Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como enriquecer o vocabulário dos alunos do colégio?

De Carolina, publicado dia 25/09/2018 Blog > Apoio Escolar > Português > O léxico do português a partir da 4ª série

“Quanto mais uma sociedade se torna insana, mais a linguagem é responsável por consertar essa loucura por trás de um léxico correto”. Daniel Pennac.

Para aprender português, as crianças do ensino fundamental devem adquirir uma grande quantidade de habilidades. Embora o português seja sua língua materna, aprender a ler, estudar gramaticalmente, escrever exercícios em português, falar e vocabulário.

O português tem milhares de palavras. No dicionário Aurélio Online, estão catalogados 435 mil verbetes (palavras com seus significados na internet).

Ao longo da escolaridade, os alunos estendem seu léxico de português: na sexta série, espera-se que um aluno conheça até 6 mil palavras (um adulto com um alto nível de educação conheceria entre 25 mil e 40 mil) .

Como aprender o vocabulário de português na escola fundamental? Aqui está um panorama de algumas dicas para crianças em idade escolar.

Faça exercícios para aprender palavras A língua portuguesa é igual a bicicleta: precisa de prática para aprender

Aprender vocabulário do português no ensino primário

Existe uma relação recíproca entre o vocabulário português e aprender a ler: quanto melhor o aluno estiver lendo, mais vocabulário ele adquirirá e mais rápido será seu progresso.

Ler desde cedo ajuda na escola? Ler: a solução número um para enriquecer o seu vocabulário!

Aprender português como língua materna não começa com a entrada na escolinha, mas com a idade de dois anos.

Quando o bebê começa a falar as suas palavras, ele reproduz aquelas faladas por seus familiares e aprende suas primeiras 50 palavras. Na turma do jardim de infância, a escola trabalha para descobrir o mundo e diferenciar entre a linguagem oral e a escrita.

No o jovem aprendiz descobre suas primeiras 750 palavras, então ele deve memorizar até 1.500 palavras em média e chegar ao conhecimento de 2.500 palavras de vocabulário no maternal: é a descoberta do princípio alfabético.

Ao longo dos próximos anos, o estudo da língua continua com a aquisição de habilidades para enriquecer seu vocabulário e aprender a ler e escrever.

Assim, os alunos são convidados a aprender entre 2500 e 6 mil palavras entre a escolinha e os primeiros anos de colégio.

Para a criança, isso representa todo um novo universo! Mas tenha certeza: será sempre, na escola, acompanhado pela pedagogia do professor.

A fase fundamental de aprendizagem do ciclo 2 diz respeito aos primeiros anos do fundamental: 1º, 2º, 3º ano.

Educar uma criança para que ele conheça um máximo de campos lexicais tem várias questões a ser levadas em conta:

  • Questões filosóficas e sociológicas: aprender a nomear e imaginar o mundo, a apropriar-se do mundo para expressar um pensamento, agir e interagir, comunicar-se,
  • Questões linguísticas: aumentar o léxico e entender o significado de cada palavra aprendida.

A aquisição do vocabulário pela criança da escolinha, em seguida, o ciclo primário, visa classificar as palavras dentro dos tipos de frases e conseguir escrevê-las na ordem gramatical (sujeito, verbo, objeto e adjetivo).

Além disso, o aluno constrói um repertório sintático através do estudo de textos, documentos, rimas e mídias multivariadas.

Dê aulas de português para criança Ensine seu filho o valor das palavras

Adquirir a linguagem também é uma ferramenta socializadora que contribui para a integração social da criança. Quanto mais ele conhecer um número crescente de palavras e assimilar o significado delas, mais ele será dotado da leitura e da escrita. Além disso, mais o seu cérebro será rápido, intelectualmente falando.

Isso evitará alguns fracassos escolares…

Mas como ensinar o vocabulário às crianças? A leitura é uma ótima maneira de melhorar seu vocabulário…

Ensinar o vocabulário do português no primário: programas escolares

As aulas de português e os exercícios de vocabulário ocupam um lugar de destaque no sistema escolar.

Isso é normal, porque cada palavra portuguesa desconhecida do aluno põe um freio na boa compreensão do texto ou na compreensão oral.

Como dar um bom nível lexical a todas as crianças do país?

Aqui estão os temas do programa para ensinar português a crianças em idade escolar.

Mas a aquisição de vocabulário e a capacidade de falar com certa nitidez não se limitam ao curso de português: de história, geografia e matemática também envolvem o progresso de um vocabulário técnico e específico.

Normalmente, as crianças com o vocabulário mais fraco têm, em média, 3 mil palavras no fim do 3º ano. Enquanto os alunos com mais facilidade escolar obtêm, em média, 8 mil palavras conhecidas.

Considerando esses dados, é importante distribuir de forma mais equitativa o poder das palavras para que algumas não sejam excluídas da fala, leitura e escrita. É importante o aluno ter o domínio das regras gramaticais, mas de vocabulário também.

Os currículos escolares nos primeiros anos do fundamental visam aperfeiçoar as aulas do jardim de infância. Eles o fazem graças a prática de atividades de leitura e escrita.

Para fazer isso, o professor de português primário deve respeitar o projeto educacional implementado pelo Ministério da Educação, MEC.

O MEC, portanto, deve se esforçar para implantar recursos de ensino que permitam a regularidade, repetição e esclarecimento da aprendizagem do aluno.

No fundamental, os alunos são encorajados a fazer uma análise diferenciada das palavras mais e mais facilmente, praticar a leitura em voz alta e, entre outras coisas, escrever.

O objetivo é memorizar a grafia de palavras frequentes ou palavras irregulares, identificar com coerência semântica a ordem das palavras de uma frase simples e, finalmente, aprender e assimilar novas palavras.

Aprender português criança Os pequenos precisam de incentivo constante

Os pais dos alunos, portanto, esperam que a escola dê aos seus filhos um conhecimento metodológico para adquirir essas bases.

Nas 4ª, 5ª e 6ª séries, os alunos continuam a consolidar as habilidades supostamente adquiridas no nível escolar anterior. Os novos programas publicados nos textos oficiais visam “treinar o leitor aluno”.

Eles introduzem análise e compreensão de textos e acrescentam:

  • Dominar a forma de palavras relacionadas à sintaxe,
  • Observar como o verbo funciona e soletrar.

Todas as crianças são, em teoria, levadas a dominar a base comum de conhecimento que as escolas têm a missão de fornecer.

No entanto, um certo número de alunos não consegue acompanhar a rapidez dos ritmos escolares ou a qualidade da escola não é boa o suficiente para transmitir esses conhecimentos aos alunos:

Apesar dessa observação, ainda há uma esperança no final do túnel no sistema educacional. Quem sabe um dia vamos ter uma escola pública de qualidade? Que vai alcançar suas ambições de dar aos nossos estudantes brasileiros uma linguagem oral e escrita rica e variada, organizada e compreensível? É importante sonhar e ter esperanças…

Melhorar a gramática brasileira é essencial na escola primária.

Aulas de português no fundamental: como ensinar o vocabulário?

A leitura de obras literárias ajuda muito a enriquecer o vocabulário dos alunos.

Mas podemos dar Machado de Assis, Euclides da Cunha para uma criança de 8 a 9 anos para ler? Difícil, somente se a criança for superdotada… Elas ainda não têm maturidade para ler esses autores.

Por isso, a leitura tem que ser adaptada com a sua idade.

Cada aluno não tem, lembre-se, o mesmo tipo de memorização. Alguns possuem memória visual, auditiva ou cinestésica.

Algumas crianças precisam se divertir e visualizar para memorizar palavras em português.

Incentive-o a ler desde pequeno Como ensinar seu filho a conhecer mais palavras?

Mobilize todos os tipos de memória

Em memorização por abordagem visual, pode-se:

  • Escrever a palavra que o aluno deve aprender,
  • Pedir ao aluno que leia a palavra em voz alta
  • Fazer soletrar a palavra,
  • Fazer escrever ou copiar a palavra em uma folha,
  • Pedir ao aluno para “fotografar” a palavra com os olhos,
  • Pedir à criança para fechar os olhos e soletrar a palavra,
  • Pedir ao aluno para escrever a palavra,
  • O adulto corrige a grafia da palavra.

O aluno pode ser solicitado a distinguir vogais e consoantes da mesma palavra.

A operação é diferente para ensinar português com memória auditiva:

  • A palavra está escrita em uma folha em branco,
  • O aluno escreve a palavra dizendo cada letra em voz alta,
  • O aluno nomeia a palavra,
  • Então ele reescreve a palavra e lê duas ou três vezes,
  • Esconder a palavra e o aluno escreve a palavra de memória.

A memória cinestésica combina as abordagens auditiva e visual:

  • A criança pronuncia a palavra em voz alta,
  • Ele escreve e repete a palavra,
  • Ele verifica a palavra e corrige se necessário,
  • Ele traça a palavra com o dedo ou em uma superfície (uma parede ou nas costas do adulto),
  • Ele repete a palavra novamente em voz alta,
  • Ele escreve a palavra de memória, verifica e corrige.

Bem, esses métodos funcionam para uma palavra de cada vez. Mas quando uma página inteira de texto continua incompreendida, não podemos fazer esse exercício para cada palavra!

O professor pode completar por ditado, desenho ou brincadeira.

Jogos para aprender o vocabulário

As ferramentas de ensino disponíveis para os professores são compostas principalmente de jogos para aprendizado do português e ditado para crianças.

Antes do colégio, o vocabulário aprendido permanece rudimentar.

Para evitar que seu filho crie uma aversão à língua portuguesa, a maneira mais eficaz de captar a atenção é aprender sem contrariar.

Aqui estão alguns jogos que você pode fazer com seu aluno em sala de aula ou com seu filho:

  • Procurar as famílias de palavras: para a palavra “terreno”, por exemplo, podemos pedir ao estudante se outras palavras vêm à mente (“terra” ou “pasto”),
  • Escrever em outros lugares fora do caderno: em um quadro em branco, folhas coloridas, etc., para liberar a criatividade,
  • Revisar as palavras da vida cotidiana (roupas, objetos domésticos, cores, animais, etc.) e categorize-as para aprender o campo lexical,
  • Criar listas de palavras do vocabulário e pedir que eles leiam em voz alta,
  • Pedir à criança que leia as palavras enquanto o adulto as estiver escrevendo (inversão de papéis): é a criança que estará se formando e sem saber!
  • Jogar o jogo das capitais do mundo e soletrar as cidades: ao mesmo tempo em que aprendemos geografia física, aprendemos a grafia dos nomes próprios.

Variando a metodologia, aprender o vocabulário pode ser uma atividade divertida para crianças pequenas.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar