercício: Ho ho ho. O exercício consiste e falar o Ho ho ho no tom mais grave que você conseguir. Repita o exercício dez vezes. Ele pode ser incrementado com uma frase após o Ho ho ho, como: Ho ho ho eu vou. Esse exercício trabalha muito o músculo responsável por encurtar as cordas vocais.
  • Quarto exercício: imitar um som específico. Inspire fundo e procure fazer o som característico de quando se sopra num cano. Deve-se imitar esse som sem a preocupação de o fazer soar muito alto, tentando prestar atenção na vibração da cabeça. Procure encontrar este ponto, repetindo de 7 a 10 vezes, uma vez ao dia. Outra forma de ajustar a voz é experimentar ir falando em diferentes tons de voz, projetando-a e percebendo que a voz é moldável e permite à pessoa falar em diferentes tons.

Não se esqueça de se hidratar com frequência ao longo dos exercícios! Muito cuidado ao realizar os exercícios e não faça esforço além do necessário.

Pronto! agora você já está pronto para praticar sua voz de trovão!

Listas de cantores para trabalhar em sua voz profunda

Barítono, tenor, soprano, mezzo... Os registros de voz permanecem os mesmos e as vozes profundas costumam fascinar bem os espectadores. Esse estilo se aplica tanto a homens quanto a mulheres e traz vozes bem diferenciadas para o público. Pode ter certeza que você encontrará uma boa gama de cantores e cantoras para facilitar o seu estudo e acompanhar bem as mudanças que eles fazem de acordo com as técnicas que são aprendidas e sua evolução.

Cantores com a voz profunda

  • Nick Cave
  • Leonard Cohen
  • Barry White
  • Tom Waits
  • Jim Morrison
  • Howlin’ Wolf
  • Willie Dixon
  • BB King
  • Bruce Springsteen
  • Elvis Presley

Cantoras com a voz profunda

  • Ivete Sangalo
  • Tina Turner
  • Whitney Houston
  • Tracy Chapman
  • Lauryn Hill
  • Amy Winehouse
  • Adele
  • Cher
  • Christina Aguilera
  • Toni Braxton
Em uma banda ou solo, você precisa treinar
É preciso entender bem o seu registro para evoluir

Lista das melhores músicas para se cantar com a voz grave

Praticamente todas as músicas podem ser bem cantadas em uma voz mais grave. Ela é bem versátil e se encaixa bem com diversos estilos musicais e momentos da vida.

  • Fiver Finger Death Punch – House of the Rising Sun (Cover)
  • Bill Withers – Ain’t No Sunshine
  • Conway Twitty – Slow Hand
  • Darius Rucker – Don’t Think I Don’t Think About It
  • Josh Turner – Your Man
  • Toby Keith – I Love This Bar
  • War – Low Rider
  • Lips of an Angel – Hinder
  • The Calling – Wherever You Will Go
  • The Big Bopper – Chantilly Lace
  • Johnny Cash – Hurt

Como cuidar de sua voz grave

Dicas de cuidados com a voz.
Quando se é cantor e deseja cuidar bem da sua voz, é necessário seguir alguns cuidados !

Então, como você pode cuidar da sua voz quando é cantor? Aqui estão dez dicas para cuidar da sua voz grave!

Antes de cantar qualquer música, é aconselhável aquecer a voz com vocalizações para que as cordas vocais se aqueçam. Este exercício vai preparar a voz para um esforço intenso, como um concerto, por exemplo.

Segunda dica: durma bem. Um indivíduo cansado é uma pessoa que força suas cordas vocais a cantar. Você precisa dormir bem para permitir que as cordas vocais descansem antes de fazer um novo esforço. A falta de sono pode levar à rouquidão ou a uma sensação desagradável de perda de voz.

Em terceiro lugar, devemos adotar uma boa postura para liberar os pulmões, a respiração abdominal e os abdominais. Para fazer isso, fique reto, com os pés separados pela largura da pelve, a pelve no eixo da coluna, mãos abertas e ombros relaxados. Devemos tentar reduzir a tensão muscular do corpo para ter uma voz poderosa e fluida.

Também é aconselhável se exercitar regularmente para que o cantor desenvolva resistência respiratória e vocal. Durante a atividade física, o corpo consome um excesso de oxigênio para fornecer aos músculos a energia necessária para fazer o esforço e limitar a produção de ácido lático no tecido muscular. O impacto na música é perceptível, à medida que a respiração é melhorada.

Que outros conselhos podemos dar? Aqui está uma pequena lista:

  • De novo: sempre aqueça sua voz antes de cantar
  • Pare de fumar: além de prejudicar a qualidade do seu canto, os fumantes correm risco de doenças com risco de vida (câncer de pulmão, câncer de laringe, câncer de garganta);
  • Faça sempre uma pausa vocal entre os ensaios para reduzir a tensão muscular no sistema respiratório e laríngeo;
  • Se proteja do frio;
  • Pare de falar: o silêncio é um dos melhores remédios para descansar e curar sua voz;
  • Não cante em caso de dor inflamatória persistente: dor de garganta, irritação do trato respiratório, infecção viral, alergia, etc.
  • Consulte um otorrinolaringologista ou um fonoaudiólogo se os distúrbios da voz durarem mais de 7 dias (diagnóstico, fibroscopia ou endoscopia). O fonoaudiólogo está autorizado a realizar pequenos procedimentos cirúrgicos em caso de inflamação benigna. Se forem detectados distúrbios mais graves (tumor, por exemplo), pode ser necessário fazer quimioterapia.
Precisando de um professor de Canto ?

Você curtiu esse artigo?

3,25/5 - 8 nota(s)
Loading...

Fernando

Tutor online, apaixonado por livros, idiomas e esportes, sempre buscando novas coisas para estudar e aprender melhor.