A Língua Portuguesa é uma disciplina que, ao estudá-la regularmente, oferece ferramentas essenciais que dão noção acerca de questões gramaticais, sintaxe, pontuação, entre outras especificações básicas deste sistema de códigos que permite a comunicação plena entre falantes da língua.

Nos estudos dessa matéria, o acesso a diversos tipos de textos acaba sendo algo mais que fundamental para uma compreensão plena do que se pretende comunicar.

No entanto, em algumas situações de conversas informais (entre amigos, por exemplo), é possível evitar certas regras de oralidade, cumprindo-as somente na linguagem escrita.

E por falar em escrita, é pertinente entendermos que, para saber como produzir uma boa redação, o aluno precisará ter alguma noção de colocação pronominal, ortografia, conjugação de verbos, bem como coesão e coerência na hora de organizar as ideias.

Além disso, é necessário contar com um vocabulário bacana e dominar interpretação de texto, sendo que isso só é de fato viável com bastante leitura e, é claro, escrevendo muito...

Dependendo da escola, o aprofundamento em questões gramaticais, linguísticas e de Literatura acaba sendo um pouco limitado e, até por isso, é importante que se considere tais estudos como uma espécie de "alternativa" para aulas particulares de português.

Se você é um profissional de Letras e pretende começar a dar aulas de reforço de português, saiba que, junto com a matemática, essa é uma das disciplinas mais procuradas por estudantes (na maioria das vezes, seus pais) em todo o Brasil.

A importância do reforço escolar

Logicamente que o reforço escolar tem grande relevância para quem se vê com dificuldade em alguma disciplina. Em grande parte, trata-se de um auxílio voltado exclusivamente ao estudante que necessita acompanhar o ritmo da sala de aula e ter bons resultados nas provas.

A vantagem de frequentar aulas de reforço é que, ao invés do aluno contar com um professor que está disponível para uma classe cheia, na verdade ele vai encontrar um profissional que está a se dedicar ao preparo de um material personalizado, dando atenção plena a uma abordagem em que o conteúdo a ser apresentado terá como intuito o esclarecimento das principais dúvidas desse estudante.

Em um reforço escolar de português, por exemplo, as aulas oferecidas podem ser online, em grupo e individual, sendo que esse último é o mais procurado, em razão de ser uma forma mais efetiva para assimilação da matéria como um todo. Ou seja, na aula particular, o estudante pode falar de suas dificuldades com relação à matéria e, com a ajuda do professor, terá maiores chances de compreender cada tópico do conteúdo.

Encontre o professor de apoio ideal.

Objetivo principal!
O intuito de uma aula particular é elucidar o aluno acerca de questões que ficaram sem respostas na sala de aula!

O objetivo de uma aula de reforço é a atenção voltada às questões que ficaram sem respostas em sala de aula, o que a caracteriza como uma atividade complementar à escola, já que uma coisa não substitui a outra.

Ao iniciar o planejamento de uma série de aulas de reforço, o aspirante a professor particular de português, por exemplo, precisa estar apto a auxiliar pessoas de várias faixas etárias quanto a problemas de defasagem. Todavia, para que o resultado seja plenamente satisfatório, o processo se dará de médio a longo prazo, servindo mais como uma prevenção da dificuldade, do que uma espécie de remediação.

Outra coisa a saber é que uma aula de reforço não deve ser procurada apenas na hora do "aperto", quando o aluno está enrolado com as notas ou quando a respectiva dificuldade está a interferir por demais em seu rendimento. Na verdade, se o aluno já tem um histórico de dificuldades em anos anteriores, é indicado que ele inicie as aulas particulares logo no início do ano letivo, favorecendo, assim, a compreensão acerca dos conteúdos apresentado em sala de aula, garantindo um bom rendimento escolar. Fazendo isso, pode ser que até o final do ano letivo ele não necessite mais desse apoio, uma vez que já estará mais confiante na matéria.

Como se tornar professor particular de português?

Amplo repertório!
Para trabalhar com reforço, além de contar com um vasto repertório de leituras é ideal ter formação universitária!

Assim como em qualquer outra matéria, para se tornar um profissional dedicado também ao reforço escolar é aconselhável possuir uma formação de nível superior na respectiva área da disciplina.

No caso da Língua Portuguesa essa pessoa vai precisar de um curso universitário em Letras. Mas não só isso, tem que ser alguém com grande repertório de leituras, bem como um excelente domínio da escrita.

Didática é outro fator fundamental não só em uma aula de português como também de outras matérias. Quer dizer, não adianta dominar o conteúdo e não ter nenhuma noção sobre como explicar as regras de forma clara e compreensível para o aluno.

A importância de saber esclarecer questões acerca do que mais causa dúvida no estudante tem a ver com a preparação da aula, com base na necessidade desse aluno e os objetivos pedagógicos elencados pelo professor. E para que isso ocorra de modo satisfatório, é pertinente selecionar livros, dicionários atualizados, além de edições da nova gramática.

Também, em uma aula de reforço na disciplina de português é preciso considerar o uso de literaturas de diversas épocas (desde as clássicas até as contemporâneas), bem como apostilas modernas sobre técnicas de redação.

Alguns exemplos de atividades de português

As atividades de uma aula de reforço de português variam muito de acordo com cada ano escolar em que o aluno está matriculado. Mas, de um modo geral, é possível usar histórias em quadrinhos, memes, postagens em redes sociais, artigos, crônicas, livros didáticos, jogos e diversos gêneros da literatura brasileira e mundial.

As HQ's, por exemplo, podem ser usadas para o aluno identificar sujeito, predicado, concordância e classificação de uma palavra quanto ao gênero, número e grau. Nos memes e postagens, o professor pode pedir que o aluno identifique erros de concordância.

Já os livros didáticos  podem ser usados para a compreensão de algumas regras gramaticais, sendo que em artigos, crônicas e literatura há a prática de interpretação de texto e processos de escrita, com resumos de algumas obras.

O professor pode também pedir para que o aluno faça a resenha de algum filme e, assim, identificar qual a principal dificuldade desse estudante ao redigir um texto.

Jornais e revistas podem ser usados no aprendizado, destacando matérias de assuntos diversos, bem como textos opinativos. Com isso, além de aprimorar os conhecimentos, o aluno ficará por dentro dos principais acontecimentos no mundo.

Uma espécie de Redação!
Trabalhar com periódicos nas aulas de reforço auxiliam ainda mais na assimilação do conteúdo!

Tudo na disciplina de português é importante, mas ao iniciar um trabalho de reforço, o ideal é que você comece sempre com conteúdos relacionados à prática de interpretação de texto e escrita. Todavia, é sempre bom seguir um padrão na hora de preparar esse material, em que podemos destacar:

  • Conteúdos programáticos bem organizados;
  • Breve roteiro do conteúdo a ser explicado, acompanhado de uma lista de atividades posteriores;
  • Elaboração de material de apoio para que, em casa, o aluno dê continuidade aos estudos;
  • Lista de exercícios retirados de simulados de vestibulares e/ou provas de português disponíveis na internet;
  • Preparação de uma aula especial que possua questões comentadas acerca das principais dificuldades que o aluno enfrentou ao fazer os simulados.

Seguindo essas dicas, suas aulas vão fluir tranquilamente!

E como divulgar minhas aulas particulares?

Antes de mais nada, é interessante ter em mente que além de se pensar em como conseguir novos alunos para seus atendimentos em reforço escolar, é aconselhável desenvolver a capacidade de manter os estudantes que você já vem atendendo. E isso só é possível com um bom trabalho.

Há profissionais no mercado que só vão atrás de novos atendimentos quando já têm um negócio bem consolidado e bons resultados. Além disso, é interessante oferecer diversas opções de horários aos aluno, até mesmo para que o reforço não venha atrapalhar os horários deles na escola.

Existem inúmeras maneiras de divulgar suas aulas particulares, mas antes de qualquer tipo de "propaganda" é sempre bom definir seu público-alvo e, neste caso, estamos a falar de quais séries você pretende trabalhar. Geralmente vai desde o Fundamental até o Ensino Médio, mas isso tem mais a ver com o critério de cada profissional.

As divulgações de aulas de reforço mais comuns são aquelas feitas de forma gratuita e espontânea na própria internet ou, se preferir, pagando anúncios em sites relacionados à disciplina.  É claro que isso vai depender do quanto você pretende investir na divulgação, mas não deixa de ser interessante para o seu negócio.

Para quem quer divulgar as atividades de reforço escolar gratuitamente, saiba que o tal "boca em boca" nunca é demais. Sempre que tiver uma oportunidade não deixe de anunciar para os amigos, parentes e vizinhos que está dando aula particular, pois provavelmente esse pessoal vai passar adiante a informação  e, quem sabe, chegar ao ouvido de alguém que esteja de fato à procura de aulas particulares para o filho, por exemplo.

Na Timeline!
A divulgação das aulas particulares em redes sociais podem ampliar ainda mais a demanda desse negócio!

Outra forma de conseguir uma galera para o seu negócio de monitoria em Língua Portuguesa é saber como divulgar suas aulas nas redes sociais ou até mesmo criar páginas e perfis profissionais. Caso queira alcançar mais pessoas, procure impulsionar esses anúncios para que sejam publicados em outras páginas que tenham uma boa quantidade de seguidores.

Os anúncios das aulas podem também ser vinculados em jornais, rádios e TV's, além de cartazes e panfletos a serem distribuídos em pontos específicos da cidade, tais como entrada de escolas e cursinhos - principalmente no horário de saída dos alunos.

Para elaborar os anúncios, além de um texto simples, é interessante pensar em uma arte bacana, bem como pequenos vídeos de divulgação na internet.

Por fim, vale ressaltar que hoje em dia as divulgações de aulas particulares estão acontecendo muito em plataformas online, como o Superprof, por exemplo, o qual oferece mais de 15 mil professores cadastrados que publicam gratuitamente seus anúncios. Basta apenas efetuar um cadastro simples com informações acerca de sua especialidade, conhecimentos e área de atuação. E para tal registro não é exigido nenhum tipo de pagamento.

Dicas para ser um bom professor de reforço de português

O relacionamento construído com os alunos pode ser tão importante (se não mais importante) quanto o conhecimento do idioma.

Isso significa sintonizar e expressar interesse nos interesses e nas personalidades de seus alunos. Tal característica geralmente permite que você construa relacionamentos positivos e de longo prazo com seus pupilos; esses relacionamentos geralmente se tornam catalisadores magníficos para o crescimento das habilidades linguísticas dos alunos.

Assim, alunos se sentem confortáveis ​​e se esforçam para aprender, melhorar e praticar o idioma. Eles precisam sentir que o professor realmente se importa com eles, a fim de correr os riscos necessários para sair de suas zonas de conforto, cometer erros e aprender!

Ficou interessado em saber como ganhar a confiança e, consequentemente, contribuir para um melhor aprendizado dos seus alunos de reforço de português? Abaixo apresentamos algumas dicas que podem te ajudar nessa tarefa!

Personalize o ambiente de aprendizagem para a aula de reforço escolar

Como os alunos respondem às suas aulas de reforço de português? Eles dão algum tipo de retorno? Se sim, que tipo?

Bons professores de português - assim como de qualquer outro idioma - devem ser capazes de atender às necessidades e preferências específicas de cada aluno, assim como a gerenciar cada sessão de ensino implementando ajustes que favorecem o aprendizado dos pupilos.

Que tal você tomar nota sobre todos os aspectos que possam ser melhorados no local onde você dá suas aulas de reforço de português?

Um exemplo básico disso é descobrir o que seus alunos mais apreciam:

  • Atividades práticas?
  • Utilização de aplicativos e tecnologia?
  • Leitura de histórias?
  • Debates e discussões?
  • Jogos com exercícios de conjugação?

É muito mais provável que eles aprendam e lembrem-se do conteúdo apresentado se também se divertirem durante as aulas (desde que seja desafiador, é claro!).

Bons professores conseguem se conectar com os alunos, influenciando suas escolhas pedagógicas.

Transmita perspectiva durante a aula reforço

Seu nível de confiança nos alunos  pode ser contagioso. Ele tem o poder de inspirar os alunos a aprender e acreditar que podem aprender o idioma!

Tente usar incentivos e elogios verbais, específicos e intencionais como:

  • "Bom trabalho!"
  • "Ótimo ponto, você pode esclarecer melhor?" ou
  • "Boa observação!"

É isso que ajuda a aliviar os momentos de frustração, dúvida, insegurança e, às vezes, até mera falta de interesse na língua portuguesa.

Nesse sentido, professores de português eficazes precisam ser sensíveis o suficiente para detectar onde os alunos estão emocionalmente em relação ao idioma e adaptar suas atividades educacionais adequadamente. Isso implica responder com empatia às complexidades da língua.

Por exemplo, isso pode significar tomar uma nota mental se você vir uma sala cheia de rostos confusos ao ensinar um ponto de gramática complicado. Se for esse o caso, diminua a velocidade e pergunte: "Como está indo? Qual é a parte mais complicada disso?” E lembre-os de que você também estava no lugar deles quando era estudante!

Professores otimistas que transmitem boas perspectivas aos alunos são sensíveis ao desânimo dos seus pupilos, o que lhes permite atenuá-lo com palavras e atitudes de incentivo. A verdade é que aprender português pode ser realmente difícil para muitos. Sendo assim, é importante que você desempenhe um papel central no encorajamento dos alunos e na crença em suas habilidades e esforços. É crucial que eles percebam sua esperança, pois isso faz parte do relacionamento de ajuda eficaz que leva os alunos a aprender, tentar, praticar, estudar e crescer!

Um professor alto astral consegue influenciar positivamente seus alunos.

Transmita paixão em aprender português

Ensinar com paixão, diversão e criatividade em suas aulas também é essencial. As aulas podem rapidamente se tornar monótonas ou rotineiras se você não fizer uso de atividades estimulantes.

Você provavelmente não chegará a lugar nenhum com alunos desmotivados e entediados. Por isso dedique-se a despertar neles o interesse pela língua portuguesa antes que eles cheguem lá.

Para acender essa chama, você e seus alunos devem considerar e discutir algumas questões, tais como:

  • Por que é tão útil aprender tais aspectos da língua portuguesa?
  • Como isso pode beneficiar suas vidas?
  • O que há de tão incrível em aprender esse idioma?
  • Quais são as vantagens tangíveis e não tangíveis de aprendê-lo?

Dedicar algum tempo para disseminar a mesma paixão pelo idioma que você sente a seus alunos o ajudará a desafiar adequadamente seus conhecimentos sobre o idioma e incentivá-los a aprender ainda mais.

Seja acessível durante as aulas de reforço online e presencial

Como mencionado anteriormente, existe uma diferença saber muito sobre língua portuguesa e possuir boas habilidades de ensino da mesma. Portanto, sua capacidade de se conectar e formar relacionamentos com os aprendizes é vital. Muitos de nós já tivemos professores de português no ensino fundamental ou médio que não nos ensinaram muito, apesar do status de especialista no idioma.

Isso aconteceu, provavelmente, porque sentimos que eles não entendiam ou se importavam conosco. Ou, possivelmente, porque achamos suas aulas pouco estimulantes ou muito desafiadoras (além da capacidade da turma).

O trabalho de um bom educador é descartar a língua portuguesa e aprender a explicar os principais conceitos, padrões e ideias de uma maneira que os alunos possam se relacionar.

Por exemplo, se eles amam o Snapchat (ou qualquer aplicativo popular), use-o como uma ferramenta de aprendizado. Ou, se houver atletas na classe, incorpore atividades esportivas à lição.

Torne o idioma mais próximo e "amigável" à realidade dos alunos, usando vídeos, dispositivos mnemônicos, histórias, músicas, fotos ou qualquer outra coisa "pronta para uso" que vincule o idioma à vida dos alunos de maneira pessoal. Sua capacidade de fazer isso decorre da relação profissional que você constrói com seus alunos, que, como vimos até agora, é crucial para o aprendizado deles!

É importante incentiva seus alunos a participarem das aulas.

Proponha a participação frequente do aluno

Professores eficazes estimulam a participação dos alunos o máximo possível. Estudos mostram que a interação dos estudantes está diretamente relacionada à aprendizagem bem-sucedida de um idioma. Alunos passivos e silenciosos provavelmente não aprendem tanto quanto aqueles que participam de forma ativa e regular. Se você notar um aluno mais reservado, não há necessidade de entrar em pânico; apenas torne sua abordagem mais colaborativa.

Você pode perguntar algo como: “Como posso tornar essa experiência melhor para que possamos trabalhar melhor juntos?

Se o aluno for especialmente problemático, você pode dizer algo como: “Não tenho certeza se estou sendo claro, então você pode me interromper quando não entender algo ou fazer perguntas sempre que precisar. Estou aqui para isso”.

Novamente, a importância das habilidades relacionais (capacidade de conexão) não pode ser negligenciada, pois os alunos participam mais quando se sentem respeitados pelo professor, ou seja, por você.

Fique atento ao desenvolvimento de seus alunos durante as monitorias de reforço escolar

Uma sala de aula de aprendizado de português tem uma aparência significativamente diferente, dependendo do estágio de desenvolvimento de um aluno ou um grupo. Lembra daqueles professores de línguas que foram rápidos demais para nós? Ou muito devagar? Lembra como foi frustrante? Pois esse não precisa ser você: basta saber como adaptar suas aulas ao perfil dos seus alunos.

Com os alunos mais jovens, por exemplo, o aprendizado de português deve integrar ferramentas visuais, atividades lúdicas. O desenvolvimento não se refere apenas à idade cronológica dos alunos, mas também ao seu nível geral de maturidade emocional.

O aprendizado de idiomas como o português é um empreendimento desafiador, e o ideal é que os alunos aprendam gradualmente a lidar com o desconforto de se sentirem confusos e precisarem que você esclareça pontos ao longo do caminho.

À medida que você aprende onde seus alunos estão em nível de desenvolvimento, você tem uma ideia melhor de coisas como a quantidade ideal de tempo para gastar em cada atividade (que geralmente pode variar de 2 minutos a mais de uma hora), assim como quais atividades não funcionam, quando é hora de incorporar novos exercícios e quais partes dos livros didáticos são muito avançadas para cada tipo de série.

Depois dessas dicas, esperamos que você esteja inspirado a se tornar um professor de língua portuguesa ainda melhor!

Precisando de um professor de Reforço escolar ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Erico

Professor, roteirista, redator e CEO da ecKOa Conteúdos, além de músico nas horas vagas.