Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Por que escolher a área de exatas?

De Fernanda, publicado dia 17/04/2018 Blog > Apoio Escolar > Orientação Vocacional > Orientação vocacional: cursos superiores em exatas

Registros arqueológicos mostram que a matemática é tanto um fator cultural, quanto parte da história do desenvolvimento da nossa espécie. Ela evoluiu a partir de contagens, medições, cálculos e do estudo sistemático de formas geométricas e movimentos de objetos físicos. Raciocínios mais abstratos que envolvem argumentação lógica surgiram com os matemáticos gregos aproximadamente em 300 a.C., notadamente com a obra Os Elementos, de Euclides. A necessidade de maior rigor foi percebida e estabelecida por volta do início do século XVIII. 

As exatas estão entre as mais antigas das ciências. Desde a antiguidade, o homem utiliza a matemática para resolver seus problemas e procurar soluções para melhorar as questões sociais.

Nesse sentido, ao longo da história, foram as Ciências Exatas que proporcionaram aos antigos egípcios a construção das pirâmides; que os gregos erguessem suas acrópoles e monumentos e também que o homem realizasse a viagem espacial até a lua no século 20.

Nada mal como área do conhecimento, não é mesmo?

No entanto, nos dias de hoje, a área de exatas conheceu uma explosão considerável no que diz respeito à evolução das pesquisas e, consequentemente, provocou o surgimento de novas profissões e subáreas antes inexistentes. As transformações do mundo contemporâneo e as inovações em tecnologia exigiram novas profissões que correspondessem a novas necessidades.

Ainda em dúvida sobre qual curso superior escolher para construir a sua carreira? O Superprof está aqui para isso! Nesse artigo, trazemos algumas dicas e mais informações sobre os caminhos possíveis na área de exatas.

Por que exatas?

Melhore a sua relação com a matemática A matemática é importante em todos os domínios da nossa vida.

Pois bem: você conseguiu chegar à etapa mais importante da sua vida! Os anos finais do Ensino Médio exigem dedicação, disciplina, mas sobretudo conhecimento e segurança para conseguir decidir sobre o seu futuro profissional e acadêmico.

A área de Ciências Exatas é aquela que, em seus estudos, possui as disciplinas de Matemática, Química e Física como parte de sua estrutura principal. A Ciência Exata utiliza os cálculos para alcançar resultados precisos, por meio de métodos rigorosos. Ao contrário das Ciências Humanas, as ciências exatas buscam a precisão como metodologia. A principal característica das carreiras e dos profissionais da área de exatas é o raciocínio lógico.

O estudante de exatas precisa ter facilidade com cálculos e interpretação de dados. É recomendado para quem tem necessidade de resultados concretos e conhecimentos menos abstratos. Como regra geral, essa pessoa que gosta de resolver problemas, vencer desafios, conviver com a inovação e deseja contribuir para o progresso do país, desenvolvendo novas tecnologias ou atuando como professor que participará da formação desses profissionais que desenvolverão essas novas tecnologias.

Mas atenção, estudantes! É importante saber que o ritmo acelerado de inovações no setor tecnológico exige desses profissionais uma formação adequada e atualização constante. Portanto, é preciso gostar de estudar! O mesmo acontece com aqueles que preferem as Ciências Biológicas!

E então, você sempre teve uma queda pela área de exatas e nunca soube muito bem para qual curso superior se direcionar?

Vamos começar conhecendo as diferentes modalidades de estudos superiores existentes e reconhecidas pelo MEC:

  • Bacharelado: ao concluir o curso de graduação em diversas áreas, é concedido o título de bacharel aos estudantes. Sua média de duração pode variar de 3 a 6 anos.
  • Licenciatura: o estudante que recebe seu título fica apto a ministrar aulas em escolas do Ensino Médio, Fundamental e Infantil. A demanda de professores cresce a cada dia, visto a necessidade de capacitação dos mesmos para que possam ministrar aulas.
  • Tecnólogo: é uma opção para aqueles que desejam ter um diploma superior mas preferem uma formação mais focada no mercado de trabalho e menos no aspecto acadêmico. Depois de concluir a formação, o estudante recebe o título de tecnólogo e não bacharel. Os cursos, além de serem ofertados na modalidade presencial, são facilmente encontrados na modalidade EAD ou semipresencial. Com uma duração mais curta – em geral 2 anos e meio -, possuem grade curricular voltada para áreas mais específicas da TI. Instituições como Senac, Senai, IFES e UFMS oferecem formações de tecnólogos reconhecidas e de qualidade. Dica: é importante sempre se certificar de que a grade curricular e o diploma seja reconhecido pelo MEC.

Opções de cursos superiores de exatas

O orçamento deve ser organizado com muito cuidado Os cálculos também são importantes na hora dos negócios – Crédito: helloquence.

Certo: então você acaba de concluir o seu teste vocacional e sua área de interesse é exatas. Vamos conhecer os principais cursos superiores existentes? Selecionamos aqui a descrição de algumas profissões com curadoria e pesquisa do Guia do Estudante, da Abril:

  • Análise e desenvolvimento de sistemas: o tecnólogo com esta formação desenvolve, analisa, projeta, implementa e atualiza sistemas de informação. Tem noções de gerenciamento, mas sua especialidade é a criação de sistemas informatizados: programação de computadores e desenvolvimento de softwares para ampliar a capacidade dos recursos do equipamento. Ele implanta e desenvolve banco de dados. Conhece a estrutura física dos equipamentos e seus periféricos, e precisa se manter muito atualizado sobre aplicativos, ambientes operacionais e linguagens de programação. Além disso, precisa ter boa noção dos negócios da companhia para a qual trabalha.
  • Astronomia: ciência natural que estuda corpos celestes (como estrelas, planetas, cometas, nebulosas, aglomerados de estrelas, galáxias) e fenômenos que se originam fora da atmosfera da Terra (como a radiação cósmica de fundo em micro-ondas). Preocupada com a evolução, a física, a química e o movimento de objetos celestes, bem como a formação e o desenvolvimento do universo.
  • Ciência da Computação: o curso estuda o desenvolvimento de sistemas para as múltiplas plataformas e a construção de soluções computacionais para problemas da sociedade. O bacharel formado trabalha com as diversas etapas e abordagens do desenvolvimento de software e está preparado para resolver problemas reais, aplicando soluções que unam a teoria e a prática. Modelar bancos de dados, desenvolver e implementar projetos de software e propor soluções computacionais eficientes e econômicas são apenas algumas de suas atividades. Mas atenção! Este curso é para aqueles que gostam de programação!
  • Ciências Contábeis: o curso tem como base a análise de toda movimentação financeira de uma empresa, englobando seus lucros, suas receitas e suas despesas. O contador, profissional formado em Ciências Contábeis, tem uma rotina de trabalho em que controla os registros financeiros de uma empresa, e todas as movimentações financeiras ficam sob responsabilidade desse profissional. Além disso, pode fazer auditoria, isto é, análise dos gastos, custos e investimentos realizados por uma empresa em um determinado período.
  • Engenharia da computação: o conjunto de conhecimentos usados no desenvolvimento de computadores e seus periféricos. O engenheiro da computação projeta e constrói computadores, periféricos e sistemas que integram hardware e software. Produz novas máquinas e equipamentos computacionais para ser utilizados em diversos setores, de acordo com as necessidades do mercado.
  • Estatística: é a ciência que utiliza-se das teorias probabilísticas para explicar a frequência da ocorrência de eventos, tanto em estudos observacionais quanto em experimentos para modelar a aleatoriedade e a incerteza de forma a estimar ou possibilitar a previsão de fenômenos futuros, conforme o caso. Cabe ao estatístico montar bancos de dados para os mais diversos usos, como controle de qualidade da produção de uma indústria, recenseamento populacional e pesquisa eleitoral.
  • Física: é a ciência que estuda a natureza e seus fenômenos em seus aspectos mais gerais. Analisa suas relações e propriedades, além de descrever e explicar a maior parte de suas consequências. Busca a compreensão científica dos comportamentos naturais e gerais do mundo em nosso torno, desde as partículas elementares até o universo como um todo. Com o amparo do método científico e da lógica, e tendo a matemática como linguagem natural, esta ciência descreve a natureza através de modelos científicos. É considerada a ciência fundamental, sinônimo de ciência natural: as ciências naturais, como a química e a biologia, têm raízes na física.
  • Nanotecnologia: a ciência que projeta e desenvolve produtos e processos tecnológicos a partir de partículas minúsculas, na escala de nanômetros (1 milímetro é igual a 1 milhão de nanos), como os átomos. É uma área promissora, mas que dá apenas seus primeiros passos, mostrando, contudo, resultados surpreendentes (na produção de semicondutores, Nanocompósitos, Biomateriais, Chips, entre outros). Criada no Japão, a nanotecnologia busca inovar invenções, aprimorando-as e proporcionando uma melhor vida ao homem.
  • Química: é a ciência que estuda a composição, estrutura, propriedades da matéria, as mudanças sofridas por ela durante as reações químicas e a sua relação com a energia.É considerada, uma ciência exata, e é chamada muitas vezes de ciência central porque é a ponte entre outras ciências naturais como a Física, Matemática e Biologia. A química possui papel fundamental no desenvolvimento tecnológico, pois a utilização dos conceitos e técnicas desta ciência permite a obtenção de novas substâncias, além de preocupar-se com a prevenção de danos e exploração sustentável do meio ambiente.
  • Sistemas de Informação: habilita profissionais altamente qualificados para atuarem no desenvolvimento de produtos e serviços de Sistemas de Informação (TI), organizar os processos de TI nas empresas, analisar e propor o aperfeiçoamento de sistemas existentes e gerenciar equipes de desenvolvimento nos mais diversos níveis. Comparado com as anteriores, espere menos hardware e programação baixo nível.

Orientação vocacional: as ciências exatas e suas carreiras. Quais as formações e profissões possíveis para aqueles que gostam de números?

Outras opções possíveis:

  • Ciências Atuariais
  • Ciências Naturais
  • Desenho Industrial
  • Design de Games
  • Biotecnologia
  • Design Gráfico
  • Matemática
  • Meteorologia
  • Informática Biomédica

Saiba que você pode consultar todos os cursos de Ciências Exatas reconhecidos pelo MEC no portal e-mec.

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar