"A dança é poesia com braços e pernas, é um material gracioso e animado, embelezado pelo movimento". Baudelaire

Dominar uma coreografia de dança requer alguma prática. Isso chama à memória da sua cinesia, aquela baseada na aprendizagem por movimentos e por sua repetição. Para memorizar uma coreografia com mais facilidade, você deve dominar cada pequena nuance de movimentos antes de passar para a próxima e não simplesmente querer executar a sequência inteira logo de cara, de uma só vez.

Durante as aulas de dança, seu professor já deve se oferecer para ensinar uma sequência de passos, que acontece parte a parte. Trata-se de uma metodologia comum adotada para uma didática efetiva. Se você quer aprender a dançar uma coreografia inteira, precisará cortá-la em uma ou mais sequências de movimentos.

Se você quer evoluir nesse quesito, acompanhe nosso artigo de hoje. Nele, damos várias dicas para dominar mais facilmente suas coreografias!

Karenina
Karenina
Profe de Dança
5.00 5.00 (22) R$120/h
1a aula grátis!
Bárbara
Bárbara
Profe de Dança
5.00 5.00 (19) R$90/h
1a aula grátis!
Patricia
Patricia
Profe de Dança
5.00 5.00 (18) R$75/h
1a aula grátis!
Priscila
Priscila
Profe de Dança
5.00 5.00 (9) R$120/h
1a aula grátis!
Carolina
Carolina
Profe de Dança
5.00 5.00 (12) R$80/h
1a aula grátis!
Erika
Erika
Profe de Dança
5.00 5.00 (7) R$85/h
1a aula grátis!
Elaine
Elaine
Profe de Dança
5.00 5.00 (5) R$100/h
1a aula grátis!
Kyo
Kyo
Profe de Dança
5.00 5.00 (2) R$60/h
1a aula grátis!

1. Ouça e analise a música para dominar uma coreografia

Quer você faça dança hip-hop, salsa cubana, dança oriental ou bachata, primeiro você deve absorver a música antes de poder dominar os movimentos de dança que nela se encaixam. Dança e música andam de mãos dadas. Impossível aprender a dançar sem ter noções musicais.

Tenha certeza: não há necessidade de se colocar na teoria da música. No entanto, não hesite em ouvir mais músicas relacionadas ao seu estilo de dança. Seu cérebro vai se acostumar com os ritmos e estilos diferentes e, sem você perceber, você dominará mais facilmente certos movimentos.

Ouvir sua música com atenção ajuda você a conhecer cada batida.

Assim que você aprender uma nova coreografia, peça ao seu professor que lhe passe a música para que você possa ouví-la em casa e integrá-la melhor. Localize as batidas mais fortes sobre as quais os movimentos serão colocados. Cante o ritmo - isso pode ajudá-lo a encaixar certos movimentos.

Por exemplo, na dança oriental, existem vários ritmos, dependendo do estilo de dança (baladi, saïdi ...). Os instrumentos e batidas serão diferentes e fornecerão informações sobre como dançar e quais os movimentos associados. Peça ao seu professor recursos para dominar os ritmos.

2. Domine os passos básicos nos pés para a dança

Impossível memorizar corretamente uma coreografia se você não conhece perfeitamente o seu passo básico, seja na valsa vienense, no tango argentino ou na kizomba. Muitas vezes queremos ir rápido demais e aprender em uma semana. Mas, para um aprendizado sólido, você deve permanecer no básico por um tempo.

Melhor um básico bem feito do que uma coreografia super elaborada, mal-dançada. Além disso, você só vai evoluir, de fato, se tiver uma base sólida a partir da qual poderá se desenvolver.

Por exemplo, nas aulas de rock, você aprenderá que o passo básico é de 6 tempos. Para ter uma ideia:

  • No 1, o pé direito recua;
  • No 2, o pé esquerdo retorna ao chão;
  • No 3, o pé direito é colocado ao lado;
  • No e, o pé esquerdo se junta a ele;
  • No 4, o pé direito surge novamente;
  • No 5, o pé esquerdo se desloca para a esquerda;
  • No e, o pé direito se junta a ele;
  • No dia 6, o pé esquerdo pousa novamente.

Para as mulheres, substitua a direita pela esquerda em toda a sequência.

Durante uma coreografia de salsa, dança clássica, swing da costa oeste ou sapateado, você também precisará aprender os passos básicos para se sentir confortável e arrasar em uma coreografia.

3. Concentre-se quando o professor de dança ensina uma sequência

Parece óbvio, mas a observação com concentração permitirá que você memorize melhor os movimentos para reproduzi-los. E isso é válido para toda a duração da aula de dança. Os exercícios que seu professor sugere não existem apenas porque são bonitos ou interessantes. Eles geralmente estão relacionados à coreografia que você aprenderá mais tarde.

Quando seu professor de dança, seja de jazz moderno, rock'n'roll ou dança contemporânea mostrar a sequência, não tente reproduzi-la diretamente. Olhe com cuidado e corte os movimentos em sua cabeça antes de fazê-los.

Peça ao professor que mostre os movimentos que você não entendeu bem e permaneça atento durante todas as explicações. Seu coreógrafo dará indicações a cada repetição para aperfeiçoar os movimentos, dar mais ênfase e corrigi-los se você não estiver fazendo da maneira certa.

E por falar nisso, você já fez sua matrícula em um curso de dança?

4. Memorize as contagens para fazer os passos no momento certo

Na dança de salão coletiva, dança latina, dança contemporânea ou dança de rua, geralmente contamos com 8 batidas (além de algumas exceções, nas quais contamos com 4 ou 6 batidas como visto acima). Os alunos experientes costumam aprender mesmo sem ter todas as contagens; eles usam a própria música.

No entanto, no nível iniciante, é mais fácil classificar os movimentos em tempos e contra-tempos. Seu professor contará com as frases musicais. Memorize e associe uma contagem a um movimento para facilitar sua tarefa.

Para um grupo de dança sincronizado, é necessário que cada um conheça bem a contagem.

Este método também é usado para coreografias em grupo para que todos os integrantes estejam bem sincronizados. No entanto, à medida que aprende, você se acostumará a desapegar um pouco dos números para ser menos mecânico e deixar mais espaço para a interpretação, o que é muito importante na dança.

Karenina
Karenina
Profe de Dança
5.00 5.00 (22) R$120/h
1a aula grátis!
Bárbara
Bárbara
Profe de Dança
5.00 5.00 (19) R$90/h
1a aula grátis!
Patricia
Patricia
Profe de Dança
5.00 5.00 (18) R$75/h
1a aula grátis!
Priscila
Priscila
Profe de Dança
5.00 5.00 (9) R$120/h
1a aula grátis!
Carolina
Carolina
Profe de Dança
5.00 5.00 (12) R$80/h
1a aula grátis!
Erika
Erika
Profe de Dança
5.00 5.00 (7) R$85/h
1a aula grátis!
Elaine
Elaine
Profe de Dança
5.00 5.00 (5) R$100/h
1a aula grátis!
Kyo
Kyo
Profe de Dança
5.00 5.00 (2) R$60/h
1a aula grátis!

5. Concentre-se em um elemento de cada vez na coreografia

Novamente, não tente aprender toda a sequência coreográfica de uma só vez. Às vezes, há várias informações a serem lembradas para um único movimento:

  • A posição dos braços;
  • Os movimentos de pernas e pés;
  • A direção da cabeça e do olhar;
  • A orientação corporal.

Eu danço desde criança, e alguns de meus professores me ensinaram a coreografia inteira sem os braços e os adicionaram depois que os movimentos das pernas já estavam memorizados. Os movimentos também podem ser aprendidos após a assimilação da coreografia.

Tenha em mente que, para movimentar braços e pernas ao mesmo tempo, um deles tem que estar no "automático", e isso só acontece depois de muito treino.

Considerar essa questão facilita muito o aprendizado. Se o seu professor de jazz de rua ou bollywood ensina tudo ao mesmo tempo, faça algo por si mesmo: concentre-se em uma parte (geralmente as pernas) e adicione o resto mais tarde.

6. Associe uma imagem a uma etapa para aprender uma coreografia

Conte para si mesmo uma história para se lembrar de certos movimentos com mais facilidade. Isso também pode ajudá-lo em sua interpretação.

Minha professora de dança do ventre costuma inventar histórias para entender melhor a intenção por trás de cada passo e memorizá-lo mais facilmente. Por exemplo, ela pode dizer: "imagine que você está andando por um fio e que há um vácuo abaixo" ou "quando você vira, sua mão encontra uma parede".

Cabe a você imaginar situações para executar melhor um passo e memorizá-lo.

7. Filme a coreografia para repeti-la em casa

Durante uma valsa, dança moderna ou jazz, pergunte ao seu professor se é possível filmar a coreografia para ensaiá-la em casa - comigo sempre dá certo!

Normalmente, um professor experiente apresentará aos seus alunos uma versão lenta com a explicação dos movimentos e depois uma versão musical em velocidade real.

Mesmo que você não tenha tempo para ensaiar em casa, assista ao vídeo para memorizar melhor a coreografia enquanto faz as tarefas de casa ou no transporte público a caminho do trabalho. O melhor ainda é revisar os passos todos os dias para integrá-los bem e reproduzir melhor cada movimento.

Se você já está frequentando aulas de dança, pode começar a adotar essa prática.

8. Escreva a coreografia para lembrar-se dela

Essa técnica não funciona para todos, mas você pode tentar escrever as etapas da sua coreografia ou desenhá-las para melhor mantê-las em mente. Nesse caso, use o vídeo que você filmou ou faça-o logo após a lição, quando se lembrar perfeitamente da coreografia.

Há pessoas que memorizam muito bem dessa forma mas, caso perceba que isso não se aplica a você, foque em nossas outras dicas.

Não tenha vergonha de filmar, anotar e praticar a sua dança.

Cada nota é pessoal, mas aqui estão algumas coisas que podem ajudá-lo:

  • D para a direita;
  • E para a esquerda;
  • B para o braço (portanto, BD ou BE);
  • P para a perna (portanto, PD ou PE).

Não hesite em escrever os nomes das etapas e as figuras a serem reproduzidas de acordo com a dança que você pratica: sem receio, sem vergonha. Rotação de pivô, arabesco, rotação de mergulho, toque, rotação do peito, ondulação, chute... escreva de forma que vá entender e se lembrar do significado mais tarde.

Sim, isso implica memorizar os nomes das etapas! A dança é uma ótima maneira de trabalhar e desenvolver sua memória em todas as suas formas!

9. Repita, repita, repita!

Não há segredo. A repetição é a melhor maneira de dominar uma coreografia de ponta a ponta. Será mais fácil para alguns que para outros, mas reitero que todos podem fazê-lo.

O truque é abrir espaço em seu cérebro: quando você está dançando com atenção a uma coreografia, não há mais nada em sua mente. Deixe seus problemas para trás e abra espaço para novas informações.

A repetição é um grande segredo para uma coreografia bem memorizada.

À medida que você progride, verá que ficará cada vez mais fácil. Você vai até dar um passo que não conseguiu dominar na semana anterior.

Como o corpo também tem uma memória, confie em si mesmo e em suas habilidades... e vá em frente!

Precisando de um professor de Dança ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Escrevo para vencer as inquietações e incertezas da vida.