A profissão de salva-vidas não é muito destacada quando o assunto é escolher o que fazer para ganhar dinheiro. Porém, há muitas vagas a ser preenchidas e muitas estruturas públicas e privadas estão lutando para encontrar salva-vidas.

Essa profissão possui inúmeras vantagens que não são suficientemente destacadas. É preciso quebrar o estereótipo de "SOS Malibu" dos salva-vidas de bermuda vermelha, óculos escuros que desfilam na praia.

O Superprof, então, enumera os bons motivos para você se tornar um salva-vidas (como?).

Muitos estão embarcando na profissão de salva-vidas porque têm paixão pela água, têm um bom conhecimento dela, conhecem seus perigos.

Trabalhe como guarda-vidas
Quem não sonharia em trabalhar em uma paisagem dessa todos os dias?

A maioria dos bombeiros salva-vidas tem uma capacitação em atividade náutica, seja a natação, o mergulho, o surf, a canoagem, a vela... o que os liga intimamente essa profissão à água. Aula de natação, horas fazendo metros e metros na piscina não é nada quando queremos ser guarda-vidas no mar.

Ao se tornar guarda-vidas, você associa sua paixão ao trabalho. Essa é uma chance real de poder viver disso. Ser solicitado a fazer o que você mais ama, dia após dia, é uma escolha extremamente gratificante para sua carreira.

Os melhores professores de Natação disponíveis
Flávia
5
5 (19 avaliações)
Flávia
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Ciele
5
5 (20 avaliações)
Ciele
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Rafael
5
5 (18 avaliações)
Rafael
R$80
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Caroline martins
5
5 (11 avaliações)
Caroline martins
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Rosane
5
5 (19 avaliações)
Rosane
R$140
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Thiago
5
5 (14 avaliações)
Thiago
R$100
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Daniela
5
5 (8 avaliações)
Daniela
R$65
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Beatriz
5
5 (8 avaliações)
Beatriz
R$60
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Flávia
5
5 (19 avaliações)
Flávia
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Ciele
5
5 (20 avaliações)
Ciele
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Rafael
5
5 (18 avaliações)
Rafael
R$80
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Caroline martins
5
5 (11 avaliações)
Caroline martins
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Rosane
5
5 (19 avaliações)
Rosane
R$140
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Thiago
5
5 (14 avaliações)
Thiago
R$100
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Daniela
5
5 (8 avaliações)
Daniela
R$65
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Beatriz
5
5 (8 avaliações)
Beatriz
R$60
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Vamos lá

Fazer da sua paixão sua profissão

Quantas pessoas não se sentem realizadas em seus empregos e não gostam do que estão fazendo?

Escolher uma profissão por paixão é a garantia de obter melhores resultados na sua carreira. A paixão é um verdadeiro motivador para ser mais feliz no trabalho.

Saiba que essa dimensão é muito importante hoje no mundo do trabalho. Uma das maiores causas do esgotamento é a falta de felicidade no emprego. Levantar-se de manhã feliz por viver de sua paixão faz você se sentir melhor que quando se sente pressionado a realizar rotinas diárias que não gosta.

E quem é mais feliz no trabalho inevitavelmente significa ser mais feliz na vida. Um impacta diretamente o outro, não é mesmo?

Portanto, é claro que haverá altos e baixos. Haverá também colegas ou chefes que não serão necessariamente os melhores ou os mais simpáticos.

Claro que o salário é importante para pagar as contas. Aliás, quanto ganha um salva-vidas?  Mas saiba que esse não deve ser sua principal motivação. Até porque, infelizmente, os guarda-vidas não ganham muito. Porém, é raro encontrar uma profissão tão honrada e gratificante!

Lembre-se que a paixão sempre estará lá para guiá-lo e animar os seus dias. Ela permite que você dê sentido ao seu trabalho. Dessa maneira, você vai prosperar diariamente.

Requisitos para ser guarda-vidas
Tem que ser craque nas piscinas, mas também gostar de ajudar as pessoas

Já pensou em ser professor de natação de tanto que gosta de ficar na água? Sente-se próximo das pessoas e gosta de ajudar?

O lado humano da profissão de salva-vidas

Há uma abordagem muito humana na profissão de salva-vidas. O desejo de ajudar os outros é um elemento forte nessa profissão. A relação com a vida humana está sempre presente, principalmente quando os banhistas colocam a sua vida nas mãos do guarda-vidas enquanto nadam.

É verdade que esse trabalho exige muita atenção, receptividade e compostura ao supervisionar a natação, mas não só.

Também é importante ter pedagogia, paciência, especialmente durante as intervenções onde se pode ser confrontado com situações particulares, mas também durante as aulas de natação. O salva-vidas deve estar o mais próximo possível das pessoas, dando-lhes confiança.

Algumas pessoas recorrem a eles para lutar contra sua hidrofobia, ou seja, medo da água. Palavras e ações são importantes nesse tipo de situação para não piorar a situação que já é bem crítica. Aconselhar um curso de natação nem sempre é a melhor solução para esse tipo de problema.

Durante as inúmeras atividades que o salva-vidas supervisiona, ele encontra um grande público como grupos de escolas, aposentados, mães e seus bebês... Isso também é o que fascina quando você é salva-vidas. A abordagem será diferente cada vez que você se deparar com uma pessoa. Seja para dar conselhos sobre a técnica do nado para uma pessoa que deseja melhorar, seja para acompanhar uma jovem mãe e seu filho ensinando-lhe as regras de segurança e assim evitar o afogamento, seja para oferecer atividades aos idosos...

Tudo isso requer ser um educador, paciente e querer compartilhar sua paixão com o maior número de pessoas possível. Devemos, portanto, adaptar-nos constantemente às expectativas de cada público: não nos comportamos da mesma forma com as crianças e com os idosos que vêm para relaxar.

Não vamos esconder, o ambiente de trabalho de um salva-vidas continua muito agradável. Em roupas casuais, bermuda, camiseta, chinelo, óculos escuros, na beira da água. Muitos de nós pensamos na série "SOS Malibu", os salva-vidas desfilando na praia em trajes de banho. Que sonho!!! Onde trabalhar como salva-vidas?

Como trabalhar na praia?
Você poderá usar um jet ski para socorrer as vítimas

Lembre-se que esse traje é o mais prático para um guarda-vidas, especialmente quando ele tem que intervir durante um afogamento.

Além do traje fora do comum, há também o local de trabalho, seja à beira de uma piscina ou em uma praia.

O cenário permanece idílico sobretudo à beira-mar, uma verdadeira comunhão com o elemento natural que é o oceano. A vantagem desse trabalho é que você pode ficar o tempo todo no ar livre sem precisar ficar trancafiado entre quatro paredes. Isso não é desprezível!

Não há espaço para a rotina como salva-vidas. Entre supervisão de banho, aulas de natação, entretenimento, o dia de um salva-vidas não é fácil. E isso também se deve à diversidade de seu público, que vai desde bebês até idosos, passando por crianças, adolescentes e adultos.

Uma profissão em plena demanda

Até hoje, não faltaram ofertas de emprego nesse ramo de atividade. A cada ano, as comunidades locais renovam sua busca por salva-vidas para fortalecer a segurança das praias ou piscinas, bem como dos parques aquáticos que lotam no verão. Uma verdadeira dádiva para conseguir um emprego de verão.

Mas também existe uma procura real durante todo o ano, principalmente para preencher as inúmeras vagas em piscinas de condomínios e clubes. Há leis (dependendo de cada estado) que determinam a permanência constante de guarda-vidas em piscinas com determinado número de pessoas ou metros quadrados. Para saber exatamente, procure as normas de seu estado. Então, o guarda-vidas assegura a aula de natacao e os banhistas de final de semana.

Vimos nos últimos anos que atividades aquáticas como hidroginástica, aquayoga. etc se desenvolveram e criaram uma verdadeira mania. Diversos cargos como educador de esportes de natação têm surgido com o objetivo de supervisionar os cursos dentro desses estabelecimentos.

Oportunidades de desenvolvimento de carreira

A profissão de salva-vidas pode levá-lo a cargos mais elevados, como gerente de piscina ou gerente de estação. Isso pode depender de seu diploma e de seus anos de experiência.

Muitos jovens exercem a profissão de guarda-vidas como primeiro emprego ou emprego de verão, mas isso não os impede de seguir uma carreira de longo prazo. Assim, é possível continuar a exercer o cargo de nadador-salvador nas estruturas que recrutam durante todo o ano.
Comece com a perspectiva de um treinador esportivo:

  • Após algumas temporadas nas praias, muitos passam a ocupar cargos de educadores ou instrutores: surf, kitesurf, bodyboard, etc ou pretendem evoluir numa perspectiva de treinador em centros aquáticos. Eles procuram por pessoas que possam exercer a supervisão de atividades relacionadas com a natação por tempo indeterminado ou um contrato temporário.
  • Se você está pensando em entrar no treinamento de esportes relacionados às atividades aquáticas, seus anos de experiência como salva-vidas lhe darão um verdadeiro suporte na supervisão das atividades. Da mesma forma, se deseja evoluir como líder de atividades náuticas ou na abertura de sua própria estrutura.

Como você deve ter entendido, a profissão de salva-vidas apresenta muitas vantagens. Para além do seu lado humano e do seu ambiente de trabalho idílico, é um trabalho que pode conduzir a uma perspetiva de futuro estável com muitos cargos e uma diversidade de responsabilidades.

Trabalhe na piscina todos os dias
A segurança de crianças e adultos na água é o lema do guarda-vidas

Hoje, o número de ofertas de emprego está aumentando significativamente. Por isso, para os apaixonados pela natação ou pelos esportes náuticos, embarque na carreira de salva-vidas graças a uma formação que continua acessível.

Para mais informações, faça uma pesquisa na internet sobre os centros de capacitação e formação existentes na sua cidade. A dica é procurar um que seja reconhecido pelo Corpo de Bombeiros de seu estado por ser mais confiável.

Se não, o caminho mais tradicional é prestar concurso para a vaga de bombeiro salva-vidas do seu estado. Para isso, basta olhar se há abertura de edital para o serviço perto de você. Como dito anteriormente, há uma grande procura por profissionais capacitados e aptos a serem guarda-vidas.

Um dos principais requisitos é ser maior de 18 anos, brasileiro, ter ensino médio completo, não ter antecedentes criminais, ter um excelente condicionamento físico, estar bem emocionalmente, saber lidar com situações de estresse, etc.

Já está pronto para salvar vidas? Comece já seus treinamentos para manter a forma física e estude sobre primeiros socorros e outras matérias específicas da vida na água!

 

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou desse artigo? Deixe uma nota!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Carolina

Jornalista, pós-graduada em mídias digitais, mestre pela Sorbonne (França) em turismo, patrimônio e meio-ambiente. Minha formação em diferentes áreas permite que eu escreva com liberdade e interesse.