Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

A língua espanhola é o segundo idioma mais falado no planeta

De Fernanda, publicado dia 14/08/2017 Blog > Idiomas > Espanhol > História e prática do espanhol no mundo

Se você ainda tem dúvidas, precisa saber: sim, o espanhol é um idioma bonito, importantíssimo porque é a segunda língua mais falada no mundo de hoje.

E à frente do inglês, acredite se quiser!

Mas como explicar tal dominação linguística mundial? Como ele se tornou a língua oficial ou a segunda língua de tantos países? Quais são os fatores que permitiram que esse idioma derivado do latim tivesse tamanha expansão em poucos séculos?

Uma expansão impressionante que ainda está longe de acabar… Veja o exemplo dos EUA …

Por que aprender espanhol? Você está prestes a descobrir!

Por que e como a língua espanhola se espalhou ao redor do mundo?

Como uma língua se transmite ao longo do tempo e pelas pessoas?

Aqui está uma questão séria e que instiga linguistas e historiadores, século após século. Para responder a isso, poderíamos primeiro justificar (de um jeito um pouco simplista) pelo famoso boca a boca. A língua e suas evoluções de vocabulário ou de sintaxe são transmitidas principalmente através da troca, da conversa e do compartilhamento. Em poucas palavras: pela transmissão oral.

Bem, se você quiser entender de uma forma mais concreta como isso funciona, podemos afirmar que um idioma se expande de duas maneiras: pelas conquistas e pela escrita. Pela guerra e pela cultura. Pela expansão territorial e pelos livros.

E, de fato, os espanhóis sempre foram especialistas nesses dois quesitos. Isso explica a quantidade de falantes da língua de Cervantes em todo o mundo hoje… Mas vamos dar uma olhada no que estava acontecendo há alguns séculos atrás…

Quantos países falam espanhol na América do Sul? A língua de Cervantes é praticada mesmo nos cantos mais remotos da América do Sul.

Derivada do latim, a língua espanhola surgiu entre os séculos 8 e 9. Mas quais foram todas as etapas que permitiram a formação dessa língua tal qual a conhecemos hoje – como se construiu a sua própria gramática, a sua conjugação e seu vocabulário?

Voltemos algumas centenas de anos na história até chegarmos em um período compreendido entre o final da Reconquista (reconquista dos territórios ibéricos dos muçulmanos por Fernando II de Aragão, Isabel de Castela e pelos Reis Católicos) e as conquistas dos territórios do Novo Mundo por Cristóvão Colombo e os marinheiros espanhóis, a partir de 1492. Foi durante este período que o Império espanhol conheceu sua expansão pelo mundo e particularmente durante o século 16, nos seguintes locais:

  • No Peru (Vice-reino do Peru)
  • No México e em grande parte da América Central (o que é então chamada Nova Espanha)
  • No Vice-reino da Nova Granada: Colômbia, Equador, Panamá, Venezuela, Guiana e Trinidad e Tobago,
  • No Vice-reino do Rio de la Plata: Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia e parte do Chile e do Brasil,
  • Nas Filipinas,
  • E nas seguintes ilhas: Guam, Ilhas Marianas e Ilhas Carolinas (Ilhas do Pacífico).

Tudo isso é parte do Século de Ouro Espanhol.

Em 1714, os Bourbons fazem do espanhol a única língua do reinado. Entre 1726 e 1739, dicionários de espanhol são publicados e distribuídos no mundo hispânico. Posteriormente, as populações crioulas e indígenas também passam a difundir o idioma, mesmo após as sucessivas guerras de independência que marcaram a história do continente americano no século 19.

Além disso, não vamos nos esquecer da “inserção” da língua de Cervantes na África nos séculos 18 e 19, na Guiné Equatorial e no Saara Ocidental.

Finalmente, não há como negar que a cultura espanhola também permitiu que o castelhano se tornasse uma das línguas mais faladas no mundo. Isso por meio de personalidades de suma importância (como a língua espanhola), como El Greco, Francisco Goya, Salvador Dali, Joan Miró, Pablo Picasso, Antoni Gaudí…  Também pela música (flamenco, salsa, reggaeton, bachata, clássico), pelo cinema (Almodóvar, Buñuel …) ou pelo esporte (sobretudo o futebol, com os grandes clubes FB Barcelona e Real Madrid). Sabendo que só mencionarmos alguns nomes da história contemporânea.

A língua de Cervantes: 2ª idioma mais praticado no mundo

Como você provavelmente sabe, a língua espanhola tal qual a conhecemos também é chamada de “castelhano” na Espanha (castellano), local onde é língua oficial. O língua galega também é falada na península.

O castelhano tem seu próprio vocabulário (palavras, frases, vocabulário, expressões…), regras de expressão oral, conjugação (verbos, tempo), pronúncia (alfabeto, consoante, vogal, acentos tônicos), fonética, gramática… Tudo isso evoluiu juntamente com a história da Espanha.

Mas, acima de tudo, saiba que essas competências linguísticas são facilmente ensinadas hoje. Em primeiro lugar, sabemos que aprender espanhol (até para os negócios) não é tão diferente de aprender português, nossa língua materna. Ambas as línguas são muito semelhantes. Mas também há uma vasta oferta de diferentes modalidades de aulas de espanhol hoje em dia: aulas on-line de espanhol, espanhol fácil, aulas gratuitas de espanhol, curso de línguas, licenciatura em letras opção espanhol, estágios intensivos, aulas intensivas, intercâmbio na Espanha ou na América Latina... Para todos os perfis, gostos e bolsos!

Quantos falantes de espanhol no mundo de hoje? Cerca de 1,175 bilhão de pessoas falam castelhano no mundo de hoje.

Em suma, é muito simples adquirir competências linguísticas específicas na língua de Cervantes hoje em dia por meio de aulas. E em muitos países ao redor do mundo!

Então, hoje, o espanhol (indispensável!) é oficialmente a segunda língua mais praticada no mundo!

O mandarim vem em primeiro lugar com cerca de 1.350 bilhões de falantes; já os praticantes de espanhol somam, por sua vez, 1,175 bilhões no mundo: 425 milhões de falantes nativos, 400 milhões como língua secundária e 350 milhões em língua estrangeira.

Nada mal, hein?

Acima de tudo, é interessante notar que a língua espanhola é falada em mais de vinte países, contra apenas 4 que falam o mandarim. Apenas o francês, o inglês e o árabe são predominantes em termos de quantidade de países falantes.

Língua espanhola: o exemplo dos EUA e a expansão do idioma

Como explicado acima, uma língua também pode se difundir por meio da expansão cultural e territorial. Aliás, estes são provavelmente os dois veículos mais poderosos. Conteúdos que você certamente vai aprender em suas aulas de espanhol! 😉

Dessa maneira, é interessante dizer que o país cuja cultura é a mais influente do mundo – a saber os Estados Unidos – está passando por uma transformação linguística (e demográfica) importante e única.

Se o inglês é, obviamente, a língua materna e oficial da terra do Tio Sam (aliás por que não ir lá para aprender inglês?), é bem possível que a quantidade de falantes de espanhol se torne, em poucas décadas, tão numerosa quanto a de anglófonos. Pois é, na terra de Abraham Lincoln!

De acordo com o último censo, parece que cerca de 41 milhões de falantes de espanhol vivem nos Estados Unidos no momento, aos quais devem ser adicionados quase 12 milhões de americanos bilíngues. Estas importantes comunidades “latinas”, são encontradas principalmente nos estados do sul, como na Flórida, no Texas ou na Califórnia. Que aliás possuem como segundo idioma o espanhol! A maior parte dessas pessoas são imigrantes da América do Sul, mas aproximadamente 3,5 milhões de pessoas não são de origem hispânica. Isso torna os Estados Unidos o segundo país com maior número de falantes de espanhol, atrás do México e à frente da Espanha (com uma população de 46 milhões).

E não para por aí: linguistas e especialistas em assuntos demográficos preveem que em 2050 vão existir cerca de 102 a 138 milhões de falantes de espanhol no país. Desse jeito, os Estados Unidos vão se tornar o primeiro país de língua espanhola no mundo…

Em termos de “difusão em massa” de uma língua, o caso americano parece bastante surpreendente! Outra prova de que a língua espanhola é essencial hoje.

O espanhol no mundo: linguagem preferida pelos alunos na escola

Qual a importância do castelhano na escola? Você sabe qual é a língua mais escolhida pelos jovens que prestam o Enem? Pois bem, 62% dos estudantes optam pelo espanhol!

O ensino da língua espanhola também acontece ao longo da vida escolar.

Atualmente, o espanhol não é idioma obrigatório nas escolas brasileiras. Sancionada no começo de 2017, a Reforma do Ensino Médio revoga a Lei nº 11.161 de 2005 que incluía a língua espanhola entre os conteúdos obrigatórios do ensino médio. Antes da reforma, as escolas podiam escolher se a língua estrangeira ensinada aos alunos seria o inglês ou o espanhol. Agora, com a reforma, a língua inglesa passa a ser a disciplina obrigatória no ensino de língua estrangeira, a partir do sexto ano do ensino fundamental. Se a escola só oferece uma língua estrangeira, esta precisa ser obrigatoriamente o inglês. Por isso, ainda são minoria as instituições públicas que lecionam o castelhano (também para a vida profissional) como segunda língua no Brasil.

No entanto, há universidades, escolas privadas e outros organismos que oferecem programas diversificados do ensino do idioma: pode-se aprender expressão oral, expressão escrita, conjugação, conversação, gramática (alfabeto espanhol) e vocabulário, além de conteúdos sobre cultura, história e costumes hispânicos.

Mas será que esses cursos contribuem para que você se torne um verdadeiro bilíngue espanhol? Na maioria das vezes não, pois como todos sabem, para se tornar fluente em uma língua nada melhor do que uma experiência de imersão total, como um intercâmbio na Espanha ou em algum dos países da América do Sul.

Bom, além disso, se o espanhol ainda continua em plena “conquista del mundo”, é também e acima de tudo graças à Internet. Mencionamos um pouco acima sobre como a cultura hispânica (cinema, arte, música) contribui para a divulgação da própria língua, não é mesmo? Pois bem, que tal dar uma espiada no Youtube ou nos milhares de sites especializados em como se dá a presença hispânica online?

Melhor, graças aos sites de ensino por webcam, é muito simples encontrar um professor particular e treinar seus conhecimentos por meio de exercícios na web. Um bom curso de espanhol online pode ser de grande ajuda!

A língua de Cervantes é essencial hoje e tem um futuro muito brilhante!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar