Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como aprender as letras em mandarim?

De Carolina, publicado dia 08/04/2019 Blog > Idiomas > Chinês > Quais métodos para saber os ideogramas chineses?

Bonita, exótica, misteriosa… não estou falando de um destino dos trópicos ainda desconhecido de nós, do Brasil, mas sim dos símbolos chineses!

Quando falamos de caracteres chineses, não falamos sobre alfabetos. De fato, a escrita do mandarim difere totalmente do português, espanhol, francês, inglês, russo…

Seja você um iniciante, intermediário ou avançado, a escrita de “hanzi” é complicada e os bons métodos de ensino são difíceis de encontrar.

Direção China e suas técnicas para aprender a escrever em chinês, mas também memorizar e compreender os caracteres chineses!

Palavras chinesas e caracteres fáceis de escrever

O significado do nome em chinês pode variar de “Pequeno Dragão” a “Flor Fresca”
A maioria dos geradores de nomes chineses online não funciona. Para ter um nome chinês real, ele deve ser dado por um chinês. Diferente, não é?

Idealmente equipado com o seu livro de escrita chinesa, o estudante de chinês que procura aprender a escrita de caracteres e o alfabeto chinês enfrenta um dilema: por onde começar?

Um estudo americano apontou que conhecer apenas 100 hanzi já equivale a 42% da frequência de uso do vocabulário chinês.

Você tem muitas razões para aprender chinês Até os bichos chineses são diferentes

Assim, sendo capazes de reconhecer e escrever 100 hanzis, entre os mais populares, podemos reconhecer 42% dos caracteres utilizados em jornais, revistas e na vida cotidiana.

Há muitos métodos, mas todos insistem em dominar a escrita de 100 ideogramas antes de embarcar em uma abordagem linguística mais profunda.

Essa iniciativa está dando frutos porque os ideogramas complexos são compostos de várias palavras. Assim, ao assimilar uma base de caracteres chineses adequada, o aluno pode memorizar outros hanzis com mais facilidade.

Confira curso de chines!

Por exemplo:

  1. Se tomarmos a palavra “floresta”, ela é composta de 3 vezes a palavra árvore, enquanto um bosque é composto de duas vezes a palavra árvore.
  2. Outro exemplo, se alguém assimilou o caractere 肉 (ròu, carne) e 鱼 (Yú, que significa peixe), então quando se vê 牛肉 (niurou, carne bovina) no restaurante, deduz-se que é carne e não é peixe.
  3. Finalmente, graças ao caractere 站 (Zhàn), o aluno será capaz de lidar com o transporte na China.

Observe que é necessário praticar regularmente exercícios de escrita de seus primeiros 100 caracteres chineses para memorizá-los.

Descubra também as técnicas para aprender a escrever em chinês

Em que sentido escrevemos em chinês?

Quais são as expressões comuns para expressar os melhores votos em mandarim?

Na China, os nomes de família vêm do pai e são invariavelmente herdados por milênios, você sabia?

Impulsionada pela ocidentalização da Ásia, a República Popular da China – como Japão e Singapura – erradicou completamente o antigo sistema de escrita para simplificar seu aprendizado e padronizar a linguagem em 1956.

Agora é normal nas escolas da China continental, nas escolas de idiomas ou no Instituto Confúcio aprender a escrita chinesa em sua versão ocidental com sua escrita e leitura horizontal, da esquerda para a direita.

Essa é a forma de escrever usada atualmente pelos jornais, revistas e livros, o da vida cotidiana.

A escrita tradicional é relegada ao nível da delicadeza da linguagem, bom gosto, etiqueta.

Por exemplo, existem escritas verticais, de cima para baixo e da direita para a esquerda, geralmente sem pontuação, em cartões de felicitações ou cartas manuscritas dirigidas aos membros mais velhos da família.

Mandarim pode ser difícil, mas não impossível Já pensou em aprender chinês no país?

Além disso, pela estética, para ilustrar a beleza dos signos, a caligrafia chinesa continua a adotar essa forma de escrita do sistema clássico.

Finalmente, haverá casos de escrita da direita para a esquerda nas fachadas dos monumentos antigos, nos templos ou nas placas de muitos restaurantes. Também engraçado para os mal-entendidos que isso pode causar, essa forma de escrever deve ser levada em conta para as pessoas que planejam fazer uma viagem na China, um semestre de estudo de aulas de chinês ou para emigrar.

Por mais raras que sejam, essas confusões de leitura e escrita devem ser assimiladas para as pessoas que desejam viver na China. A chave é entender que, em chinês, não há espaço entre palavras, como em nossas línguas latinas, e que certas palavras devem ser entendidas de acordo com o contexto.

Os expatriados, assim como os chineses, cuja língua materna é diferente vão confirmar isso: não é fácil gravar e entender o significado dos caracteres chineses. De fato, em Taiwan e em Hong Kong, os artigos de jornais ainda são escritos verticalmente e, às vezes, os caracteres escritos são encontrados:

  • Da direita para a esquerda, na direção oposta do sistema unificado, durante a simplificação da escrita chinesa.
  • De cima para baixo, como pode ser encontrado na antiga era da China no início do século XX.
  • Estando justapostos uns aos outros, o que torna impossível decifrar a decodificação de um falante chinês nascido após a reforma da escrita.

Como memorizar a escrita de um caractere chinês

Os institutos de língua chinesa oferecem aulas para crianças?

Existe uma fórmula chinesa para desejar feliz ano novo sem referência a dinheiro na China?

“A vida de um homem não é longa o suficiente para conhecer todos os caracteres.”

Esse provérbio chinês prenuncia a extensão da memorização da escrita de caracteres chineses.

Estamos falando da existência de mais de 56 mil hanzis 汉字 (caracteres chineses)! Portanto, seria necessário uma vida inteira – pelo menos, se a imortalidade não for inventada até então – para dominá-los como um todo.

Ao estudar os caracteres nas escolas ou em seu curso de chines, a ênfase está na ordem dos traços. Esse método de aprendizado parece ser um aprendizado mecânico, mas na verdade é cinestésico. A repetição do movimento é registrada no cérebro como um gesto básico da escrita, como é o caso da construção de letras em português.

Ao começar a escrever um caractere chinês, é melhor começar com as linhas da esquerda antes de continuar com as da direita. Da mesma forma que alguém teria feito para escrever em português.

Mais tarde, nas poucas vezes em que o aluno for solicitado a escrever de cima para baixo, o processo será o mesmo:

  1. Primeiro, comece a escrever as linhas de cima antes de ir para as de baixo, como você faria se estivesse escrevendo em português.
  2. Então, para seguir uma lógica adequada, é necessário preencher sempre um quadrado antes de fechá-lo. É em termos da viabilidade de escrever que o lugar propício ao caractere dentro do quadrado deve ser mantido.
  3. Além disso, na presença de um caractere em que duas linhas se cruzam, a linha horizontal deve ser desenhada primeiro antes de desenhar a linha vertical.
  4. Finalmente, consistindo em dois ou mais caracteres, algumas palavras devem ser escritas a partir da direita antes de terminar as linhas da esquerda. A palavra “olá” é o exemplo perfeito.

Essas regras de escrita chinesa (como aprendê-las?) que você pode descobrir durante seu curso de mandarim são ajudas para realizar essa pesada tarefa de aprender hanzi. Existem, é claro, outros métodos e não há nada inflexível.

Aprenda mandarim e vá para o país Quanta modernidade na China!

De qualquer jeito, independentemente do método usado pelos alunos, é por treinamento que os obstáculos representados pelos caracteres chineses pode ser superado.

Ferramentas para aprender a escrever caracteres chineses

É possível desenvolver suas habilidades no idioma sem fazer uma viagem à China?

Qual é o currículo oferecido em escolas de línguas estrangeiras para o mandarim?

Sites para aprender a escrita hanzi e mandarim online

  • www.loecsen.com
    Seria difícil falar de sites voltados para os lusófonos sem falar do loecsen. Ele combina o aprendizado de chinês de graça através de vídeos e artigos.

Aplicativo para smartphones e tablet para aprender chines

  • skritter.com
    Disponível no iPhone e na versão Android, esse aplicativo tem como objetivo ensinar e / ou revisar os caracteres chineses para seus usuários e aumentar seus conhecimentos.

Graças a indicações precisas, o usuário é convidado a desenhar, linha por linha, na ordem dos sinogramas. Ele tem a possibilidade de poder pedir ajuda a esse serviço quando ele esquece ou ainda não aprendeu um caractere.

Assim, dependendo do seu nível, dependendo do que o usuário domina e do que ele procura aprender e melhorar na escrita de caracteres chineses, o módulo oferece exercícios e testes.

Disponível apenas em inglês, mas em um vocabulário que ainda é acessível aos novatos, essa ferramenta é ainda mais relevanteque os flashcards, pois oferece a possibilidade de revisar tudo de uma vez, sem sair de casa.

Além disso, graças à sua tecnologia de “aprendizado de máquina”, esse “aplicativo” retém os erros que o usuário fez para ajudá-lo a corrigir suas deficiências.

Essa ferramenta digital tem a particularidade de ter uma opção de áudio que lhe permite ouvir a pronúncia do caráter hanzi proposto pelo aplicativo. Uma maneira ideal de combinar compreensão escrita com compreensão oral.

Faça aulas de mandarim em uma cidade pequena A tradição e a modernidade estão juntas na China

Considerado pelos blogueiros como a melhor ferramenta para dominar os caracteres chineses, esse aplicativo não é gratuito, mas dá um vislumbre de seus recursos graças a uma demonstração gratuita para as aulas de chines.

Aprenda os caracteres chineses em vídeo

O canal de aprendizagem “Aprenda Chinês é fácil!” no  Youtube, que tem quase 4 mil assinantes para mais de um milhão de visualizações cumulativas. Ele oferece uma lista de reprodução para aprender a escrever os caracteres chineses.

Ideal para descobrir a beleza desses ideogramas de forma interativa e aproveitar suas aulas de mandarim.

O alfabeto chinês

Muitos se perguntam a razão da língua chinesa ser considerada “tão difícil”. A dificuldade de aprender chinês é devido ao idioma ser uma língua tonal, variante na escrita e ampla utilização de palavras na fala.

Outra coisa, o chinês possui um alfabeto que mais parece um ¨desenho¨, o que o torna bem diferente dos outros idiomas de origem latina. Esse ¨desenho¨ do alfabeto chinês tem nome, o logograma, que muitas pessoas chamam de caracteres chineses.

Essa forma de escrever pode denotar ações, objetos, ideias abstratas.

Sem contar que o idioma tem um número limitado de sílabas, com 21 consoantes iniciais e 38 vogais finais que podem se combinar formando um número relativamente pequeno de sílabas. Se comparado a outros idiomas 853 sílabas parece pouco.

No entanto, curiosamente, os chineses só usam a metade dessas sílabas para se comunicar. Outra curiosidade, a língua usa quatro tons que somados formam 1200 sílabas e possui mais de 10.000 morfemas.

O bom falante da língua chinesa domina pelo menos 5.000 caracteres chineses.

Assim como em outras línguas, existem muitos dialetos espalhados por toda China. Esses dialetos são variantes do mandarim. Mas ao que parece, mesmo com tantos dialetos, a língua oferece algumas facilidades:

  • A maioria das palavras chinesas são monossilábicas;
  • O substantivo não tem variações de gênero e número;
  • O verbo não tem mudança de conjugação do tempo e modo:

O tom ou curva de entonação pode mudar por completo um significado de uma sílaba, como o som ¨ma¨ que pode ser representado por vários caracteres diferentes.

  • No primeiro tom, pode significa mãe;
  • No segundo tom ¨má¨, pode significar dormente
  • No terceiro tom, pode significar cavalo
  • No quarto tom ¨mà¨, pode significar um xingamento

Assim, a tonicidade é algo que merece muito atenção ao se estudar a língua chinesa.

Como é a formação das palavras em Mandarim?

As sílabas e palavras da língua chinesa são fragmentadas e capazes de expressar vários significados. Isso porque, o sistema de escrita da língua é baseado na escrita logográfica.

como facilitar o aprendizado do mandarim Entender o processo de formação das palavras em chinês ajuda a aprender a língua.

O que é isso?

A escrita logográfica é um sistema de escrita chinês, onde cada caracter corresponde a uma única sílaba, que por sua vez corresponde a um fonema. Em outras palavras, um caracter chinês sempre tem significado, por esse motivo, cada carácter pode representar uma palavra, a depender se a palavra é monossilábica ou polissilábica.

A palavra amigo, por exemplo, é representada por dois caracteres. Esse caracteres juntam-se para formar palavras e assim, são capazes de expressar os significados.

Por exemplo:

No mandarim, para representar o conceito de algo brilhante é preciso fazer a combinação de duas palavras: as palavras lua e sol. A partir de ambas, se forma uma terceira que representa brilho.

Em português isso não ocorre, pois nossas palavras são de origem latina, formadas elas tem significado, mas ao separar, por exemplo, a palavra brilho (bri-lho), as sílabas separadas não tem significado algum.

Isso porque, no nosso alfabeto, as letras formam sílabas , e as sílabas formam as palavras. Até existem os casos de palavras que se formam a partir de outras palavras, mas em nada é parecido com o mandarim e seu processo de formação de palavras.

A língua chinesa também tem um  sistema de repetição de algumas palavras e seus ideogramas.

Como assim?

Por exemplo a representação da palavra árvore e floresta, elas podem ser criadas a partir da duplicação e triplicação dos desenhos. O ideograma que representa floresta é praticamente o mesmo em árvore, mas triplicado o desenho.

Outro caso bem diferente está na palavra computador, ela é formada pela junção de duas palavras de sentido completamente diferente. A representação da palavra computador é feita juntando a palavra cérebro e a palavra eletricidade, assim é necessário mais de um ideograma para representar computador.

É possível aprender mandarim sozinho?

Não para de crescer o número de pessoas buscando aprender a língua que mais cresce em número de pessoas no mundo.

como aprender o alfabeto chinês rápido O aprendizado do mandarim leva tempo e demanda muita dedicação

As pessoas buscam o mandarim como segundo ou terceiro idioma, seja por curiosidade, para atender às necessidades do mercado corporativo, para viagens, conversar com outras pessoas que falam mandarim no mundo, etc.

Respondendo a pergunta inicial, sim, é possível aprender qualquer língua sozinho, mas o estudante precisa se atentar para algumas coisas.

Nos cursos ou aulas particulares, o professor ensina baseando sua metodologia na escrita, audição, compreensão de texto e na leitura. Sem essa orientação profissional, os estudantes podem perder parte dos conteúdos, se eles não tiverem um plano de estudo organizado.

Até porque, quando se estuda sozinho é necessário ter bem claro seus objetivos. Assim como a percepção de que aprender um novo idioma não acontece da noite para o dia. Por isso, paciência é a palavra-chave, pois a frustração no início do aprendizado pode acontecer.

Outra coisa, leva tempo para se fazer avanços nesse idioma e a paciência precisa estar bastante fortalecida para que a pessoa não desista. Tempo e paciência precisam caminhar lado a lado nesse momento.

Assim como em qualquer outro idioma, no mandarim, existe a possibilidade das palavras serem esquecidas, mas fique despreocupado que isso acontece quando se está iniciando o estudo de um novo idioma.

Até mesmo as pronúncias podem sair erradas no início e, pode acontecer também, confusões com o tempo dos verbos, ou seja, a pessoa pode construir frases no futuro querendo se referir ao presente ou construir frases no passado querendo se referir ao futuro.

A pessoa precisa entender que é muito difícil se tornar fluente em mandarim da noite para o dia, mas isso não significa que é impossível de aprender a se comunicar na língua.

Essas coisas são sempre muito desanimadores no início, mas com um pouco de motivação é possível manter-se perseverante nos objetivos.

Encare tudo isso como um grande desafio e fortaleça sua motivação todos os dias com as pequenas conquistas no idioma.

A maravilhosa notícia que temos para dar, no mandarim o alfabeto chinês é muito atraente, as conjugações da língua, assim como a gramática são muito mais simples do que na língua portuguesa. E não há gênero masculino ou feminino para as palavras, nem singular ou plural.

Como aprender o alfabeto chinês em casa?

como estudar mandarim em casa Conhecer melhor a cultura e hábitos chineses também ajuda aprender o idioma.

Se deseja aprender o mandarim e o alfabeto chinês, sua motivação fará toda a diferença, ajudando você a superar os obstáculos dessa jornada. Confira o passo a passo:

Defina seus objetivos de aprendizado

O que queremos dizer com isso?

A motivação é o ponta pé inicial para quem almeja aprender outro idioma e, dependendo da intensidade dela, o seu aprendizado pode ser mais rápido ou mais lento.

Ou seja, quanto mais nos esforçamos a aprender algo, seja para saciar uma curiosidade, para viajar, trabalhar, etc, melhor nos saímos nas nossas metas.

Mas convenhamos que aprender chinês para viajar de férias é bem diferente de aprender para ir à China a trabalho ou para morar.

Sendo assim, é preciso definir bem os seus objetivos para que se aprendizado esteja voltado para ele.

Criar o hábito de ouvir a língua chinesa todos os dias

Se perguntar a qualquer professor de idiomas, eles vão deixar claro o quanto a audição é importante quando se deseja aprender outro idioma.

Quando se aprofunda no idioma, mais precisamente no mundo da cultura chinesa, assistir filmes, músicas, audiobooks, séries, etc, você pode até não entender nada, dada a diferença cultural. Mas com o tempo a pessoa irá acostumar o cérebro com a tonicidade da língua e a pronúncia. Isso fará com que a pessoa assimile as palavras novas e possa pronunciá-las com certa naturalidade.

Tudo bem, um estudante não vai aprender dominar a língua apenas ouvindo pessoas nativas falando chinês em uma semana ou duas, mas podemos assegurar que se ela se esforçar, poderá melhor em muito sua audição na língua, aumentar o seu vocabulário.

Ter um dicionário é uma boa aquisição para buscar as traduções das palavras desconhecidas. Seja para traduzir as músicas, as palavras aparecidas nas séries, etc. A escuta serve para melhorar a pronúncia no seu dia a dia.

Concentre-se na fonética de cada palavra

Chegamos a uma parte importante que significa: esteja aberto a aprender tudo sobre a cultura chinesa, desde os caracteres chineses, fonética, até conhecer os filmes.

Só quem conhece sabe da riqueza da cultura chinesa,  quem não conhece acredita que a escrita seja apenas desenhos. É preciso muitos anos de estudos da língua para aproveitar cada detalhe dessa língua tão exótica.

Então, se apresse e assista tudo que puder sobre o idioma: documentários, aulas no YouTube, podcast, videoaulas, etc.

Um conselho, para falar chines, é preciso aprender e compreender a maioria dos caracteres chineses. Então:

  • Não se esqueça de anotar as explicações de tudo que estiver estudando;
  • Concetre-se na fonética de cada palavra que você aprender;
  • Tente se dedicar a aprender o alfabeto chinês:

Quando o estudante não consegue compreender o ideograma, ele pode até usar transcrições do alfabeto latino para se faminiliarizar com a pronúncia chinesa. A tonicidade pode tornar possível a multiplicação entre as combinações fonéticas com os caracteres disponíveis do mandarim.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de2,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...
avatar