A vida é um naufrágio, mas não devemos esquecer de cantar nos botes salva-vidas. Peter Gay

O nome é bonito, mas vai muito além! Salva-vidas ou guarda-vidas pode evitar uma tragédia, mas arrisca a própria vida! Por isso, não se trata de algo para amadores! É preciso ter muito conhecimento e experiência antes de pular na água para socorrer alguém.

A profissão requer muita preparação e, claro, um amor quase incondicional pela água e as pessoas. Você se considera um veterano nas águas? Gostaria de salvar pessoas em situações de risco? Tem uma excelente forma física e psicológica? Faz curso de natação há muitos anos?

Se você respondeu sim para todas as questões, você pode ser um potencial guarda-vidas! Quer saber o salário de um salva-vidas?

Saiba quais são os caminhos para se formar nessa profissão tão honrada!

Os melhores professores de Natação disponíveis
Flávia
5
5 (19 avaliações)
Flávia
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Ciele
5
5 (20 avaliações)
Ciele
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Rafael
5
5 (18 avaliações)
Rafael
R$80
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Caroline martins
5
5 (11 avaliações)
Caroline martins
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Rosane
5
5 (19 avaliações)
Rosane
R$140
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Thiago
5
5 (14 avaliações)
Thiago
R$100
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Daniela
5
5 (8 avaliações)
Daniela
R$65
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Beatriz
5
5 (8 avaliações)
Beatriz
R$60
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Flávia
5
5 (19 avaliações)
Flávia
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Ciele
5
5 (20 avaliações)
Ciele
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Rafael
5
5 (18 avaliações)
Rafael
R$80
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Caroline martins
5
5 (11 avaliações)
Caroline martins
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Rosane
5
5 (19 avaliações)
Rosane
R$140
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Thiago
5
5 (14 avaliações)
Thiago
R$100
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Daniela
5
5 (8 avaliações)
Daniela
R$65
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Beatriz
5
5 (8 avaliações)
Beatriz
R$60
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Vamos lá

 O que é a profissão de salva-vidas?

Salva-vidas, guarda-vidas ou nadador-salvador: os três nomes querem dizer a mesma coisa: salvar pessoas que se encontram em situações de risco na água. Pode ser em uma piscina, rio, lagoa, lago, cachoeira e no mar...

Veja que bonita a descrição da profissão do site do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro: "A qualquer hora, em qualquer tempo, em qualquer mar. O lema dos bombeiros guarda-vidas deixa claro a missão desses eternos guardiões do mar. As praias do Rio de Janeiro são os locais mais emblemáticos da cidade, mas por trás da beleza escondem-se inúmeros perigos que colocam os banhistas em risco com grande frequência. Cabe aos incansáveis guarda-vidas vencer as fortes ondas e correntezas para alcançar o afogado e retirar o mesmo em segurança da arrebentação. Seja a nado, nas motos aquáticas, botes de salvamento ou embarcações de resgate, o guarda-vida está sempre a postos para salvar. O símbolo da categoria é o golfinho, que representa a destreza, rapidez e fraternidade que o guarda-vida deve encarnar para cumprir sua função."

Além de salvar banhistas em situação de risco, o salva-vidas é encarregado de alertar as pessoas sobre todos os perigos que elas podem encontrar na água.

O quer fazer para ser guarda-vidas
Aulas de natação serão necessárias para poder socorrer as vítimas

Por exemplo, para ser guarda-vida no mar, é preciso conhecer sobre oceanografia. Os conhecimentos sobre as correntes marítimas, a morfologia dos fundos oceânicos são muito importantes na hora de prever os principais acidentes que podem acontecer em um local determinado na praia, por exemplo.  Além disso, é muito importante conhecer as marés, o fluxo das águas, correntezas, etc.

Isso porque características naturais ou artificiais da praia podem provocar um acidente com mais facilidade ou não. Encontre logo um professor de natação para ficar craque na água!

É importante também que o salva-vidas saiba informar aos banhistas quais são os locais mais seguros ou não para entrar no mar. Lembra das bandeiras nas praias? Então, são os guarda-vidas que se encarregam de colocá-las para alertar se é seguro ou não nadar em tal local da praia.

A cor verde significa que o banho é seguro. Já a bandeira amarela indica que o banho é permitido, mas com cuidado. A vermelha, como pode imaginar, proíbe o banho por causa do grande risco.

Outro conhecimento essencial são os primeiros socorros. Muitas vezes, as vítimas precisam ser socorridas imediatamente e o guarda-vidas deve saber o que fazer em cada situação: respiração boca-a-boca, massagem cardíaca, fazer curativos, talas, cessar um sangramento, etc. Nesse caso, o profissional deve agir rapidamente até a chegada de uma ambulância e garantir os cuidados necessários para a saúde da vítima.

Está disposto a aprender tudo isso? Aula de natação não é o suficiente para se dar bem na profissão de guarda-vida. Como pode ver, a profissão é muito mais complexa e solicita vários conhecimentos. Por que se tornar um salva-vidas?

Quais são os requisitos?

É preciso ser forte, fisicamente e psicologicamente.

Faça aula de natação
Ter um bom preparo físico é muito importante para ser salva-vidas

Quanto ao físico, é importante ter um bom condicionamento, ser resistente. Afinal, não vale nadar, nadar e morrer na praia, certo? Para isso, faça bastante aulas de natação e tenha um corpo sarado.

O melhor é fazer musculação também para manter os músculos em forma.

A cabeça também deve estar no lugar! Imagine, não deve ser fácil ter que se deparar com momentos de muito estresse, quando vidas estão em jogo. Por isso, os candidatos a salva-vidas têm que manter a calma em momentos muito tensos. Além disso, o salva-vidas tem que ser capaz de tomar as decisões certas rapidamente para não se arrepender depois. Ou seja, não pode dar bobeira em hipótese alguma!

É importante também saber lidar com o estresse do outro: dos parentes ou amigos das vítimas e da própria vítima, etc. Muitas vezes, são eles que informam ao salva-vidas a situação de perigo. Nesse caso, os próximos não podem atrapalhar o trabalho do guarda-vidas e o profissional deve manter o foco na vítima.

Já no caso da vítima, uma vez que ela é salva, ela precisa se acalmar para recuperar seu ânimo. Muitas vezes, elas se encontram em estado de choque e a primeira pessoa que ela se depara é o guarda-vidas.

Você não pode ver sangue? Então, esquece essa profissão! É indispensável gostar da área de saúde porque um salva-vidas deve ser craque em primeiros socorros! Lembre-se que muitas vezes as vítimas estão machucadas (principalmente no mar), engoliram muita água, precisam de socorro o mais rápido possível!

Noções de massagem cardíaca
Saber tudo sobre primeiros socorros é essencial para a profissão

Então, ele deve saber quais são as boas atitudes para assegurar a vítima e cuidar do seu bem estar físico e emocional.

Portanto, ele deve conseguir administrar todas as emoções que podem envolver uma situação de risco, pânico, trauma, etc. Resiliência é a palavra-chave dessa profissão!

Além disso, é importante não ter antecedentes criminais, principalmente se você quer ingressar no Corpo de Bombeiros do seu estado. Outro requisito é estar em dia com suas obrigações eleitorais, como todo brasileiro que quer prestar concurso público, ser maior de 18 anos, ter concluído o ensino médio (2º grau completo). Isso para os candidatos a salva-vidas no mar!

É sempre bom verificar a lista de requisitos de cada instituição ou de cada edital publicado. Eles podem variar de um estado para outro e de uma vaga para outra.

Como estudar para ser salva-vidas?

Há ofertas de cursos particulares para trabalhar em clubes, etc. Dessa forma, a escola pode ser homologada ou não pelo Corpo de Bombeiros do estado. Caso se interesse, procure saber se a instituição é reconhecida ou não pelo Corpo de Bombeiros de onde você mora.

Se você quer ser salva-vidas nas praias e em alto mar, na maioria das vezes é preciso passar pelo concurso dos bombeiros. Nesse caso, é necessário passar por uma prova e ser aprovado na instituição.

As provas têm conteúdo teórico e prático. Para o teórico, é necessário ter algumas noções de primeiros socorros e outras. O melhor é sempre verificar no edital de cada concurso.

Já a prática pode ser, por exemplo, correr ou andar mil metros no máximo em 8 minutos e nadar 200 metros em 6 minutos.

No caso do estado do Rio de Janeiro, por exemplo, há mesmo um vestibular específico para ingressar na corporação. Ele é organizado pela Academia de Bombeiro Militar D. Pedro II. Caso você more no Rio de Janeiro, informe-se diretamente nesse órgão. Se não, veja como funciona o concurso de bombeiro guarda-vidas diretamente no seu estado.

Mas, como dito anteriormente, saiba que precisará de conhecer muito sobre o oceano (caso queira ser salva-vidas no mar) e também sobre o fluxo das águas.

Noções de primeiros-socorros são essenciais para essa profissão que poderia estar enquadrada na área de saúde. Afinal, as vítimas precisam de cuidados especiais quando sofrem um acidente na água: respiração boca-a-boca, massagem cardíaca, curativos, estancar sangramentos, limpar feridas, etc.

Prepare-se para estudar todas essas noções e manter um bom preparo físico!

Onde se informar para fazer os cursos?

Na internet, você pode encontrar a maioria das informações necessárias para se tornar um guarda-vidas.

Se você gosta de nadar, é um bom nadador, tem preparo físico e psicológico para tal, já sabe onde quer ser guarda-vidas?

Saiba os requisitos para ser salva-vidas
Gostar de água é indispensável, mas não é a única coisa para ser guarda-vidas

O grande desafio é que não há um só caminho a seguir. O primeiro passo é saber onde você quer atuar como guarda-vidas:

  • Escolas, clubes, piscinas: você pode fazer um curso particular para se formar para a profissão. Nesse caso, faça uma pesquisa na internet das instituições que existem em sua cidade e busque informações diretamente sobre inscrições e custos.
  • Mar: concurso Corpo de Bombeiros do seu estado. É preciso estar atento às datas e as condições para inscrição. Você também vai ter que estudar sobre temas específicos que caem na prova do concurso.

Uma boa dica é perguntar para um salva-vidas o que ele fez, certo? Assim, você não vai perder o seu tempo e saberá exatamente o que deve ser feito para se tornar um guarda-vidas como ele. O que você acha? Onde exercer a profissão de salva-vidas?

Está pronto para começar seus estudos, exercícios físicos e sua aula de natacao?

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou desse artigo? Deixe uma nota!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Carolina

Jornalista, pós-graduada em mídias digitais, mestre pela Sorbonne (França) em turismo, patrimônio e meio-ambiente. Minha formação em diferentes áreas permite que eu escreva com liberdade e interesse.