Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Tocando sem dor: descubra dois elementos essenciais ao estudo do violino!

De Fernanda, publicado dia 23/10/2018 Blog > Música > Violino > Como utilizar a queixeira e a espaleira?

“A música faz as consciências dançarem.” Enzo Cormann (nascido em 1953).

O violino é o mais agudo dos instrumentos de cordas friccionadas, que ainda inclui a viola, o violoncelo e o contrabaixo. Seu tom corresponde ao soprano da voz humana. É um instrumento musical de quatro cordas ( Mi, Lá, Ré e Sol).

Seu timbre é agudo e estridente, mas pode produzir timbres mais aveludados dependendo do encordamento utilizado. O som geralmente é produzido pela fricção das cerdas de um arco de madeira sobre as cordas. Também pode ser executado beliscando ou dedilhando as cordas, pela fricção da parte de madeira do arco, ou mesmo por percussão com os dedos ou com a parte de trás do arco.

Mas tocar o menor dos instrumentos de cordas friccionadas implica uma posição do corpo que está longe de ser natural. Além disso, exige uma dedicação física intensa – em meio a concertos, na orquestra sinfônica, etc. – e pode, portanto, levar os instrumentistas a sofrerem certas dores.

Para evitar isso e manter o prazer de tocar, existem dois acessórios de violino muito úteis: a queixeira e a espaleira.

Queixeira e espaleira: para que serve?

Eu pedi uma espaleira de violino em uma loja de música, e me ofereceram uma almofada de ombro.

Notemos em primeiro lugar que o nome do acessório pode mudar em função do fabricante, dos vendedores e dos músicos, mas as palavras evocam um produto que tem o mesmo objetivo, que é o de proteger a clavícula de possíveis dores.

Como aprender violino? A espaleira, um conforto e acessório de som para proteger a clavícula! | Tentou colocar um travesseiro debaixo do violino? Nada prático!

O violino repousa na clavícula do violinista.

E mesmo que o acabamento seja profissional e qualidade, a verdade é que o atrito ou contato prolongado do violino com osso – especialmente durante um concerto – pode ser desconfortável, até mesmo doloroso.

Como o violino é feito de madeira, um material por natureza muito duro, esse contato pode ser por vezes bastante desagradável. É por isso que o violinista pode posicionar uma ombreira ou espaleira entre a clavícula e o botão do instrumento.

Uma boa espaleira é instalada na clavícula esquerda do violinista para receber o violino e manipular o arco – com a mão direita, convencionalmente – com facilidade.

Esse acessório ergonômico se apresenta sob a forma de uma barra ondulada e rígida, acolchoada e posicionada na parte de trás do violino, que vem a seguir a forma da clavícula do violinista.

Você deve imaginar: usar uma espaleira acrescenta dificuldade em manter o instrumento e tocar com precisão, porque o acesso às cordas com os dedos da mão esquerda se torna mais complexo.

Sem a espaleira, a intensidade do som do violino é enriquecida, mais profunda e mais natural.

Alguns aprendizes do nível iniciante podem estar sujeitos a uma escolha difícil: sem o ombro e embelezando suas sonoridades, mas contraindo a dor ou adaptando-se à almofada do violino às custas de suas notas sonoras.

Ao adicionar um descanso para os ombros nas costas do violino, adicionamos uma tensão extra que complica a vibração das cordas do violino, pois elas são menos acessíveis.

E quanto à queixeira?

Essa peça anatômica serve para o violinista acomodar de maneira mais confortável o violino ao maxilar.

Sua função é proteger o músico de dores desagradáveis, e permitir que ele toque confortavelmente apoiando seu queixo no instrumento, além de proteger a madeira da transpiração e de qualquer abrasão.

Note-se que este elemento da anatomia de um violino tornou-se inevitável no início do século 19, após 300 anos de evolução, durante o qual o acessório foi fortemente criticado entre os violinistas. Foi inventada pelo alemão Ludwig Spohr.

Precisa de aulas de violino para iniciantes?

Como escolher uma queixeira de violino?

A queixeira se tornou na história do violino uma das peças fundamentais do instrumento, a ponto que sempre acompanha a venda de instrumentos musicais do quarteto de cordas.

É um acessório de conforto, que permite tocar sem dor e pelo menos limita o inconveniente causado pelo contato da pele com a madeira do violino.

Ele também protege o instrumento contra sujeira, transpiração ou abrasão e permite que você não incline a cabeça durante o jogo.

Portanto, é importante ajustar o acessório para preencher o espaço entre o ombro esquerdo relaxado e o ângulo da mandíbula.

Quais são os critérios para escolher um bom protetor de queixo de violino?

Não importa o seu estilo musical, se tocar violino popular, jazz cigano, música de câmara ou música clássica: é preciso escolher uma queixeira adaptada à sua morfologia.

Na verdade, esse acessório deve ser escolhido de acordo com o tamanho do queixo: deve ser igual ao da superfície do queixo.

As queixeiras são fabricadas com materiais diferentes: plástico, ébano e jacarandá.

O material de fabricação escolhido tem impacto no jeito que o solista toca. Compreendemos facilmente que, se você não gosta do toque do plástico, certamente vai tocar com menos prazer!

A escolha de um bom material musical é quase tão importante quanto o próprio instrumento!

Como fazer um bom vibrato ou o pizzicato perfeito se você sente uma sensação desagradável logo que segura o violino no queixo?

Outro critério importante para a escolha de um bom protetor de queixo: os parafusos de fixação.

Para resumir, aqui estão os critérios para lembrar na hora de escolher sua queixeira

  • O formato da queixeira: centrado ou ao lado,
  • O material: de material sintético ou plástico, (Dresden ou Wittner),
  • A cor para aqueles que preferem em madeira: ébano, jacarandá ou buxo,
  • O sistema de fixação

Ele pode ser encontrado em fornecedores on-line, como a Amazon ou outras lojas especializadas.

Em relação ao preço, encontramos peças de baixa qualidade a partir de 30 reais, e os preços sobem para mais de 100 reais para acabamentos profissionais.

Onde comprar seu violino? Imagine tocar durante o concerto inteiro com dor? Não pense duas vezes e encontre o seu acessório!

Como escolher uma espaleira de violino?

Além do metrônomo, afinador, breu, a escolha da crina do arco, um conjunto de cordas para violino de reposição, possivelmente, um diapasão, temos de escolher uma boa espaleira para evitar problemas relacionados a uma postura desconfortável e inadequada.

A fim de limitar os pontos de pressão no pescoço e no queixo, é sem dúvida necessário que a espaleira seja extremamente confortável e anatômica.

É importante notar que uma espaleira muito apertada comprime as tampas do violino e impacta na emissão do som.

Não faz sentido escolher uma espaleira confortável, que se adapte à forma da sua clavícula, mas que mude o som emitido.

Portanto, é aconselhável experimentar o instrumento com e sem o acessório em uma loja de música, a fim de discernir a diferença e avaliar o que você prefere em termos de emissão de som.

Encontramos diferentes marcas, materiais e cores. Algumas barras são feitas de metal, madeira ou carbono e muitas marcas estão presentes no mercado de espaleiras de qualidade: Kun, Wolf, Wittner, Playonair …

Outro critério importante para se lembrar: o tamanho do violino.

Esse seria quase o critério mais importante: impossível instalar uma espaleira de violino 1/4 em um violino 1/2 ou em um 4/4.

É obviamente necessário escolher o acessório correspondente à largura de seu instrumento.

Em relação ao preço, encontramos a partir de 60 reais e até mais de 400 reais para espaleiras de altíssima qualidade.

Por fim, note que também há acessórios dobráveis ​​e compactos, que podem ser guardados dentro do próprio estojo do violino.

Como ajustar a queixeira e a espaleira do seu violino?

Onde aprender violino? Ao ar livre ou em casa: o primeiro passo para aprender a tocar seu violino é se sentir confortável com seu instrumento. Aprenda a escolher os melhores acessórios!

Ajustar corretamente os acessórios é sinônimo de conforto e prazer ao tocar seu violino. No entanto, esta questão é frequentemente colocada de lado.

Como se tornar um virtuoso ou um maestro se você sempre sente dor no pescoço quando toca duas cordas?

Aqui estão algumas dicas para ajustar seus acessórios de violino.

Em primeiro lugar, ajuste a altura da espaleira no ombro. Isso deve corresponder à distância necessária para permitir a queixeira atingir o nível da mandíbula inferior.

Depois de ajustada, o violino deve ser capaz de se manter sozinho. Caso contrário, a queixeira e a espaleira não estão devidamente ajustadas.

Em seguida, a espaleira deve ser ajustada na largura para se encaixar no violino. Esta deve ser removível e ajustável, e é preciso escolher o lugar mais confortável.

Por fim, o último passo: a inclinação.

Ao colocar o queixo na queixeira, o violino precisa girar um pouco para ficar e se manter na horizontal sozinho. Na verdade, a espaleira deve ser inclinável e permitir o ajuste do instrumento neste eixo (quase perpendicular à cabeça).

Você por acaso toca seu instrumento em casa e tem vizinhos que não apreciam muito música? Que tal escolher uma surdina e um violino elétrico e fazer aulas com nossos professores particulares?

Você vai aprender mais sobre a afinação, e se tornar um mestre em teoria da música e, talvez, até mesmo, se lançar na improvisação!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar