Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Técnicas para aprender a tocar qualquer estilo musical no piano

De Fernanda, publicado dia 28/08/2017 Blog > Música > Piano > Dicas para se tornar um verdadeiro pianista

Você acabou de começar a fazer aulas de piano e gostaria de tocar um jazz com o seu novo sintetizador?

Saiba que o piano é um instrumento muito completo, que dá uma grande liberdade para os músicos. Se você é da turma do jazz, do blues, do rock ou mesmo do reggae, o piano é um instrumento que certamente lhe dará prazer.

Mas como tocar todos os estilos de música no piano? Por onde começar?

Na história da música, cada gênero tem características específicas e é tocado de um jeito particular. Se você é iniciante, vai aprender as noções básicas de teoria musical antes de embarcar nas grandes obras dos séculos passados.

Depois de assimilar estas bases, será necessário mergulhar na prática musical. Nada é mais eficaz para um pianista do que tocar regularmente seu piano. Que se trate de um teclado, um piano de cauda ou um piano vertical.

Você também precisa entender como interpretar qualquer estilo em seu instrumento.

Divirta-se com todas essas nossas dicas!

Aprenda os macetes de cada estilo

Se você acabou de iniciar suas aulas de teclado ou piano ou se já é um músico experiente, sabe que não dá para tocar reggae ou rock no piano apenas de ouvido.

E para fazer a sua família acreditar que tocar piano é uma dádiva dos deuses e que você tem um talento inato, primeiro é preciso passar pela fase de aprendizagem.

Porque todos os estilos de música requerem um mínimo de trabalho antes de podermos apreciá-los…

O clássico

Nas primeiras aulas de música, muitos professores vão começar ensinando obras clássicas, como as de Schubert, Beethoven ou Bach.

Para este estilo de música, será essencial treinar o sincronismo entre as duas mãos.

Na verdade, na música clássica, a mão esquerda reproduz o ritmo enquanto a mão direita toca a melodia. Uma harmonia perfeita que você deve aprender a gerenciar. Você pode ir mais devagar no início para conseguir assimilar completamente esses conceitos básicos.

O rock

Que estilos aprender? Bob Dylan é um dos guitarristas mais conhecidos do mundo, mas também um excelente pianista (além de gaiteiro!)

Tocar rock no piano pode às vezes parecer esquisito.

No entanto, Let it Be é uma música que faz parte da história do rock e com certeza inevitável ​​na hora de aprender piano!

Mas, antes de mais nada, você tem de saber como diferenciar os estilos de rock para entender o papel do piano. Em algumas músicas, ele só será usado para dar suporte aos acordes da guitarra. Os pianistas podem usar sintetizadores ou órgãos.

Alguns músicos, no entanto, colocam o piano no centro de sua composição. O ritmo será, em grande parte, binário. Um exemplo é o famoso Bob Dylan, Prêmio Nobel de Rock e Literatura.

O jazz

O jazz pode ser um exercício complicado. Na verdade, esse estilo, embora tenha suas próprias regras, é conhecido por deixar margem para muita improvisação. Cada músico decide sua própria interpretação.

O piano se tornou parte essencial do mundo do jazz desde seu início, podendo desempenhar tanto um papel de solo quanto de acompanhamento de outros instrumentos.

Ele também é importante para a compreensão da teoria e do arranjo desse gênero musical, por causa de sua natureza harmônica e melódica. Portanto, é excelente para compositores. O piano é um dos poucos instrumentos no jazz capaz de executar acordes em vez de notas simples, como o saxofone e o trompete.

O blues

O ritmo do blues não é o mais complicado na história da música. Além disso, a harmonia de suas músicas é bastante simples, uma vez que tem base em apenas três acordes que se repetem.

Esse estilo de música é muito enriquecedor para aprender a interpretação ou a improvisação, palavras-chave do blues.

O reggae

O estilo reggae, originário da Jamaica, oferece ao pianista um papel de acompanhante nas músicas.

Na verdade, o pianista completa o ritmo já dado pela guitarra. Um ritmo que é construído no contratempo. Os acordes são retidos ou liberados com um deslocamento de acento métrico.

Esse estilo não é muito complicado para se tocar piano. Só com algumas músicas você já consegue memorizar facilmente a técnica. Além disso, no geral as composições têm apenas três ou quatro acordes, e não são necessárias mãos longas.

Saiba como adaptar qualquer música ao piano

Às vezes, você sonha tocar algumas músicas mas elas não possuem base para piano. É uma pena ignorar essas composições: por isso é importante saber que existem algumas soluções para se chegar lá.

Você precisa, primeiramente, encontrar a partitura da música original. Isso significa conhecer tudo o que você precisa saber sobre ela (tempo, notas, duração das notas, …). Você terá que praticar bastante esses acordes em seu teclado para encontrar a melodia que acompanha.

Em seguida, observe as suas mãos. Para tocar piano com duas mãos é necessário ter uma extensão (o espaçamento entre os dedos) adequado. Se você tem mãos pequenas, verifique se o intervalo não é muito grande.

Isso pode ser um problema para alguém um iniciante. Não hesite em pedir ajuda ao seu professor para transcrever a música. Ele também pode ajudá-lo a fazer a transposição.

Na verdade, algumas composições estão em um tom muito alto ou muito baixo para o piano. Nesses casos, vai ser preciso fazer uma transposição em um tom diferente. Os intervalos entre as notas devem permanecer iguais. Somente o tom muda.

Como adaptar uma música ao piano? Transcrever uma música é importante para adaptar uma composição no seu estilo.

Se você tem um ouvido absoluto, será mais fácil. Caso contrário, terá de usar sua experiência de solfejo para encontrar os acordes da escala que escolheu. Se você tem um sintetizador, também pode usar um “transpositor eletrônico”.

Mas saiba que, hoje, com a internet, muitas composições já foram adaptadas pelos entusiastas da música na web.

Dê uma olhada nos tutoriais ou nas partituras online. Talvez você consiga encontrar a música que esteja procurando para piano.

Pois é, além disso, saiba que é possível ter aula de teclado online ou de piano! Você pode encontrar os melhores profes no Superprof!

Finalmente, esteja ciente de que nem todas as composições podem ser tocadas no piano. Alguns sub-gêneros da música eletrônica não possuem melodia e, portanto, não podem ser interpretadas por pianistas.

Introduzir o piano nas músicas

Você é um artista em potencial? A composição faz parte do seu processo criativo?

Por que não introduzir um pouco de piano em suas composições?

Sim, veja bem: mesmo que seu grupo prefira o Rolling Stones ou a Lady Gaga, o piano pode se tornar seu melhor aliado.

Mas o processo de composição requer algumas etapas.

Para adicionar piano às suas melhores faixas, será essencial encontrar os acordes exatos que possam se adaptar ao resto da música.

Se sua música já existe, você pode usar os acordes da guitarra ou de outro instrumento para fortalecer o ritmo.

Como se tornar um excelente pianista? O piano como instrumento para compor uma música.

Mas o piano também pode ser usado para iniciar sua composição. Você pode usar este instrumento para encontrar a melodia principal e os acordes correspondentes.

Você só precisa escolher o acorde que deseja e então continue na clave dele para encontrar a sequência de acordes na escala correspondente. Você pode fazer uma sequência de três ou quatro acordes que pode ser repetida durante toda a música para lhe dar uma base rítmica. Você precisa respeitar o tom que escolheu.

Além disso, saiba que a música é composta pelo ritmo mas também pela melodia. Você vai precisar compor a sua, que será tocada pela mão direita.

Se estiver inspirado, você pode cantar ao longo dos acordes. Tudo isso virá naturalmente para você: lembre-se de transcrever no piano e gravar para não esquecer.

Começar pela composição das letras também pode ser uma maneira de compor a melodia. Ao escrever, você forma automaticamente frases rítmicas que podem inspirar alguma coisa.

E se você não estiver muito inspirado nesse dia, sempre pode utilizar uma melodia já existente e depois transformá-la. Tenha cuidado para não repetir a melodia como tal, pois isso é considerado plágio!

Construir uma cultura musical

Para aprender a tocar todos os estilos que desejar no piano, lembre-se também da importância da cultura musical que você irá adquirir ao longo do tempo e de suas aulas de música!

Muitos músicos tocam piano e ajudam a construir uma linda história em torno deste instrumento:

  • Hans Zimmer,
  • John Williams,
  • Yann Tiersen,
  • Lang Lang,
  • Elton John,
  • Johannes Brahms,
  • Béla Bartók, e assim por diante …!

Quem são os grandes músicos de piano? Elton John é uma das referências quando se fala em grandes compositores de melodia no piano!

Portanto, é importante se inspirar em cada um desses pianistas, a fim de progredir e ter sucesso ao tocar uma música em estilos diferentes. Algo que os professores ensinam no programa de graduação em música na Universidade.

Não se limite a um único estilo de música. Isso impedirá que você desenvolva sua flexibilidade musical. Desse jeito, você vai ficar apenas com um ritmo em mente e permanece preso nessa forma na hora de compor. Lembre-se de ouvir regularmente muita música: os ouvidos memorizam facilmente e isso pode ajudá-lo em suas composições.

Enquanto o jazz pode lhe ensinar sobre o ritmo, o blues irá lhe ensinar sobre improvisação, e a música clássica sobre interpretação…. E por aí vai.

Não se esqueça de expandir a sua cultura ao longo de seus estudos de piano, pedindo ao seu professor que o faça descobrir a riqueza desse instrumento, peça uma aula de teclado para iniciantes!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de4,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar