"Quando procuro outra palavra para expressar o termo música, encontro a palavra Veneza". - Friedrich Nietzsche (1844-1900)

Visite Veneza, a chamada "Sereníssima", a "Cidade das Águas" ou a "Cidade das Máscaras", conhecida por exaltar os sentidos e paixões de quem está por lá.

Destino de românticos e amantes, a cidade veneziana e a lagoa que a cerca estão inscritos na lista de Patrimônios da Humanidade pela UNESCO.

Cobrindo uma área de 414,6 km², a cidade de Veneza seduz com seus bairros encantadores e 121 ilhas, inter-conectadas por redes de 435 pontes e múltiplos canais.

Atraídas por sua incrível herança, 30 milhões de pessoas vêm a Veneza todos os anos.

Mas o que fazer durante uma estadia em Veneza? Nós pensamos nisso para você!

Fernando
Fernando
Profe de Italiano
5.00 5.00 (42) R$68/h
1a aula grátis!
Luana
Luana
Profe de Italiano
5.00 5.00 (40) R$120/h
1a aula grátis!
Armando
Armando
Profe de Italiano
5.00 5.00 (12) R$75/h
1a aula grátis!
Giuseppe
Giuseppe
Profe de Italiano
5.00 5.00 (45) R$90/h
1a aula grátis!
Maria alice
Maria alice
Profe de Italiano
5.00 5.00 (92) R$85/h
1a aula grátis!
Alberto
Alberto
Profe de Italiano
5.00 5.00 (17) R$65/h
1a aula grátis!
Fabio
Fabio
Profe de Italiano
5.00 5.00 (65) R$85/h
1a aula grátis!
Salvatrice
Salvatrice
Profe de Italiano
5.00 5.00 (36) R$100/h
1a aula grátis!

Praça de São Marcos

Local icônico da cidade e imperdível para qualquer viagem a Veneza, a Praça de São Marcos é, sem dúvida o local mais visitado da cidade. E talvez, de toda a Itália (contando com o Coliseu ...)!

Monumental por sua arquitetura, tem 175 metros de comprimento e 83 de largura. Está cercada pela Basílica de São Marcos, pelo Campanile homônimo e pelo majestoso Palácio Ducal. Hoje, a cidade é um dos centros turísticos mais importantes da Itália, mas nem sempre foi assim.

Veneza foi, de fato, a capital da República de Veneza por onze séculos, de 697 a 1797. Grande potência marítima, mercantil, naval e militar, Veneza dominou o Mediterrâneo desde a Idade Média até o Renascimento.

E a Praça de São Marcos era o local de residência das Procuradorias, dos altos magistrados de Veneza e Gênova. Hoje, esses edifícios com arcadas abrigam inúmeras lojas de souvenirs, cafés e bares.

Foi também o local da tomada de decisões políticas e econômicas, bem como o centro religioso da cidade.

Basílica de São Marcos

É o edifício religioso gótico e bizantino que não pode ser desperdiçado na Praça de São Marcos (Piazza San Marco).

Construída em 828, devastada pelas chamas, é a catedral do patriarca de Veneza. O monumento está repleto de oito cúpulas e é reconhecível em sua fachada ao leão de ouro com asas, a figura emblemática da cidade.

A basílica atual foi projetada no local da Igreja de St. Theodore, em um plano grego em forma de cruz, com 76,5 metros de comprimento por 62,6 metros.

Além da majestade do edifício, você verá mosaicos e peças suntuosas de ornamentação, incluindo o Pala d'Oro.

Obviamente, o local é muito frequentado: para evitar filas muito longas, você pode visitar a basílica com um ingresso!

Palácio Ducal

Outro ponto imperdível no bairro de San Marco - o centro histórico da cidade, você pode imaginar! -, o Palácio Ducal é um palácio veneziano dantesco, misturando estilos gótico e renascentista. Era a residência oficial dos Doges da República Veneziana.

Em Veneza, você pode visitar a antiga residência dos Doges.

Construído em 1340, representa a maior obra de imaginação de Veneza, combinando arte gótica, arte bizantina e arte veneziana.

Hoje é um museu que abriga salas decoradas por famosos pintores venezianos, como Ticiano, Bellini, Veronese e Tintoretto.

O Grande Canal de Veneza

Serpenteando no centro de Veneza, o Grande Canal é uma da inúmeras atrações imperdíveis da cidade.

É delimitado por mais de cem palácios e igrejas, que datam dos séculos XIII ao XVIII, verdadeiras testemunhas da história e corredor do tempo.

Aqui, a expressão "a água correu sob as pontes" faz sentido!

Isso pode ser conhecido em uma visita guiada, que permitirá que você saiba mais sobre sua atividade histórica. Visitar o Grande Canal fornece uma primeira visão geral dos bairros.

É, além disso, a maior artéria marítima de Veneza.

De passagem, ninguém sentirá falta das várias gôndolas que atracam na entrada dos edifícios, acrescentando charme à excursão.

O canal começa em frente à Bacia de São Marcos e termina no noroeste, perto da Ponte da Liberdade, medindo 3,8 quilômetros de comprimento e 50 a 70 metros de largura e 5 a 10 metros de profundidade.

Divide em dois distritos de Cannaregio, San Marco e Castello, na margem direita, e Dorsoduro, San Polo e Santa Croce, na margem esquerda.

É juntado por 45 canais pequenos e mediado por 7 pontes.

O Carnaval de Veneza

Você gostaria de passar férias em Veneza em fevereiro, especialmente no Carnaval de Veneza? Em 2020, o evento acontecerá de 8 a 25 de fevereiro.

Estamos falando de um festival tradicional que remonta à Idade Média. O Carnaval de Veneza exibe máscaras, trajes, cores, tradições e cultura italianas.

Para quem gosta de carnaval, que tal experimentar o carnaval de Veneza?

Como tal, atrai milhares de pessoas de todo o mundo.

Tenha cuidado, porém, porque visitar Veneza durante o carnaval não é o melhor momento: trata-se de uma época de turismo de massa. Além disso, o período do carnaval acrescenta uma superpopulação turística e aumenta significativamente as taxas dos serviços e produtos em geral.

A maioria das festividades acontece na Praça de São Marcos e nas ruas estreitas do centro. É também um playground privilegiado para fotógrafos!

Fernando
Fernando
Profe de Italiano
5.00 5.00 (42) R$68/h
1a aula grátis!
Luana
Luana
Profe de Italiano
5.00 5.00 (40) R$120/h
1a aula grátis!
Armando
Armando
Profe de Italiano
5.00 5.00 (12) R$75/h
1a aula grátis!
Giuseppe
Giuseppe
Profe de Italiano
5.00 5.00 (45) R$90/h
1a aula grátis!
Maria alice
Maria alice
Profe de Italiano
5.00 5.00 (92) R$85/h
1a aula grátis!
Alberto
Alberto
Profe de Italiano
5.00 5.00 (17) R$65/h
1a aula grátis!
Fabio
Fabio
Profe de Italiano
5.00 5.00 (65) R$85/h
1a aula grátis!
Salvatrice
Salvatrice
Profe de Italiano
5.00 5.00 (36) R$100/h
1a aula grátis!

O distrito de Cannaregio

Você quer visitar Veneza de uma maneira mais incomum? Às vezes esquecido pelos turistas, o distrito de Cannaregio é inevitável.

Localizado ao norte do centro da cidade, o Cannaregio é o bairro onde o primeiro gueto judeu foi estabelecido em 29 de março de 1516.

Bairro Judeu de Veneza, o Cannaregio é o lar de sinagogas e do Museu Judaico de Veneza, comemorando a deportação de judeus de Veneza durante a Segunda Guerra Mundial.

O gueto de Veneza é o lugar onde os judeus - expulsos da Espanha, Itália e Europa - foram forçados a viver entre 1516 e o ​​início da ocupação da cidade por Napoleão Bonaparte em 1797.

O bairro fica longe da agitação de San Marco, mas permanece bastante vivo. Existem lojas de lembranças, artesanato e mercado, além de muitos bares.

Seria ele bom também para quem está procurando por moradia na Itália? Talvez.

A Basílica de Santa Maria della Salute

Localizada no extremo sul do Grande Canal, a basílica de Santa Maria della Salute, construída entre 1630 e 1687, representa a arte barroca veneziana.

Sua cúpula simboliza o poder dos venezianos no século XVII. É o lar de muitas pinturas, incluindo "Casamento de Caná", de Tintoretto, "Caim e Abel" e "Davi e Golias", de Ticiano.

Seu interior é composto pelo altar-mor e cinco capelas:

  • A capela da descida do Espírito Santo;
  • A capela de Santo Antônio de Pádua;
  • As três capelas da esquerda, dedicadas à vida da Virgem.

É um monumento emblemático de Veneza.

As famosas pontes de Veneza

Veneza inclui 121 ilhas e ilhotas conectadas por 435 pontes no total, incluindo as pontes de acesso da cidade - a Ponte da Liberdade e a Ponte de Lagunes - e as pontes do Grande Canal, Burano, Torcello, Murano e Lido.

As mais famosas delas são a Ponte dos Suspiros e a Ponte Rialto.

Canais e pontes marcam a cidade de Veneza.

A última, por exemplo, é a ponte mais antiga de Veneza, então o nome vem do distrito de Rivo Alto (banco alto).

Construída em madeira pela primeira vez no século XIV, foi a única conexão entre as duas partes da cidade até o século XIX.

Reconhecida por suas três passagens para pedestres e doze arcos - seis em subidas e seis em descidas -, é um dos monumentos mais visitados da Cidade das Águas.

As ilhas da lagoa de Veneza

Como visitar Veneza sem ir às ilhas mais famosas da lagoa?

Em Veneza, um dos meios mais populares de transporte público é o vaporetto (calma, não estamos falando daquela maquininha de lavagem à pressão). Trata-se de um barco-táxi que liga as ilhas venezianas, como Lido, Giudecca ou Burano.

Quer saber o que mais fazer em Veneza? Explore as ilhas da lagoa! Burano, San Michele, San Francesco del Deserto, etc., todas têm sua singularidade a oferecer.

A ilha de Burano deve sua notoriedade ao museu do laço e às cores vivas das fachadas das casas pequenas. É uma pequena vila de pescadores.

Em Torcello, a maior das ilhas da lagoa, você pode transitar com total tranquilidade: é a ilha que abriga o menor número de turistas.

Finalmente, Murano é imperdível: é famosa por sediar o museu do vidro. O vidro de Murano é mundialmente famoso por sua cor e produção artesanal. Esta é uma oportunidade de ver como os restauradores de vidro operam com suas técnicas seculares.

Pegue uma carona em uma gôndola

Aqui está uma ideia de um passeio clichê, mas que pode ser interessante: o passeio de gôndola em Veneza!

A excursão romântica a navegar nos canais com um gondoleiro vestido com o traje tradicional listrado em azul e branco, permitirá explorar as pistas venezianas como nos filmes!

Os tradicionais passeios de gôndola são uma ótima oportunidade de descobrir a cidade.

Ou você pode até imaginar como se estivesse viajando na era da República Veneziana, antes do carro e da indústria! Custo: 80€ por dia, 100€ por noite.

Museu de Veneza

Você ainda tem tempo antes de voltar para casa? Desfrute de alguns museus municipais imperdíveis!

Incluindo o Museu de História Natural, o Museu de História Naval, o Museu Peggy Guggenheim e o Museu da Academia, há muito o que ver em Veneza.

A  Galeria da Academia em Veneza é obrigatória porque reúne uma grande coleção de pinturas venezianas que datam do século XIV ao século XVIII. Bellini, Carpaccio, Giorgione, Tintoretto, Veronese e Tiepolo são exibidos aqui.

Além disso, o museu Peggy Guggenheim reúne obras coletadas pelo patrono homônimo (1898-1979): é o museu de arte moderna a ser realizado em Veneza.

E, por que não fazer algumas aulas de italiano antes de embarcar? Sua experiência de imersão cultural será muito mais completa se você conseguir se comunicar com os nativos na língua local.

Então não perca tempo! Acesse agora mesmo a nossa plataforma Superprof e encontre o seu professor particular.

Precisando de um professor de Italiano ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Escrevo para vencer as inquietações e incertezas da vida.