Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

É possível se tornar um bom pianista sem conhecer a teoria da música?

De Fernanda, publicado dia 18/10/2017 Blog > Música > Piano > É possível aprender piano sem estudar teoria musical?

Com exceção do piano clássico, para o qual a aprendizagem da teoria da música é necessária ou até mesmo indispensável, outros gêneros musicais, como a mpb, o rock, o jazz ou o soul são menos rigorosos para os músicos contemporâneos.

Na verdade, para esses registros musicais é possível aprender a tocar piano por meio da escuta, do sentimento, deixando a emoção musical guiar nossas mãos no teclado.

Por ter uma má reputação, a teoria da música ou o ensino das notas é muitas vezes considerado algo chato, entediante e redundante.

Sobretudo utilizada na música erudita –  excelente ferramenta para compor, ler e tocar uma partitura – a teoria da música ainda soa como “algo ultrapassado” na música moderna ou popular .

No entanto, por um lado conhecemos músicos amadores que estudam a teoria da música para interpretar uma partitura, e por outro, existem músicos profissionais que dependem apenas do ritmo – eles respiram música e sabem tocar apenas de ouvido.

Cada um dos dois métodos tem seu valor agregado; mas é esse lado mais popular difundido entre artistas e pianistas modernos que nos interessa no artigo de hoje.

Vamos descobrir como e por que essa técnica, que parece tão simples, efetiva e divertida atrai tanto os jovens como as gerações antigas.

Partiu: piano com teoria x piano sem teoria!

O piano é considerado um dos instrumentos musicais mais complexos em termos de partitura musical – por isso é difícil para alguns abandonar a teoria da música ao aprender o instrumento.

Qual é a melhor abordagem pedagógica para aprender piano? O pianista é aquele que traz sutilezas harmônicas.

Esta realidade é, no entanto, cada vez mais desafiada pelos novos métodos de aprendizagem do piano que buscam quebrar os códigos musicais.

As vantagens do piano com teoria musical

A teoria da música, apesar de toda sua má reputação, tem vantagens que é difícil ignorar, especialmente se alguém tem a ambição de seguir uma carreira na música.

Conhecimento de base, ao sabe ler uma pontuação – que é o suporte escrito da teoria da música -, você consegue identificar:

  • O tempo a seguir.
  • As notas para tocar. Elas são a alma da partitura musical.
  • O tempo de cada nota.
  • As pausas entre as notas.
  • Os ritmos a seguir.
  • Os diferentes padrões musicais.
  • Conheça a teoria musical: clave de sol, clave de fá, bemol, sustenido…

É também uma ferramenta incrível se você quiser:

  • Tocar em uma banda, uma grupo musical ou uma orquestra. A reunião de músicos e instrumentos pode ser um verdadeiro quebra-cabeça se não se conhece a nota em uma partitura.
  • Para melhorar seu nível de piano. O solfejo tem a particularidade de contribuir para a progressão de um estudante de música e de piano. É como se fosse um guia que dá instruções claras a serem seguidas.
  • Assim, rapidamente você identifica seus erros, as suas dificuldades, e assim consegue corrigir seus vícios.
  • Para se tornar um virtuose do piano. Quanto mais avançamos no aprendizado do teclado, mais podemos evoluir qualitativamente seu jeito de tocar. Quando se trata de tocar obras mais técnicas, como Chopin, por exemplo, é aqui que percebemos que todos os esforços relacionados à aprendizagem da teoria da música acabam sendo válidos.

Mas é fácil aprender teoria musical sozinho?

As vantagens do piano sem teoria musical

Aprender o piano sem solfejo significa dar asas à sua criatividade, liberdade de toque e à sua maneira de imaginar música, sons e notas.

Esta técnica depende principalmente da escuta, e acima de tudo de seu ouvido e de sua intuição.

Ela é a última tendência da música contemporânea, baseada essencialmente nos acordes – que o pianista pode interpretar como quiser – e não em uma partitura a ser tocada nota por nota, como na música clássica.

Assim, simplesmente ouvindo uma música, um trecho de música ou um “instrumento” (para os mais jovens), conseguimos decifrar os sons em nossas cabeças para reproduzi-los diretamente no teclado.

Os músicos contemporâneos que seguem este método têm a particularidade de:

  • Aprender novas obras com bastante rapidez. Estamos falando especialmente dos pianistas que fazem covers no Youtube.
  • Demonstrar uma coordenação única, equilibrada e até impressionante de ambas as mãos.
  • Desenvolver uma capacidade natural para ser inventivo na criação de novas composições, melodias e obras no piano.

É importante lembrar que, muitas vezes, apesar de parecer opostos um ao outro, tocar sem teoria musical e aprender solfejo podem ser tarefas associadas em um aprendizado que combina teoria e prática.

É, além disso, a forma mais popular de aprendizagem hoje em dia, uma maneira de orientar o ensino teórico da música para o útil.

Longe de filosofar neste campo, como muitos músicos, podemos fazer um paralelo ao aprendizado de uma língua: primeiro aprendemos a falar (sem teoria musical) e depois aprendemos a escrever (com teoria musical).

27 artistas que nunca aprenderam teoria da música!

Entre os artistas mais famosos, populares e criativos no mundo – guitarristas e pianistas -, há alguma coisa de comum: a ausência de noções de teoria musical.

Na verdade, por mais estranho que pareça, certas lendas da música têm ou tinham apenas uma ideia abstrata, parcial e até mesmo inexistente da teoria.

O conhecimento da solfège traz um fundo musical extra. Muitos dos pianistas mais famosos do mundo alcançaram carreiras incríveis ​​sem conseguir ler uma partitura musical.

Incapaz de ler uma partitura, eles sabiam como tocar seu instrumento como nenhuma outra pessoa e no entanto tiveram (ou têm) uma carreira brilhante como:

  • Paul Mc Cartney.
  • John Lennon.
  • Jimi Hendrix.
  • Eric Clapton.
  • Elvis Presley.
  • Stevie Ray Vaughan.
  • Eric Clapton
  • Django Reinhardt
  • B.B King
  • Robert Johnson
  • Neil Young
  • Rory Gallagher
  • Jimmy Page
  • Jeff Beck
  • Angus Young
  • Muddy Waters
  • Stevie Ray Vaughan
  • Mark Knopfler
  • Keith Richards
  • Albert King
  • Chuck Berry
  • David Gilmour
  • Brian May
  • John McLaughlin
  • Wes Montgomery
  • Pete Townshend
  • Johnny Winter

Para não citar artistas famosos hoje em dia como Liniker, que não fez aulas de teoria musical.

Uma informação que pode chocar se ouvimos belas canções como Zero, Caeu ou Ralador de Pia.

É nessas horas que ficamos pensando em como esses músicos talentosos devem ter trabalhado em sua vida musical para chegar onde chegaram: com sensibilidade, criatividade e atitude.

Esta metodologia, às vezes considerada radical, suscita verdadeiros debates nas mídias e redes sociais e não está perto de se esgotar, ainda mais com a revolução tecnológica e digital no mundo da música. Hoje, é possível aprender o piano facilmente graças à internet.

Obviamente, isso não diz respeito ao trabalho de pianistas clássicos, tais como:

  • Maurice Ravel.
  • Franz Schubert.
  • Ludwig van Beethoven.
  • Wolfgang Amadeus Mozart.
  • Franz Liszt.
  • Claude Debussy.
  • Robert Schumann.
  • Sergei Rachmaninov.
  • Felix Mendelssohn.
  • Richard Wagner.
  • Martha Argerich.
  • Claudio Arrau.
  • Vladimir Ashkenazy.
  • Daniel Barenboim.
  • Alfred Brendel.
  • Glenn Gould.
  • Myra Hess.
  • Vladimir Horowitz.
  • Stephen Hough.
  • Lang Lang.
  • John Ogdon.
  • Murray Perahia.
  • Maria Joao Pires.
  • Maurizio Pollini.
  • Sergei Rachmaninov.
  • Sviatoslav Richter.
  • Arthur Rubinstein.
  • Clara Schumann.
  • Jean-Yves Thibaudet.
  • Mitsuko Uchida.

Os diferentes métodos para aprender piano sem teoria musical

A música acadêmica é considerada principalmente como uma música de tradição escrita.
Aqui nós falamos de música moderna, uma vez que estas não são baseadas em partitura para serem tocadas nota para nota.

Amyrton Vallim

O método de Amyrton visa simplificar a leitura de notas. Na verdade, graças a seus gráficos inovadores de escrita, a busca do nome das notas não é mais necessária.

Foi para facilitar o aprendizado do piano que o autor idealizou um sistema original de música, sem o uso de figuras da teoria musical, que pela sua simplicidade permite a qualquer pessoa manejar solos e acompanhamentos nos diversos ritmos dançantes.

Com isso e com o auxilio do ouvido, você irá adquirir recursos que lhe permitirão tocar as músicas que você mais aprecia. Este método foi idealizado com o propósito de ensinar àqueles que praticamente nada sabem. No entanto, os que já tocam alguma coisa, nele poderão encontrar orientações úteis.

Aprendendo o piano

Com base no sistema de notação anglo-saxônica (A, B, C, D, E, F e G), o método do piano é uma maneira de contrariar a abordagem tradicional do conservatório, escolas de música ou de certos professores particulares.

Sem ter a pretensão de manter o “método milagroso”, essa abordagem pedagógica inteligente permite:

Como estudar teclado sem teoria musical. É possível ser um fera no teclado sem precisar ler as notas? Pois bem!

Método Collin

Esteja você em nível inicial, intermediário ou avançado, o método Collin se apoia em uma pedagogia que busca facilitar a aprendizagem.

De fato, por meio de um ensino preciso e progressivo que consiste em usar seus dedos no teclado, seguindo as instruções e dissecando os diagramas, você pode passar rapidamente do nível iniciante para o pianista avançado nas suas aulas de teclado para iniciantes.

É, portanto, com a ajuda de um CD de áudio e / ou DVD que este método de piano sem teoria musical propõe estudar:

  • Acordes.
  • O sequenciamento dos acordes.
  • Os acordes com as melodias.
  • A combinação de ambas as mãos no teclado para tocar uma primeira música.

Utilizando vários sentidos como a audição, a visão ou o toque do teclado, este método propõe uma série de exercícios práticos, seja qual for o estilo da música (blues, rock, jazz, boogie, latino, variedade, worldmusic…).

Observe que o trabalho nesse caso é feito com a ajuda da reprodução de músicas populares, o que torna a aprendizagem divertida, lúdica e interativa.

Saiba onde encontrar uma boa aula de teclado no Superprof!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar