Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Descubra os melhores métodos para começar a tocar o piano

De Fernanda, publicado dia 04/09/2017 Blog > Música > Piano > Qual o melhor jeito de aprender piano?

Seja como autodidata, com a ajuda de um professor ou numa escola de música: existem diversos jeitos de aprender a tocar piano. Só você pode escolher a metodologia mais adequada. Mas como escolher a melhor maneira de aprender o piano? Esta é provavelmente a primeira pergunta que você se coloca quando decide começar a estudar um instrumento musical.

Antes de mais nada, já podemos adiantar uma resposta: não há método milagroso. Tudo depende dos seus objetivos, da sua motivação, da sua forma de trabalhar, do seu conhecimento prévio de música e do seu orçamento. Mas uma coisa é certa: se o seu projeto é progredir rapidamente e aprender a tocar obras de piano mais complexas, recorrer a um professor especializado é o mais recomendado.

Quer saber mais? Então veja esse artigo!

Aprenda a tocar piano começando pela teoria da música!

Antes de colocar as mãos no teclado para tocar sua primeira música, você terá que decifrar uma partitura. A aprendizagem do piano começa com o estudo da teoria musical e do solfejo.

Você achou que poderia escapar dessa? Pois bem…

É possível pular a teoria em alguns casos, pois existem métodos de aprender piano que não exigem o estudo do solfejo. Mas saiba que logo você vai ficar limitado em termos de conhecimento… Na verdade, quando alguém quer desenvolver efetivamente sua prática de piano, ler música é essencial.

Ler as notas é essencial para aprender a tocar piano. Para uma aprendizagem mais fácil do piano, comece pela teoria da música.

Razões para aprender o solfejo

Se, no início, o solfejo não pareça muito motivador, pense nos benefícios que você vai ter ao estudá-lo:

  • Você progride mais rápido no piano com conhecimentos básicos em teoria musical,
  • Você pode ler todos os tipos de partitura e não fica limitado na escolha das obras para estudar no piano,
  • Com pouca experiência você já pode começar a escrever sua própria música e compor,
  • Você ganha autonomia na prática do piano,
  • Você treina seu ouvido.

Como aprender o solfejo?

A teoria da música não é tão difícil de assimilar…

Em poucas aulas você já estará familiarizado com os conceitos básicos que facilitarão o aprendizado do piano.

Para começar a estudar teoria da música, existem várias possibilidades:

  • Sozinho: com um bom método, um metrônomo (para o ritmo), um pouco de assiduidade e perseverança, é bem possível estudar como autodidata,
  • Com um professor particular: alguns exercícios no início das aulas seguidos de um pouco de prática serão suficientes para ensinar o solfejo passo a passo, você pode solicitar uma aula de teclado online ou presencial,
  • Na escola de música ou no conservatório: as aulas em grupo permitem que você compreenda melhor como ler música e partitura. Você vai estudar leitura, escrita, vai fazer ditado de notas…

O que você aprende durante suas aulas de teoria?

Quais são as bases essenciais do solfejo para aprender o piano mais rápido? É muito simples. Você precisa:

  • Distinguir as notas e as figuras musicais: colcheia, semibreve, mínima, semínima, fusa, semifusa…
  • Saber onde posicionar as notas e as figuras, conhecer o sustenido e o bemol (variação de 1/2 tom) e as pausas,
  • Conhecer sobre a representação das alturas, com as claves de sol, de fá e de dó (geralmente estudada em nível avançado)
  • Saber o que é tempo e compasso.

Com esta primeira base, você já pode explorar muitas partituras de piano e praticar à vontade em sua aula de teclado. Depois, você vai aprender a tocar os acordes de piano na mão esquerda.

Aprender piano como autodidata: uma falsa boa ideia?

Sim, é possível aprender o piano por conta própria. Em geral, nada é impossível …

Para que seus estudos como autodidata sejam efetivos, você precisa ter pelo menos três materiais / recursos didáticos. Esta é, de qualquer forma, a condição sine qua non para aprender a tocar piano de verdade:

  • um livro de método para aula de teclado para iniciantes ou de piano,
  • um manual prático de solfejo para iniciantes,
  • partituras para pianistas iniciantes,

Duas observações sobre este assunto:

  • É bem possível encontrar métodos que integrem esses três itens na mesma obra.
  • A Internet permite que você encontre recursos gratuitos para aprender a tocar piano, mas não é o ideal. Você vai precisar imprimir e ordenar dúzias ou mesmo centenas de documentos para estudar e trabalhar em seu piano. Por outro lado, não hesite em assistir vídeos no YouTube ou as sugestões do Dailymotion, como tutoriais ou aulas com professores. Existem centenas deles, em geral muito instrutivos. Eles podem ser um complemento perfeito para seus estudos.

Obviamente, a principal desvantagem de aprender sozinho é a falta de orientação. Ninguém estará lá para aconselhá-lo pessoalmente sobre como tocar ou sobre a teoria da música. Você não vai ter ninguém para lhe dizer o quão bem está tocando. É um pouco irritante… Como você sabe se está cometendo erros de tempo, na leitura das notas, postura corporal etc.? O aprendizado de piano como autodidata tem o risco de criar maus hábitos que, posteriormente, podem ser difíceis de corrigir.

Além disso, durante a aprendizagem do piano, uma hora ou outra você vai ter um bloqueio. É inevitável: você vai vivenciar isso. Muitas vezes é difícil superar esses obstáculos sem ajuda externa e personalizada. E esse problema não é exclusivo à aprendizagem do piano.

Aprender piano como autodidata. Motivação e perseverança são as palavras-chave!

Em última análise, para aprender a tocar piano sozinho, é preciso estar particularmente motivado e perseverante. A experiência mostra que muitas pessoas que decidem começar a aprender piano por conta própria (sem aulas) acabam desistindo. Mesmo que o piano seja um lazer, o aprendizado exige força de vontade e esforço contínuo. É fácil desanimar.

Para resumir, portanto: em teoria é possível (e até às vezes na prática) aprender como autodidata. Certamente não é o método mais simples, especialmente se você quiser progredir de verdade e adquirir um bom nível.

Aprender piano com um professor: a abordagem mais rápida e eficaz

A vantagem é que nunca é tarde demais para aprender a tocar piano com um professor, seja você iniciante ou músico experiente. A vantagem de aprender com um professor é óbvia: o ensino personalizado.

Um professor de piano (particular ou vinculado a uma instituição) é como um guia que o ajuda a atingir seus objetivos.

Mais do que apenas um orientador, o professor de piano também é uma pessoa que pode motivá-lo, e assim evitar que você desista de suas aulas de piano. Muitas vezes é difícil alcançar objetivos ambiciosos sozinhos. O professor também pode falar sobre o seu entusiasmo pela música: não há nada mais eficaz em termos de motivação do que ter um professor apaixonado.

Depois, há professores e professores. Ao escolher um profissional no Superprof, por exemplo, você tem de levar em conta vários critérios. O principal é, naturalmente, o nível de estudos. Se você já é experiente e simplesmente quer aperfeiçoar sua técnica de piano, evite professores que ofereçam apenas aulas para iniciantes.

Como aprender com um professor particular? Descubra um dos nossos Superprofs de piano!

Por outro lado, enquanto alguns professores têm uma abordagem centrada no piano como instrumento de entretenimento, outros oferecem aulas muito mais “acadêmicas” e exigentes. Assim, alguns alunos ambiciosos podem ficar desapontados com a falta de autoridade de seu professor, por mais paradoxal que possa parecer. Portanto, escolha um professor alinhado às suas expectativas.

Para encontrar o professor de piano certo, você deve primeiro fazer várias perguntas:

  • O que eu já sei? Quais são as minhas bases?
  • Quais são os meus pontos fortes e fracos?
  • Como tocar piano?
  • Quais pontos gostaria de trabalhar em prioridade (solfejo, técnica, estilo musical …)?
  • Por que eu quero aprender o piano? Ou melhor: quais são meus objetivos? Quero tocar apenas para familiares, quero fazer concertos, aprender a compor?
  • Quais são os objetivos de uma aula de piano?
  • Quais as melhores metodologias de piano?
  • Quantas horas por semana estou disposto a dedicar ? Quero fazer sacrifícios para alcançar meus objetivos?
  • Quando praticar o piano?

Se você tiver a resposta para todas essas questões, fica mais fácil de encontrar o professor adequado às suas necessidades. Explique claramente os motivos que o levaram a solicitar seus serviços. Vocês podem definir um cronograma de trabalho juntos.

Dica: se você não pode pagar por um professor particular, procure um conservatório perto de você ou certifique-se de que o professor pode fornecer o instrumento durante essas sessões. Saiba que, em geral, os professores de piano no Superprof oferecem taxas muito mais baixas do que as praticadas em outros lugares.

Para aprender o piano com um professor: escola de música ou aulas particulares?

Você prefere ser orientado por um professor na hora de aprender as primeiras escalas no piano? Ok. Mas antes disso, é preciso fazer uma escolha importante: professor particular ou escola de música?

Para estudantes mais jovens, aulas particulares de piano permitem um rápido progresso. Você pode aprender piano com qualquer idade. O mais importante? Motivação.

O primeiro critério de escolha continua sendo o lado prático.

Na verdade, se não tem uma escola de música ou um conservatório nas proximidades, você vai ter de percorrer dezenas de quilômetros por semana para chegar na sua aula. Neste caso, melhor encontrar um bom professor particular que vá até sua casa.

Caso você tenha essas duas opções, passe para a próxima etapa e faça algumas perguntas:

  • Qual a finalidade de aprender o piano (por diversão, para se tornar profissional um dia …)?
  • Que tipo de aula você está procurando (aulas personalizadas, ensino mais focado …)?
  • Que tipo de música você quer tocar (clássico, jazz, mpb, moderna…)?
  • Você prefere aulas individuais?

Concretamente, depois de ter respondido a estas poucas perguntas, a escolha vai acontecer com naturalidade.

Para sua informação:

Se você optar por aulas em conservatório ou numa escola de música, você vai encontrar:

  • Rigor e regularidade no currículo,
  • Uma formação voltada para o clássico,
  • Aulas de piano, mas também aulas obrigatórias de solfejo,
  • Intercâmbios facilitados entre estudantes,
  • Exames para validar o nível alcançado.

Com aulas particulares, você encontra:

  • Ensino personalizado,
  • Maiores possibilidades de estilos de música,
  • Flexibilidade na organização das aulas,
  • Aulas adaptadas ao seu ritmo de aprendizagem.

Geralmente quem escolhe o conservatório e a escola de música é porque está em busca de uma carreira profissional. É uma forma de adquirir uma base sólida e uma cultura musical muito boa. Se você quiser aprender o piano para se divertir e reproduzir músicas que gosta, além do repertório clássico, um professor particular pode acompanhá-lo e será mais fácil de atender às suas expectativas.

Saiba como encontrar uma boa aula de teclado no Superprof!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 2 votos)
Loading...
avatar
1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
FernandaSérgio Recent comment authors
Mas recentes Mais antigos Mais populares
Sérgio
Convidado
Sérgio

Fernanda, muito didático e esclarecedor seu artigo. Uma pessoa mais velha, 40 anos, teria mais dificuldade em aprender a tocar piano e solfejo ?